Destaques do Comunic@

O ano era 2019. Um grupo de professores do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional (PPGMMC) da Unijuí visitava a Bruning, em Panambi, para conhecer alguns problemas que ocorriam na empresa, no setor produtivo, e que poderiam ser investigados pelos pesquisadores da Universidade. Foi neste momento em que os docentes tiveram o primeiro contato com o tema de pesquisa da dissertação do estudante Marcelo Maroski, que envolve o processo de soldagem. Em 2021,  o mestrando apresentou a dissertação que é resultado da parceria entre a Unijuí e a Bruning Tecnometal de Panambi, e que leva como título “Modelagem Matemática da Eficiência Térmica da Soldagem a Arco Elétrico Utilizando Redes Neurais Artificiais”. A pesquisa foi orientada pela professora doutora Airam Teresa Zago Romcy Sausen e teve como coorientador o professor doutor Paulo Sérgio Sausen. Segundo a professora Airam, o aporte térmico é uma variável importante no processo de soldagem. “Ela está diretamente relacionada às características da junta soldada. Por outro lado, a parcela de calor que realmente é transferida para a peça, na prática, é menor que o calor nominal imposto ou gerado pela fonte de solda. Esse fato acaba influenciando na estimativa da eficiência térmica da soldagem a arco elétrico”, explica Airam. Nesse contexto, foi desenvolvido um modelo matemático utilizando Rede Neural Artificial para ser utilizado em conjunto com um calorímetro, a fim de se obter uma estimativa prévia da eficiência térmica da soldagem e evitar despesas com ensaios experimentais que produziram resultados abaixo do ideal. O modelo matemático proposto foi validado por meio do método k-fold cross-validation, apresentando baixo erro relativo médio. Para Marcelo, os pontos importantes e diferenciais de seu trabalho estão na parceria entre Universidade e a indústria. “O tema de pesquisa é inédito no Programa de Mestrado em Modelagem Matemática. Não encontramos algo semelhante à proposta de desenvolver um modelo matemático para estimar a eficiência térmica da soldagem a arco elétrico. Outro ponto importante é a abrangência de três áreas distintas: ciência da computação, modelagem matemática e soldagem industrial”, explica o mestrando.  A soldagem a arco elétrico é um método amplamente utilizado pela indústria. Sua aplicação pode ser encontrada em pontes, carros, implementos agrícolas e muitos outros exemplos. Um dos parâmetros geralmente utilizados para avaliar o processo de soldagem é a eficiência térmica, que permite identificar a parcela de energia produzida que efetivamente está sendo aproveitada. No entanto, determinar esse parâmetro pode acabar se tornando um problema, seja


O ano era 2019. Um grupo de professores do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional (PPGMMC) da Unijuí visitava a Bruning, em Panambi, para conhecer alguns problemas que ocorriam na empresa, no setor produtivo, e que poderiam ser investigados pelos pesquisadores da Universidade. Foi neste momento em que os docentes tiveram o primeiro contato com o tema de pesquisa da dissertação do estudante Marcelo Maroski, que envolve o processo de soldagem. Em 2021,  o mestrando apresentou a dissertação que é resultado da parceria entre a Unijuí e a Bruning Tecnometal de Panambi, e que leva como título “Modelagem Matemática da Eficiência Térmica da Soldagem a Arco Elétrico Utilizando Redes Neurais Artificiais”. A pesquisa foi orientada pela professora doutora Airam Teresa Zago Romcy Sausen e teve como coorientador o professor doutor Paulo Sérgio Sausen. Segundo a professora Airam, o aporte térmico é uma variável importante no processo de soldagem. “Ela está diretamente relacionada às características da junta soldada. Por outro lado, a parcela de calor que realmente é transferida para a peça, na prática, é menor que o calor nominal imposto ou gerado pela fonte de solda. Esse fato acaba influenciando na estimativa da eficiência térmica da soldagem a arco elétrico”, explica Airam. Nesse contexto, foi desenvolvido um modelo matemático utilizando Rede Neural Artificial para ser utilizado em conjunto com um calorímetro, a fim de se obter uma estimativa prévia da eficiência térmica da soldagem e evitar despesas com ensaios experimentais que produziram resultados abaixo do ideal. O modelo matemático proposto foi validado por meio do método k-fold cross-validation, apresentando baixo erro relativo médio. Para Marcelo, os pontos importantes e diferenciais de seu trabalho estão na parceria entre Universidade e a indústria. “O tema de pesquisa é inédito no Programa de Mestrado em Modelagem Matemática. Não encontramos algo semelhante à proposta de desenvolver um modelo matemático para estimar a eficiência térmica da soldagem a arco elétrico. Outro ponto importante é a abrangência de três áreas distintas: ciência da computação, modelagem matemática e soldagem industrial”, explica o mestrando.  A soldagem a arco elétrico é um método amplamente utilizado pela indústria. Sua aplicação pode ser encontrada em pontes, carros, implementos agrícolas e muitos outros exemplos. Um dos parâmetros geralmente utilizados para avaliar o processo de soldagem é a eficiência térmica, que permite identificar a parcela de energia produzida que efetivamente está sendo aproveitada. No entanto, determinar esse parâmetro pode acabar se tornando um problema, seja


Estudantes do curso de Medicina, da Unidade Integradora do 1º semestre, promovem na próxima segunda-feira, dia 21 de junho, uma palestra com o tema “O estigma em torno da educação sexual e suas consequências na população jovem”. O evento terá início às 19h e será transmitido pelo canal da Unijuí no Youtube. Participam da palestra a professora Sara Hungaro Lazaretti; a ginecologista e obstetra Paula Vilela Gherpelli; e a psicóloga Betina Munero Predebon. Serão mediadoras Gabriela Juliana Baldissera, Emmanuela Weber Cardozo e Fabiane da Cunha Castro. A Unidade Integradora está sob coordenação do professor João Carlos Lisbôa.


Quatro estudantes, bolsistas do Programa de Iniciação Científica (PIBIC) da Unijuí, foram selecionados para apresentar seus trabalhos na 73ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Cerca de 1,5 mil trabalhos foram inscritos e 300 selecionados para apresentação no encontro, que acontecerá de 18 a 24 de julho, de forma virtual.  Os trabalhos foram selecionados para apresentação na Jornada Nacional de Iniciação Científica (JNIC), que é uma das atividades da 73ª Reunião Anual da SBPC e que congrega estudantes indicados e vencedores das jornadas das instituições de ensino brasileiras. A Vice-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão realizou a indicação de oito trabalhos para o evento, que foram destaques no Salão do Conhecimento de 2020, com base em critérios de área e avaliação da Comissão Científica do evento e de consultores externos.   A estudante do curso de Agronomia, Cláudia Vanessa Argenta, foi selecionada com o trabalho “Inteligência Artificial na previsão da produtividade de grãos de trigo pela dose de fornecimento de nitrogênio com indicadores biológicos e ambientais”, orientado pelo professor José Antonio Gonzalez da Silva. A acadêmica de Farmácia, Lauren de Oliveira Machado, participará com o trabalho “Restrição calórica altera contagem de linfócitos em ratos wistar machos obesos”, orientado pela professora Mirna Stela Ludwig. Sob orientação da professora Adriane Cristina Bernat Kolankiewicz, a estudante de Enfermagem, Pâmella Pluta, foi selecionada com a “Análise por questões do instrumento CTM-15 na perspectiva de pacientes oncológicos de um hospital geral do Sul do Brasil”. O quarto trabalho selecionado, “Jejum intermitente de dias alternados não altera o consumo hídrico em animais alimentados com ração hiperlipídica”, é do acadêmico do curso de Medicina, Welerson dos Reis, orientado pelo professor Thiago Gomes Heck. Com transmissão pelo canal da SBPC no Youtube – com exceção dos minicursos, transmitidos pelo Moodle e Zoom, a reunião contará com uma programação científica composta por conferências, mesas redondas, painéis, minicursos e sessão de pôsteres, que inclui a Jornada Nacional de Iniciação Científica. Realizada desde 1949, a Reunião Anual da SBPC tem o objetivo de debater políticas públicas nas áreas de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação e de difundir os avanços da Ciência nas diversas áreas do conhecimento para toda a população. O evento é aberto ao público e somente há taxa de inscrição para quem quiser participar de minicursos ou submeter um trabalho. Para mais informações, acesse portal.sbpcnet.org.br.


Em atenção às orientações e decretos dos Governos Federal, Estadual e dos municípios da região de abrangência da Fidene/Unijuí, que aplica as medidas sanitárias segmentadas referentes à vigência da chamada bandeira preta no Estado do RS, estabelecendo medidas restritivas e a manutenção dos protocolos de segurança, com o objetivo de definir ações de contenção da pandemia de coronavírus, o Comitê Institucional de Prevenção informa: Todas as aulas teóricas dos cursos de graduação presenciais permanecem na forma online até o final do primeiro semestre de 2021, inclusive as avaliações finais e extemporâneas. Todas as turmas dos cursos de graduação que retornaram à presencialidade (disciplinas de práticas, estágios e teórica/práticas) mantêm-se nesta condição, inclusive as avaliações finais e extemporâneas.  Aulas dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu presenciais (especializações, MBAs) teóricas, mantêm-se na forma online até o final do primeiro semestre de 2021, mantendo a presencialidade para aquelas disciplinas práticas que já retomaram às atividades no decorrer do mês de maio.  Aulas dos Cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu (mestrados e doutorados) teóricas, mantêm-se na forma online até o final do primeiro semestre de 2021, mantendo a presencialidade aquelas disciplinas práticas que já retomaram às atividades  no decorrer do mês de maio.   Atividades relacionadas à Pesquisa e Extensão permanecem com a organização dos professores orientadores prioritariamente na forma online até final do mês do primeiro semestre de 2021.  Sobre as aulas na EFA, orientações específicas nos canais oficiais de comunicação da escola, considerando o planejamento da mesma.  Reuniões e eventos institucionais permanecem na forma online até final do primeiro semestre de 2021.  As formaturas serão retomadas no formato presencial no decorrer dos meses de junho e de julho. As Comissões serão contatadas para alinhamentos necessários em relação aos protocolos de saúde que deverão ser cumpridos, sendo este ato restrito a quatro (04) convidados por formando. O uso dos espaços institucionais para a realização das fotos de formatura, está neste momento permitido, devendo as empresas e formandos, obrigatoriamente, seguir todos os protocolos de saúde. A Instituição se reserva ao direito de rever esta autorização caso o cenário externo venha a ser alterado.  O Museu Antropológico Diretor Pestana mantém-se fechado ao público seguindo com atendimento para pesquisa por meio dos canais: telefone (55) 3332-0257, e-mail: madp@unijui.edu.br.  Acessos rápidos:  Estudantes de Graduação: Campus Ijuí: atendimento@unijui.edu.br / 55 3332-0444 Campus Santa Rosa: cae.sr@unijui.edu.br / 55 3511-5200 Campus Três Passos: atendimentotp@unijui.edu.br / 55 3522-2122 Campus Panambi: central.panambi@unijui.edu.br / 55 3375-4466 Estudantes de Lato Sensu: educacaocontinuada@unijui.edu.br / 55 3332-0553 Estudantes


Na última semana, professores e técnicos administrativos e de apoio da Unijuí tiveram a primeira dose da vacinação aplicada, conforme calendário previsto junto à Secretaria Municipal de Saúde. A Universidade, em parceria com o Sindicato do Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino Privado (Sinteep) e o Sindicato dos Professores do Ensino Privado do RS (Sinpro), convidaram os colaboradores a participarem de uma ação de arrecadação de alimentos, com intuito de ajudar as famílias em vulnerabilidade nesse momento de pandemia. Os alimentos arrecadados durante os três dias de vacinação foram entregues na tarde desta sexta-feira, 18 de junho, à Unir CER 3 - Centro Especializado em Reabilitação. A doação soma-se aos demais alimentos e itens de higiene que vem sendo entregues e que serão destinados aos pacientes em situação de vulnerabilidade atendidos pelo Centro.  Interessados em colaborar com essa ação devem entrar em contato com a Unir CER 3 pelo telefone 3332 0287 ou 9105 8274.


1

Baixe o aplicativo Unijuí FM

Fale conosco

Ícone Whatsapp 55 99131 5487
Ícone Skype radio@unijui.edu.br