COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Pesquisa avalia hábitos e motivações para a prática de atividades físicas

Estudantes do Curso de Administração da Unijuí realizaram um levantamento com 270 praticantes de exercícios físicos para avaliar seus hábitos e motivações para realização de tais atividades.


A atividade física é entendida como todo e qualquer movimento corporal que resulta num gasto energético acima dos níveis de repouso. A prática de exercícios físicos regulares é de extrema importância para que se tenha uma boa qualidade de vida.

Diante disso, as alunas Monica Backes, Daniele de Oliveira e Bruna de Costa, do Curso de Administração da Unijuí, entrevistaram 270 praticantes de atividades físicas, para entender os motivos e influências de quem pratica algum tipo de atividade física.

As práticas mais mencionadas foram: jogos coletivos, como vôlei e futebol, por exemplo, tendo sido apontado por 40,4% dos entrevistados, seguido de musculação (32,2%), caminhadas (22,2%), ciclismo (20%) e pilates (9,3%). Solicitou-se aos entrevistados que apontassem as principais motivações para a realização de exercícios físicos, sendo que as mais mencionadas foram: a melhora da aparência física (54,4%), melhoria da qualidade de vida de maneira geral (52,2%), melhoria da saúde (44,4%), controle de peso (35,4%), aumento de força (29,3%) e redução do estresse (15,2%).

Quanto aos hábitos, 45,6% dos pesquisados pratica seus exercícios físicos no turno da noite, 31,3% durante a tarde e 23,2% pela manhã. Quanto ao número de dias por semana onde realizam atividades físicas, as frequências mais mencionadas foram duas vezes por semana (34,9%), três vezes por semana (32,3%) e cinco dias por semana ou mais (19%).

A pesquisa também avaliou a satisfação dos respondentes com relação a vários aspectos da vida dos praticantes de exercícios, e os itens com os melhores indicadores foram os relacionados com: a saúde (92,6%), qualidade de vida (90,3%), aceitação da aparência física (89,6%), energia para desempenhar atividades no dia-a-dia (89,2%), se mostraram satisfeitos com a própria saúde, com a vida sexual (79,6%) e com a qualidade do sono (63,8%).

No que diz respeito às atitudes dos entrevistados com relação à atividade física, 97,1% dá valor aos benefícios e vantagens dos exercícios, 93,7% concordam que a prática de exercícios é uma atividade agradável, 91,4% afirmam ficar bem dispostos quando praticam exercícios, 88,8% consideram que a força de vontade é algo importante para se exercitarem regularmente e 58,2% sentem-se culpados quando praticam atividades físicas. Apenas 1,1% acreditam que a realização de exercícios é uma perda de tempo e 1,9% não encontram razões para a prática de atividades físicas.

O professor Luciano Zamberlan destaca que a busca por saúde tem crescido significativamente nos últimos anos e se constitui numa oportunidade para diversos segmentos empresariais, sejam eles no setor de serviços (academias, clínicas), no varejo (suplementos, equipamentos) e na indústria (alimentação, moda). Ele destaca ainda que o principal benefício desta tendência recai sobre as próprias pessoas, que tendem a viver com mais qualidade de vida e por mais tempo.