Mestrado e Doutorado

Estudo descreve protocolo de reabilitação cardíaca na fase hospitalar

O estudo foi realizado por uma egressa do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado em Atenção Integral à Saúde

O exercício aeróbico e o equipamento de ventilação não invasiva com ventilação contínua nas vias aéreas, conhecido como CPAP, beneficiam os pacientes no pós-operatório da cirurgia cardíaca. A associação de exercício aeróbico em bicicleta ergométrica com CPAP ainda não havia sido demonstrada.

Um estudo realizado pela egressa do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado em Atenção Integral à Saúde da Unijuí, Pollyana Windmoller, objetivou avaliar a eficácia do exercício físico em cicloergômetro combinado com CPAP no pós-operatório de cirurgia de revascularização do miocárdio.

Os protocolos usando um cicloergômetro e ventilação não invasiva foram estudados durante a fase hospitalar de reabilitação cardíaca. No entanto, um protocolo ideal e viável ainda não havia sido estabelecido. Exercícios de ciclismo, com monitoramento da hemodinâmica cardíaca e estabilidade elétrica, permitiria exercícios mais precoce e poderia ser uma estratégia mais segura nesta fase inicial da reabilitação.

O estudo mostrou que o protocolo de reabilitação cardíaca foi seguro, pois não se observou intercorrências durante sua execução. Também mostrou ser uma alternativa viável para reabilitação cardíaca realizada durante a fase hospitalar, principalmente em pacientes incapazes de treinamento de escada e deambulação. Isso é importante porque a utilização de ventilação não invasiva em associação com o exercício é pouco explorada nesses pacientes.

A fisioterapeuta e mestre Pollyana Windmoller, autora do estudo, verificou que o exercício físico combinado ao CPAP promoveu a manutenção da capacidade funcional e reduziu o tempo de permanência na UTI e pode ser usado de forma segura em pacientes no pós-operatório de cirurgia cardíaca, sendo uma estratégia eficiente na reabilitação cardíaca.

Esse estudo foi orientado pela Fisioterapeuta Professora Doutora Eliane Roseli Winkelmann, da Unijuí, integrante do corpo docente do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado em Atenção Integral a Saúde, em parceria com a co-orientação do Fisioterapeuta Professora Doutora Audrey Borghi-Silva, integrante do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado e Doutorado em Terapia Física da Universidade Federal de São Carlos, de São Paulo. Também contou com o apoio das pesquisadores e fisioterapeutas Emely Teixeira Bodnar, Julia Casagrande, Fernanda Dallazen, Juliana Schneider e da médica cardiologista, especialista em cirurgia cardíaca do Incor/Ijuí Silvana Agnolleto Berwanger .

O estudo está publicado como “Physical Exercise Combined With CPAP in Subjects Who Underwent Surgical Myocardial Revascularization: A Randomized Clinical Trial”, na revista “Respiratory Care” e está disponível em:  https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31988253-physical-exercise-combined-with-cpap-in-subjects-who-underwent-surgical-myocardial-revascularization-a-randomized-clinical-trial/


Estudo de egressa da Unijuí é publicado na revista Acta Paulista de Enfermagem

Foi publicado na revista Acta Paulista de Enfermagem, de autoria de Sandra Dal Pai, egressa do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado em Atenção Integral à Saúde, o estudo que objetivou analisar a confiabilidade e validade das propriedades psicométricas da versão brasileira do instrumento para Pesquisa sobre Cultura de Segurança do Paciente para Atenção Primária à Saúde. O estudo foi realizado com  profissionais da equipe multiprofissional de um município do noroeste do estado do Rio Grande do Sul/ Brasil.

A versão do questionário Pesquisa sobre Cultura de Segurança do Paciente para Atenção Primária à Saúde apresentou propriedades psicométricas válidas e confiáveis. Avaliar as propriedades psicométricas, representa avaliar se o conjunto de variáveis do instrumento de fato, mensura o que foi projetado para medir com outras populações. Ainda a cultura de segurança do paciente mensurada na APS, foi positiva na maior parte dos domínios do instrumento, excetuando-se para o domínio Pressão e ritmo de trabalho. Este estudo traz resultados referentes a cultura de segurança na APS, o que ainda é uma lacuna no Brasil.

Trata-se de um estudo de caráter inédito no Brasil, configurando-se como ponto de partida para futuras investigações que podem ser realizadas em outras regiões brasileiras. Ainda, os resultados do estudo foram apresentados e discutidos pela Mestre em Atenção Integral à Saúde Sandra Dal Pai aos participantes do estudo e gestores daquele município, com objetivo de promover a aplicação dos resultados na prática, o que pode impactar de maneira positiva nos serviços de saúde.

A continuidade desse estudo está em andamento no Grupo em Pesquisa Cuidado Gestão e Educação em Enfermagem e Saúde da Unijuí. O estudo, orientado pela professora Drª. Adriane Kolankiewicz, é parte das ações da linha de pesquisa do Mestrado em Atenção Integral à Saúde “Processos Saúde-Doença-Cuidado” e contou com o apoio do pesquisador Manuel Portela Romero do Complexo Hospitalar Universitário de Santiago da Compostela, da Espanha. O estudo está disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-21002019000600642&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

 

 


Desafios da pesquisa no Brasil é tema de Seminário na Unijuí

              

Durante a programação do Seminário Temático do Programa de Pós-Graduação em Atenção Integral à Saúde, o Centro de Eventos da Unijuí foi sede da palestra “Desafios de Ser um Pesquisador no Brasil”, com o médico coordenador do Centro de Alta Complexidade em Oncologia Clínica (CACON), do Hospital de Caridade de Ijuí, Fábio André Franke. Presidente da Aliança Pesquisa Clínica Brasil e Vice-Presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica, Franke trouxe para a Universidade a importância do debate sobre os desafios da pesquisa no Brasil.

Fábio falou sobre a realidade brasileira, em que 94% dos atendimentos ocorrem por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, destacou a relação entre a produção de medicamentos de iniciativa privada e universidades, observando que parcerias e investimentos em tecnologia são uma das pautas mais urgentes a serem estruturadas. “Capacitar indivíduos e instituições para um melhor atendimento aos pacientes, em um país importador de tecnologias, reverter o quadro de mortalidade do câncer e solução para o alto custo de medicamentos”, acrescenta.

“Divisor de Águas: frente a uma crise, o que você faz? Você se apequena, você foge, ou você enfrenta e tenta crescer?” questionou o palestrante ao comentar sobre o ensaio clínico sobre Imunoterapia associada a pós Radioterapia para Câncer de Próstata. Sobre os desafios, ele comentou a relação dos transportes, infraestrutura, qualificação de equipe, espaço físico adequado, profissionais assistenciais capacitados, apoio das instituições, entre outros fatores.

Sobre o Centro de Pesquisa Clínica, o médico contou que o número de 170 estudos de pesquisa publicados caracteriza a região de Ijuí como o centro de maior número de pesquisas no Brasil em oncologia. “Atualmente vários outros centros do país visitam o HCI para compreender o modelo de protocolo trabalhado através de Capacitação da Sociedade Brasileira de Oncologia”.

“A motivação para continuar é poder retribuir para o país tudo isso que a pesquisa trouxe de bom para mim. Que vários outros centros de pesquisa possam ser formados e possamos transformar o Brasil em um celeiro de pesquisa e descobertas de coisas novas para a potencial melhora na vida das pessoas”. Esta foi a mensagem deixada por Fábio.

Laís Dahmer, estudante de Jornalismo da Unijuí

Sobre o Mestrado

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção Integral à Saúde é um projeto interinstitucional com característica interdisciplinar, em associação ampla entre a Universidade de Cruz Alta (Unicruz) e a Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Unijuí).  O Programa dedica-se à pesquisa e à produção de conhecimento no campo da saúde, com ênfase em duas linhas: Processos saúde-doença-cuidado e Processos químicos e biológicos em saúde.

O Programa está com edital de seleção aberto para a turma 2020 do Mestrado. As inscrições podem ser feitas até 11 de novembro de 2019. Para se inscrever é necessário acessar a página do programa em ppgais@unijui.edu.br.


Programa de Pós-Graduação em Direito realiza rodas de chimarrão para dialogar e esclarecer dúvidas sobre ingresso


O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direitos Humanos (PPGDH) da Unijuí realizou nos dias 26 de setembro e 11 de outubro rodas de chimarrão com os interessados em participar do processo seletivo para os cursos de Mestrado e Doutorado – turmas 2020. As atividades aconteceram respectivamente nos campi de Ijuí e Santa Rosa, oportunizando por meio de ambiente informal da roda de chimarrão o acolhimento propício ao esclarecimento de dúvidas quanto ao funcionamento dos Cursos e modalidades de ingresso.

As atividades, abertas a toda a comunidade, contaram com a presença de professores, mestrandos e doutorandos do Programa que foram consultados para relatar as experiências vividas durante o percurso formativo. Os editais de seleção para os cursos de Mestrado e Doutorado em Direitos Humanos já estão disponíveis no Portal Unijuí.


Trabalho do Mestrado em Atenção Integral à Saúde é premiado em evento internacional

                  

Nos dias 26 e 27 de setembro de 2019, a docente do corpo permanente do Programa de Pós-Graduação Strictu Sensu Mestrado em Atenção Integral à Saúde, Dra. Adriane Kolankiewicz, participou do Seminário Internacional de Pesquisa de Métodos Mistos, realizado na Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis. A docente apresentou um trabalho que é fruto da dissertação da mestre Daiane Fernanda Brigo e teve a co-orientação da professora Dra. Elisiane Lorenzini. Trata-se de um estudo com métodos mistos e utilizou os princípios do diálogo deliberativo como estratégia de translação do conhecimento, que, integrado nas pesquisas em saúde, pode gerar dados valiosos e aumentar a aplicabilidade das evidências científicas na prática. O trabalho foi avaliado de forma escrita, de maneira cega e no momento da apresentação oral foi avaliado por pesquisadores referências no método. O trabalho obteve o Prêmio Melhor Trabalho - 20 Lugar.

Para a professora, o evento contribuiu muito, pois oportunizou assistir e fazer debates com palestrantes internacionais e nacionais que utilizam o método, bem como fortalecer parcerias de pesquisa. Destaca que o método é pouco usado no Brasil. "A utilização de métodos mistos é uma tendência crescente na pesquisa em saúde como uma alternativa para a investigação de fenômenos complexos relacionados ao cuidado e à saúde humana. Para tanto, no Seminário foi possível aprofundar as discussões acerca da utilização do método, bem como divulgar trabalhos que estão sendo desenvolvidos utilizando os métodos mistos como abordagem metodológica", salienta.

                 

Seleção

A Coordenação do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção Integral à Saúde, uma associação entre a Universidade de Cruz Alta – UNICRUZ e a Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ, torna público que estarão abertas as inscrições para o provimento de vagas para alunos especiais no Curso de Mestrado em Atenção Integral à Saúde, 2º semestre de 2019 (Bloco IV).

A inscrição deve ser encaminhada pelo e-mail ppgais@unijui.edu.br até o dia 09 de outubro de 2019, através de preenchimento do formulário em anexo. A matrícula deve ser feita de forma presencial na Secretária Acadêmica da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - Rua do Comércio, 3000 - Bairro Universitário - Ijuí – RS, entre os dias 07 a 09 de outubro de 2019, das 8h às 11h e das 13:30h às 17h.

Edital completo em www.unijui.edu.br/ppgais 


Mestrado em Atenção Integral à Saúde irá ofertar 22 vagas

Serão ofertadas 22 vagas. As inscrições podem ser realizadas de 02 de setembro a 11 de novembro de 2019

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção Integral à Saúde publicou edital de seleção para a turma 2020 do Mestrado. As inscrições têm início no dia 02 de setembro. Para se inscrever é necessário acessar a página do programa, preencher as informações e entregar os seguintes documentos na Secretaria do Mestrado:

a)  Requerimento de Inscrição (disponível na página do programa); b) Uma fotografia 3x4; c) Intenção de projeto de pesquisa, d) Cópia do Diploma universitário ou atestado de conclusão de curso de graduação ou de provável formando; e) Cópia do Histórico Escolar da Graduação; f) Currículo modelo Lattes/CNPq, acompanhado de documentação comprobatória; g) Recibo de pagamento da taxa de inscrição.

A prova de seleção será realizada dia 30 de novembro de 2019 e as entrevista com os candidatos nos dias 04 e 05 de dezembro de 2019.

O edital completo, juntamente com o Material de Apoio para a Prova, está disponível na página do Programa, no Portal da Unijuí.

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção Integral à Saúde é um projeto interinstitucional com característica interdisciplinar, em associação ampla entre a Universidade de Cruz Alta (Unicruz) e a Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Unijuí).  O Programa dedica-se à pesquisa e à produção de conhecimento no campo da saúde, com ênfase em duas linhas: Processos saúde-doença-cuidado e Processos químicos e biológicos em saúde.

Mais informações pelo e-mail ppgais@unijui.edu.br ou pelo telefone (55) 3332.0522.


Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade: inscrições abertas para estudantes eventuais

 

Inscrições abertas para estudantes eventuais do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade. Os interessados devem se inscrever até o dia 12 de fevereiro na Secretaria do Curso, na Unijuí campus Ijuí.

Os documentos necessários para validar a inscrição são os seguintes: requerimento de inscrição preenchido (disponível no site e na secretaria do curso); cópia do diploma e histórico escolar da graduação (autenticados); cópia do CPF, cópia da carteira de identidade, cópia da certidão de nascimento/casamento.

Os resultados serão publicados na página do curso, no Portal da Unijuí, no dia 14 de fevereiro. As matrículas deverão ser feitas entre os dias 17 e 20 de fevereiro. Para conferir o edital com as informações do processo seletivo basta acessar a página do curso, neste link.

Saiba mais sobre o Curso

A proposta do programa foi embasada, numa longa e profícua discussão interdisciplinar realizada pelos seus docentes e pesquisadores, respaldada num considerável conjunto de estudos, pesquisas, experiências e produção científica com enfoque na sustentabilidade, oportunizando uma aprendizagem construída em vários campos do conhecimento na área socioambiental. Além de valorizar o caminho construído, deu-se um passo adiante, integrando o desafio do conhecimento multidisciplinar, atendendo aos pressupostos de maior sustentabilidade pelo conhecimento conjunto de diferentes áreas do saber.

 Neste cenário, a criação do programa de pós-graduação em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade representa a oportunidade de promover avanços científicos, fomentando pesquisas a partir de uma visão sistêmica e interdisciplinar, impulsionando a prospectar a formação de uma massa crítica para atuação convergente às necessidades dos novos cenários, com forte ênfase na proteção ambiental, garantia da segurança alimentar e qualidade de vida das comunidades.

O Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade tem como objetivos formar pesquisadores com visão sistêmica e multidisciplinar capaz de compreender as inter-relações entre o ambiente, a sociedade e a tecnologia; participar de forma crítica e reflexiva no desenvolvimento regional, considerando os princípios e valores da sustentabilidade, gerando tecnologias apropriadas aos sistemas produtivos locais; promover a produção de conhecimentos na área do meio ambiente em geral, bem como, no campo do diagnóstico e da solução de problemas de interesse socioambiental.

 

O programa de Pós-Graduação tem como perfil de egresso um mestre em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade com competências e habilidades que lhe possibilitem:

                a) pesquisar as relações entre sistemas naturais e produtivos na perspectiva do desenvolvimento sustentável, a partir do domínio de conhecimento interdisciplinar das Ciências Ambientais;

                b) compreender as relações de interdependência dos processos de ordem natural e social que determinam as mudanças socioambientais em diferentes escalas de abordagens, com atuação criativa e inovadora buscando soluções sustentáveis;

                c) atuar de forma multidisciplinar no ensino e na pesquisa, em instituições públicas e privadas, ampliando a produção de conhecimento com compromisso ético profissional na construção de uma sociedade sustentável;

                d) propor e planejar novos caminhos de desenvolvimento integrando o ambiente, a sociedade e as tecnologias em âmbitos diversos, como na iniciativa privada, em organizações não governamentais e em diferentes esferas da administração pública.

 


Professor da Unijuí realizará viagem ao Senegal

                

O professor Roberto Carbonera, vinculado ao Curso de Agronomia e ao Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade do Departamento de Estudos Agrários da Unijuí (DEAg) realizará uma viagem de trabalho ao Senegal, entre os dias 01 e 15 de fevereiro. O objetivo é fortalecer a cooperação entre a Universidade e o Instituto Superior de Ensino Tecnológico Aplicado (ISETA), da cidade de Tambacounda, Senegal.

No período, será cumprida uma extensa agenda que inclui uma visita às instalações do ISETA, reuniões com professores, funcionários e com o escritório da associação de pais. A agenda inclui uma audiência com o governador da região de Tambacounda, que fica localizada a 400 km da capital Dakar.

O professor fará uma Conferência sobre “Desenvolvimento Agrícola Brasileiro, com ênfase à Agricultura Familiar” para estudantes do ISETA e jovens de Tambacounda. Na mesma ocasião, será assinado o Termo de Renovação do Convênio UNIJUÍ-ISETA, pelo diretor do Institut, Mamadou Boye Diallo, já assinado pela Reitora da UNIJUÍ, Profª, Drª Cátia Maria Nehring. Serão acompanhadas, também, demonstrações dos estudantes sobre a formação recebida e a participação em programa de televisão na TV ISETA.

A agenda prevê, ainda, a visita ao Instituto Superior de Pesquisa Agrícola, à Agência Nacional de Aconselhamento Agrícola e Rural e ao Parque Nacional Niokolo Koba, em Tambacounda. Em Dakar, capital do país, haverá uma audiência com diretor de Ensino Superior, do Ministério de Ensino Superior e Pesquisa e com o diretor de Formação, do Ministério de Formação Profissional. Está prevista, ainda, uma visita à histórica ilha de Gorée e à Embaixada do Brasil no Senegal.

Desde o início das tratativas para a assinatura do termo de cooperação técnica e científica, em 2014, a direção do ISETA demonstrou grande interesse pela UNIJUÍ e pela Região Noroeste do RS, devido às similaridades entre as regiões e desafios da formação Superior e Desenvolvimento Regional. Seu diretor, esteve na UNIJUÍ por ocasião do III Seminário internacional sobre as Perspectivas do Ensino de Ciências Agrárias e Ambientais no Sul do Brasil, realizado em 2018. Atualmente, três estudantes senegaleses estão realizando seus estudos na UNIJUÍ: Mamadou Boye Diallo, cursa o Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade e o acadêmico Amath Ndao e a acadêmica Aissatou Diouf, cursam Agronomia.


Unijuí e Dubai Alimentos assinam pré-contrato para o desenvolvimento de pesquisas

               

Na tarde desta sexta-feira, foi assinado contrato entre a Unijuí e a empresa Dubai Alimentos. O contrato formaliza o compromisso de futura contratação para execução, por pesquisadores do Departamento de Estudos Agrários e também ligados ao Programa de Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da UNIJUÍ, do Projeto de Pesquisa “Desenvolvimento e adequação de tecnologias mais sustentáveis nos sistemas de cultivo de aveia grão”. 

A assinatura do contrato definitivo e o início da execução do projeto estão previstos para a primeira semana de março de 2020. 

A Dubai Alimentos é uma empresa estabelecida em Ijuí/RS que, desde novembro de 2005, comercializa grãos a granel para empresas de médio e grande porte e industrializa e comercializa produtos alimentícios. Segundo a empresa, é de grande relevância que a matéria-prima seja de excelência para manter os padrões internacionais. A aveia está entre os principais produtos que ela comercializa, seja a granel ou nos alimentos que industrializa. 

Dessa forma, as pesquisas para gerar novas tecnologias nos sistemas de cultivo de grãos de aveia, desenvolvidas pela UNIJUÍ com apoio da DUBAI, impulsionarão toda a cadeia produtiva da aveia na região promovendo mais sustentabilidade no cultivo, melhoria da qualidade ambiental e alimentos com alto padrão de qualidade e com segurança alimentar.


Professores e estudantes visitam a Rota Rural Sabores e Saberes, em Ajuricaba

                 

Dando sequência as atividades de um conjunto de disciplinas do Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade, no dia 07 de dezembro de 2019, os alunos, familiares e amigos, acompanhados pelas professoras Leonir Terezinha Uhde e Sandra Beatriz Vicenci Fernandes realizaram uma visita a Rota Rural, em Ajuricaba – RS. A organização, viabilização e a realização do roteiro é realizada pela Associação de Turismo Rurall Sabores e saberes, no sábado estavam representadas pela Leda Toso e Clleci Dallabrida. Também esteve acompanhando a Rota Rural, a Morgana Correa, egressa do curso de Comunicação Social – Relações públicas, estava fazendo as fotos oficiais da Rota.

Criar oportunidades para o convívio do grupo, fortalecer laços, valorizar as experiências locais de desenvolvimento foram os principais objetivos da experiência. 

O roteiro iniciou na Praça Notélio Mariotti com a contemplação da obra de arte que retrata momentos históricos de Ajuricaba. A obra foi desenhada em alusão aos cinquentenário de emancipação do município 1966-2016. Em seguida, se nos dirigimos a Queijaria UHDE, uma Agroindústria situada em casa de estilo alemão, construída em 1956 pela família Wagner onde foi servido um saboroso café colonial 'Café da Isoldi', com produtos locais.

Após, fomos conhecer a Capela Santo Antônio, o prédio mais antigo da Diocese de Cruz Alta, fundada em 13/06/1909 na Linha 17, antiga Colônia de Ijhuy e de lá seguimos em direção a Cabana de Pedra, uma construção com base na arquitetura dos imigrantes, colonizadores desta terra, com acervos da época. Numa roda de chimarrão realizou-se o Momento Campeiro: explanação de raças de equinos, encilha e doma.

O Sítio de Lazer Engenho Velho é um local com infraestrutura variada: cabanas para hospedagem, área para camping, piscinas, pesque e pague, além de uma mostra de Peças Antigas e Culinária do Campo. Este foi o local do almoço e de descanso.

À tarde, muitas surpresas estavam reservadas, com a visita a Cachoeira Linha 24: uma das belezas naturais do município, que dá nome ao Rio ao qual pertence, "Rio Cachoeira". No Sítio Vô João, uma propriedade voltada a produção leiteira com sustentabilidade - uma das principais atividades econômicas do município - tivemos o grande prazer de degustar uma dezena de saborosas sobremesas, com receitas da família, feitas a base de leite.

 O Sítio Jardim Tropical, atualmente é uma Casa de chás construída em 1980 pelo senhor Imanuel Golip Fuurh, imigrante alemão que buscava paz e aconchego junto a natureza. Local de degustação e ponto de venda. E para finalizar a visita, foi a vez do Espaço do Artesanato: criado em 2002 é um local de encontro, trocas de experiências e vendas dos produtos das artesãs do município.

Eliane Marili Uhde, uma das nossas anfitriãs, faz seu depoimento: "como Ajuricabense e aluna do Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade, conhecedora da Rota Rural.... em Ajuricaba, fiz questão de divulgar para meus professores e colegas de turma este caminho em meio a natureza como forma de valorizar o que existe de potencial em nosso município. Ajuricaba além de se um lugar bom para viver também é bonito, existem boas ideias de empreendorismo e que precisam ser divulgadas. Tem lugares aconchegantes e pessoas que fazem parte da minha memória de infância. Lugares que eu convivi e vivi com meus amados pais!!. Se eu valorizo isso???Como valorizo!! A linha 20 e as lindas memórias estão presentes no passado, presente e futuro.  A Rota está diretamente relacionada com o Mestrado ao qual integro a turma e irei desenvolver meu projeto numa Escola de Campo em nosso município.  Um privilégio ter a oportunidade de fazer a Rota Rural Sabores e Saberes. Não só eu, minhas primas Elvani Saggin e professora doutora Leonir Terezinha Uhde também se orgulham da nossa terrinha e através de nossos contatos conseguimos mostrar um pouco de onde viemos".

O exercício de um olhar para valores tão caros nos dias atuais, como a cordialidade, o caloroso acolhimento, a possibilidade de convívio e conversas animadas com todas as pessoas que nos acolheram, são valores intangíveis que merecem nosso reconhecimento e valorização.