Nova diretoria da EFA toma posse para gestão 2023-2025 - Unijuí

Nova diretoria da EFA toma posse para gestão 2023-2025

Na manhã desta quarta-feira, 21 de dezembro, aconteceu a posse da nova diretoria da EFA - Centro de Educação Básica Francisco de Assis. A solenidade, realizada no auditório da Sede Acadêmica, marcou o fim da gestão da professora Maria do Carmo Pilissão, diretora por seis anos, e o início do trabalho da professora Maristela Heck, que assume a diretoria ao lado da professora Eduarda Burckardt Lorenzoni, eleita vice-diretora, durante o período de 2023 e 2025.

A cerimônia contou com a presença da presidente da Fidene e reitora da Unijuí, professora Cátia Maria Nehring; com a representante da 36ª Coordenadoria Regional de Educação, Maristela Righi Lang; e com a assessora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, Camila Martins. Também participaram da solenidade professores e técnicos-administrativos e de apoio da Fidene, mantenedora da Unijuí, EFA e Unijuí FM.

Em seu discurso, a ex-diretora da EFA, professora Maria do Carmo Pilissão, resgatou momentos vividos nas duas gestões em que esteve à frente da EFA. “A EFA não nasceu para ser só uma escola. Nasceu para ter um projeto de educação singular de educação emancipatória e humanista, que tem suas bases pedagógicas centradas na investigação, na seriedade do ensino participativo e na coerência com os tempos contemporâneos. Foram 2.190 dias vividos aqui e, se eu pudesse voltar atrás, viveria esse período novamente. Foram dias inesquecíveis, que me trouxeram vasta aprendizagem, desafios e, principalmente, conquistas”, destacou.

A diretora eleita, Maristela Heck, afirmou que a parceria, o cuidado e o apoio de toda a equipe da EFA serão fundamentais para que seja possível dar continuidade ao projeto da EFA. “Uma escola que tem sua missão humanizadora pautada num ensino que potencializa a investigação, o protagonismo, a criatividade e a inovação com vistas às aprendizagens contextualizadas e significativas. Que possamos persistir no desenvolvimento social e intelectual de nossos alunos, enfatizando o saber científico e suas múltiplas possibilidades. Juntos, vamos trabalhar para a formação de sujeitos criativos, empáticos, éticos, solidários e autônomos”, afirmou. 

Um novo ciclo se inicia, conforme afirmou a presidente da Fidene, e a nova diretoria tem a missão de dar sequência à história da EFA - uma escola que prepara seus alunos para a vida e para os seus desafios. “A nova gestão assume também o desafio de, em 2023, implantar e fomentar os cursos técnicos”, finalizou a professora Cátia Maria Nehring.


Compartilhe!