COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Cultura

Coral Unijuí celebra 25 anos com programa na Unijuí FM

                  

Ao comemorar 25 anos de vozes e histórias, o Coral Unijuí, numa parceria com a Unijuí FM reuniu pessoas, memórias e a trajetória do grupo em quatro programas de rádio que foram ao ar em maio. A participação de coralistas desde a sua fundação e novas vozes que passam a integrar o Coral, bem como o olhar das regentes que fizeram a história em diferentes épocas do Coral foram os temas dos dois primeiros programas. Também foram trazidas curiosidades sobre a composição dos espetáculos, projeções para o futuro e as relações familiares e musicais que o grupo proporciona, temáticas dos dois outros programas.

A Unijuí FM disponibiliza agora em podcast para novas audições os quatro programas especiais dos 25 anos do Coral Unijuí. Dá o play:

O Coral também vai realizar apresentações na região, sendo que a primeira será em Panambi. Confira as informações

PANAMBI/RS

Data: 01/07/2017

Horário: 20h

Local: Anfiteatro do SESI - Rua Konrad Adenauer nº 350. Panambi     

Recital Comemorativo: Coral Unijuí e Orquestra do Sesi de Panambi

71 anos Sesi no Brasil

60 anos Unijuí

25 anos Campus Panambi

25 anos Coral Unijuí

Entrada Gratuita


Museu realiza a Exposição "Roda Cutia: Brincando em Diferentes Tempos"

Confira informações sobre a nova Exposição realizada pelo Museu Antropológico Diretor Pestana

               

Desde o dia 12 de junho de 2017, no Espaço Ijuí Hoje do Museu Antropológico Diretor Pestana - MADP é possível conferir a nova Exposição realizada pelo Museu, Roda Cutia: Brincando em Diferentes Tempos.

Além de divulgar o acervo de brinquedos do MADP, a Exposição tem como objetivos:

- Analisar os brinquedos e brincadeiras como elementos fundamentais para o desenvolvimento dos indivíduos;

- Discutir o papel dos brinquedos na construção das identidades e papéis sociais de gênero;

- Compreender a importância do lúdico em diferentes épocas;

- Criar vínculo e oportunizar diálogo entre as gerações. 

Faça uma visita ao Museu! Além da Exposição Roda Cutia: Brincando em Diferentes Tempos, vale a pena conferir também a Exposição Conhecer para Preservar: Doenças que Assola(ra)m a humanidade: micróbios, vetores e outras interações ecológicas, e ainda reviver o passado através da Exposição de Longa Duração

Mais informações:

(55) 3332-0257 / E-mail: madp@unijui.edu.br

Horário para visitação no Museu: 8h às 11h30min / 13h30min às 17h.

Visitação de grupos e horários diferenciados mediante agendamento.


Unijuí esteve presente na Indumóveis Internacional 2017

Teve início, nesta quarta-feira, 14, a Indumóveis Internacional, no Parque de Exposições da Fenajosa, em Santa Rosa. Durante cinco dias a feira pretende receber cerca de 30 mil visitantes. A Unijuí, uma das patrocinadoras do evento, participa como expositora em todos os dias.  

Além do estande, montado no primeiro pavilhão do Parque, a Unijuí participou na primeira noite com a palestra Ecodesign e Sustentabilidade, ministrada pelo professor Igor N. Soares. Segundo ele, né impossível pensar em ações de construção civil, mobiliários, interiores e edificações como um todo, sem trabalhar questões sustentáveis.  

                  

“Não é mais simplesmente a gente comprar alguma coisa e colocar em casa porque é bonito e esquecer que aquilo teve um processo de produção, instalação ou execução. Então, se o mesmo degrada a natureza ou gera resíduos que degradam a natureza, precisamos nos preocupar”, comentou o professor.  

Em paralelo com a Indumóveis, acontece o Concurso Internacional de Design (premiação no sábado, 17), em que Curso de Design concorre com projetos de outros estudantes e profissionais da área. O objetivo do concurso é incentivar a criatividade, o empreendedorismo e a inovação tecnológica por meio do design. 

A Indumóveis Internacional tem como foco a promoção de negócios nas cadeias produtivas da construção civil e das indústrias moveleiras. Quem visitar o estande da Unijuí no evento poderá conferir a exposição de maquetes produzidas pelo curso de Design e Arquitetura e Urbanismo. 


Coral Unijuí vai realizar uma série de apresentações pela região

                    

Dando sequência a programação que marca o aniversário de 25 anos, o Coral Unijuí vai realizar uma série de apresentações na região. Elas serão realizadas nas cidades em que a Unijuí possui campus – Panambi, Ijuí, Santa Rosa e Três Passos.

Confira a Agenda

PANAMBI/RS

Data: 01/07/2017

Horário: 20h

Local: Anfiteatro do SESI - Rua Konrad Adenauer nº 350. Panambi     

Recital Comemorativo: Coral Unijuí e Orquestra do Sesi de Panambi

71 anos Sesi no Brasil

60 anos Unijuí

25 anos Campus Panambi

25 anos Coral Unijuí

Entrada Gratuita

IJUÍ/RS

Dia 15 de Julho – 20h – Recital Comemorativo 25 anos Coral Unijuí

Salão de Atos Argemiro Jacob Brum

O recital contará a história do grupo através de suas canções, resgatando músicas antigas de diversos gêneros musicais que marcaram a atuação do Coral, incluindo algumas peças novas e recentes. Terá a participação de antigos coralistas, das antigas regentes, da Cia Cadagy, do gaiteiro Denis Silva e muitas surpresas.

Ingressos R$15,00 (idosos, estudantes e egressos 50%)

TRÊS PASSOS/RS

No segundo semestre. Informações em breve!

SANTA ROSA/RS

No segundo semestre. Informações em breve!

Sobre o Coral Unijuí

O Coral Unijuí é um projeto cultural que atualmente possui 60 integrantes, dentre eles professores, acadêmicos, funcionários e pessoas da comunidade. Fundado em 11 de março de 1992, objetiva promover a cultura, em especial, a música, divulgando a Universidade na região. Apresentando-se em diversas oportunidades o Coral tornou-se um espaço de integração do meio universitário com a comunidade.

O repertório é eclético, contemplando música sacra e secular, nacional e em língua estrangeira, de vários períodos da história da música, incluindo canto a cappella e com acompanhamento instrumental.

Desde setembro de 2015, está sob a coordenação da regente Helena Sala, Licenciada em Música pela Universidade Federal de Santa Maria e Mestre em Ciências da Educação pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. 


Lei Municipal aprova repasse de recursos para o Museu

Foi assinada na tarde desta terça-feira, 13 de junho, no Museu Antropológico Diretor Pestana (MADP), a Lei no 6.536, que autoriza a prefeitura de Ijuí a repassar recursos financeiros ao Museu, com a finalidade de subsidiar parte das despesas de manutenção e atualização permanente do Arquivo Histórico do Município de Ijuí. O repasse é parte de um projeto de lei que foi aprovado pela câmara de vereadores do município e que garante o valor de R$ 120 mil para os próximos quarto anos. A verba será reajustada e repassada em quarto parcelas anuais.

“O repasse servirá para ajudar na preservação, na guarda, na manutenção e na divulgação do acervo da comunidade de Ijuí. É um acervo rico que está disponível para pesquisa e, por meio dessa pesquisa, vamos conseguir disponibilizar conhecimento e proporcionar momentos de reflexão para a comunidade de Ijuí, contribuindo com o processo cultural e identitário, sempre visando o desenvolvimento de Ijuí e do noroeste do Estado”, destaca a Diretora do Museu, Stela Mariz Zambiazi de Oliveira. A Reitoria da Unijuí, professora Cátia Maria Nehring, ressaltou a importância do Museu também por seu papel educativo, já que serve como local de pesquisa e estudo para toda a rede de ensino, seja ela municipal, estadual ou particular.

Segundo o prefeito de Ijuí, Valdir Heck, o Museu tem um papel importante na preservação de documentos e produções da comunidade regional, portanto existe uma corresponsabilidade por parte da administração municipal para que se possa fortalecer o trabalho desenvolvido pelo MADP. “A preservação desse acervo requer uma atenção especial e isso envolve o investimento em recursos financeiros e técnicos e, por essa visão, atendendo a um pedido do Museu e da reitoria, aportamos recursos para ajudar na manutenção desse patrimônio importante para a comunidade de Ijuí e da região”, ressaltou.


Domingo no Campus: mateada, brinquedos, música nativista e muitas outras atrações

No domingo, 11 de junho, o campus da Unijuí estará cheio de atrações! É a edição 2017 do Domingo no Campus! A partir das 15h da tarde, com mateada; brinquedos infláveis; show nativista com Mariana Marques e diversão para toda a família!

 

               

Confira as atrações

- Show com Mariana Marques (abra o anexo);

- Piquenique Sustentável;

- Passeio de Bike com participação do Grupo de Ciclismo Las Monaretas, de Ijuí;

- Recolhimento de Resíduos Eletrônicos, com o Núcleo de Gestão Ambiental da Unijuí;

- Limpeza do Arroio Espinho;

- Inscrições para o Vestibular;

- Brinquedos Infláveis;

- Mini-vôlei, tênis de mesa, arremesso à cesta de basquete, slackline, perna de pau e esporte de Orientação com o Núcleo de Eventos do Curso de Educação Física;

- Oficina de criação de Aviões de Papel. Promoção: DCEEng;

- Atividades de Jogos com o curso de Matemática/DCEEng;

- Porta Lógica, com o curso de Ciência da Computação/DCEEng;

- Exposição de carros, com o curso de Design/DCEEng;

- Exposição "Grandes Nomes da Arquitetura e do Urbanismo", com o curso de Arquitetura e Urbanismo/DCEEng;

- Atividades de recreação, bolhas de sabão gigante, massa de modelar, pintura e marcas infantis, bambolê, pé de lata e perna de pau com o curso de Pedagogia/DHE;

- Projeto de Extensão “Balcão do Consumidor”, com interações junto à comunidade sobre ações/objeto do projeto. Promoção: DCJS/Curso de Direito;

- Orientações sobre Zoonoses e principais doenças de pets. Promoção: DEAg/Curso de Medicina Veterinária;

- Amostra de Mudas. Promoção: Curso de Agronomia/IRDER;

- Oficinas de Danças, Ginástica Geral, Iniciação em Lutas, Hip Hop e ainda brincadeiras e jogos tradicionais. Promoção: Cia Cadagy.

- Trilhas pelas APPs do Campus para realizar Educação Ambiental nas temáticas: o que são APPs e qual sua importância? Quais as áreas de APPs no Campus? Resíduos sólidos nas APPs do Campus; medidas de controle de Aedes aegypti no campus. Promoção: Projetos de Extensão "Horto Botânico" e "Aedes aegypti" com o curso de Biologia/DCVida.

- Arrecadação de agasalhos e material de higiene feminina. Promoção: Unijuí/Prefeitura Municipal de Ijuí.


Museu recebe exposição sobre doenças que assolaram a humanidade

Esta semana, mais precisamente do Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 05 de junho, foi aberta no Museu Antropológico Diretor Pestana (MADP), a exposição “Conhecer para Preservar: Doenças que Assola(ra)m a humanidade: micróbios, vetores e outras interações ecológicas”. A exposição é organizada pelo Programa de Educação Tutorial da Biologia Unijuí, juntamente com o MADP.

Esta é a décima edição da Exposição Conhecer para Preservar e, neste ano, o tema abordado busca trazer o conhecimento científico e resultados de pesquisas desenvolvidas pela comunidade acadêmica para o público, difundindo cuidados com a saúde. Os visitantes poderão fazer um passeio pelos principais períodos da história da humanidade impactados com grandes surtos de doenças e epidemias.

No decorrer da Exposição serão realizadas palestras semanais com os biólogos e curadores Ana Laura Arnhold e Taisson Kroth, sempre nas quartas-feiras no auditório do MADP. Já no dia 23 de junho, no Salão Azul do campus Ijuí, a temática da exposição, sua proposta expográfica e metodologia serão apresentadas aos estudantes do curso de Ciências Biológicas pelos curadores, Dra. Mara Tissot-Squalli, Dra. Francesca Ferreira e os biólogos Ana Laura Arnhold e Taisson Kroth. Haverá ainda uma palestra com Marcelo de Mora Lima, da 17ª Coordenadoria Regional de Saúde, sobre a Dengue.

A Exposição pode ser visitada até o dia 21 de julho, na Sala de Exposições Temporárias do Museu Antropológico Diretor Pestana. Mais informações pelo telefone (55) 3332-0257 ou e-mail: madp@unijui.edu.br. O horário para visitação no Museu é das 8h às 11h30 e das13h30 às 17h. Visitação de grupos e horários diferenciados podem ser feitas mediante agendamento.


Museu aprova projeto com a Caixa Econômica Federal para melhorias na Exposição de Longa Duração

O Museu Antropológico Diretor Pestana (MADP) aprovou projeto no valor de R$ 250 mil em Edital do Programa Caixa de Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro – Patrocínio 2017/2018, da Caixa Econômica Federal. O recurso será destinado para melhoria e universalização do acesso a Exposição de Longa Duração, visando maior acessibilidade, dinamismo, interação e segurança aos visitantes do acervo.

Na tarde desta quarta-feira, o contrato entre a Caixa Econômica Federal e o MADP foi assinado em solenidade realizada no Museu. “Vamos conseguir ampliar o acesso aos bens culturais de forma igualitária. Uma oportunidade de gerar mais interação e dinamismo ao nosso público, além de qualificar nossos espaços, visando mais segurança e acessibilidade aos visitantes”, avalia Stela Zambiazi de Oliveira, diretora do Museu.

                   

Em todo o Brasil foram aprovados 13 projetos, sendo que apenas três no Rio Grande do Sul, entre eles o do Museu. O Projeto foi desenvolvido pela equipe técnica do Museu e a Associação de Amigos do Museu Antropológico Diretor Pestana.

A partir das próximas semanas, o Projeto será posto em prática, seguindo três etapas:

Etapa 1 – Adequação e reforma dos espaços internos e externos com vistas a segurança e acessibilidade: construção de banheiros externos, rampas, corrimões, guarda-corpo;

Etapa 2 - Adaptação do espaço Ijuí Hoje com vistas à exposição: adaptação luminotécnica e melhorias no espaço expositivo;

Etapa 3 - Democratização de acesso à informação: aquisição de monitores touch, aparelho projetor Datashow e computador. Produção de material audiovisual para exibição nos monitores;








Público lota o Salão de Atos na apresentação da The Arco Chamber Orchestra

Com um repertório incluindo músicas do período Barroco ao Contemporâneo e destacando grandes nomes da música clássica, como Tchaikovski, a The Arco Chamber Orchestra (Georgia, EUA) se apresentou, na noite deste domingo, no Salão de Atos Argemiro Jacob Brum, que esteve lotado. 

             

A apresentação faz parte da turnê que a orquestra está fazendo no Brasil neste ano. A atração foi viabilizada por uma parceria entre Unijuí, Sesc e Prefeitura de Ijuí.

Antes da apresentação da Orquestra, o Coral Unijuí realizou uma abertura, destacando três músicas que serão apresentadas em Recital para comemorar os 25 aos do grupo, no dia 15 de julho.

Confira, em vídeo, um pouco do que foi apresentado ao público em Ijuí

 

Sobre a Orquestra

The Arco Chamber Orchestra foi fundada nos anos 90 pelo maestro, que ainda é o atual maestro e diretor, Levon Ambartsumian, em Moscou, na Rússia. No final dos anos 90 ela foi transferida, mudou de endereço e foi para os Estados Unidos onde se criou a University of Georgia. Já gravou diversos CD’s, e se apresentou em diversos países e Salas de Concertos famosos e reconhecidos como o próprio Carnegie Hall, em Nova York, o Teatro La Fenice, em Veneza, na Itália. 

 


Orquestra da Georgia: músico brasileiro conta o que o público vai poder prestigiar em Ijuí

Neste domingo, dia 28, o Salão de Atos Argemiro Jacob Brum recebe a Orquestra de Câmara da Georgia, dos Estados Unidos. A apresentação faz parte da turnê que passa pelo Brasil neste ano. A apresentação será realizada a partir das 19h30min e os ingressos já estão esgotados.

A Orquestra nasceu nos anos 90 na Rússia e hoje possui na sua formação músicos de diferentes países, como por exemplo do Brasil. O violista Rogério Nunes, natural de Santa Maria, faz parte desse grupo. Em conversa com a Unijuí FM ele falou um pouco sobre o trabalho da Orquestra. 

              

Conte um pouquinho sobre a história da Orquestra de Câmara da Georgia EUA?

Rogério Nunes: A The Arco Chamber Orchestra foi fundada nos anos 90 pelo maestro, que ainda é o atual maestro e diretor, Levon Ambartsumian, em Moscou, na Rússia. No final dos anos 90 ela foi transferida, mudou de endereço e foi para os Estados Unidos onde se criou a University of Georgia. Ela teve muitos CD’s gravados, já se apresentou em diversos países e Salas de Concertos bem famosos e reconhecidos como o próprio Carnegie Hall, em Nova York, o Teatro La Fenice, em Veneza, na Itália. 

O que você pode antecipar sobre a apresentação de domingo?

Rogério Nunes: É uma orquestra que tem um repertório muito amplo, do Barroco até músicas contemporâneas. A orquestra vai tocar um repertório bem interessante, muito bonito, que inclui: A Serenata para cordas de Tchaikovski. Uma peça de outro compositor russo chamado Shostakovich, que é o Praeludium e Allegro. A Allegro é uma peça provavelmente inédita no Brasil, que também tem como solista o próprio maestro. A outra peça inclui como solista nesta turnê é a Sinfonia Concertante de Mozart, que eu vou tocar com a Impala da Orquestra Shekinah e nós dois fizemos a sinfonia concertante para violino e viola com orquestra. 

A Orquestra da Georgia é composta por músicos de países como Polônia, Rússia, Estados Unidos, Itália, Coreia do Sul, Argentina e mais 5 brasileiros. Em que sentido essa diversidade colabora com o grupo?

Rogerio Nunes: Músicos de lugares tão diferentes, com culturas diferentes, ampliam a bagagem cultural, a troca pessoal. É sem dúvida muito interessante podermos conhecer bastante sobre outras culturas, outros países e como funciona a música em outros lugares.