COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Ensino

Unijuí integra Especialização em Docência Universitária na Contemporaneidade do Comung

A Unijuí finaliza, neste sábado, dia 19 de setembro, a participação de professores no curso de Especialização em Docência Universitária na Contemporaneidade. Na oportunidade ocorrerá a apresentação de projetos de intervenção de todos os participantes desta proposta formativa.

             

Oferecido na modalidade EAD pela Rede de Formação de Professores do Ensino Superior do Comung – Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúchas, a proposta foi elaborada em conjunto pelas assessorias pedagógicas das Instituições Comunitárias de Ensino Superior ao longo do ano de 2018. Das 15 instituições associadas ao Consórcio, 12 aderiram ao curso. O objetivo geral foi proporcionar aos professores uma visão ampla e integrada sobre a docência no ensino superior no contexto das transformações educacionais mundiais, buscando promover o aprimoramento das competências e das habilidades didático-pedagógicas. As atividades iniciaram ainda em 2019, na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), sob a coordenação da Universidade de Caxias do Sul, em conjunto com a Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC). 

Na Unijuí participaram desta pós-graduação, além da assessora pedagógica da Vice-Reitoria de Graduação, Sandra Bado, 12 professores que representaram a Instituição. Eles realizaram os diversos módulos que integraram as disciplinas do curso e também um projeto de intervenção, orientados pelos professores da Unijuí: Drª Cátia Maria Nehring, Drº Fernando Jaime Gonzalez, Drª Marli Dallagnol Frison e o Drº Sidinei Pithan da Silva.

Na última sexta-feira e no sábado pela manhã, foi realizado o Seminário de Socialização dos  Projetos de Intervenção  do Curso de Especialização em Docência Universitária na Contemporaneidade. Na abertura os participantes conferiram a palestra “Formação de Professores em Rede”, desenvolvida pelo prof. Drº Marcos Tarcísio Masetto (PUC-SP) e seu grupo de pesquisadores. Confira na íntegra pelo Youtube. No dia 19 as atividades prosseguem com a apresentação dos projetos de intervenção de todos os participantes do Curso.

“Durante o curso (2019/2020) foram realizadas diversas tarefas de apropriação e discussão sobre a docência no ensino superior, em especial frente aos desafios impostos pela pandemia da covid-19, que ressignificou as formas de comunicação, exigiu adaptar planos de aula, procedimentos didático-pedagógicos e processos avaliativos”, relata Sandra Bado. 

Desta forma, os textos realizados durante a especialização serão divulgados no E-book “A docência universitária em tempos da pandemia do COVID-19: Ressignificando sentidos e práticas”, que será organizado pela Editora da Universidade de Caxias do Sul – EDUCS.

Os artigos resultante dos TCCs serão avaliados por uma banca composta por professores das IES do Comung, neste próximo sábado, posteriormente serão publicados no Volume IV da Coletânea Desafios da Gestão Universitária, organizado pela Universidade de Caxias do Sul - UCS. 

Confira os integrantes da Unijuí e seus orientadores a seguir:    

- Sandra Regina de Lima Bado, Diane Meri Weiller Johann e Luciano Zamberlan: Utilização de TICs na formação continuada de professores da educação superior: uma proposta de intervenção a partir do contexto da pandemia. Orientação: Drª Cátia Maria Nehring;

- Simoni Antunes Fernandes: Uma vivência de ensino e aprendizagem ativa a partir da elaboração de mapa conceitual em uma disciplina de Estágio em curso de Psicologia. Orientação: Drª Cátia Maria Nehring;

- Mirna Stela Ludwig, Thiago Gomes Heck e Matias Nunes Frizzo: Análise de atividades ensino e estudo online síncrono e respectivos instrumentos pedagógicos em unidades de ensino aprendizagem de morfofisiologia durante a pandemia por Covid-19. Orientação: Drª Marli Dallagnol Frison;

- Heloísa Meincke Eickhoff e João Carlos Lisboa: O uso da metodologia de problematização no ensino online em tempos de pandemia: impacto no processo de aprendizagem. Orientação: Drº Fernando Jaime González;

- Joaquim Henrique Gatto: A interpretação sistemática de autos cíveis transitados em julgado; uma proposta de intervenção pedagógica. Orientação: Drº Sidinei Pithan da Silva;

- Márcio Junior Strassburger: Transição para a educação remota em tempos de pandemia: experiência de adaptações pedagógicas em uma disciplina teórico prática. Orientação: Drº Fernando Jaime González;

- Marinez Koller Pettenon e Adriane C.Bernat Kolankiewicz: Docência universitária e formação em saúde a partir da experiência multiprofissional no contexto de uma pandemia. Orientação: Drº Sidinei Pithan da Silva.

Imagens de arquivo do grupo de professores da Unijuí em encontro realizado em 2019.

 


Textualizando: a Oficina de Leitura e Redação do terceirão da EFA

             

O terceirão da EFA iniciou um novo projeto com objetivo de auxiliar e intensificar os estudos de elaboração de redações para vestibulares e processos seletivos. Trate-se do “Textualizando”, que tem a frente o professor Me. Leandro Renner de Moura.

Segundo o professor, que possui vasta experiência em cursinhos preparatórios e pré vestibulares, a ideia é, por meio de aulas e atividades dinâmicas, aperfeiçoar as capacidades de argumentação, pensamento crítico, organização das ideias e clareza linguística, de modo a torná-los capacitados a enfrentar diferentes temas e propostas de escrita.

Em um primeiro momento será realizado um Brainstorming, em português “chuva de ideias”,  em que os alunos interagem opinando e questionando sobre temas da atualidade como política, sociedade, ciência, mídias, entre outros. Em um segundo momento, serão estudados diferentes conteúdos ligados ao processo de escrita,  incluindo a apropriação das características sistêmicas dessa modalidade de texto. O terceiro momento é o da prática. Os alunos recebem propostas de redação, textos motivacionais e folha sob medida para aferir os conhecimentos construídos. Por fim, cada estudante terá sua redação corrigida com as devidas sugestões para aprofundamento e reescrita. 

Inicialmente o  projeto terá duração de três meses, de setembro a novembro, com duas horas semanais (1h aula online e 1h de estudos orientados). Nas terças-feiras, das 14h às 15 horas, ocorre a aula online via Google Meet. Os estudos orientados serão desenvolvidos via Google Classroom e são gratuitos para os estudantes da turma 231 da EFA.  O projeto será ampliado gradativamente de modo a contemplar todo o Ensino Médio em 2021.

 


Volta às aulas presenciais: uma reflexão necessária

               

Nesta semana algumas cidades gaúchas tiveram um retorno às aulas presenciais em instituições particulares. Isto porque Decreto publicado pelo governo do estado no último sábado (5) permite retorno presencial em cidades que estão em bandeira laranja ou amarela no modelo de distanciamento controlado. Na Rede pública ainda não ocorreu esse retorno presencial.

Desde que se começou a discutir essa possibilidade de mudanças muitas questões têm sido debatidas: como fazer este retorno? é a hora de voltar? é seguro para os profissionais, para os alunos e para as famílias? Os pais, receosos, como vão gerenciar este momento? Como fica a questão da aprendizagem na pandemia? Entre muitos outros pontos que foram debatidos no Rizoma desta quinta-feira, na Unijuí FM.

Confira na íntegra

            

Os convidados desta edição foram: a presidente da FIDENE e Reitora da Unijuí, professora Cátia Nehring, o secretário de educação de Ijuí, Eleandro Lizot, o coordenador regional de educação Cláudio da Cruz de Souza e o diretor do Colégio Evangélico Augusto Pestana, o CEAP, professor Gustavo Malschitzky. Também teremos diversas contribuições por meio de depoimentos que nos foram enviados, que vão ajudar na maior e melhor compreensão deste tema tão complexo!

 


Cursos de Letras e Pedagogia realizaram aulas inaugurais para marcar o início do segundo semestre

            

Na última quinta-feira, dia 27 de agosto de 2020, os cursos de Letras, modalidade presencial e EAD, e Pedagogia, modalidade presencial campus Ijuí e Santa Rosa e modalidade EAD, realizaram suas aulas inaugurais para marcar o segundo período de atividades acadêmicas! Os eventos ocorreram através do Google Meet e contaram com a participação de acadêmicos da graduação, mestrado, doutorado e egressos.

Na aula do Curso de Letras os alunos tiveram a oportunidade de ouvir o professor Doutor Gilvan Müller de Oliveira, Coordenador geral da Cátedra UNESCO em Políticas Linguísticas para o Multilinguismo (UCLPM) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), o qual abordou o tema “A Geopolítica das Línguas: A Língua Portuguesa em Foco”. Por meio do tema os acadêmicos puderam estudar sobre o posicionamento e influência da língua Portuguesa no mundo, segundo a aluna Anabel Carolina Bencke ele “Nos mostrou a importância do nosso idioma, o português, nos disse que o português é uma língua que tem muita influência em todo mundo, pois é o único idioma falado nos quatro continentes do mundo, assim como o inglês. Também explicou que o Russo, chinês, espanhol, francês, são o centro das línguas mais importantes. A Rússia é o coração do mundo, pois ali está a maior população do mundo, e quem dominar o centro da Eurasia, pode dominar o mundo, esse coração do mundo chama-se "Heartland", de acordo com a teoria de Spykman. A geopolítica pensa em como garantir o futuro da língua.” Por meio da palestra os alunos puderam aprofundar seus estudos sobre o Multilinguísmo, assim como compreender as relações políticas, econômicas, culturais e sociais imbricadas entre línguas faladas no mundo.

A aula do Curso de Pedagogia abordou o tema “Pensar a Pedagogia com Paulo Freire e Mario Osório Marques” por meio das falas dos professores do Programa de Mestrado e Doutorado em Educação nas Ciências Professor José Pedro Boufleuer e Professora Hedi Luft com posterior participação de acadêmicos e acadêmicas do curso que fizeram seu relato.

O professor José Pedro Boufleuer apresentou o que, em seu entender, foi a contribuição do Professor Mario Osorio Marques para pensar a Pedagogia. Neste sentido, destacou a novidade da linha reflexiva deste pensador da educação na medida em que colocou como preocupação primeira para pensar a educação o tema do conhecimento. Pensar esse tema, com base nos autores mais destacadas da filosofia contemporânea, permitiu ao Mario Osorio recolocar o sentido fundamental a educação. Em sua perspectiva, entender o que constitui o conhecimento humano permite indicar com o que a educação propriamente lida e qual é o seu conteúdo propriamente dito. Mas o interessante é que a forma de compreender o conhecimento, na perspectiva de que o mundo humano se constitui com base num acerto de perspectivas simbolicamente articuladas, já indica uma forma como esse conhecimento deve ser comunicado em espaços pedagógicos de aprendizagem, basicamente sob a forma de um diálogo que busca o entendimento. Essa forma de abordar a pedagogia foi a grande novidade que Mario Osorio trouxe para o debate pedagógico, novidade esta que importa que seja compreendida em toda a sua abrangência e fecundidade.

A Professora Hedi Luft trouxe em sua fala o tema da “Liberdade, Diálogo e Esperança. Segundo ela, “A relação de Paulo Freire com o campo da Pedagogia é marcada pela concepção de quea educação é um ato político que não pode ser divorciado da pedagogia. Ele definiu este como um princípio principal da pedagogia crítica, portanto, a construção do conhecimento deve ser marcada pelo DIALOGO. Não há saber mais, nem saber menos, há saberes diferentes (Freire1987, p.68)’ ''. A pedagogia freireana é uma pedagogia da ESPERANÇA. Por fim, estudar Paulo Freire é dizer não à injustiça social e à exclusão social. É sonhar um mundo mais humanizado e lutarmos por uma educação que, dentro e fora da escola, contribua para uma sociedade que valorize a vida, os direitos humanos, os direitos da natureza, a dignidade humana e a consequente educação que transforma. Isso significa, promover a educação para a LIBERDADE, para a vida, para a democracia.

De acordo com a coordenadora dos cursos, professora Taíse Posssani, “As aulas foram momentos de muita troca de saberes, construção de conhecimentos e experiência formativa aos acadêmicos dos cursos, os quais iniciaram o segundo semestre motivados em seus estudos!”

             


Famílias da Educação Infantil recebem materiais da EFA em Drive Thru

          

Como parte das atividades online adotadas em razão da pandemia mundial do novo coronavírus a EFA  organizou,  durante a semana de 10  a 14 de agosto, um Drive Thru voltada para a Educação Infantil.  Na ocasião as famílias, conforme datas e horários estabelecidos, passaram no estacionamento da Escola com as crianças. No momento o grupo de professores entregou aos responsáveis uma caixa personalizada  com materiais pedagógicos pensados e organizados para o uso nas aulas online. Este material servirá como apoio para o desenvolvimento do projeto "SOU EFA, SOU CULTURA: o Folclore é a nossa história...". 

Segundo a coordenadora Sonia Kinalski, esse momento foi repleto de cuidado, emoção, e afeto. "Rostinhos cobertos pelas máscaras mas que não escondiam a troca de olhares carinhosos, a cumplicidade, a saudade. Fortaleceram-se os  vínculos entre escola e família, crianças e professoras. Buscamos amenizar os efeitos do isolamento social nos aproximando de maneira segura", relata.

A Escola continua com aulas online seguindo as orientações dos órgãos responsáveis.


No dia do estudante: EFA lança projeto Especial que envolve história e Games

          

Na última terça feira, 11 de agosto, a EFA reuniu os estudantes dos Anos Finais e Ensino Médio em um grande encontro virtual pelo Google Meet. Na ocasião a direção da Escola, por meio da vice-diretora Maristela Heck, saudou e parabenizou os estudantes, em seguida o presidente do Gecom, Pedro Santos, desejou muita sabedoria a todos colegas e comunicou que o Grêmio doará uma máscara para cada estudante quando as aulas voltarem de forma presencial. Na sequência, as alunas Mariana e Maria Eduarda abordaram questões históricas que referendam a data, enfatizando a importância do estudo, do direito à educação, sendo esta necessária para gerar cidadãos responsáveis e gerações capazes de mudar a sociedade. 

Em seguida começou a programação especial da manhã, momento em que o professor Gian Ruschel apresentou o projeto “História com games”, que tem o objetivo de estudar a história por meio do jogo "Age Of Empires". O professor mostrou para os mais de 150 estudantes participantes o jogo que explora a era dos impérios medievais e que possibilita ao jogador controlar uma civilização em uma guerra, havendo diversas possibilidades de vitória, como por hegemonia cultural, por religião (coletando e guardando por tempo suficiente relíquias religiosas), por domínio de recursos ou até mesmo pela guerra. Segundo o professor Gian, cada elemento do jogo é pensado de acordo com características históricas de cada civilização. 

Ao comentar sobre as peculiaridades do jogo, o professor explica que, se a civilização escolhida pelo jogador for a dos hunos, tribo tártaro-mongol das estepes que desafiou o grande Império Romano, não será necessário – nem possível – que o jogador construa casas. “Todas as outras civilizações do jogo requerem a construção de casas como o critério de limite populacional. Enquanto mais casas, maior a população. Nesse caso não há necessidade de casas já que os hunos historicamente eram nômades. Portanto, a característica do nomadismo é utilizada na própria dinâmica do jogo", explica o professor.

O jogo será jogado e estudado de forma coletiva e cooperativa, seguindo abordagens feitas pelo professor, passando pela teoria e conceitos históricos. As aulas do projeto acontecerão nas quintas feiras a tarde e serão abertas para a comunidade. Segundo a vice diretora, Maristela Heck, a EFA vem buscando se reinventar, proporcionando novas possibilidades para seus estudantes aprenderem e estudarem de forma atrativa e dinâmica mesmo em tempos de pandemia. 

                  


Estudantes da Modalidade EaD podem avaliar disciplinas

              

Atendendo o cronograma do Programa de Avaliação Docente, em consonância com o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES,  entre o período de 16 de julho a 14 de agosto, está disponível, no portal do aluno, a avaliação das disciplinas da modalidade EaD 100%.

Segundo a professora Fabiana Fachinetto, Vice-Reitora de Graduação, “o desafio é chegar em um alto índice de   participação neste processo avaliativo. O estudante precisa compreender que os resultados da avaliação contribuem para a constante qualificação do planejamento das disciplinas, do curso e da instituição. Para isso, contamos com o apoio do professor, dos gestores e do Núcleo em Educação a Distância, para que demonstrem aos estudantes a importância de participarem deste processo”. 

Os resultados desta avaliação serão disponibilizados ao professor no momento em que ele encerra 85% das notas da disciplina e, simultaneamente, aos gestores pelo portal/SIE.

Segundo a Coordenadora da Comissão Própria de Avaliação, Magna Dalla Rosa, uma vez concluída a avaliação cabe a CPA compartilhar os  resultados avaliativos aos  gestores e professores e instigá-los a qualificar o  planejamento da disciplina e do curso, bem como da própria Universidade, alinhado às políticas de avaliação internas e externas. 

                  

Comunicação

Neste semestre ocorreu uma inovação nas peças publicitárias de divulgação da avaliação, buscando evidenciar o que foi melhorado a partir da participação do estudante e de todos os atores que integram os processos avaliativos. Dentre as peças publicitárias, destacam-se e-flyers, VT CPA e vídeo do coordenador de cada curso, demonstrando a importância da avaliação para que a Universidade qualifique suas atividades em prol dos estudantes. 

Confira o VT da CPA e participe avaliando suas disciplinas!

                  


Inglês nos quatro Campi: curso de Qualificação será realizado de forma online

           

A Unijuí confirmou mais uma oferta em Qualificação Profissional para este segundo semestre de 2020. Trata-se do curso de Inglês no Campus, que será realizado de forma online, para estudantes, egressos, funcionários e professores dos quatro Campi da Unijuí. O objetivo é desenvolver habilidades básicas em língua inglesa em situações cotidianas da vida, como: saudações, apresentações pessoais, interações próprias de situações de trabalho, discussões sobre assuntos atuais e sobre questões que fazem parte do contexto social dos aprendizes.

Pretende-se construir um ensino a partir de uma abordagem comunicativa, em que o foco seja o uso da linguagem para uma determinada ação comunicativa, materializada em diferentes gêneros textuais, isto é, sempre em situações reais de uso da língua. O estudante que tiver dúvidas quanto ao nível do curso, poderá realizar o teste de nivelamento clicando aqui. O curso inicia no mês de agosto. Faça a sua inscrição por nível neste link.

Para conferir todos os cursos de Especialização ou de Qualificação, acesse a página da Educação Continuada.

 


Escola Young agora é polo EaD Unijuí em Tenente Portela

Referência em ensino superior na região, a Unijuí retorna a Tenente Portela com a oferta de 15 cursos na modalidade EaD e bônus especiais de ingresso no segundo semestre.

A Unijuí, com o objetivo de se aproximar ainda mais dos estudantes da região, está de volta a Tenente Portela, com um Polo para a oferta de Ensino a Distância. Já neste início de atuação na cidade, a Universidade está com uma oferta especial: 30% de bônus nas três primeiras mensalidades. O ingresso aberto para novas turmas acontece até o dia 11 de setembro de 2020. São 15 cursos nas áreas de Gestão e Educação, os quais você pode conhecer acessando www.unijui.edu.br/ead

O Polo da Unijuí em Tenente Portela está vinculado com a Escola de Inglês Young, situada na Avenida Itapiranga, 117, Centro. A Escola oferece ensino de inglês desde o ano 2000, sendo a primeira escola deste tipo na cidade. Segundo Nadir Fleck Grassioli, proprietária, “com o intuito de ampliar o acesso a outras opções de estudo, e, com a certeza de que a educação exerce um papel fundamental na sociedade, a Escola de Inglês Young e a Unijuí consolidam uma parceria para implementação do Polo EaD da Unijuí em Tenente Portela”, destaca.

Ela observa que a presença de uma Universidade como a Unijuí leva ao comprometimento em coordenar de forma coerente e responsável um Polo dessa dimensão, pois este trará benefícios para sociedade local e ajudará na integração e no desenvolvimento da região. “Durante as reuniões com os coordenadores, técnicos-administrativos e professores da Unijuí, tivemos a oportunidade de conhecer melhor o funcionamento, a qualidade dos cursos EaD e o engajamento dos profissionais envolvidos, o que consolida o grande benefício da Universidade para todos, pois o investimento em educação de qualidade gera retornos sociais, econômicos e culturais, ampliando a troca de experiências e conhecimentos, melhorando assim a qualidade de vida da população”, complementa.

Expansão

Segundo a Reitora da Unijuí, professora Cátia Nehring, a implantação dos polos é uma condição da expansão da modalidade EaD e a materialização do acesso aos estudos, em diferentes cidades, e de pessoas à educação superior. O projeto da Unijuí inclui, para os próximos cinco anos, a abertura de até 150 polos nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. “Este processo está definido como política e estratégia a partir do Plano de Desenvolvimento Institucional”, salienta.

De acordo com o coordenador de Ensino a Distância da Unijuí, professor Luciano Zamberlan, a Unijuí possui uma trajetória com mais de 60 anos de atuação e sempre vem renovando o ensino na região. “Temos um grande cuidado na criação dos nossos conteúdos, procurando fazer isso de forma diferente e atrativa, sobretudo estimulando a autonomia dos estudantes”, complementa.

Mais sobre o EaD Unijuí

A organização do estudo ocorre em módulos. Cada módulo é composto por três disciplinas, duas de 80 horas e uma de 40 horas, no entanto, alguns módulos podem possuir quatro disciplinas, sendo três de 40 horas e uma de 80 horas, totalizando 200 horas a cada módulo concluído. Uma das disciplinas terá o objetivo de integrar todos os conhecimentos trabalhados a cada módulo. Esses Projetos Integradores trabalharão a pesquisa por meio da interdisciplinaridade, proporcionando ao estudante um perfil profissional conectado com a realidade.

As avaliações são parte do processo de aprendizagem e acontecem ao final de cada módulo. A cada disciplina você irá construindo seu aprendizado por meio de materiais, fóruns e trabalhos até culminar na avaliação final. Suas provas são agendadas com antecedência e você precisará comparecer à sede ou a um polo da Universidade três vezes ao ano para realizá-las. Mas não se preocupe! É você quem escolhe a data e horário mais adequados, de acordo com a sua organização pessoal.


Curso da Unijuí qualifica profissionais para utilizar Tecnologias Educacionais Colaborativas - EaD

            

Com 20 horas/aula, o curso qualifica profissionais de diversas áreas do conhecimento em tecnologias digitais de informação e comunicação colaborativas. Capacita para o trabalho colaborativo a distância (online) por meio de celulares, computadores e, em especial, ferramentas Google.  Além disso, o curso habilita para o uso de ferramentas de elaboração e compartilhamento de conteúdos como texto, imagem, áudio, vídeo, planilhas, formulários, bem como armazenamento e compartilhamento de dados em nuvens digitais.

O curso é destinado a profissionais de todas as áreas do conhecimento que tenham interesse em desenvolver habilidades em tecnologias educacionais colaborativas, isto é, aprender a utilizar e também aprofundar conhecimentos sobre o papel das tecnologias na educação, seja básica, seja superior. As aulas serão realizadas a distância, na modalidade assíncrona, contemplando atividades realizadas e submetidas pelo ambiente Google Classroom.

Conteúdo

- Google Agenda e Google Classroom;

- Google Drive;

- Ferramentas de Imagens e Vídeos;

- Google Drive;

- Google Meet;

- Google Forms.  

Instrutores: professores Anderson Amaral de Oliveira; Fabiana Diniz Kurtz e Josei Fernandes Pereira.

Mais informações neste link.