COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Institucional

Unijuí realiza formação para pesquisadores e extensionistas

A tarde desta terça-feira, dia 28, foi de formação para professores e estudantes de diversos cursos da Unijuí. Ocorreu, no Salão de Atos Argemiro Jacob Brum, em Ijuí, com transmissão em vídeo para os demais campi, a abertura do Ciclo de Formação para a Pesquisa e Extensão 2017 e Certificação dos trabalhos-destaque do Salão do Conhecimento 2016.

        

“É importante dar continuidade aos ciclos de formação e reconhecer os destaques do Salão do Conhecimento. É uma política da valorização da pesquisa e extensão na Unijuí. Trata-se de um projeto coletivo, que valoriza o desenvolvimento dos estudantes”, afirmou o Vice-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Fernando Jaime González na abertura do evento.

Participaram da formação professores orientadores, membros do Comitê Científico e dos Núcleos de Pesquisa, membros do Comitê e dos Núcleos de Extensão e Cultura, membros do Núcleo Docente Estruturante, bolsistas, autores dos trabalhos-destaque do Salão do Conhecimento, estudantes e técnicos-administrativos.

Na oportunidade, o professor doutor Sidinei Pithan da Silva, do Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências da Unijuí realizou palestra com o tema: "Interdisciplinaridade na Pesquisa e na Extensão”.

        

“Tentei mostrar a responsabilidade que a Universidade tem de construir o conhecimento a partir da pesquisa e extensão. Os movimentos pela interdisciplinaridade sinalizam para esse desafio permanente. A interdisciplinaridade é, ao mesmo tempo, um caminho e um desafio para interagirmos com a sociedade de um modo mais efetivo e, a partir disso, que possamos aprendermos com ela”, observa o palestrante.

Ao final do evento os trabalhos-destaque do Salão do Conhecimento 2016 foram certificados pela Universidade. Os pôsteres destes trabalhos foram expostos no Hall do Salão Azul.

Confira aqui os trabalhes que foram destaque do último Salão do Conhecimento: http://www.unijui.edu.br/salaodoconhecimento/trabalhos-destaque

 


Reitoria inicia visitas aos prefeitos dos municípios sede de campi

Na tarde desta terça-feira, dia 28 de março, a Reitoria da UNIJUÍ iniciou uma série de visitas aos prefeitos dos municípios sede de campi. A Reitora Cátia Nehring, acompanhada do Vice-Reitor de Administração, Prof. Dieter Siedenberg, esteve em agenda com o Prefeito de Ijuí, Valdir Heck, acompanhado do Secretário de Planejamento, Rúbio Viecili. Na pauta do encontro da nova gestão da Universidade com a nova gestão do município esteve a manutenção da parceria entre a Instituição e o Poder Público visando à efetividade de ações conjuntas em prol do desenvolvimento local.

            

Neste sentido, vários projetos foram citados e devem ser mantidos e/ou estruturados a partir dessa parceria, com ações imediatas ou futuras: a articulação conjunta para execução de projetos de Formação Continuada para Professores da Rede Municipal como forma de manter o vínculo dos docentes da rede básica com a Universidade visando à constante avaliação e renovação das práticas pedagógicas; a articulação para execução de cursos de capacitação para servidores municipais como forma de qualificar o atendimento e a gestão pública; ações para a oferta do Curso de Medicina, que ainda aguarda a publicação de um novo edital para Ijuí; o encaminhamento de projetos para a constituição de um efetivo ambiente de inovação e empreendedorismo ao fomento de empresas de base tecnológica, bem como o fomento à economia solidária, visando à geração de emprego e renda no município; a manutenção do arquivo municipal junto ao MADP como forma de preservar a memória histórica da cidade; bem como a manutenção da parceria para o desenvolvimento do Projeto Pró-Vôlei, que atende mais de 1000 mil crianças e adolescentes por ano nos diversos núcleos municipais, como forma de oportunizar a inclusão e a integração através da prática desportiva de qualidade, assistida e dirigida.

Na oportunidade, também foram discutidas possibilidades de melhoria dos acessos ao campus, Casa do Estudante e UNIR.

As agendas seguem em Panambi dia 04 de abril, em Três Passos dia 18 de abril e em Santa Rosa dia 19 de abril, devendo ser pautadas questões específicas de cada localidade.


Unijuí vai recolher resíduos eletrônicos nesta quinta e sexta-feira

Na próxima quinta e sexta-feira, 30 e 31 de março, o campus Ijuí estará sediando sua tradicional Campanha de Descarte de Resíduos Eletrônicos, ação promovida pelo Núcleo de Gestão Ambiental e Biossegurança da Unijuí. Nestes dois dias, o local de recebimento será o Depósito Temporário de Resíduos, localizado próximo ao prédio da Coordenadoria Patrimonial, nos turnos da manhã e tarde.

           

Em entrevista, o coordenador do Núcleo de Gestão Ambiental e Biossegurança, João Pereira dos Santos, comentou sobre os materiais que podem ser entregues junto ao Núcleo durante a campanha. Serão recebidos qualquer forma de resíduo eletrônico ou equipamentos como computadores, calculadoras, celulares, estabilizadores, modem, etc. O coordenador alerta, contudo, para que não tragam materiais como lâmpadas fluorescentes, cujo princípio pode até ser eletrônico, mas sua composição não. Resíduos como estes devem ser devolvidos diretamente na loja onde foram comprados.  

Para mais informações, o Núcleo de Gestão Ambiental e Biossegurança da Unijuí atende pelo ramal 2203 ou pelo e- mail gestao.ambiental@unijui.edu.br 

Confira abaixo, na íntegra, o áudio da entrevista com o coordenador:


Egressa Unijuí: “a Universidade propiciou inserção em muitas atividades próximas à comunidade”

Camila Schuinsekel, egressa do curso de Nutrição foi aprovada em Residência Multiprofissional na Universidade Federal de Santa Catarina.

        

                            Camila, a direita, olhando para a foto, relata suas experiências na Universidade

Egressa do curso de Nutrição da Unijuí, Camila Schuinsekel foi recentemente aprovada para Residência Multiprofissional na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

De acordo com ela, a Instituição catarinense trabalha, nesta residência, com foco em três áreas: atenção à saúde da mulher e da criança, alta complexidade e emergência. “A minha escolha foi saúde da mulher e da criança, na qual eu trabalho com ginecologia, obstetrícia, gestações de alto risco, pediatria e UTI Neonatal”, relata.

Camila destaca aspectos da formação na Unijuí. “A Universidade propiciou inserção em muitas atividades próximas à comunidade. Hoje reconheço que a vinculação de meu trabalho com as demandas da população é um grande motivador para a continuidade dos estudos e para buscar a qualificação de trabalho”.

E complementa: “além disso, os professores do curso e a Universidade sempre foram receptivos e presentes na minha caminhada, até mesmo agora enquanto egressa. Sinto-me privilegiada em ter realizado minha graduação na Unijuí e ter construído boas pontes para meu futuro profissional”.

Egresso Unijuí: confira os benefícios que a Unijuí tem para você. Visite a página do egresso no Portal.


Curso de Examinador de Trânsito está com inscrições abertas

Até o dia 23 de abril os interessados poderão realizar a inscrição pelo site da Unijuí.

        

Estão abertas as inscrições para o Curso de Examinador de Trânsito – 17ª edição. A Fidene/Unijuí, por meio da Assessoria e Serviços Comunitários (ASC), deu início ao período de inscrições, exclusivamente pelo site da Unijuí, até 23 de abril.

Para se inscrever é necessário ter mais de 21 anos, possuir ensino superior completo e apresentar o certificado de conclusão do curso específico de capacitação para Instrutor de Trânsito, realizado pelo órgão executivo de trânsito do Estado ou do Distrito Federal ou por entidade credenciada (com carga horária de 120h ou 128h, se emitido antes de 31/08/2010, e carga horária de 180h se a emissão for posterior a 31/08/2010).

As aulas serão realizadas em duas sextas-feiras e dois sábados. O investimento no curso é de R$ 450,00 (quatrocentos e cinquenta reais).

Outras informações pelos telefones (55) 3332–0356, 3332-0340 e 3332-0342, nos turnos da manhã e tarde, das 8h às 11h30min e das 13h35min às 17h10min.


Dia Mundial da Água: a importância da manutenção e preservação dos recursos hídricos

Essencial para a vida, presente em cada célula do nosso corpo humano e extremamente importante para o cultivo e manuseio de alimentos, a Água é o assunto desta quarta-feira, 22 de março, data em que se comemora o Dia Mundial da Água.

          

E para falar sobre o assunto, a Unijuí FM conversou com a professora do curso de Ciências Biológicas da Unijuí, Francesca Werner Ferreira. A docente é bióloga com mestrado e doutorado em Zootecnia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Além disso, Francesca integra um grupo de pesquisas na Universidade dentro do campo da Biodiversidade e Ambiente, onde estuda o Diagnóstico e Biomonitoramento Ambiental na Região Noroeste do Estado. Confira, abaixo, a entrevista completa:

O que podemos destacar sobre essa data a fim de explicarmos a importância do Dia 22 de Março?

Nós tivemos, a partir da Rio 92, a Conferência Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, que ocorreu na cidade do Rio de Janeiro em 1992, uma recomendação para se tratar de forma especial a questão da água. Essa recomendação foi feita pela própria ONU (Organização das Nações Unidas) e, em 1993, a Assembleia Geral da ONU instituiu o dia 22 de Março como Dia Mundial da Água. Desde então, a ONU propõe temáticas que devem focar na importância da água doce e defender a gestão sustentável dos recursos da água doce. Então, a cada ano, eles ressaltam um aspecto específico que deve ser discutido e efetivamente focado, chamando bastante a atenção para esses temas.

O Saneamento Básico seria, atualmente, o principal problema enfrentado pelo Brasil nessa questão?

Existe um desperdício grande de água em nível mundial por alguns setores. Obviamente, a questão do Saneamento nas cidades chama bastante a atenção. Dentre os objetivos de desenvolvimento do milênio, a água potável era uma meta para que até 2015 o acesso fosse maior do que 50%, considerando os níveis de 2001. E que o Saneamento também acompanhasse a oferta da água potável. Entretanto, a meta da oferta de água foi alcançada, mas a meta do Saneamento não. Inclusive ela foi adiada para 2018, 2020 e, agora, está com uma meta para alcançar aquilo que seria necessário em 2001 para 2025. Então temos, efetivamente, muito trabalho pela frente. Por exemplo, a maior parte dos municípios brasileiros não tem Saneamento Básico relacionando a questão dos tratamentos de efluentes do esgoto doméstico. 

Que ações o Governo e outras entidades têm adotado para chegar a esse objetivo em 2025?

Nós temos no Brasil, desde 2007, o Plano Nacional de Saneamento Básico. Aqui em Ijuí, por exemplo, temos o Plano Municipal de Saneamento Básico, que atende algumas questões como a oferta de água potável de boa qualidade. Mas não atende aos outros eixos do Saneamento Básico que falam sobre a questão da drenagem urbana. Nós temos, em Ijuí, problemas de drenagem. Com essa quantidade de chuvas, temos vários pontos importantes aqui na cidade que sofrem alagamentos. A outra questão é o próprio Saneamento Básico relacionado ao esgoto doméstico. Estamos em implantação aqui há alguns anos. Uma obra que começou bem atrasada, a partir de um contrato realizado com a Corsan, e que tem uma série de problemas de ordem prática mesmo. Da execução. Por conta das questões políticas, financeiras, etc. E sobre a questão dos resíduos sólidos, que faz parte do Saneamento Básico e que nós ainda não temos uma solução, grande parte dos municípios da região não tem um trabalho efetivo na questão da redução da quantidade de resíduos, como também do tratamento desses resíduos que forem dispostos em aterros e assemelhados. A maior parte dos municípios também não tem tratamento de esgoto. Ainda temos uma grande parte da população, doméstica ou não, que faz a ligação do seu esgoto cloacal com a drenagem pluvial das ruas, o que acaba causando problemas muito graves aos nossos recursos hídricos da cidade. Os arroios que cortam o município são canais de esgoto.

          

Na sua opinião, dia 22 de março é uma data importante para destacar este tema anual mas, também, para tocar no tema da Educação Ambiental?

Nós temos a responsabilização de duas partes: o Poder Público, que tem a responsabilidade da fiscalização e implantação de programas; e a população tem a responsabilidade, por exemplo, de fazer a ligação correta quando passar o serviço de esgotamento em frente à sua casa ou prédio. É dever do munícipe fazer essa ligação, da mesma forma como é dever do munícipe fazer a separação dos resíduos para que haja uma coleta seletiva eficiente. 

De que forma levar esse Dia Mundial da Água para que a população o enxergue como uma ação constante e não apenas tratável nessa data?

Com certeza todas as escolas, hoje, estão comemorando esse dia. Tentando focar nesse dia. Nem sempre chamando a atenção, especificamente, para essa temática. Que também não é tão importante de uma forma isolada. Mas chamando a atenção no dia a dia porque tudo tem uma influência. Eu falei da questão das águas residuais, que é o tema principal, mas falamos do lixo, da drenagem e da importância da recomposição das matas ciliares, que são essenciais para a qualidade da água do rio. Ao longo do Rio Ijuí temos muitos trechos que são praticamente lavouras dentro do rio. Então é preciso chamar a atenção para o fato de que tudo está integrado. Essa ação isolada relacionada ao Saneamento Básico está vinculada com as questões mais amplas do meio ambiente.

Confira a íntegra da entrevista

 

 

 

 


Direito Três Passos: 15 anos formando profissionais qualificados

O ano de 2017 marca o aniversário de 15 anos do Curso de Direito do Campus Três Passos. Com atividades iniciadas em 2002, o Curso, consolidado na região de Três Passos, possui 300 alunos e já está na sua 20ª turma de formandos. 

As comemorações se estendem por todo o ano e tiveram seu início no dia 14 de março com a Aula Inaugural, oportunidade em que os acadêmicos, com participação expressiva da comunidade, debateram sobre a Reforma da Previdência.

                

Dentre as atividades desenvolvidas pelo curso, destaca-se o ensino, pesquisa e extensão, possuindo forte inserção social, com atendimento jurídico a pessoas de baixa renda, no Escritório Modelo, questões relativas aos direitos do consumidor independente de renda, no Balcão do Consumidor, bem como Projetos de Extensão junto à Escolas públicas locais.

Segundo o Coordenador do Curso, professor Joaquim Gatto, “ganha destaque o Projeto Pedagógico do Curso, que tem como objetivo formar profissionais qualificados para o exercício das diversas atividades que pressupõem o título de bacharel em Direito, dando-lhes, além dos conhecimentos técnicos indispensáveis, uma sólida formação crítica e humanística”.


Mundo Tech alia Ciência e Entretenimento em novo programa da Unijuí FM

Observando a crescente conectividade do mundo e das pessoas, a Unijuí FM vai estrear um novo programa nessa quarta-feira! Mundo Tech é um momento voltado aos nerds, geeks e curiosos em geral. Em 15 minutos, um giro pelo que há de mais inovador no mundo da ciência e da tecnologia.

     

Dividido em quadros temáticos, o Mundo Tech pretende atualizar o ouvinte com uma linguagem leve. Descobertas da ciência para a saúde, geração de energia segurança e sustentabilidade, dividem espaço com curiosidades, novas funcionalidades divertidas das redes sociais e games das mais variadas plataformas.

Além disso, o Mundo Tech vem com dicas de ficções literárias ou cinematográficas que dialogam com o mundo high-tech, o quadro “Tela Sci-fi” vai recomendar filmes, séries e livros voltados ao mundo da ficção científica. No episódio de estreia, uma matéria especial sobre redes sociais e isolamento, relação que tem sido apontada em estudos científicos.

O programa vai ao ar toda quarta-feira às 16h15 pela 106.9 e tem duração de 15 minutos, também disponível em podcast no site radio.unijui.edu.br


O Coaching e o Mentoring como assessoramento de carreira

Coaching e Mentoring são técnicas avançadas de assessoramento de carreira a executivos e profissionais em ascensão. Para quem deseja se especializar-se neste tema, a Unijuí oferta a 3ª edição da Pós-Graduação em Coaching e Gerenciamento de Pessoas. O curso inicia no dia 28 de abril de 2017 e será realizado no campus Ijuí.

                

Cecilia Smaneoto, Mestra em Desenvolvimento pela Unijuí, consultora, professora e coach, explica como esta área funciona. Ela também aborda aspectos que os pós-graduandos vão poder conferir no curso da Unijuí. Confira:

“Já faz alguns anos que se ouvem essas duas palavras no mundo das Ciências Humanas, ou melhor, no mundo da Gestão de Pessoas. Coaching e Mentoring são técnicas avançadas de Assessoramento de carreira a executivos e profissionais em ascensão, ou até para profissionais que desejam redirecionar a sua carreira. As empresas também se usam desse método para direcionar internamente os seus executivos, assim trazendo um melhor aproveitamento dos perfis existentes e uma avaliação mais aprofundada de como adequar os seus profissionais, buscando um rendimento melhor de cada um deles.

Para realizar Coaching, é preciso que haja aceitação e busca da técnica, e sintonia entre Coach e Colchee (Assessor e assessorado). O Mentoring vai um pouco mais além, podendo o Mentor, aconselhar, além de assessorar, e ainda, ir para o terreno pessoal, inclusive encaminhar para terapia, se achar necessário. As duas técnicas tomam corpo nas corporações, mundo afora.

Para quem acreditou que era um modismo, que não passaria de um tempo de vida para se ganhar recursos, para as consultorias rechearem seus lucros, parece estar enganado. Já existem várias certificadoras da técnica de Coaching, bem como do Mentoring, formando e certificando inúmeros Coachs e Mentores, Brasil e mundo afora, e ainda, trazendo resultados significativos, não só para os profissionais, mas de uma forma visível na melhoria das organizações, como resultado, realocação de profissionais e executivos e no Clima Organizacional.

A evolução espiritual, o centramento, o foco, autoestima, respeito incondicional, foco no presente, sob a certeza de que só podemos ser felizes agora, são os grandes indicadores a serem exercidos diariamente pelos praticantes do Coaching e Mentoring. Baseados neles é trabalhado o pensamento, a forma de pensar, foco no fato positivo, aprender continuamente, praticar a meditação, a espiritualidade, a paciência, a alegria, nada de julgamentos, o trabalho em cima de fatos e outras formas muito saudáveis de qualidade de vida e paz interior.

Diante disso, com um mercado de trabalho estressado, palpitando a cada segundo, é possível afirmar que podemos saudar essa novidade, com boas vindas e abrindo os braços para recebe-la e fazer-se valer de mais esse auxilio no mundo corporativo.

Para os profissionais de Gestão de Pessoas, uma luz, para as empresas, mais uma forma de desenvolver, evoluir e aperfeiçoar, para quem usufruir, um jeito de viver melhor em todos os espaços. Uma ajuda.... e ajuda sempre vem bem, não?”