COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Em Dia Mundial, simpósio tem alerta e capacitação sobre sepse

Nesta segunda-feira, 13 de setembro, Dia Mundial da Sepse, o curso de Enfermagem da Unijuí promoveu o I Simpósio de Sepse, em parceria com o Hospital de Caridade de Ijuí (HCI), Hospital Bom Pastor, Unimed Noroeste/RS e Secretaria Municipal de Saúde. Popularmente conhecida como infecção generalizada, a sepse refere-se a um conjunto de manifestações graves em todo o organismo, produzidas por uma infecção. 

“Para o curso de Enfermagem, é uma satisfação promover esta primeira edição do simpósio. Falar em sepse é falar de um problema de saúde pública em nível mundial, que mata uma pessoa a cada 3,5 segundos, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Isso reflete a necessidade de termos cada vez mais profissionais capacitados no mercado de trabalho, para identificar os sintomas”, destacou a coordenadora do evento, professora Bruna Nadaletti.

Conforme apontou a coordenadora do curso de Enfermagem, professora Marinez Koller Pettenon, o evento propicia a troca de experiências e de conhecimentos entre profissionais da saúde, estudantes e professores. Fala complementada pela vice-reitora de Graduação, professora Fabiana Fachinetto, que participou da abertura do simpósio. 

“É uma satisfação estar sediando este simpósio num momento como este, de expansão da área da saúde para a região. Estreamos com o curso de Enfermagem na Unijuí, na área da saúde, e mais recentemente, tivemos a aprovação e agora oferta do curso de Medicina. Eventos como este marcam nosso compromisso com a região e com a formação dos profissionais”, reforçou.

O simpósio contou inicialmente com a palestra sobre o “Panorama da sepse em nível mundial”. À frente do debate esteve a enfermeira, doutora em Ciências da Saúde, fundadora e membro efetivo da Associação Brasileira de Enfermagem em Terapia Intensiva (Abenti), Renata Pietro. Posteriormente, o enfermeiro intensivista do Hospital das Clínicas e do Hospital Nossa Senhora da Conceição, Vítor Monteiro Moraes, abordou o tema “Conceitos, epidemiologia e fisiopatologia da sepse”.

“Protocolo de Sepse” foi abordado pela doutoranda em Gerontologia Biomédica da PUCRS, Ana Paula Amestoy de Oliveira. E para fechar o simpósio, a enfermeira, especialista em Enfermagem em Terapia Intensiva, Cibele  Thomé da Cruz Rebelato, tratou da “Assistência de enfermagem ao recém-nascido com sepse na UTI Neonatal”.

Para conferir o evento na íntegra, acesse:


Compartilhe!