Professor Telmo Frantz é o entrevistado do Especial 60 anos de Ensino Superior da Unijuí

Ex-reitor enfatizou a necessidade de manter a vocação da FIDENE de agente fomentador do desenvolvimento regional através da pesquisa e da educação

Na continuidade do Especial 60 Anos de Ensino Superior, que traz entrevistas com ex-reitores e presidentes da Fidene, o professor Telmo Frantz foi o convidado da vez. Com atuação à frente da Reitoria da Unijuí de 1987 a 1993 ele destacou os aspectos marcantes da sua gestão e também o que considera fundamental para o êxito da instituição no que tange ao Ensino Superior na região.

Segundo o professor, a projeção regional foi um dos desafios marcantes no período como Reitor da Unijuí.  “Uma das preocupações que nós tivemos ao longo daqueles seis anos foi o de revitalizar a ideia de Universidade Regional”, explicou ele. A partir disso, de acordo com o professor ocorreu o esforço para buscar a regionalização da Universidade. “O regional precisava ser mais que um discurso, permanecendo todas as atividades no campus Ijuí. Daí então é que se criam os demais campi. Nesse período é que surgem o campus Panambi, Três Passos e Santa Rosa”, relembrou ele.

O professor também falou dos desafios para o futuro da instituição. “ o primeiro desafio é entender o que está acontecendo na região Noroeste do Rio Grande do Sul hoje frente a um cenário mundial em rápida mudança. E aí vem a pergunta se estamos conseguindo responder aos novos desafios que vão se colocando”, analisou ele. A transformação da educação também foi colocada pelo ex-reitor como fator decisivo enquanto desafio para o futuro do Ensino Superior. “Agora nós vivemos a lógica de uma extraordinária e rapidíssima transformação tecnológica no campo da informação. Precisamos sim, olhar para o passado, para nos dar força, mas não nos atermos somente ao passado. É preciso olhar para frente, e como disse o professor Martinho aqui neste espaço, da importância de transformarmos informação em conhecimento, eu acredito que sim, este é o desafio. Entendo isso, a necessidade de realizarmos estudos e pesquisas in loco, não só teóricas, pesquisas aplicadas no mundo da produção, da economia, da indústria, da agricultura, para ver o que exatamente está acontecendo e como nós vamos responder aos desafios decorrentes deste conhecimento”, finalizou ele.

Ouça a entrevista na íntegra:

Dentro deste espaço de entrevistas participam ainda o Ex-reitor Adelar Baggio e o ex-presidente da Fidene Paulo Frizzo. As entrevistas vão ao ar sempre às quartas-feiras, 9h30, com reprise no sábado às 9h30.