Notícias

“Ódio, intolerância e preconceito: a redescoberta do Brasil” é tema do Rizoma

No dia 13 de agosto, uma manhã de quinta-feira como esta, o Museu Antropológico Diretor Pestana realizaria, com estudantes de escolas, uma discussão com a temática "Povos indígenas e colonialidade: entre velamento e reminiscências", e foi impedido devido a um ataque de ódio coordenado. Um grupo invadiu a sala de debate virtual e passou a promover discursos odiosos direcionados a temática e também a reproduzir em áudio e vídeo alguns absurdos. O evento foi cancelado e a Instituição registrou Boletim de Ocorrência, além de publicar uma nota à comunidade

Como programa de uma Rádio Educativa, parte integrante de uma instituição comunitária com mais de 60 anos de história, o Rizoma é comprometido com os Direitos Humanos e com as vozes que muitas vezes são silenciadas neste Brasil desigual. Por isso esta semana, no programa temático, vamos debater “Ódio, intolerância, preconceito: a redescoberta do Brasil”. Esse país que a cada dia se mostra menos cordial, caricato de si mesmo, repleto de ódio, preconceito, intolerância, de absurdos e de ignorâncias. Mas que também tem muita gente que batalha e luta por uma nação digna e melhor!!!

Foram convidados representantes de povos indígenas que ajudaram a entender que Brasil é esse. Também trataram sobre as suas identidades, lutas e buscas por Direitos. Participaram desta discussão Jozileia Daniza Kaingang, antropóloga, consultora da ONU MULHERES que atua na Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB) e Mauro Cipriano, mestrando em Direitos Humanos pela Unijuí. Confira na íntegra:

 


Discussão sobre paradoxos da pandemia marca o retorno do Rizoma

Nesta quinta-feira, dia 13 de agosto, o Rizoma retomou as discussões temáticas, após uma breve pausa nas últimas semanas. O tema debatido nesta semana foi “Paradoxos desta pandemia: a normalidade numa realidade anormal”, que trouxe os convidados: Ana Menezes, médica e epidemiologista, integrante da coordenação do Epicovid19 pela UFPEL. A professora Evelise Berlezi, professora da Unijuí, que coordena este mesmo estudo aqui na Universidade. E o professor Thiago Heck, também envolvido com este importante e estudo, coordenador do Mestrado em Atenção Integral à Saúde da Unijuí.

Confira na íntegra:

Resumo do tema: 

O mundo está desde o início do ano enfrentando a pandemia de coronavírus. No Brasil, infelizmente já passamos dos 100 mil mortos oficialmente, isso sem contar a subnotificação, mantendo-se há mais de um mês uma média diária de mais de mil no país. Enquanto os números continuam a crescer, já tivemos a volta do futebol, por exemplo, além da revisão e relaxamento de muitas regras que visavam efetivar um distanciamento social. E ainda tem a grave crise econômica e o ano político\eleitoral no meio deste furacão.

São muitos os Paradoxos desta pandemia, tema do Rizoma temático desta semana, que está de volta após uma breve pausa nas últimas semanas. A discussão girou em torno a normalidade numa realidade anormal: em ponto da pandemia estamos? o que apontam as pesquisas e estudos, como a EPICOVID, iniciativa do Governo Estadual, encabeçada pela Universidade federal de Pelotas, com a participação da Unijuí? Também sobre o que pode e DEVE ser feito daqui para a frente, tendo em vista essa “normalização”, com muitas ressalvas, do problema. 


Trilha Cultural transmite Coxilha Nativista online

           Manter seu conteúdo e qualidade de programação tem sido a busca da UNIJUÍ FM desde que surgiram os desafios causados pela pandemia de Covid-19. Neste sábado, mais um passo será dado para retomada dos projetos da emissora, com uma edição do Trilha Cultural. 
           Interrompido desde o dia 12 de março, quando ocorreu a transmissão do show da Banda Mais Bonita da Cidade, no Theatro São Pedro, em Porto Alegre, o projeto Trilha Cultural volta agora tendo como atração a Coxilha Nativista de Cruz Alta. Em sua 40ª edição, o festival é um dos mais tradicionais do Estado, sem nenhuma interrupção desde que iniciou. Em função da pandemia, a Coxilha será realizada de forma online, com uma programação especial que já inicia nesta quarta-feira, 29. Saiba mais na fanpage do festival.

           Acompanhe a UNIJUÍ FM no sábado, a partir das 20h30, para apreciar a transmissão da Coxilha Nativista online, que neste dia realiza um passeio pelos clássicos dos festivais nativistas com a participação de grandes intérpretes. A equipe da 106.9 levará até a você, com informações e um bate-papo descontraído, as emoções desta edição especial da Coxilha, com apoio de Topway English School, Posto do Ganso, Ceriluz, Taba Imóveis e Leal Madeiras.


Série contando a história das origens do povo dos pampas vai ao ar na UNIJUÍ FM

          Ainda integrando a programação de aniversário da Rádio UNIJUÍ FM, será lançada na próxima segunda-feira, 27 de julho, a série histórica Nossas Origens, produção do poeta, escritor e músico Martim César Gonçalves e da Rádio Sul Net, de Porto Alegre. 

UNIJUÍ FM entrevistando Martim Cesar na Moenda da Canção, em Santo Antonio da Patrulha, para o Encontro Casual (2016)

          A história narrada pelo autor, traz como tema a linha do tempo da savana africana até a pampa ameríndia. Em capítulos, a história dos humanos é contada desde o surgimento do homo sapiens na África, pelas migrações rumo à Ásia, Oceania e Europa, até chegar no continente americano e nas regiões dos pampas. 

          Martim Cesar, no primeiro capítulo da série, fala dos gaúchos e desta região do planeta que viveu mais de três séculos de guerra, com escassos intervalos de paz e muita miscigenação. “Pouco sabemos, intuímos apenas. Como saber da história que envolvia os ancestrais dos seres nascidos no Sul do continente americano? Como entender um pouco da vida e da trajetória dos tataravós dos nossos tataravós, até chegar em tempo dos nossos avós em meados do século passado? Qual a verdadeira história desses homens e mulheres que ainda nos olham nos retratos embora a maioria nem nos retratos ficou? Como saber de seus antepassados e portanto dos nossos antepassados também?”

          A série passa a ser veiculada na UNIJUÍ FM de segunda a sexta-feira, às 7h. Na sequência, também será publicada na sessão de podcast nos canais de streaming da emissora.

 

O Autor

Martim César é natural de Jaguarão, divisa com o Uruguai. Também é escritor, poeta e músico, sendo vencedor de mais de 30 festivais de música do Rio Grande do Sul e de mais de 10 festivais nacionais. No ano passado lançou o livro de contos “Sangradouro”, que traz em linhas a história do Rio Grande do Sul, o imaginário fronteiriço e o tempo das charqueadas. 


Sub-categorias