COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Enfermagem (Bacharelado)

I Jornada de Enfermagem reúne profissionais e estudantes da área

A I Jornada de Enfermagem em Centro Cirúrgico da Unijuí reuniu dezenas de profissionais e estudantes da área nesta sexta-feira, no Salão Azul da Unijuí. A primeira edição do evento tratou o tema “Assistência de Enfermagem e Segurança do Paciente no Perioperatório”.

O evento teve como objetivo oportunizar reflexões e discussões acerca da assistência e da segurança do paciente no perioperatório. Na abertura, palestras com a Doutora Patrícia Treviso sobre o Cenário segurança do paciente, e com a enfermeira Cátia Matte Desordi sobre protocolo de cirurgia segura.

                     

De acordo com a coordenadora do evento, professora Eniva Stum, a segurança do paciente é um tema atual “Precisamos mudar a nossa cultura e tornar a segurança da paciente um hábito”. No turno da tarde as atividades seguiram com palestras, mesa redonda e a noite minicursos sobre imagenologia, monitorização de multiparâmetros, SAE em adultos e SAE em Pediatria.

O presidente do Coren-RS - Conselho Regional de Enfermagem do Rio Grande do Sul -  Daniel Menezes de Souza, presente no evento, destacou a Jornada como um excelente espaço de qualificação: “ficamos tranquilos pela sociedade de Ijuí e região que estará sendo atendida por ótimos profissionais nesse aspecto”, comentou. 


Hospital Vida e Saúde realiza pesquisa em parceria com a UNIJUÍ

Pesquisa coordenada pela professora Dra. Adriane Cristina Bernat Kolankiewicz, com apoio do núcleo de segurança do paciente, bem como da gestão hospitalar do referido hospital, avaliou as atitudes e percepções de segurança dos profissionais que atuam direta ou indiretamente no cuidado ao paciente, acerca das dimensões de cultura de segurança do paciente, ocorreu no primeiro semestre de 2017.

                   

Participaram do estudo cerca de 75% dos trabalhadores do hospital Vida e Saúde. A avaliação do clima de segurança é considerado um ponto de partida para as instituições de saúde, pois trata-se de um componente mensurável da cultura de segurança e o diagnóstico desta avaliação, permitiu identificar pontos fortes e frágeis, subsidiando a implementação de intervenções.

A devolutiva dos resultados da pesquisa ocorreu no dia 03 de julho, pela professora Adriane, bolsista de pesquisa e mestranda envolvida. Para a bolsista de iniciação científica Catiele Schmidt a participação na devolutiva qualifica a formação. “Permite reflexões como futura profissional de saúde, denota importância da pesquisa e da discussão dos resultados, para que estes, contribuam com as instituições concedentes, no sentido de planejar ações para o desenvolvimento das atividades, que visam qualificar o processo de trabalho”.

Para a administradora do hospital Vanderli de Barros, a parceria na realização da pesquisa com foi de extrema valia. “Estamos sempre em busca de melhorias para nossos funcionários com esses dados vamos poder avançar e qualificar ainda mais esse processo.

Para a coordenadora do Núcleo de Segurança, Enfª Jacinta Spies, este momento possibilitou visualizar em números concretos, o resultado de um trabalho sério que vem sendo realizado há vários anos, em todos as áreas e níveis da instituição, visando qualificar a assistência nos pontos de atendimento ao paciente. Os números não nos mostram apenas o que já está bom, mas principalmente, onde podemos e precisamos direcionar o olhar e esforços para melhorar nossos processos de trabalho e rever nossas atitudes e comportamentos.


Protocolos de segurança do paciente: atividade de orientação foi realizada no Campus Ijuí

Alusivo ao mês de abril, quando ocorrem reflexões sobre protocolos de segurança do paciente, o curso de Enfermagem da Unijuí realizou, na tarde desta quarta-feira, dia 03, uma atividade de orientação e conscientização em frente ao prédio da Biblioteca, no Campus Ijuí.

            

Segundo a professora Gerli Elenice Gehrke Herr, a atividade foi voltada, principalmente, aos estudantes dos cursos da área da saúde que circularam pelo campus. “Os protocolos de segurança evitam que os pacientes corram riscos. Por isso, a importância destas orientações. Tivemos uma interação muito positiva, de troca, com estudantes que já estão, inclusive, em estágio hospitalar”, salienta a professora.

De acordo com o Ministério da Saúde, o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP), instituído pela Portaria GM/MS nº 529/2013, objetiva contribuir para a qualificação do cuidado em saúde em todos os estabelecimentos de saúde do território nacional. A Segurança do Paciente é um dos seis atributos da qualidade do cuidado, e tem adquirido, em todo o mundo, grande importância para os pacientes, famílias, gestores e profissionais de saúde com a finalidade de oferecer uma assistência segura.

Os protocolos Básicos de Segurança do Paciente tem por característica:

• Protocolos Sistêmicos;

• Protocolos Gerenciados;

• Promovem a Melhoria da Comunicação;

• Constituem instrumentos para construir uma prática assistencial segura;

• Oportunizam a vivência do trabalho em equipes;

• Gerenciamento de riscos.

                    


Egressa divide experiência profissional na Aula Inaugural do curso de Enfermagem

O Salão Azul da Unijuí recebeu, na tarde desta terça-feira, a Aula Inaugural do Curso de Enfermagem. A programação contou com a palestra da enfermeira e egressa do curso Cibele Thomé da Cruz, sobre a experiência vivenciada da trajetória acadêmica à vida profissional.

      

“A ideia é motivar o pessoal a estudar, ir atrás. É um trabalho que é preciso ser feito com amor porque os pacientes e a família precisam do enfermeiro bem para prestar um trabalho qualificado” comenta Cibele.

Durante a palestra a enfermeira fez a apresentação da sua dissertação de mestrado “Dor e estresse de recém-nascidos submetidos a punção venosa em terapia intensiva”. Cibele é enfermeira na UTI Neonatal do Hospital de Caridade de Ijuí.


Egressos de Enfermagem são aprovados em cursos de mestrados

Cinco egressos do curso de Enfermagem da Unijuí foram selecionados em mestrados no Brasil e em Portugal. Confira:

 

A egressa Cíntia Beatriz Goi, selecionada para o Mestrado em Estudos Profissionais Especializados em Educação no Instituto Politécnico do Porto em Portugal, destaca sua trajetória dentro da Unijuí:

“Ao longo do curso tive a oportunidade de participar como voluntária em projetos de pesquisa e de extensão, em eventos com a inscrição de trabalhos que contribuíram para qualificação do meu currículo e que me fizeram ter êxito na aprovação do Mestrado em Porto, Portugal”.

Fabiano Pereira dos Santos, aprovado no Mestrado em Atenção Integral à Saúde, do Programa de Pós Graduação de UNIJUÍ e no Programa de Pós Graduação em Enfermagem (PPGENF) na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), acredita na ensino do seu curso na Unijuí:

“Todas essas ações convergiram para minhas conquistas, porque sei que o curso de Enfermagem da UNIJUÍ, me preparou para ser enfermeiro, qualificado, atento as necessidades das pessoas e suas respectivas realidades sempre com foco na gestão, ensino e cuidado”.

Com pensamento semelhante, Fernanda Duarte Siqueira, Aprovada no Mestrado em Enfermagem no PPGENF da UFSM, salienta o curso de enfermagem da Unijuí como um caminho claro de oportunidades

“Além das atividades curriculares, desde o início da minha trajetória acadêmica, tinha interesse em me engajar em projetos de pesquisa, a partir de contato com outros estudantes e  professores”.

Monique Pereira Portella Guerreiro, aprovada no Mestrado em Enfermagem no PPGENF da UFSM, lembra da dificuldade para conquistar a aprovação “Foi muito difícil, mas tive apoio de pessoas especiais que conheci durante o período acadêmico e minha família. Logo recebi a notícia: fui selecionada para o Mestrado em Enfermagem pelo PPGENF da UFSM. Obrigada UNIJUÍ”

Maicon Machado Sulzbacher, aprovado no Mestrado em Atenção Integral à Saúde do Programa de Pós Graduação de Unijuí, destaca seu percurso acadêmico “participei de congressos, elaboração de trabalhos científicos, apresentação de trabalhos, sempre orientado pelos líderes do grupo de pesquisa. Experiência que possibilitou compreender a importância da pesquisa, e como faze-la, o que me instigou a continuar minha trajetória e buscar mais conhecimento”.


Formanda em Enfermagem é aprovada em dois processos seletivos para residência

A formanda em Enfermagem do II semestre de 2016, Carine Feldhaus, foi aprovada em dois processos seletivos para cursar residência no próximo ano. Carine escolheu o Estado do Paraná para realizar os processos seletivos. Realizou as provas na UNIOESTE (Cascavel) Residência em Gerenciamento de Enfermagem em Clínica Médica e Cirúrgica e Residência Multiprofissional em Saúde da Família na UNILA (Foz do Iguaçu) e obteve aprovação com boa classificação nos dois processos seletivos.

Carine veio estudar na UNIJUÍ, do oeste catarinense, em busca de um sonho: tornar-se enfermeira. Durante a trajetória da graduação, vivenciou várias situações que precisou reunir as forças que pudesse para seguir em frente, havia perdido as duas pessoas importantes, seus pais. Nesse momento, sentiu-se mais acolhida, segundo ela, surgiram oportunidades de participar de projetos de pesquisa e extensão, o que de início serviu para me manter ocupada, mas o tempo passou e acabou se identificando com a  pesquisa acadêmica.

A formanda em Enfermagem aponta que participar de grupos de pesquisa permite trabalhar junto aos professores, estimular o pensamento crítico, amplia a visão do mundo, facilita toda a trajetória do curso, "pois para escrever bem é preciso ler muito e praticar a escrita, e junto aos mestres pude aprimorar isso. Toda dedicação, empenho para evoluir, ir à busca de mais conhecimento, muito além do passado nas aulas, tem suas gratificações na medida em que o trabalho é reconhecido. Graças as atividades de ensino e pesquisa, hoje estou me formando e vou continuar seguindo, pois fui aprovada em dois processos seletivos de residência", salienta.

Foto: Etapa Formaturas