COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Direito (Bacharelado)

Estudantes de Direito visitam Órgãos Públicos em Porto Alegre

Nos 18 e 19 de abril, os estudantes da disciplina de Prática Jurídica Civil I, do Curso de Direito da Unijuí - Campus Santa Rosa, realizaram uma viagem de estudos a Porto Alegre. A viagem teve o objetivo de aliar a teoria de sala de aula com a prática.

Acompanhados da professora Emmanuelle De Araujo Malgarim, os estudantes conheceram o Instituto Psiquiátrico Forense e a Assembleia Legislativa, no primeiro dia de visitas. No segundo dia, quarta-feira, no Ministério Público, o Coordenador do CAO Cível e de Defesa do Patrimônio Público, José Francisco Seabra Mendes Júnior, falou aos acadêmicos sobre o funcionamento, a estrutura e atuação do MP.

No Tribunal de Justiça do Estado, o juiz Alex Custódio conversou com os estudantes sobre os trabalhos desenvolvidos pelo órgão. Na ocasião, também acompanharam sessões de julgamento.

Para Carolina Pilatti, estudante do Curso, a viagem teve resultados positivos. “Além de visitarmos as dependências dos órgãos, engrandecemos nosso conhecimento no que diz respeito ao Direito e a Justiça, com palestras e explanações sobre os mais variados assuntos”.

A viagem também foi muito produtiva para a estudante Carolina Taís dos Santos. Para ela, a viagem renovou os objetivos na vida acadêmica. “Visualizar de perto o que até o momento era teoria foi de suma importância, agregando conhecimentos históricos e jurídicos”. 


Curtas em Debate inicia segunda temporada com filmes sobre Direitos Humanos

A segunda temporada do projeto Curtas em Debate teve início nesta quarta-feira (12). A iniciativa, criada por mestrandos em Direitos Humanos da Unijuí e desenvolvida no Campus Três Passos, no semestre passado, será repetida neste primeiro semestre de 2017, agora como parte integrante do NEIDH – Núcleo de Educação e Informação em Direitos Humanos, com apoio do curso de Direito da Unijuí – Campus Três Passos, e inserida nas comemorações dos 15 anos deste curso no município.

       

A proposta trabalha a partir de filmes curta-metragem, que tenham temáticas relacionadas aos direitos humanos, através de uma abordagem interdisciplinar. Estes filmes são escolhidos pelo grupo coordenador para serem exibidos em sala de aula e nestas duas primeiras etapas, as atividades estão concentradas nas turmas do curso de Direito.

Após a exibição da película, os acadêmicos são provocados a debater a temática abordada no curta, emitindo suas opiniões, diferentes perspectivas, críticas e apontamentos.

Em 2016, foram abordadas questões como a violência contra a mulher; a luta pela afirmação da população negra e de minorias como os LGBT; o drama de migrantes; a importância dos programas sociais no Brasil.

Neste semestre, serão trabalhadas abordagens sobre sustentabilidade ambiental, o ensino público no país, os problemas enfrentados por populações pobres e os desafios da população LGBT e negra.

Cinco exibições foram programadas, sendo que duas já realizadas, com turmas de diferentes semestres, o que possibilita visões diferenciadas sobre temáticas que se relacionam com o dia a dia de cada um de nós.

Para os coordenadores do projeto, o principal objetivo dos debates é fortalecer o conceito de direitos humanos no meio acadêmico, desmistificando muitas opiniões equivocadas acerca do que realmente significa a defesa da dignidade da pessoa humana em todas as suas esferas.

A intenção é qualificar cada vez mais os debates e consolidar esta experiência, para que possa ser ampliada em outros campi da universidade e também em escolas públicas da região.

PROGRAMAÇÃO

18 de abril de 2017 (terça-feira)

19h30min – sala 319

Filme – Vidas no lixo

Sinopse: o filme mostra crianças e adolescentes que vivem no lixo

Disciplina: Direito do Trabalho I (5º semestre)

22 de maio de 2017 (segunda-feira)

19h30min – sala 319

Filme – Saco Plástico

Sinopse: as “angústias existenciais” de um saco plástico

Disciplina: Direito Processual Penal I (2º semestre)

24 de maio de 2017 (quarta-feira)

19h30min – sala 314

Filme – Pobre, Preto, Puto

Sinopse: um guerreiro das causas negras

Disciplina: Direito Penal II (3º semestre)


"No mundo inteiro o aumento da terceirização não promoveu o emprego"

Na noite desta segunda-feira, o Salão de Atos Argemiro Jacob Brum recebeu palestra sobre a Reforma Trabalhista, evento promovido pelo curso de Direito da Unijuí e a Ordem dos Advogados do Brasil. Para falar sobre o tema, Rodrigo Trindade, presidente da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 4ª Região, foi convidado. A palestra foi mediada pelo professor Paulo Scherer. 

         

“As Associações de juízes do trabalho têm uma visão muito crítica com os projetos legislativos de reforma trabalhista. Percebemos que estes projetos não vão melhorar a condição de vida dos trabalhadores, ou diminuir o desemprego. Lamentavelmente, caso essas propostas se tornem leis, vamos ter aumento de desemprego, diminuição de salários, aumento de acidentes de trabalho e de doenças ocupacionais”, salienta.

Trindade citou o exemplo da Lei que permitiu a ampliação da terceirização, aprovada recentemente e sancionada pelo Governo Federal. “No mundo inteiro o aumento da terceirização não promoveu o emprego, mas sim trabalhos mais precários, salários menores, aumento de jornada”, observa.

Ele citou, ainda, outros projetos, como o da minirreforma trabalhista. “Esse projeto também acompanhamos, porque ele promove uma alteração da organização normativa do mundo do trabalho. Hoje, os acordos e convenções coletivas podem estabelecer regramentos para melhor. Não pode ser algo pior”, avalia.

O ingresso consistiu na doação de material de higiene, que será doados para instituições assistenciais de Ijuí.

Confira a entrevista completa, em áudio


Reforma da Previdência e Trabalhista em debate na Aula Inaugural do Direito

 
 

 


Leia mais...

Curso de Direito debate Reforma da Previdência em aula inaugural no Campus Ijuí

A reforma da Previdência, que, através da PEC 287 tramita no Legislativo brasileiro, foi tema da Aula Inaugural do curso de Direito da Unijuí – campus Ijuí. Para discutir o tema com os professores e estudantes, foi convidado o advogado Edmilso Michelon, egresso da Universidade.

          

Dentre as discussões trazidas pelo palestrante, as principais alterações que propõe a PEC 287. “Na verdade ela desconstrói toda a política de segurança. Ela afronta questões do Artigo 1º de um dos incisos (da Constituição Federal de 1988), que diz respeito à cidadania, a dignidade da pessoa humana, da erradicação da pobreza, das desigualdades. E esse projeto que está sendo implementado vai contra tudo isso. Então, no mínimo, haverá uma precarização do direito à cidadania”, avalia Michelon. 

O palestrante também abordou a mobilização da OAB e outras entidades para barrar esta proposta. “Essa é uma das grandes razões que a OAB tomou a frente em defesa da Previdência Social no ano passado, porque é algo muito importante. A propostas de mudanças estruturantes esta sendo feita sem debates, porque o Governo sabe que se ele debater, ele perde”, complementou. 

Entenda as principais mudanças da Reforma da Previdência.


Dia da Cidadania: integração da comunidade, escola e universidade

 

 

No dia 26 de novembro a Emil Glitz, de Ijuí, recebe o Dia da Cidadania, realizado pelo projeto de Extensão Cidadania para Todos, do curso de Direito da Unijuí.


Leia mais...