COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Direito (Bacharelado)

Escola Pedro Meinertz participa de Júri Simulado organizado pelo curso de Direito da UNIJUÍ

O curso de Direito da UNIJUÍ organizou na manhã de sexta-feira, dia 10, um Júri Simulado nas dependências da Escola Pedro Meinertz de Santa Rosa. A atividade faz parte da disciplina de Prática Jurídica Penal e foi coordenada pela professora Emmanuelle de Araujo Malgarim.

Na oportunidade os estudantes do curso de direito, Camila Maia, Felipe Mezzomo e Pedro Moreira da Silva Júnior simularam uma sessão de julgamento pelo Tribunal do Júri, onde os alunos do Ensino Médio participaram como jurados e puderam conhecer um pouco mais acerca do papel do juiz, do promotor de justiça, do advogado de defesa e dos jurados no Tribunal do Júri.

De acordo com a coordenadora do Curso, Francieli Formentini, a atividade tem como objetivo desenvolver a oratória, a argumentação, bem como possibilitar que os alunos vivenciem o que ocorre em um júri popular.

Segundo a professora da Escola Pedro Meinertz, Gerusa Leite Rossato Pacoff, o júri simulado despertou a curiosidade dos estudantes do ensino médio. “Com a parceria entre a instituição e a escola surgiu a possibilidade de trazer o júri para ainda mais próximo dos alunos. Eles puderam ver e viver uma situação real de julgamento e impressionaram-se com a atuação dos acadêmicos.  A importância do Direito foi sentida tanto no âmbito judicial como no âmbito da mediação de conflitos. Além disso, para as aulas de língua portuguesa foi possível ver na prática o uso de recursos linguísticos e argumentativo. Foi uma aula de cidadania e uma experiência única”, destaca.


Estudantes do curso de Direito apresentam 38 trabalhos no III Colóquio de Iniciação Científica

O Curso de Direito da UNIJUÍ promoveu o III Colóquio de Iniciação Científica de Santa Rosa, em comemoração aos 25 anos do Curso. Na noite de segunda-feira, dia 06, foi o encerramento do evento que teve a participação de 110 estudantes, das disciplinas de Direito Administrativo e de Direito do Trabalho, ministradas pela professora Eloísa Argerich e professor Darlan Machado Santos, onde realizaram a apresentação de 38 trabalhos.

O objetivo do evento foi despertar nos acadêmicos o interesse pela pesquisa e proporcionar a compreensão dos instrumentos jurídicos-administrativos e trabalhistas comprometendo os estudantes a desenvolverem uma cultura jurídica crítica, ética e responsável capaz de contribuir na construção de uma nova ordem social e política por meio da leitura, pesquisa, interpretação e utilização adequada da linguagem e expressões do direito.

Para os estudantes do curso de Direito o Colóquio de Iniciação Científica é importante na formação acadêmica de cada universitário. Lucas Percoski destaca que "o Colóquio foi uma ótima oportunidade de apresentar para um número razoável de pessoas".

O estudante Gustavo Bremm destaca que o Colóquio por ser divido em etapas, acaba por atingir e obter resultados em várias frentes. “Temos a pesquisa, que faz com que o aluno busque nas mais variadas fontes, um conteúdo de qualidade para produzir seu artigo. O segundo passo é a própria produção do artigo que faz com que o aluno interprete o que foi pesquisado e passe para o papel o conhecimento adquirido. E finalmente a apresentação, que mostra realmente o que foi absorvido pelo aluno durante todo período de pesquisa e de confecção do artigo. É nessa etapa que o aluno deve repassar aos demais o que aprendeu e entendeu sobre o tema. Enfim, o Colóquio nos possibilita evoluir como estudante e como pesquisador. A pesquisa nos move. A busca pelo saber e pelo conhecimento deve ser incessante. Poder fazer parte disso é algo que marca e marcará a vida de qualquer universitário, contribuindo para uma melhor formação como estudante e como ser humano”. 

A estudante Magda Medina Pereira afirma que "diante de desafios pertinentes à área jurídica, cada vez mais, alunos do curso de Direito, necessitam aprimorar seus conhecimentos, habilidades, competências. A fim de obter êxito neste intento, é necessário praticar a autogestão que consiste em buscar conhecimentos e saber aplicá-los. Nesse contexto, professores idealizam oportunidades para que discentes possam aliar teoria e prática, através de eventos voltados ao aprimoramento individual e coletivo de graduandos. O colóquio é, dentro de suas características peculiares, momento ímpar para associar elementos essenciais de aprendizado: pesquisa, interação, superação de sentimentos, tais como ansiedade, receio de falar em público. Indiscutivelmente, tal tipo de evento, prepara alunos para a prática jurídica e deve, cada vez mais, receber adesão daqueles que desejam estar aptos às exigências deste mercado de trabalho".

 


Unijuí sedia Audiência Pública da Assembleia Legislativa

O Curso de Direito da Unijuí sediou na manhã dessa sexta-feira, 10, a Audiência Pública da Assembleia Legislativa da Comissão Especial de Revisão Legal. A Comissão discutiu a burocratização e a simplificação das leis. A Audiência aconteceu no Centro de Eventos da Unijuí. 

A Comissão tem o objetivo de  mapear a legislação estadual e a estrutura administrativa da Casa para absorver e otimizar a utilidade pública necessária à edição de novas leis e aproveitamento útil das existentes; analisar a indisponibilidade ética, moral e econômica da legislação estadual existente e propor a revogação das leis que não tenham a utilidade esperada, a consolidação de leis com temáticas afins e a simplificação das incoerentes e/ou ininteligíveis; e propor instrumentos políticos e técnicos de controle legislativo que perpetuem os trabalhos iniciados pela Comissão, criando uma cultura de desburocratização da vida do cidadão. 

Estiveram presentes professores, estudantes, autoridades locais e regionais que contribuíram para as discussões. 


Unijuí recebe Audiência Pública de Comissão da Assembleia Legislativa

O Centro de Eventos da Unijuí será palco, nesta sexta-feira, dia 10, de Audiência Pública da Comissão Especial de Revisão Legal da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. A Comissão pretende formar um trabalho de ressignificação dos instrumentos da Assembleia Legislativa. A Audiência tem início às 10h30min. 

              

Foto: Gabinete Deputado Marcel Van Hatten/Divulgação.

A Comissão tem o objetivo de  mapear a legislação estadual e a estrutura administrativa da Casa para absorver e otimizar a utilidade pública necessária à edição de novas leis e aproveitamento útil das existentes; analisar a indisponibilidade ética, moral e econômica da legislação estadual existente e propor a revogação das leis que não tenham a utilidade esperada, a consolidação de leis com temáticas afins e a simplificação das incoerentes e/ou ininteligíveis; e propor instrumentos políticos e técnicos de controle legislativo que perpetuem os trabalhos iniciados pela Comissão, criando uma cultura de desburocratização da vida do cidadão. 

De acordo com o professor do Curso de Direito da Unijuí, Marcelo Loeblein dos Santos, um dos organizadores do evento, a Audiência propõe o início de uma discussão com estudantes e sociedade sobre os excessos de burocracia. “Além disso, propor a simplificação das leis que possuam em seu conteúdo normativo, termos jurídicos eventualmente ultrapassados ou incompatíveis com a realidade atual”. 

A programação faz parte de uma parceria com o curso de Direito da Unijuí que sedia o evento. Ele destina-se a professores, estudantes e público em geral. 


Evento vai tratar sobre a relação entre o Direito e o Rock

No próximo dia 24 de novembro, o Direito vai ao encontro do Rock na Unijuí. O evento Direito & Rock: entre notas, pausas e Direitos Humanos, promoção do Departamento de Ciências Jurídicas e Sociais (DCJS) vai mostrar a relação entre o estilo musical, direitos fundamentais e a Constituição.

Na programação do evento, que será realizada no Centro de Eventos do Campus Ijuí, conferência com professor Dr. Germano Sschwartz sobre Direito e Rock, com participação artística de professor Dr. Mateus Fornasier e mediação do professor Dr. Luís Gustavo Gomes Flores.

                     

O objetivo é apresentar uma nova perspectiva de observação do Direito, buscando ampliar as possibilidades de reflexão jurídica a fim de identificar as interfaces entre a evolução constitucional no Brasil e as manifestações líricas ocorridas no rock brasileiro na década de 1980. “O Projeto visa criar um espaço diferenciado para o Direito, que precisa inovar, transcender aspectos conservadores. A ideia é utilizar o Direito e o Rock para entender como as relações sociais acontecem e como elas se manifestam nas letras do gênero”, observa o professor Luís Gustavo Gomes Flores.

A participação no evento é gratuita, sem necessidade de inscrição. Com a passagem de lista de presença, sendo fornecido certificado digital.


Professores da Unijuí participam do 1º Encontro de Coordenadores do Curso de Direito do COMUNG

Os Coordenadores dos Cursos de Direito da UNIJUÍ, professores Francieli Formentini, Marcelo Loeblein dos Santos e Marcia de Oliveira participaram nesta quinta-feira, dia 26 de outubro, do 1º Encontro de Coordenadores dos Cursos de Direito do COMUNG - Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúchas.

O Encontro foi sediado na UNIVATES – Universidade do Vale do Taquari, com o objetivo de iniciar um diálogo e uma aproximação dos cursos de Direito das Instituições do COMUNG a fim de socializar e contextualizar as ações que podem ser desenvolvidas em favor do gerenciamento dos indicativos de qualidade, como elemento importante no enfrentamento de desafios e aproveitamento de oportunidades decorrentes dos processos de avaliação institucional.

Depois da troca de experiência entre os coordenadores, o evento contou com a palestra “Regulação e padrões de qualidade da sedução superior: desafios e oportunidades” ministrada pelo professor Adriano Coelho.

Além da participação no evento, os Coordenadores dos Cursos de Direito da UNIJUÍ, realizaram visita aos Núcleos de Prática Jurídica da UNISC e da UNIVATES, a fim de conhecerem a realidade de cada instituição.