Memória de Ijuí e do noroeste do estado do Rio Grande do Sul

Contribua

Veja nas abas abaixo as diversas formas com as quais você pode contribuir com o Museu. Para obter mais informações sobre como contribuir entre em contato com a equipe do museu.


Amigos do Museu Doações de Acervos Mecenato Membros Contribuintes

Amigos do Museu

A Associação de Amigos do Museu Antropológico Diretor Pestana é uma instituição civil, de direito privado, sem fins lucrativos, fundada em 20 de agosto de 1983. Constituída por pessoas e entidades que tenham interesse na preservação da memória regional, no desenvolvimento de ações de natureza cultural e educativas que permitam melhor conhecer e reconhecer o patrimônio histórico e cultural de Ijuí e região. Tem por objetivo principal apoiar a integração do Museu Antropológico ao processo de dinamização cultural de Ijuí e Região Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, através da participação ativa de pessoas, empresas e grupos interessados, conforme o artigo 1º do seu estatuto.

O principal foco de sua atuação centra-se precisamente no apoio ao trabalho do Museu Antropológico Diretor Pestana que se constitui no maior e mais bem aparelhado repositório museológico e arquivístico da história do noroeste colonial.

A Associação está aberta a todos. Os interessados são convidados a somarem-se aos nossos esforços. Você, leitor, também está convidado. Sua participação é muito importante. Solicite agora sua ficha de inscrição.


Membros Contribuíntes

O Museu busca diferentes formas de aprimorar e expandir suas atividades culturais e tornar-se independente economicamente dando sustentabilidade a sua manutenção. Dentre elas está a campanha de Membros Contribuintes que acontece desde 1990.

Além de primar pela cultura, os membros contribuintes podem contribuir com idéias, sugestões e ações que venham dinamizar e garantir apoio às atividades de caráter científico e cultural do Museu. Para tornar-se Membro Contribuinte basta pegar sua ficha e fazer sua adesão junto ao Museu e terá os seguintes benefícios:

  • isenção das taxas de manutenção nas exposições;

  • isenção da taxa de pesquisa nos documentos microfilmados e digitalizados, como por exemplo, a Coleção de 1917 a 1988 do Jornal Correio Serrano;

  • acesso aos eventos promovidos pelo museu, sem nenhum ônus adicional;

  • desconto nos produtos da lojinha;


As doações são efetuadas mensalmente com valores definidos pelo próprio contribuinte. Veja abaixo as formas de contribuir:

  • Débito em Conta Corrente: Os correntistas do Banco do Brasil ou do Banrisul poderão autorizar o pagamento de suas contribuições através de débito em conta corrente. Venha até o Museu e autorize o débito.

  • Pagamento direto no Museu: Você pode realizar o pagamento diretamente na Secretaria do Museu. Desconto na Folha de Pagamento: Para os funcionários da Fidene o desconto poderá ser efetuado na Folha de Pagamento mediante autorização na Secretaria do Museu.


Mecenato

Mecenato é um termo que indica o incentivo e patrocínio de artistas e literatos, e mais amplamente, de atividades artísticas e culturais.

Como Contribuir: Você pode colaborar com os projetos culturais do Museu destinando uma parcela do seu Imposto de Renda para a Instituição.

Pessoa Física: A Pessoa Física que optar pela declaração de renda, pelo formulário completo, pode contribuir com até 6% do imposto devido.

Pessoa Jurídica: A Pessoa Jurídica que faz a declaração com base no lucro real, pode contribuir com até 4% do imposto devido.

Tanto para Pessoa Física como para Pessoa Jurídica poderá deduzir de 100% do valor doado, uma vez que o projeto aprovado pelo Museu enquadra-se no Art. 18 da Lei de Incentivo que autoriza esta dedução.

Doações de Acervos

Desde sua fundação, em 1961, o MADP tem sua política de aquisição de acervo exclusivamente baseada na doação.

O Museu está sempre de portas abertas para agregar novos apoiadores e receber doações que ajudem a qualificar ainda mais o seu acervo. Assim, estará sempre se renovando e procurando acompanhar a evolução tecnológica da humanidade. A cada dia estamos procurando aperfeiçoar nossa política de aquisição de acervos, adquirindo objetos e documentos dentro de programas de pesquisa, educação, preservação e valorização da herança local e regional.

Recolher objetos e documentos é um incentivo para o MADP, uma vez que museus se fazem com estes acervos. Recolher significa não só fazer as peças entrarem nos museus, mas documentá-las adequadamente, mantê-las em segurança, e divulgar, tanto os documentos, quanto as informações levantadas.

Vamos preservar o que é nosso, pois quem não tem memória, não tem passado. Venha, visite e traga sua memória para que ela continue viva no museu e possa ser continuada e valorizada para as futuras gerações.