Protagonismo da mulher negra é debatido em entrevistas na Unijuí FM - Unijuí

Protagonismo da mulher negra é debatido em entrevistas na Unijuí FM

O dia 25 de julho é celebrado como Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha. No Brasil a data também é conhecida como Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra. A definição da primeira data deu-se após um encontro de mulheres Afro-latino-americanas e Afro-caribenhas em 1992, em que grupos feministas negros de 32 países se reuniram na República Dominicana a fim de debater os variados tipos de opressões que as mulheres negras enfrentam e os impactos em suas vidas, bem como o debate para o enfrentamento e futura superação. 

No Brasil, a Lei  12.987, de 2014, estabeleceu que no dia 25 de julho seria celebrado o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra - que, além de compartilhar dos princípios da data estabelecida em 1992, também dá visibilidade para o papel da mulher negra na história brasileira. 

Para dar visibilidade ao tema, a Unijuí FM, enquanto rádio educativa, realizou entrevistas com mulheres negras a fim de ampliar o debate e refletir sobre o tema. O material pode ser conferido na íntegra dando o play logo abaixo: 

>>> Ana Maria dos Santos
Graduada em Estudos Sociais e Geografia Plena
Autora do Livro: “Uma feira Diferente”
Autora de diversos artigos sobre Racismo no Brasil

>>> Nathalia das Neves Teixeira: Advogada, Especialista em Direito Tributário, Pós-graduanda em Direito Civil e Processo Civil e Mestranda em Direitos Humanos pela UNIJUÍ.

Para além das entrevistas, uma seleção musical somente compostas por artistas negras está disponível no nosso Spotify.