Destaques do Comunic@

              Realizado de forma totalmente online pela primeira vez na história da Universidade, o Vestibular de Inverno de 2020 encerrou o ciclo de inscrições e provas esta semana. Foram  1.230 inscritos em todo o processo, que ofertou mais de 30 cursos presenciais nos quatro Campi da Unijuí: Ijuí, Santa Rosa, Panambi e Três Passos. Nesta edição, em razão da pandemia, mas também se adequando aos novos tempos tecnológicos, o vestibulando pode se inscrever erealizar uma prova de redação a partir de um banco de dados gerado pelo próprio sistema do Vestibular, tudo isso de casa. “Foi um processo inovador, que desafiou vários setores da Instituição a se reinventarem, como vem ocorrendo em todas as áreas. Ao final, tivemos uma experiência muito positiva, tanto para a Unijuí quanto para os candidatos, que tiveram mais comodidade em realizar sua prova e matrícula online”, avalia a Vice-Reitora de Graduação, professora Fabiana Fachinetto.  Outro ponto de destaque desta edição foi o mote de Campanha, que trouxe a mensagem: “Estude. Mostre que você se importa. O mundo está mudando. Qual vai ser a sua atitude?”. O objetivo foi realizar uma reflexão e instigar os futuros estudantes da Unijuí para a importância do protagonismo do estudante na atualidade.              


              Realizado de forma totalmente online pela primeira vez na história da Universidade, o Vestibular de Inverno de 2020 encerrou o ciclo de inscrições e provas esta semana. Foram  1.230 inscritos em todo o processo, que ofertou mais de 30 cursos presenciais nos quatro Campi da Unijuí: Ijuí, Santa Rosa, Panambi e Três Passos. Nesta edição, em razão da pandemia, mas também se adequando aos novos tempos tecnológicos, o vestibulando pode se inscrever erealizar uma prova de redação a partir de um banco de dados gerado pelo próprio sistema do Vestibular, tudo isso de casa. “Foi um processo inovador, que desafiou vários setores da Instituição a se reinventarem, como vem ocorrendo em todas as áreas. Ao final, tivemos uma experiência muito positiva, tanto para a Unijuí quanto para os candidatos, que tiveram mais comodidade em realizar sua prova e matrícula online”, avalia a Vice-Reitora de Graduação, professora Fabiana Fachinetto.  Outro ponto de destaque desta edição foi o mote de Campanha, que trouxe a mensagem: “Estude. Mostre que você se importa. O mundo está mudando. Qual vai ser a sua atitude?”. O objetivo foi realizar uma reflexão e instigar os futuros estudantes da Unijuí para a importância do protagonismo do estudante na atualidade.              


             Com o objetivo de trazer reflexões sobre as oportunidades neste tempo de crise provocada pela pandemia da covid-19, o Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - DACEC da Unijuí realizará diversos eventos neste mês de agosto. O primeiro painel será realizado no dia 13, com o tema "Oportunidades de Investimentos em tempos de crise da pandemia Covid-19" e vai marcar o Dia do Economista, comemorado na mesma data. O evento é destinado a estudantes da graduação e pós-graduação, professores e comunidade em geral com interesse no tema. A inscrição, neste link, é gratuita e o painel será online, por meio da ferramenta de videoconferência Google Meet, com acesso pelo link: meet.google.com/bbo-rxsz-myr. Na programação, vão participar Eliseu Mânica Júnior, consultor financeiro e certificado pela CVM Macroeconomic Risks - Columbia University, Nova York - USA e Keli Schumann, economista e assessora de investimentos Sicredi. A mediação será do Profº Dr. Argemiro Luís Brum, professor titular do PPGDR/DACEC da Unijuí. “O tema, bem como os painelistas, foram pensados e sugeridos pelos professores da Economia: Professor Argemiro e professora Marlene. Diante da situação em que estamos vivendo, de grandes incerteza, mudanças, instabilidades financeira, política, acreditamos que trazer reflexões sobre quais as oportunidades que surgem seja um diferencial. Por mais complexo e difícil que seja este momento, sabemos que períodos de crise também são grandes oportunidades de criação, de inovação. A história nos mostra isso. Neste sentido, a discussão busca olhar para as possibilidades, as oportunidades e não somente para os problemas (que todos já sabemos: são muitos!)”, observa a professora Fernanda Pasqualini. Outros eventos com temáticas convergentes serão realizados em 9 de setembro, marcando  o dia da Administração e no dia 22 de setembro, com painel em comemoração ao dia da Ciências Contábeis. Segundo a professora Fernanda Pasqualini, em cada um dos eventos será abordada uma temática da área, sempre aberto a participação da comunidade. A participação vai valer como horas de atividade complementar para os estudantes do Departamento.


A conferência “A política dos sentidos e a pandemia da Covid-19” foi ministrada por Gaudencio Fidelis, curador e historiador de arte.                  A Organização Mundial de Saúde (OMS) reconheceu, no dia 11 de março, a situação de pandemia da Covid-19. A partir desta data, as medidas sanitárias de enfrentamento ao novo coronavírus foram intensificadas em âmbito internacional. Inúmeras atividades encontram-se afetadas com restrições decorrentes do distanciamento social, como a realização de aulas e eventos no formato online. Os efeitos desta nova rotina são variáveis e alcançam níveis de incidência diversos nos seres humanos, o que conduz à (re)significação dos sentidos da vida. Atento ao cenário, o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito (PPGD) – Mestrado e Doutorado em Direitos Humanos – da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ) iniciou o novo semestre letivo com um debate sobre a relação da arte com os direitos humanos. Promovida na quarta-feira, 5 de agosto, às 15 horas, a conferência intitulada “A política dos sentidos e a pandemia da Covid-19”, ministrada pelo Dr. Gaudencio Fidelis, contou com mediação do Dr. Mateus de Oliveira Fornasier. A aula inaugural, por meio da Plataforma Google Meet, foi aberta pelo Dr. Maiquel Ângelo Dezordi Wermuth, coordenador do PPGD da UNIJUÍ, e reuniu docentes, mestrandos, doutorandos e ouvintes externos. Os cinco sentidos: audição, paladar, olfato, tato e visão foram relacionados com os impactos da pandemia da Covid-19 constatados nas atividades pessoais, nos exercícios profissionais e nas atuações institucionais. A contribuição da arte para os direitos humanos, principalmente em tempos de pandemia, foi evidenciada no evento.   Sobre o conferencista O professor Gaudencio Fidelis é curador e historiador de arte especializado em arte brasileira moderna e contemporânea e arte das américas. Tem mestrado em Arte pela New York University (NYU) e doutorado em História da Arte pela State University of New York (SUNY). Foi diretor do Instituto Estadual de Artes Visuais do Rio Grande do Sul (1991-1993); fundador e diretor do Museu de Arte Contemporânea do RS (1992); diretor do Museu de Arte do Rio Grande do Sul (2011-2014); integrante do Conselho Museológico Brasileiro do Instituto Brasileiro de Museus; e, atualmente, é membro do Conselho do Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba, no Paraná. Publicou inúmeras obras, como “Dilemas da matéria: procedimento, permanência e conservação em arte contemporânea” (MAC-RS, 2002); “Uma história concisa da Bienal do Mercosul” (FBAVM, 2005); e “O cheiro como critério: em


               A Residência Multiprofissional em Saúde da Família, ofertada em Santa Rosa em uma parceria entre a Unijuí e a Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa (FUMSSAR), vai realizar, durante este mês, uma série aulas abertas, em lives no Youtube, para discutir questões importantes do aleitamento materno. Denominado Agosto Dourado, a programação vai ser desenvolvida em três dias, com a participação de profissionais de diversas áreas de atuação. As falas serão transmitidas no Youtube da Unijuí.  A programação inicia na próxima terça-feira, dia 11 de agosto, com a fala “Aleitamento materno como potência do desenvolvimento do bebê”, às 14h, que será realizada por Bianca Regina Dresch, fonoaudióloga da FUMSSAR. Depois, às 19h, será a vez da fala “Banco de Leite e seu funcionamento em tempos de pandemia”, com a nutricionista do Hospital Vida e Saúde de Santa Rosa, Angélica Rieth Samrsala. Em seguida, encerrando a programação, ocorre a palestra “Processo de Trabalho em residência Materno Infantil de Santa Maria”, que será realizada pela fisioterapeuta Amanda de Souza Brondani e pela enfermeira Camila Hausen. Também haverá programação nos dias 19 e 27 de agosto. De forma gratuita, os eventos, que estão sendo organizados pelos residentes do Programa em conjunto com os professores e instituições parceiras, vão emitir certificados aos participantes, mediante inscrição. Acesse este formulário para receber o certificado de participação. Para ficar por dentro da programação ao longo mês, acesse o Instagram da residência, neste link.  “Acreditamos que as temáticas selecionadas podem trazer boas discussões sobre a maternidade e o aleitamento. Nosso objetivo é proporcionar estas discussões sobre conceitos que envolvem o tema, além de despertar reflexões sobre nuances no processo de amamentação, como a mulher que trabalha e amamenta, mulheres que são HIV positivas e precisam desenvolver estratégias, quais as políticas públicas de saúde da atualidade, entre outras”, observa o cirurgião-dentista da Residência e um dos organizadores dos eventos, Maique Rodrigues Vieira. Programação completa                  Sobre a Residência O Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família é um curso em nível de Pós-Graduação Lato Sensu que forma profissionais para atuarem preferencialmente na atenção básica à saúde. O curso é realizado através de uma parceria entre a UNIJUÍ e Prefeitura Municipal de Santa Rosa, por meio da Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa (FUMSSAR). O programa oferece bolsas de estudo financiadas pelo Ministério da Saúde para profissionais de sete áreas da saúde. O


                   Aplicar em clientes reais os conhecimentos desenvolvidos em aula. Esta é a ideia do Projeto de Gestão de Marcas, que é desenvolvido na disciplina Gestão e Comunicação de Marcas do curso de Publicidade e Propaganda da Unijuí.  Segundo a professora Nilse Maldaner, o objetivo é planejar e desenvolver a marca de empresas reais. “Foi uma ideia que a gente já vinha trabalhando, mas que partiu, nesse momento, mais dos alunos. Eles, pensando nessa questão de apoiar marcas locais, propuseram fazer um trabalho, aprender academicamente, ter essa experiência, mas poder contribuir também com empreendedores locais”, explica. Por isso, a primeira etapa foi buscar e selecionar essas empresas, o que foi feito por meio de um formulário online. Considerando empresas menores que muitas vezes não tem condições de contratar um profissional ou uma agência para desenvolver esse serviço, foram selecionadas três empresas da região: D’alma - Arte com Afeto, Clínica Sintonia e Fullness Soluções e Negócios. Após a escolha, foi realizado o primeiro contato com as empreendedoras escolhidas, momento em que os acadêmicos, divididos em três grupos, puderam buscar mais informações para auxiliar no desenvolvimento do projeto de gestão das marcas. No final do primeiro semestre de 2020, os alunos e as empreendedoras destacaram o propósito das marcas, e a partir dele construíram as diretrizes, manifesto e orientações para a comunicação e usos desta marca, que foram documentadas em um Brand Book apresentado para as clientes. Segundo a sócia-administradora da Fullness Soluções e Negócios e egressa da Unijuí, Roseli Fistarol Kruger, os acadêmicos buscaram realizar um bom trabalho e mantiveram contato constante com ela, perguntando e trazendo materiais. Após a apresentação da proposta, Roseli ficou surpresa com o resultado, que explorou cada parte das conversas que tiveram. “Eles captaram exatamente o que a empresa é, o que ela quer fornecer para o cliente, o seu diferencial, que é aquela consultoria mais humana, mais voltada para o aprendizado do empreendedor”, afirma.  Já para Cristiana Porto Sander, da D’alma, desde a escolha para participar deste trabalho, ela ficou animada, pois entende que as mudanças propostas pelos estudantes trariam novo ânimo para a empresa. “Eles se preocuparam em saber realmente o que eu queria, o que eu esperava, qual era a minha linha de pensamento para seguir. E fizeram realmente um trabalho que não tinha nada feito assim, mas tinha vontade de fazer, e, às vezes, por não saber quanto isso


1

Baixe o aplicativo Unijuí FM

Fale conosco

Ícone Whatsapp 55 99131 5487
Ícone Skype radio@unijui.edu.br