COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Institucional

EFA lança matrículas e ações para o seu cinquentenário


Na última quarta feira, 26, aconteceu na EFA o lançamento das matrículas 2018. A EFA acredita que o aprendizado transforma, e tem isso como fator orientador no dia a dia escolar. Inspirar alunos e professores a aprender sempre, a buscar novos conhecimentos,  novos caminhos, a ter boas escolhas e oportunidades para transformar a nossa sociedade em um lugar melhor, com sujeitos pensantes e aptos a fazer a diferença. 

Na oportunidade a diretora Maria do Carmo, faz alusão ao  cinquentenário da escola que será comemorado em 2018.  Ressaltou a trajetória histórica da escola que tem um projeto pedagógico pautado nos princípios  de  valorização e respeita o potencial humano, sua individualidade, promove o planejamento coletivo e tem a pesquisa como princípio educativo.  

A EFA possui o grande diferencial de ser escola de Educação Básica com estrutura de Universidade, possibilitando aos seus estudantes acesso ao complexo Unijuí, promovendo assim educação de qualidade diferenciada para Ijuí e região. Para 2018 a escola estará ofertando vagas desde a educação Infantil (crianças a partir dos 1,8 anos de idade) até Ensino Médio. 

O diretor executivo da FIDENE, professor Dr Dieter Siedenberg, em sua fala,, frisou a importância do envolvimento das famílias na educação de crianças e jovens, falou também dos esforços que a instituição tem feito para manter investimentos e o alto nível no ensino ofertado.

Posteriormente, o gerente de marketing da UNIJUÍ, Giancarlo Dari Botega, apresentou o novo programa de benefícios da EFA, o “Indica mais”, o qual consiste em valores de descontos nas mensalidades para alunos EFA que indicarem novos alunos para 2018. Os alunos indicados também ganham desconto. A intenção do programa segundo ele é facilitar o acesso a todas as famílias que buscam uma educação de qualidade para seus filhos.

A direção da EFA finalizou a noite apresentando as ações comemorativas alusivas aos 50 anos da EFA que estão planejadas para o ano de 2018. A revista dos 50 anos, projetos de Iniciação Científica e Robótica são alguns dos destaques. A EFA está recebendo novas famílias que queiram conhecer a infraestrutura da escola, assim como seu projeto pedagógico, valores e condições do programa de benefícios.


Seminário discute Democracia, Desenvolvimento e Direitos Humanos na Unijuí

Com uma discussão sobre “Democracia, Desenvolvimento e Direitos Humanos”, teve início, na noite desta quarta-feira, o V Seminário Internacional de Direitos Humanos e Democracia e V Mostra de Trabalhos Científicos na Unijuí, no Salão de Atos Argemiro Jacob Brum. Participaram da primeira noite de evento, o professor Dr.  Marcelo Richard Zelic (Vice-presidente do Grupo Tortura Nunca Mais/SP) e o professor Dr. Dejalma Cremonese (UFSM/Brasil), com a mediação do professor Dr. Maiquel Wermuth (Unijuí).

              

Antes do início das palestras, o público conferiu uma atração musical, com o professor do Programa de Mestrado em Direitos Humanos e do curso de Direito da Unijuí Matheus Fornasier, os egressos Valterson Wottrich (Pimenta) e o estudante do curso Tiago Spinatto. O grupo apresentou músicas de rock ligadas aos temas de Direitos Humanos, iniciativa que também estará presente na programação da Unijuí FM, no programa "O Rock e os Direitos Humanos", que vai ao ar nas quartas-feiras às 16h, com reprise no sábado às 20h e domingo às 15h. Ainda na tarde do primeiro dia de atividades, foram realizadas apresentações de trabalhos.

Nesta quinta-feira, o evento segue com apresentações de trabalho no turno da tarde. No turno da noite, o Salão de Atos Argemiro Jacob Brum recebe o painel “Sociedade Democrática e Controle da Criminalidade, com os palestrantes Profª. Drª. Claudia Rosane Roesler (UNB), Prof. Dr. Juan Manuel Lezcano (Corrientes - Argentina), Prof. Dr. Luis Alberto Gonzalez (Misiones  - Argentina), Rita Vanessa Nuñez (Misiones  - Argentina) e Mediador: Prof. Dr. Maiquel Wermuth.

V Seminário Internacional de Direitos Humanos e Democracia e V Mostra de Trabalhos Científicos tem programação até a próxima sexta-feira, dia 27.

Saiba Mais

Com o objetivo de promover a reflexão da sociedade e investigar os meios de garantir a aplicação eficaz dos direitos humanos e da democracia no Brasil e no mundo, o evento contará com palestras, painéis temáticos, mesa redonda e apresentação de trabalhos. Para a Mostra de Trabalhos Científicos serão mais de 140 trabalhos apresentados durante a programação, de autores nacionais e internacionais. O evento acontece no Salão de Atos da Unijuí e no Centro de Eventos da Universidade.

O professor Daniel Cenci, um dos organizadores do evento, definiu o evento como um interessante diálogo científico: “a proposta do seminário é debater se estamos realmente na nossa época levando em consideração os nossos sistemas democráticos, no sentido de participação, de divulgação e transparência, mas não tão democráticos na distribuição da qualidade de vida. Em muitas dimensões é uma democracia controlada, que sofre também de uma desidratação dos conteúdos principais, da responsabilidade de discutir a contribuição e participação de cada cidadão no processo. Seja como alguém que pode contribuir, seja como alguém que pode ser beneficiário”. 

O Seminário é uma promoção do Programa de Pós-Graduação em Direito da UNIJUÍ e Curso de Mestrado em Direitos Humanos com o apoio Curso de Graduação em Direito, Prefeitura Municipal de Ijuí, AIPAN - Associação Ijuiense de Proteção ao Ambiente Natural e Departamento de Ciências Jurídicas e Sociais da Unijuí – DCJS.


Unijuí é a primeira Universidade a receber pelo segundo ano consecutivo o Prêmio de Responsabilidade Social

A UNIJUÍ vai receber, pelo segundo ano consecutivo, o Prêmio de Responsabilidade Social, conferido pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Será a primeira vez que uma Universidade recebe a premiação máxima do Parlamento Gaúcho duas vezes seguidas. 

A Reitora da Unijuí, professora Cátia Maria Nehring, destaca que é uma grande honra para a Instituição receber o prêmio que coroa as comemorações dos 60 anos de ensino superior na região Noroeste do Estado. “Estamos orgulhosos com essa conquista que demonstra toda a responsabilidade, toda a relação com a comunidade a partir das atividades que a Fidene/Unijuí desenvolve e reforça o nosso espírito de Universidade Comunitária”, afirma a Reitora.

Instituído por Lei Estadual, o Prêmio de Responsabilidade Social é uma promoção do Parlamento Gaúcho, em uma parceria da Assembleia Legislativa do Estado com a sociedade civil. O título reconhece, no âmbito das organizações gaúchas, a realização de projetos voltados ao bem-estar social e à preservação do meio ambiente.

Sobre o prêmio

Para participar do prêmio, instituições de diversas categorias protocolam o Balanço Social, documento produzido anualmente. A comissão do Prêmio se baseia nele para conceder a premiação. As instituições que atingem um índice estabelecido, ganham o certificado. Dentro destes certificados, 20% dos melhores índices ganham a medalha. E, a que teve melhor desempenho, ganha o troféu, que é o caso da Unijuí. A Universidade desde 2001 atinge o índice necessário para receber o certificado, tendo ganho em 2015 a medalha e em 2006 e 2016 a premiação máxima, o que vai se repetir em 2017.

O prêmio é organizado por uma Comissão Mista, atualmente formada por representantes de 14 entidades: Associação dos Dirigentes Cristãos de Empresas (ADCE), Associação Riograndense de Imprensa (ARI), Conselho Regional de Administração do RS (CRA/RS), Conselho Regional de Contabilidade do RS (CRC/RS), Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul – (Federasul), Federação das Associações dos Municípios do RS (FAMURS), Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), Federação do Comércio de Bens e de Serviços (Fecomérico), Observatório de Responsabilidade Social das Universidades Brasileiras (ORSUB), Organização Parceiros Voluntários (OPV), Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade (PGQP), Serviço Social da Indústria (Sesi) e Serviço Social do Comércio (Sesc) e Sindicato e Organização das Cooperativas RS-OCERGS/SESCOOP.


Equipe da UNIJUÍ FM conquista Prêmio de Jornalismo Ambiental

 Reportagem divulgou o projeto Ações Sustentáveis nas Escolas e o ensino de meio ambiente através do rádio

 Em cerimônia na Casa de Cultura Mario Quintana, em Porto Alegre, a equipe da UNIJUÍ FM foi agraciada com o Prêmio José Lutzenberger de Jornalismo Ambiental, promovido pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – Seção RS (ABES/RS), Associação Riograndense de Imprensa (ARI) e Braskem para homenagear um dos pioneiros da ecologia no Rio Grande do Sul. 

“A Preservação do Meio Ambiente Ambiente também é coisa de Criança”, escrita pela Jornalista Carine Da Pieve e editada pelo publicitário Gilmar Laurindo conquistou o terceiro lugar na categoria de Radiojornalismo, divulgando a iniciativa da rádio em trabalhar meio ambiente e comunicação em escolas de Ensino Fundamental de Ijuí com o projeto Ações Sustentáveis nas Escolas.

A reportagem fala sobre os benefícios de utilizar o rádio em sala de aula para a promoção da Educação Ambiental e ainda números, resultados, opiniões dos professores e o conteúdo na ponta da língua dos alunos sobre recursos hídricos, separação de resíduos, reciclagem, saneamento, dengue, sustentabilidade, entre outros assuntos. A ideia é mostrar que a preservação do meio ambiente passa pelo rádio e é coisa de criança.

O prêmio José Lutzenberger teve como objetivo incentivar a divulgação de experiências, com destaque para a aplicação de novas tecnologias, em especial na área do saneamento ambiental, reconhecendo os esforços de empresas e entidades, escolas e universidades, pessoas e instituições públicas e privadas na busca de soluções sustentáveis. Além da Rádio UNIJUÍ FM, conquistaram premiações na mesma categoria representantes da Rádio Gaúcha, Agência Radioweb e Rádio Guaíba.

   Ouça a reportagem premiada:

Clique aqui para conhecer os ganhadores do 4º Prêmio José Lutzenberger de Jornalismo Ambiental.

Créditos Foto: Fabiano Riffatti


Equipe Kombike lança documentário sobre viagem ao Chile

                 

No dia 1º de janeiro de 2017 dez ijuienses partiram em uma jornada rumo a Santiago do Chile. Seis deles percorreram esse trajeto contando apenas com a força do corpo e suas bicicletas, os outros quatro acompanharam o trajeto a bordo de uma Kombi, dando suporte aos atletas e registrando a viagem. A união das bikes com o clássico utilitário Wolks deu nome à equipe: Kombike. Agora o grupo convida a comunidade regional a curtir os melhores momentos dessa aventura no documentário “Kombike: Brasil – Chile”, expedição que contou com o apoio da Unijuí. 

Produzido pelo jornalista João Pedro Van Der Sand, o filme mostra os 2000 quilômetros percorridos. Desafios, paisagens, encontros, imprevistos, bastidores e o contato com a cultura e o povo dos países vizinhos. 

O lançamento será no Centro de Eventos da Unijuí, dia 26 de outubro, às 19h30min. Aberto a toda comunidade (lotação 120 pessoas). Após essa primeira exibição, o documentário será disponibilizado em 9 capítulos no youtube.


Ecossistema é a equipe vencedora do Desafio Cidades Inteligentes

A manhã de domingo, 22 de outubro, foi marcada pelo encerramento do Desafio Cidades Inteligentes, realizado dentro da programação do Espaço Open Tech, durante a ExpoIjuí/Fenadi 2017. O desafio, que tinha por objetivo pensar soluções/alternativas para o desenvolvimento de mobilidade e revitalização dos espaços da cidade contou com duas equipes participantes, que tiveram uma intensa formação ao longo de nove dias.

               

Foram realizadas mentorias e capacitações nas mais diferentes áreas como cursos de criatividade e inovação, método canvas, modalidade de apresentação em Pitch, dentre outros. As equipes participaram intensamente de toda programação proposta, findada na manhã de domingo, com a apresentação de seus projetos à uma banca avaliadora composta por um integrante do Projetos Redes de Cooperação, um representante da Associação Comercial e Industrial de Ijuí, o secretário adjunto da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Ijuí e o gerente de políticas públicas do Sebrae.

A equipe Ecossistema foi a grande vencedora do Desafio Cidades Inteligentes, com o projeto que prevê a descentralização do município por regiões. Em segundo lugar, ficou a equipe Bertech, com a proposta de um aplicativo para implementação de semáforos inteligentes. Cada equipe recebeu um troféu e medalhas aos integrantes. A intenção é agora é que ambas possam desenvolver e aprimorar suas ideias de negócio, recebendo o amparo da Incubadora de Empresas da UNIJUÍ – Criatec para auxiliar em todo processo necessário.

Estiveram presentes no evento o secretário de Desenvolvimento Econômico do Município, Antônio Tambara, o vice-reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da UNIJUÍ, Fernando Gonzáles, empreendedores do município, acadêmicos e comunidade em geral.


A Unijuí está com acesso à Base de Dados EBSCO

 A Unijuí está com acesso liberado à Base de Dados EBSCO, em período experimental, visando atender professores, estudantes e técnicos-administrativos da Universidade.

O que é a EBSCO?

A EBSCO é uma das maiores empresas privadas dos Estados Unidos e um dos principais agregadores de banco de dados de periódicos científicos do mundo, oferecendo um conjunto de quase 375 bancos de dados de pesquisa secundária e de texto integral.

Atende às necessidades de informação dos pesquisadores em todos os níveis, fornecendo às bibliotecas conteúdo e serviços necessários para trazer os mais recentes e as melhores informações para os pesquisadores.

Tem a base de dados mais completa em Revistas Científicas com Qualis A, B e C, que atende a necessidade de todos os cursos, disponíveis para todos os usuários da Instituição, desde o professor, estudante presencial, da EaD e técnicos-administrativos.

Conteúdo

– Mais de 150 mil e-Books acadêmicos, em todas as áreas do conhecimento.

– Mais de 2 mil periódicos em texto completo da MEDLINE/PUBMED.

– Mais de 2 mil periódicos em texto completo especializados nas áreas de Negócios, Economia, Marketing, Administração e áreas afins.

– Mais de 300 periódicos em português, de universidades do Brasil e de Portugal.

– Um total de 6 mil periódicos com alto fator de impacto atendendo todas as áreas da Unijuí.

– Estudos de caso, atas de conferência, relatórios econômicos de empresas e países também incluídos no portal.

– Um site de referência clínica baseada em evidência - DynaMed Plus.

– Um site de imagens e animações médicas - SMART.

Forma de Acesso

O estudante, professor e técnico-administrativo podem conferir a base de dados da EBSCO acessando sua área restrita, no portal.


Professor da Unijuí foi o coordenador acadêmico de Relatório das Nações Unidas para o Desenvolvimento

A relação positiva entre praticar atividades físicas e esportivas e diversas esferas de desenvolvimento já se consolidou. São reconhecidos os benefícios na esfera da saúde, sociabilidade, cognição, produtividade e qualidade de vida como um todo. No entanto, é baixo o nível de envolvimento das pessoas com essas práticas no Brasil: aproximadamente 70% da população é constituída de não-praticantes.

O dado consta do Relatório Nacional de Desenvolvimento Humano 2017 - Movimento é Vida: Atividades Físicas e Esportivas para Todas as Pessoas, divulgado no fim do mês de setembro, em Brasília, pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). O relatório também traz dados sobre o perfil da prática esportiva no Brasil e recomendações aos governos nas áreas de saúde, educação, esporte e desenvolvimento humano.

            

O professor do Programa de Pós-graduação em Educação nas Ciências e atual Vice-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e ExtensãoFernando Jaime González, foi o coordenador acadêmica do Relatório que é vinculado ao Programa de Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), um dos órgãos vinculados à Organização das Nações Unidas (ONU). “A direção acadêmica do relatório foi um grande desafio, seguramente um dos mais importantes de minha carreira. Participaram na elaboração do ´núcleo duro´ do relatório mais de 20 pesquisadores de reconhecida trajetória acadêmica e de diferentes universidades do país: USP, UFRJ, UNESP, UFRGS, UFSC, UNB. Também fizeram parte da equipe, técnicos do PNUD, profissionais capacitadíssimos que cuidam dos diferentes relatórios de desenvolvimento humano que essa agência pública regularmente, como o Atlas Racial Brasileiro e o Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil. As reuniões iniciais datam de 2015, dessa forma foram quase dois anos de trabalho, particularmente, intenso em 2016. Neste momento, ver a pesquisa publicada é uma grande satisfação, já que é materialização de um trabalho árduo. Também porque o relatório defende uma perspectiva diferente daquela normalmente encontramos em outras publicações, até nos próprios documentos da ONU, o que permite pensar que terá contribuições importantes para área”.

O PNUD afirma que praticar atividades físicas e esportivas é um direito das pessoas, não um dever. Mostra que essa prática tem valor em si mesma e pode proporcionar desenvolvimento humano quando se dá no tempo livre. Desse modo, as atividades físicas no âmbito doméstico, ocupacional e de deslocamento não necessariamente resultam em mais saúde para as pessoas. Ao contrário, podem apresentar maior incidência de exaustão e lesões.

Segundo o documento do PNUD, é importante uma nova visão para o Sistema Nacional do Esporte, o qual deve investir mais na melhoria das condições para que todas as pessoas possam praticar atividades físicas e esportivas, sempre e quando essa seja a sua escolha. O sistema poderia apoiar mais cada uma das expressões do esporte (de participação, escolar, de alto rendimento) sem subordinar umas às outras.


Professoras da EFA participam de congresso internacional de Matemática

As professoras de matemática da EFA, Carla Dal Molin e Maria Elisa Moraes Luchesse, participaram no início do mês, do VII congresso internacional de matemática, realizado na Ulbra, na cidade de Canoas.

O Congresso perpassou por minicursos, pôsteres, comunicação científica, relatos de experiências, mesas redondas e palestras. Segundo as professoras, o evento foi extremamente importante, pois, elas tiveram a oportunidade de conviver com pessoas de vários níveis de formação do Brasil e do exterior.

A mesa de abertura abordou o tema: Educação Matemática Na América Latina e a mesa de encerramento, Formação De Professores De Matemática, onde teve a participação via fala, da reitora da UNIJUÍ, Catia Nehring.

Trouxemos disso tudo ideias para nossa metodologia, práticas que serão aproveitadas em nossas aulas. Concluímos que essa oportunidade foi um reinício de nossas presenças nesse tipo de evento. Precisamos estar em constante formação, reciclagem e adaptações ao novo, comenta a professora Maria Elisa.


UNIJUÍ realiza ações do Vestibular de Verão no 32º Hortigranjeiros

A UNIJUÍ esteve participando do 32º Encontro Estadual do Hortigranjeiros no período de 11 a 15 de outubro, no Parque de Exposições Alfredo Leandro Carlson, em Santa Rosa.

Na oportunidade esteve realizando ações que envolveram o Vestibular de Verão 2018. Foram realizadas inscrições para o Vestibular durante a feira, no estande da Universidade. E no sábado os visitantes participaram da ação que envolveu a cabine fotográfica, onde recebiam como lembrança, uma foto, que haviam informações sobre o processo seletivo.

Os visitantes também tiraram suas dúvidas sobre os cursos de graduação, pós-graduação, bolsas e benefícios, ofertados pela Universidade. O estande da UNIJUÍ esteve localizado no Pavilhão 1, do Parque de Exposições.