Contribuições da extensão universitária são exploradas no Rizoma temático

Diversas ações aproximam a Unijuí da comunidade, e os projetos de extensão são bons exemplos dessa interação. Por meio deles, a Universidade estabelece uma relação com o município e a região, para que o conhecimento e a pesquisa promovam o desenvolvimento e a qualidade de vida.

Para detalhar as características e contribuições dos projetos de extensão, o Rizoma Temático da Unijuí FM desta quinta-feira, dia 29 de abril, convidou o vice-reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unijuí, professor Fernando Jaime González; o professor e coordenador do projeto de extensão Física para Todos, Nelson Toniazzo; e o acadêmico de Enfermagem e bolsista do projeto Educação em Saúde, Gilberto Nogara.

A extensão estabelece um diálogo com a comunidade, nas mais diversas instâncias, e mantém um olhar especial aos grupos mais vulneráveis”, explicou o professor Fernando González, lembrando que a Unijuí possui 15 projetos de extensão, nas áreas prioritárias de Saúde, Direitos Humanos e Cidadania, Educação e Formação de Professores, Tecnologia e Desenvolvimento. No entanto, não é apenas por meio dos projetos que esse contato com a comunidade acontece.

A nova graduação possui os Projetos Integradores, que têm um forte viés extensionista, à medida que trazem para dentro da universidade as dificuldades, os desafios da comunidade, e buscam uma resposta a partir do conhecimento científico e profissional. A própria pesquisa tem uma dimensão extensionista quando coloca aos empresários da região as novas tecnologias e avanços, por exemplo”, completou o vice-reitor.

À frente de um dos projetos de extensão mais antigos da Universidade, Física para Todos, com cerca de 30 anos, Toniazzo destacou que a atividade traz ganhos ao professor, por meio do feedback que acontece com os diferentes agentes envolvidos, e aos estudantes – que têm a oportunidade de aprender mais e para além da sala de aula. Opinião compartilhada pelo acadêmico Gilberto, que há três anos integra o projeto Educação em Saúde.

Iniciei como voluntário e depois passei a ser bolsista. A extensão dá sentido à produção de conhecimento que vivenciamos em sala de aula, que aprendemos dentro da universidade. Por meio dela, conhecemos a realidade de diferentes pessoas, desenvolvemos nosso lado profissional e humano”, destacou, reforçando que a liderança também é trabalhada pelos bolsistas, que assumem responsabilidades ao lado dos professores.

Confira o programa na íntegra: