Notícias EFA

EFA realiza formação com líderes de turmas

Na última semana a orientação  pedagógica realizou um trabalho com as lideranças das turmas. Na ocasião os alunos eleitos representantes de cada grupo se reuniram para estreitar laços com a orientação pedagógica.
O encontro foi realizado com a proposta do método dos círculos restaurativos, oportunizando um espaço de fala e escuta, com enfoque nos valores necessários para o convívio escolar, pontuando a importância e a necessidade desses se fazerem presentes. Os alunos juntos com a orientação da Orientadora Eduarda Burckardt, traçaram metas para o ano, que devem ser utilizadas entre os representantes para aproximar as demandas dos jovens, da equipe de professores, bem como construir um elo de aproximação da realidade dos adolescentes e das questões do dia a dia observadas entres eles que precisam de atenção!
Depois das reflexões feitas os representantes realizaram uma espécie de diagnóstico da turma, apontando.pontos relevantes no grupo, os quais serão ponto de partida para trabalhos específicos com os grupos. Acompanharam a atividade a Coordenadora Vivian Lunardi e os estagiários da Psicologia, Cássia Dettmer Souza e Douglas Portolan Muller.

EFA lança projeto especial com Jogos RPG

Na última sexta feira iniciou a nova proposta de projeto extracurricular da EFA para o Estudo da História, usando como base jogos de RPG.


Segundo os professores Josei Pereira e Gian Ruschel, responsáveis pelo projeto , o estilo RPG, também conhecido como “ Jogos de Interpretar papéis”, possuem diversos temas inerentes aos estudos da história, onde será possível fazer uma viagem no tempo e vivenciar na prática cotidiana as diferentes sociedades. Por exemplo, na pré-historia os jogadores interpretarão as primeiras sociedades humanas, tendo que sobreviver em um mundo complexo, desconhecido e assustador. Praticamente sem armas e ferramentas terão que improvisar e cooperar para garantir a sobrevivência individual e do grupo. E assim, vários outros períodos e sociedades específicas poderão ser trabalhadas através dos jogos.
O professor Josei, salienta que  a ideia é usar o RPG de uma forma didática e lúdica, visando ambientar o aluno/jogador em períodos específicos da história. Serão narradas histórias em que o personagem deverá interpretar o ser humano de um período específico, respeitando as regras, política e cultura da época.
O projeto de caráter inovador busca despertar nos jovens o interesse pelo estudo da história, de forma didática e lúdica,  que também é tema da Jornada de Pesquisa da escola em 2019: EFA PELA CULTURA: REVITALIZAR E CONSTRUIR- Lazer como práticas culturais – Diálogos e Experiências.


Conselho de Pais é eleito na EFA

A última quarta-feira, 03/04, foi marcada pela posse do Conselho de Pais da escola e  eleição da nova diretoria. O Conselho de Pais na EFA é composto por conselheiros titulares de turmas, seus respectivos suplentes e assessorado pela Direção da EFA. O número de conselheiros corresponde ao número de turmas da Escola.

Durante o evento de posse também foi realizada a eleição da nova diretoria do conselho, assume pelos próximos dois anos como presidente Ivanildo Scheuer, e como vice Liziane Oliveira da Silva. Compõe ainda a diretoria do conselho ocupando o cargo de 1ª secretaria - Carla Bertão, segunda secretária - Roberta Colling, primeira tesoureira – Vivian Regina da Silva Stroschein e segundo tesoureiro – Diego Ricardo Julg. Para o conselho fiscal foram escolhidos os pais Gilmar Wiercinski, Ederson Feller e Andreia dos Santos. Na suplência ficou Graciele da Rosa Bertoldo, Sérgio Galvão Corrêa e Claudio Jablonski.

Segundo a Diretora da EFA, professora Maria do Carmo, o Conselho tem como objetivo essencial integrar a comunidade escolar, e proporcionar a participação da família na escola. “O  Conselho de Pais  sempre foi um grande parceiro da escola, e para este  ano espera-se fortalecer cada vez mais essa parceria, estreitar laços em prol da EFA e da qualificação da educação dos estudantes, finaliza a Diretora.

 

Confira abaixo na íntegra o depoimento do Presidente do Conselho, Ivanildo Scheuer:

Ser presidente  do CP é assumir com responsabilidade de forma voluntaria o papel relevante  que a mim foi confiado perante a comunidade escolar, mais especialmente junto ao segmento (pais ou responsáveis por alunos, famílias) como representante legitimamente eleito, devo pautar meus atos de acordo com o estatuto e o  regimento interno do CP. Desta forma não se deve perder de vista o princípio democrático da representação que tenho, pois fui eleito  através do voto direto da comunidade escolar, sendo que, para o perfeito exercício do cargo é fundamental que as decisões, sempre devem estar em consonância com as deliberações da Diretoria e Assembleia Geral.

Desta forma, pode-se dizer  que a principal finalidade a que me proponho como presidente é: proporcionar a participação da família na Escola e da Escola na comunidade; atuar como elemento de auxílio e complementação da administração escolar; prestar serviços à Escola em benefício dos alunos e do processo educacional; promover o aperfeiçoamento da formação sociocultural de seus integrantes (alunos, famílias e professores); estimular a transformação da Escola em centro de integração e desenvolvimento.

Assim, devo cumprir e fazer cumprir as determinações a mim confiadas, adescritas no Regimento Interno do CPM, Representar oficial, extraoficial e judicialmente o CP, exercer todos os atos de administração geral, convocar e presidir todas as reuniões e Assembleias Gerais, assinar com o Secretário todas as atas das reuniões e Assembleias Gerais, autorizar o pagamento de despesas, bem com promover ações que geram receitas e seus registros, visando os respectivos comprovantes, abrir contas bancárias, movimentar recursos financeiros através de cheques e outras formas  com o tesoureiro e movimentar os recursos financeiros repassados pela direção da escola, assim como apresentar no encerramento do ano o relatório da gestão


EFA - Biblioteca como Espaço Lúdico e Pedagógico

No mês em que se comemora o dia do livro, tanto na abrangência nacional como internacional, a EFA em seu papel educativo instiga e propõe ações, que são fomentadas ao longo de todo ano nos diferentes níveis de ensino.

Nesta perspectiva, foi inaugurado na Biblioteca Mario Osório Marques, um novo espaço, especialmente pensado  para os estudantes da EFA, com o propósito de  incentivo a leitura valorizando, e despertando nas crianças e jovens a formação leitora, através da contação de histórias, da dramatização, envolvendo aspectos do imaginário infantil, tendo a biblioteca como espaço lúdico e pedagógico de referência.

Segundo a Diretora da EFA, professora Maria do Carmo Pilissão, a biblioteca escolar é um ambiente rico e abrangente, não se restringe apenas à leitura, retirada e devolução de livros. Carrega em si uma inesgotável fonte de pesquisa, conhecimento, criatividade e possibilidades de interação e leitura de mundo. "Busca-se levar a cada criança e jovem um pouco da magia, da novidade que o livro traz: o livro como fonte de descoberta, criatividade, novidade e imaginário ganhando vida, cor e sentido pela interpretação de jovens", finaliza a professora.


Turmas da EFA tem tarde de Estudos no IRDER

Com o propósito de qualificar as aprendizagens interdisciplinares que vem acontecendo em sala de aula, os alunos do nono e primeiro ano do Ensino Médio da EFA  visitaram o IRDER, na última quarta-feira, dia 27 de março. Os estudantes foram até a Escola Fazenda da UNIJUI, acompanhados pelos professores Jader kappaun (Química), Caren Lorenzi (FÍsica), Gilmar Walker (Geografia) e Sandra Gelati (Biologia). Para qualificar ainda mais a equipe, a professora de Biologia da UNIJUÍ, Francesca Werner Ferreira, acompanhou as atividades fazendo intervenções que favoreceram a compreensão de conceitos e conteúdos contextualizados, interligando os saberes das diferentes áreas do conhecimento.

A EFA por ter à disposição todos os espaços de uma Universidade, faz a diferença no seu Projeto Educacional, oportunizando conhecer in loco o histórico de locais como IRDER, além de vivenciar algumas das atividades desenvolvidas neste espaço, como produção de espécies vegetais nativas e exóticas, hortaliças, medições meteorológicas, bem como, estudos e pesquisas, realizadas também por estudantes dos cursos de Agronomia, Ciências Biológicas e Medicina Veterinária da UNIJUÍ.

Ampliando o espaço da sala de sala, a visita favoreceu a relação entre conceitos que vem sendo abordados em sala de aula. Segundo os professores Jader e Caren, “ensinar e aprender Química e Física é uma tarefa que se torna muito mais agradável e proveitosa quando contempla situações mediadas pela prática, pelas vivências do cotidiano”.  Assim, os componentes curriculares das Ciências da Natureza, do ensino Fundamental e Médio procuram aproximar os alunos cada vez mais do processo de construção do conhecimento potencialmente significativo. Com esse intuito, um dos temas aprofundados foi o funcionamento de uma estufa de plantas. O efeito estufa, correntes de convecção, as interações das radiações solares com atmosfera e as superfícies do planeta terra.  A professora Sandra, por sua vez, mergulhou na diversidade do local, através da observação dos Biomas, Ecossistemas, animais e plantas existentes. A estação meteorológica permeou os debates da Geografia, onde os alunos puderam observar temas como orientação, localização, clima, etc.

A visita foi guiada pelos técnicos do IRDER e também pelo Engenheiro Agrônomo Claudio Porazzi.