COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Psicologia (Bacharelado)

Clínica de Psicologia permite formação prática desde o início do curso aos acadêmicos da Unijuí

Com mais de 380 atendimentos realizados por mês e consolidado como um espaço de aprendizagem e experiências, a Clínica de Psicologia da Unijuí possibilita auxílio psicológico de qualidade à comunidade regional. As consultas são realizadas por acadêmicos do curso de Psicologia, supervisionados pelos seus professores. 

A Clínica de Psicologia possui atendimento nos campi de Ijuí e Santa Rosa e os agendamentos das consultas podem ser feitos por meio de procura individualizada de cada paciente, ou ainda por meio de encaminhamento médico, Unidades Básicas de Saúde, escolas, Conselho Tutelar, Centro de Atendimento Psicossocial (Caps) e outras organizações destinadas à inclusão social. 

Na Clínica não há taxa fixa e sim um pagamento simbólico. Esses valores são decididos em comum acordo entre o paciente e o terapeuta que está atendendo. Além disso, alguns atendimentos são pagos pelo convênio com o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Cisa).

A coordenadora da Clínica de Psicologia da Unijuí, professora Elisiane Schonardie, explica que os casos recebidos são variados e que a procura vem aumentando significativamente. “Trabalhamos com pessoas que sofrem dificuldades psíquicas, não importando quais. Contudo, em função da pandemia, houve aumento na procura por atendimentos aos pacientes diagnosticados com ansiedade e/ou depressão”, salienta.

Ainda na formação, os acadêmicos de Psicologia da Unijuí encaram os desafios do mercado de trabalho de forma real, contando com todo suporte de um quadro docente altamente qualificado, preparado para auxiliá-los em todo processo. "Os casos que são atendidos pelos estagiários são supervisionados por um professor supervisor, com experiência profissional na área. A supervisão é feita de modo individual, caso a caso e semanalmente entre docentes e estudantes”, explica Elisiane.

Complementando o seu aprendizado, os acadêmicos passam por atividades formativas como, por exemplo, seminários clínicos, grupos de estudos e participação em comissões de pesquisa. “São atividades que acompanham todo o percurso de estágio clínico. A Clínica também realiza atendimentos, através de seus estagiários, junto ao CER III - Unir, Centro Especializado em Reabilitação Física, Intelectual e Visual da Unijuí”, finaliza a coordenadora.

Em Ijuí, a Clínica de Psicologia da Unijuí está localizada na Rua São Francisco, bairro São Geraldo, ao lado da Sede Acadêmica da Unijuí. No município de Santa Rosa, a Clínica está situada junto ao campus, na ERS 344 - KM 39, bairro Timbaúva. Os atendimentos podem ser marcados presencialmente ou pelo telefone 55 3332-0227.

Gabriel R. Jaskulski, acadêmico de Jornalismo da Unijuí


Jornada do curso de Psicologia gera debate sobre resistência no tratamento

Com transmissão pelo canal da Unijuí no Youtube, aconteceu nesta quinta-feira, 30 de novembro, a Jornada Clínica: às margens da resistência na Clínica Escola, promovida pelo curso de Psicologia da Unijuí. 

Organizado pelos acadêmicos em atividade nas clínicas de Ijuí e Santa Rosa, o evento aconteceu com o intuito de colocar em foco temas relevantes à prática clínica do futuro profissional de psicologia. Entre eles, o processo de conexão, chamado de transferência, no qual os pacientes abandonam o tratamento por não se sentirem conectados com os profissionais. 

À frente do debate esteve Lucy Linhares da Fontoura, psicanalista, membro da Associação Psicanalítica de Porto Alegre (Appoa), graduada em Psicologia (Ufrgs), especialista em Psicologia Clínica (CFP) e professora na Pós-graduação em Psicologia Clínica: práticas clínicas nas instituições, da Unijuí.

A convidada iniciou a sua fala revisitando conceitos psicanalíticos, a exemplo do termo resistência, introduzido por Sigmund Freud muito cedo e que acabou exercendo papel relevante na construção da psicanálise. Na época, Freud renunciou à hipnose e às sugestões feitas por meio dela em razão de alguns pacientes se colocarem em oposição às intervenções. Na sua avaliação, parecia uma violência impor ao sujeito uma sugestão ou ordem, sob hipnose. 

Para conferir a reflexão na íntegra, acesse:


Jornada Clínica do curso de Psicologia acontece nesta quinta-feira

Na quinta-feira, 30 de setembro, acontece a Jornada Clínica: às margens da resistência na Clínica Escola, promovida pelo curso de Psicologia da Unijuí. O evento, que acontece a partir das 19h15, tem como tema “Resistência e transferência na Clínica Escola”.

À frente do evento estará Lucy Linhares da Fontoura, psicanalista, membro da Associação Psicanalítica de Porto Alegre (Appoa), graduada em Psicologia (Ufrgs), especialista em Psicologia Clínica (CFP) e professora na Pós-graduação em Psicologia Clínica: práticas clínicas nas instituições, da Unijuí.

Para acompanhar a palestra, acesse este link.


Ênfase educacional do curso de Psicologia propicia contato dos acadêmicos com escolas da região

Créditos: Milena Andressa Mulinari

O curso de Psicologia da Unijuí é dividido em estágios que direcionam o acadêmico para setores específicos onde os profissionais são exigidos. Entre essas etapas, denominadas ênfases, está a "Ênfase em Psicologia e processos educacionais”, que reúne 12 acadêmicos, todos  estagiando em escolas públicas, estaduais e particulares da região, inclusive, na Unijuí.

Segundo a professora do curso de Psicologia, Angela Maria Schneider Drügg, as ênfases ou áreas de atuação aproximam os acadêmicos dos campos de prática profissional, ou seja, articulam os estudos teóricos com a prática profissional. “Dessa forma, elas possibilitam o conhecimento do campo e oportunizam a realização de intervenções profissionais sob a supervisão de um professor do curso de Psicologia. Daí sua importância na formação dos futuros psicólogos”, comenta a docente.

O acadêmico Emanuel dos Santos está estagiando, atualmente, na Escola Estadual de Ensino Médio Ruy Barbosa - Ruyzão. Ele conta que as demandas são diferentes no ambiente escolar, em comparação com as consultas específicas. “Por exemplo, uma das questões que surgiu foi esse retorno às aulas. Por isso, a partir de um projeto da escola, conseguimos fazer rodas de conversa para que os alunos se sentissem mais à vontade,” explica.

Ele comenta que a sua atuação no Ruyzão vai desde os alunos até os professores, dando suporte para que possam estudar e lecionar da melhor forma possível. “Podemos trabalhar e conversar com os funcionários da escola também, além dos alunos. Estagiários, como eu, oferecem uma visão diferenciada. Caso seja necessário, há o encaminhamento  para profissionais fora da escola”, acrescenta Emanuel. 

Andrei Brendler da Silva está atuando na Escola de Estadual de Ensino Fundamental Carlos Zimpel e afirma que, se algum aluno não se sente bem e quer conversar com alguém de fora da comunidade escolar, pode procurar um estagiário. “Além disso, se os professores verem nos estudantes algum comportamento estranho ou dificuldades em sala de aula, podem fazer o encaminhamento, para que possamos realizar uma escuta”, conta o acadêmico.

Atualmente, no currículo da Graduação Mais, existem duas ênfases: clínica e social. Portanto, as ênfases “Organizacional e do trabalho” e “Psicologia e processos educacionais'', que antes faziam parte do currículo como estágios, agora são ofertadas como Projetos Integradores. A nova disciplina que ocupa a grade curricular no local da ênfase educacional é denominada “Projeto Integrador: psicologia e educação”.

Gabriel R. Jaskulski, estagiário de Jornalismo


Dia do Psicólogo conta com debate sobre sofrimento psíquico

Para marcar o Dia do Psicólogo, o curso de Psicologia da Unijuí promoveu na última sexta-feira, dia 27 de agosto, uma palestra sobre “Sofrimento psíquico na contemporaneidade: laços e enlaces”. O evento foi transmitido pelo canal da Unijuí no Youtube.

“Nosso objetivo era que a palestra nos desse aquilo que tanto precisamos, que é força para continuar, persistência para os momentos em que pensamos em nossa profissão”, explicou a coordenadora do curso de Psicologia no campus da Unijuí em Ijuí, professora Sônia da Costa Fengler, destacando que o evento contou com a participação de docentes, estudantes e egressos do curso.

À frente da discussão esteve a psicanalista e psicóloga Lisiane Fachinetto. Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP), a palestrante é mestra em Psicologia do Desenvolvimento (UFRGS), especialista em Teoria Psicanalítica (Unisinos), coordenadora do Núcleo da Psicanálise Lacaniana do Espaço do Psicólogo (SP) e docente no curso de pós-graduação em Psicologia Clínica (FMU/SP). 

“A ideia da palestra foi refletir sobre como vivemos hoje e como o sofrimento se apresenta. Estamos às voltas com o sofrimento e, dentro da universidade, temos a oportunidade de não só acessar o que foi produzido, mas de pesquisar e de produzir novas ideias e reflexões”, comentou a palestrante, explicando, ao lembrar de Sigmund Freud, que cada época produz seus sintomas sintomas, os seus sofrimentos.

Confira o evento na íntegra:


Dia do Psicólogo terá debate sobre sofrimento psíquico na contemporaneidade

Em comemoração ao Dia do Psicólogo, acontece na próxima sexta-feira, dia 27 de agosto, a palestra com o tema “Sofrimento psíquico na contemporaneidade: laços e enlaces”. O evento será transmitido pelo canal da Unijuí no Youtube, a partir das 19h10.

À frente da discussão estará a psicanalista e psicóloga Lisiane Fachinetto. Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP), a palestrante é mestra em Psicologia do Desenvolvimento (UFRGS), especialista em Teoria Psicanalítica (Unisinos), coordenadora do Núcleo da Psicanálise Lacaniana do Espaço do Psicólogo (SP) e docente no curso de pós-graduação em Psicologia Clínica (FMU/SP). O evento é promovido pelo curso de Psicologia da Unijuí.