COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Museu apresenta “Mulheres e Trabalho”

Duas exposições estão abertas à visitação no Museu Antropológico, no mês dedicado à mulher





Sabendo que cerca de 50% das mulheres brasileiras prestam trabalho informal e que as mulheres que estão inseridas no trabalho formal recebem em média 30% menos que os homens, o Museu Antropológico Diretor Pestana, o Departamento de Ciências Sociais da UNIJUÍ, o Sindicato dos Professores do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul e o Centro Regional de Saúde do Trabalhador, trazem à discussão, durante as comemorações referentes ao mês da Mulher, o trabalho feminino nas suas diversas dimensões.

Neste sentido, o Museu Antropológico está apresentando duas exposições de curta duração: na Sala de Exposições Temporárias a Exposição “Colcha de Retalhos – Mulheres e Trabalho”, com a curadoria da professora Andrea Narvaes, e, no Espaço Ijui Hoje, a Exposição Fotográfica “Trabalhadoras”, com a curadoria do CEREST Ijuí.

A parceria tem o intuito de promover o debate acerca do trabalho formal e não formal das mulheres, reconhecer a ampliação da participação das mesmas no mundo do trabalho, refletir suas conquistas e, sobretudo, dar visibilidade ao trabalho feminino.

“Na nossa sociedade o mundo do trabalho vem sofrendo intensas transformações. Apesar da proclamada igualdade formal entre homens e mulheres, as mulheres ainda passam por situações de desigualdades no mundo do trabalho: como a ocupação dos setores de trabalho precário e de baixa remuneração. A economia informal refere-se às atividades executadas fora da esfera do emprego regular. O trabalho informal é uma alternativa de renda para grande parte das mulheres, muitas vezes por falta de opção, outras vezes com o intuito de conciliar as necessidades de obtenção de renda para sustento da família, os cuidados da casa, da comida e da família e até a necessidade de realização pessoal”, destaca a professora Andrea Narvaes, do Departamento de Ciências Sociais, e curadora da exposição Colcha de Retalhos.

A visitação às exposições estará aberta até 1° de abril, sendo que neste período, a comunidade está convidada a participar das atividades complementares que serão oferecidas pelo Museu. A programação conta com o apoio do Fórum Permanente da Mulher, Sinteep/Noroeste, Rei das Frutas, Comercial Zaffari e Cotrijuí.

Programação

10/03 – Filme: Colcha de Retalhos, 19h30min, Auditório do MADP. Debatedor: Larry Wizniewisky

14/03 – Palestra, 19h30min, Auditório da Sede Acadêmica da UNIJUÍ
Tema: Trabalho e Gênero
Palestrante: Jurema Brittes (UFSM)

16/03 – Oficina de registro do trabalho feminino: Plisé, 14h, Sala de Oficinas do MADP
Oficineira: Hariet Brenner Michael

23/03 – Oficina de registro do trabalho feminino: Batique, 14h, Sala de Oficinas do MADP
Oficineiras: Neyta Belato e Irene Lorenzoni

23/03 – Palestra, 19h30min, Auditório da Sede Acadêmica da UNIJUÍ
Palestrante: Márcia Santana – Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres.

Compartilhe!