Destaques do Comunic@

                     Com o objetivo de conectar empresas e profissionais dos mais variados segmentos em um momento de troca de informações, apresentação das empresas e suas culturas, divulgação de vagas e oportunidades, a Unijuí realizou, nesta terça-feira, “A Feira de Carreiras 2018”. No evento, os participantes puderam participar de capacitações, palestras e geração de negócios, além da construção de networking. A Feira conectou profissionais das diferentes áreas com empresas de toda a região. Os participantes participaram de processos seletivos, ao mesmo tempo em que as empresas puderam identificar futuros talentos. Diversas empresas estiveram no evento, entre elas: Sicredi, C-Vale, John Deere, HCI, Focking, Kepler Weber, Bruning, Saur, empresas de recursos humanos, entre outras iniciativas. “Acreditamos que é importante a Universidade oportunizar estas experiências e conexões sobre carreira e desenvolvimento dos participantes, aproximando as realidades individuais, acadêmicas e profissionais”, salientou a Vice-Reitora de Graduação da Unijuí, professora Cristina Pozzobon.                           Um dos destaques da programação foi a palestra de Flávia Gamonar, que falou sobre carreira, empreendedorismo e inovação em uma época de mudanças rápidas, no Salão de Atos Argemiro Jacob Brum. A palestrante é Instrutora oficial LinkedIn Learning, doutoranda em Mídia e Tecnologia, professora na pós-graduação da ESPM, palestrante, LinkedIn Top Voices, ganhadora do Prêmio Digitalks content marketing 2017 e top 3 em 2018 e apresentadora de um quadro sobre redes sociais e carreira no Record News. Ela também é autora do livro “Me dê seu crachá, eu te acompanho até a porta: uma conversa sobre carreira, do você está demitido, ao pedi demissão”. Flávia contou a sua trajetória profissional e como se tornou Instrutora Oficial do LinkedIn, além de dar algumas dicas e observações sobre o gerenciamento de carreira. Ela relatou, entre outras histórias, que ficou um período desempregada e, logo após se recolocar no mercado, passou a escrever, na rede social, textos sobre mercado de trabalho e carreira profissional. “Descobri ali que eu tinha voz, que gostava de compartilhar com as pessoas. Também descobri o poder do conteúdo: quando a gente é relevante e útil para as pessoas”, contou. Por conta da sua atuação na rede, passou a se dedicar a produção de conteúdo para marcas e a ser contratada para o próprio LinkedIn. “Às vezes a gente demora para descobrir no que é bom”, complementou. Durante a Feira, também ocorreu o lançamento das próximas ofertas


                     Com o objetivo de conectar empresas e profissionais dos mais variados segmentos em um momento de troca de informações, apresentação das empresas e suas culturas, divulgação de vagas e oportunidades, a Unijuí realizou, nesta terça-feira, “A Feira de Carreiras 2018”. No evento, os participantes puderam participar de capacitações, palestras e geração de negócios, além da construção de networking. A Feira conectou profissionais das diferentes áreas com empresas de toda a região. Os participantes participaram de processos seletivos, ao mesmo tempo em que as empresas puderam identificar futuros talentos. Diversas empresas estiveram no evento, entre elas: Sicredi, C-Vale, John Deere, HCI, Focking, Kepler Weber, Bruning, Saur, empresas de recursos humanos, entre outras iniciativas. “Acreditamos que é importante a Universidade oportunizar estas experiências e conexões sobre carreira e desenvolvimento dos participantes, aproximando as realidades individuais, acadêmicas e profissionais”, salientou a Vice-Reitora de Graduação da Unijuí, professora Cristina Pozzobon.                           Um dos destaques da programação foi a palestra de Flávia Gamonar, que falou sobre carreira, empreendedorismo e inovação em uma época de mudanças rápidas, no Salão de Atos Argemiro Jacob Brum. A palestrante é Instrutora oficial LinkedIn Learning, doutoranda em Mídia e Tecnologia, professora na pós-graduação da ESPM, palestrante, LinkedIn Top Voices, ganhadora do Prêmio Digitalks content marketing 2017 e top 3 em 2018 e apresentadora de um quadro sobre redes sociais e carreira no Record News. Ela também é autora do livro “Me dê seu crachá, eu te acompanho até a porta: uma conversa sobre carreira, do você está demitido, ao pedi demissão”. Flávia contou a sua trajetória profissional e como se tornou Instrutora Oficial do LinkedIn, além de dar algumas dicas e observações sobre o gerenciamento de carreira. Ela relatou, entre outras histórias, que ficou um período desempregada e, logo após se recolocar no mercado, passou a escrever, na rede social, textos sobre mercado de trabalho e carreira profissional. “Descobri ali que eu tinha voz, que gostava de compartilhar com as pessoas. Também descobri o poder do conteúdo: quando a gente é relevante e útil para as pessoas”, contou. Por conta da sua atuação na rede, passou a se dedicar a produção de conteúdo para marcas e a ser contratada para o próprio LinkedIn. “Às vezes a gente demora para descobrir no que é bom”, complementou. Durante a Feira, também ocorreu o lançamento das próximas ofertas


                      A economia solidária é um modelo crescente no país, no entanto, ainda busca maior reconhecimento pela comunidade. Para auxiliar nessa discussão, a Agência de Inovação e Tecnologia da Unijuí (Agit), por meio da Incubadora de Economia Solidária, Desenvolvimento e Tecnologia Social (Itecsol), promoveram, na última semana, o Fórum de Economia Solidária, com objetivo de promover questionamentos para o desenvolvimento desse modelo na região. Para o membro da Executiva do Fórum Brasileiro de Economia Solidária e da coordenação da Associação Brasileira de Pesquisadores de Economia Solidária, e também palestrante do evento, Gilmar Gomes, o movimento da Economia Solidária no Rio Grande do Sul vive um momento importante: “Nós temos que fazer com que cada uma dessas pessoas compreenda que a economia solidária só vai avançar se tiver união. Pode parecer uma bobagem ou uma palavra clichê, mas ela é muito importante porque a economia solidária é uma economia colaborativa, ela precisa que todos compreendam que é preciso ter um objetivo comum”, afirma. Gomes frisou ainda que eventos como o Fórum de Economia Solidária promovido em Ijuí, mobilizam a população para esse cenário. “Ao meu ver, ela [economia solidária] ficou muito dependente das políticas públicas do governo anterior e, talvez, agora vá enfrentar dificuldades de se reconhecer e viver às próprias custas. Estamos vendo uma desmobilização do Fórum Gaúcho. E ele é a expressão de vários fóruns municipais, portanto, se tem uma crise ou uma percepção de que está frágil é preciso reforçar o trabalho nos municípios. Todo momento de crise é uma possibilidade”, conclui.           Saiba mais sobre a Economia Solidária Com objetivo de fomentar a economia por meio do incentivo aos pequenos produtores locais foi que nasceu a ideia da economia solidária. Esse modelo, nada mais é, que uma forma de vender sua ideia ou produto por meio da cooperação, buscando o fortalecimento do grupo e pensando no bem comum. Nesse contexto, a economia solidária vem ganhando força nos últimos anos e se apresenta como uma alternativa inovadora de geração de trabalho e renda, mas, sobretudo, de inclusão social, pois compreende uma diversidade de práticas econômicas e sociais que visam um comércio justo e o consumo solidário.  Por Giuli Ana Izolan, acadêmica de Jornalismo. 


                A Unijuí recebeu, nesta terça-feira, 20, o “2º Fórum de Discussões: desafios da modernização para o atendimento energético e sua eficientização em estabelecimentos de ensino do RS”, promovido pela Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão do Estado e Unijuí. De acordo com a professora Caroline Raduns, do Departamento de Ciências Exatas e Engenharias da Unijuí (DCEEng), o evento vem ao encontro da meta de disseminação dos resultados do Termo de Cooperação entre Unijuí e o Governo do Estado, que visa modernizar as instalações elétricas das escolas estaduais. “É um momento importante, para compartilharmos resultados com outras universidades que também fazem parte deste projeto. Também podemos socializar com os diretores para demonstrar o trabalho e garantir que futuramente instalações elétricas e o uso de energia seja correto”, comenta a professora. O coordenador regional da 36ª CRE, Cláudio da Cruz de Souza, presente no evento, destacou a importância da parceria com a Unijuí, em especial para a realização deste projeto. “É uma grande demanda, pelo fato de nós termos prédios muito antigos. Percebemos que a demanda de energia não estava compatível com a rede de energia elétrica”, comenta. A palestra da manhã foi ministrada pela secretária adjunta de Planejamento, Governança e Gestão do Estado e diretora do Departamento de Monitoramento de Resultados, Melissa Custódio, que falou sobre as parcerias da Secretaria com as Universidades.


Cláudio Rodrigo Machado Fraga é egresso do curso de Administração da Unijuí e protagonista da Campanha de Vestibular de Verão 2019. As vivências que ele teve na Universidade permitiram que pudesse empreender e assim encontrar o caminho para o seu futuro. Já parou para pensar que o empreendimento mais popular e promissor do próximo ano pode nem ter saído do papel ainda? Ser dono do próprio negócio é um dos principais sonhos do brasileiro, conforme pesquisa divulgada em 2017 pelo Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade (IBQP). Porém, nem sempre os sonhadores encontram condições ideais para iniciar uma vida empreendedora. O egresso do curso de Administração da Unijuí, Cláudio Rodrigo Machado Fraga, é um desses brasileiros que sempre sonharam em abrir o próprio negócio, mas que esbarram em um fator determinante: “eu não sabia exatamente como fazer, nem como começar”, relembra. Durante a graduação, o jovem conheceu a Criatec, Incubadora de Empresas da Unijuí e as empresas incubadas, e percebeu que era possível. “Hoje eu sou empreendedor, tenho uma empresa, atuamos a nível regional”, comenta. Cláudio é proprietário da empresa incubada Optimize, que presta consultoria em gestão estratégica e gestão de processos. A Incubadora de Empresas da Unijuí tem o objetivo de fomentar a criação e o crescimento de empresas locais e regionais, com orientação e transferência tecnológica entre Universidade e mercado. Essas ações promovem a criação e a manutenção de postos de trabalho qualificados na região. Essas e outras possibilidades estão disponíveis dentro da Universidade. Até o dia 25 de novembro é possível fazer a inscrição para o Vestibular de Verão 2019 da Unijuí. Inscreva-se pelo portal unijui.edu.br/vestibular.


                  O Salão de Atos Argemiro Jacob recebeu, nesta segunda-feira, o evento "Gastronomia que transforma", com diversos convidados e troca de experiências na área. Uma das principais atrações foi a presença do chef Henrique Fogaça, jurado do MasterChef Brasil, que encerrou o evento. Fogaça, enquanto preparava algumas de suas receitas para o público, com o auxílio de um chef convidado, contou sua trajetória na gastronomia, recheando a conversa com o público com uma série de histórias de vida e visões sobre o trabalho. Alguns dos pontos destacados por Fogaça foi a da inovação, a busca por surpreender os clientes e proporcionar uma excelente experiência gastronômica para quem frequenta seus restaurantes. A participação no programa MasterChef Brasil também não ficou de fora da conversa. Por fim, ele atendeu a perguntas e, ao final, alguns convidados do público foram convidados a subir ao palco e provar as receitas do chef. Segundo o gerente do Sebrae Ijuí, Armando Petinelli, a programação a ideia foi fazer com que as conexões no setor da gastronomia aconteçam. “No Noroeste do RS há grandes potencialidades em termos de insumos, além de pessoas capacitadas e chefs de renome na região”. De acordo com ele, a decisão de chamar Henrique Fogaça para participar do evento partiu da frase "menos é mais", frequentemente utilizada pelo chef durante os programas, visando incentivar a elaboração de pratos cada vez mais complexos com uma menor quantidade de insumos. A programação contou, ainda, com a degustação de produtos das agroindústrias regionaise uma série de palestras e apresentações de cases de sucesso, entre eles: “Palestra de Tendências do Setor de Alimentos”, com Gustavo Ângelo Rech, “Bate Papo Gastronomia e as Mídias Digitais”, por Tatiane Alves, “Talk Show “modelos de negócio em gastronomia”, com Chica Sperling, cliente Sebrae e Chef de Cozinha e Marcelus Vieira, também cliente Sebrae, cozinheiro e trabalha com Turismo Gastronômico, com a mediação de Aline Sperling Colovini. O evento contou, ainda, com a palestra “O que a carne gaúcha tem para falar à gastronomia moderna”, realizada por Roberto Andrade Grecellé e a apresentação do case da empresária Viviana Sperotto. O evento integrou a Semana Global do Empreendedorismo e foi uma realização da Unijuí e do Sebrae.


1

Baixe o aplicativo Unijuí FM

Fale conosco

Ícone Whatsapp 55 99131 5487
Ícone Skype radio@unijui.edu.br