COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Institucional

Marco Legal das Startups é assunto do Rizoma Temático

No início do mês de junho, o presidente Jair Bolsonaro sancionou o Marco Legal das Startups e do Empreendedorismo Inovador. O texto apresenta medidas de estímulo à criação de novas empresas inovadoras e estabelece incentivos aos investimentos por meio do aprimoramento do ambiente de negócios no país. Mas o que muda, na prática, e qual a percepção de quem atua no setor?

Para debater sobre o assunto, o Rizoma Temático desta quinta-feira, 24 de junho, trouxe como convidados o advogado que realiza assessoria à Incubadora de Empresas de Inovação Tecnológica (Criatec), Plínio Gomes; o diretor do Departamento de Gestão da Inovação na Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia (SICT) do Rio Grande do Sul, André França; e o diretor de Novos Ambientes de Inovação na Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), Carlos Eduardo de Souza Aranha.

O advogado Plínio Gomes ressalta que o Marco Legal das Startups definiu pela primeira vez o conceito legal de startups no Brasil. “O benefício que essa lei traz é justamente a desburocratização para criação dessas empresas. Agora nós temos uma lei que viabiliza investimentos, sem que o investidor tenha uma insegurança jurídica. Isso o impedia, muitas vezes, de investir seu capital em uma startup”, explica Plínio, que considera, nesse sentido, o Marco Legal positivo tanto para investidores quanto para quem busca empreender. 

O diretor do Departamento de Gestão da Inovação na SICT, André França, destaca a segurança que o Marco Legal também oferece a instituições governamentais. “O fato de hoje termos uma definição clara do que é uma startup dá segurança a todos, incluindo o setor público, sobre como vamos fazer para promover essas empresas. A partir desse momento, o governo do Estado, Município, enfim, todos os entes públicos podem promover ações e políticas”, afirma André.

O diretor de Novos Ambientes de Inovação na Anprotec, Carlos Eduardo de Souza Aranha, também vê a criação dessa lei de forma positiva. “Com essas padronizações, conceitualizações e capítulos, da forma como o Marco Legal foi constituído, com certeza vai ajudar o ecossistema de inovação a ganhar força”, avalia Carlos.

Por Amanda Thiel, acadêmica de Jornalismo

Confira o Rizoma Temático na íntegra:


Nota Oficial Fidene/27 Unijuí/Rádio Unijuí FM/ Museu/ EFA

Em atenção às orientações e decretos dos Governos Federal, Estadual e dos municípios da região de abrangência da Fidene/Unijuí, que aplica as medidas sanitárias segmentadas referentes à vigência da chamada bandeira preta no Estado do RS, estabelecendo medidas restritivas e a manutenção dos protocolos de segurança, com o objetivo de definir ações de contenção da pandemia de coronavírus, o Comitê Institucional de Prevenção informa:

  1. Todas as aulas teóricas dos cursos de graduação presenciais permanecem na forma online até o final do primeiro semestre de 2021, inclusive as avaliações finais e extemporâneas.
  1. Todas as turmas dos cursos de graduação que retornaram à presencialidade (disciplinas de práticas, estágios e teórica/práticas) mantêm-se nesta condição, inclusive as avaliações finais e extemporâneas. 
  1. Aulas dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu presenciais (especializações, MBAs) teóricas, mantêm-se na forma online até o final do primeiro semestre de 2021, mantendo a presencialidade para aquelas disciplinas práticas que já retomaram às atividades no decorrer do mês de maio. 
  1. Aulas dos Cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu (mestrados e doutorados) teóricas, mantêm-se na forma online até o final do primeiro semestre de 2021, mantendo a presencialidade aquelas disciplinas práticas que já retomaram às atividades  no decorrer do mês de maio.  
  1. Atividades relacionadas à Pesquisa e Extensão permanecem com a organização dos professores orientadores prioritariamente na forma online até final do mês do primeiro semestre de 2021. 
  1. Sobre as aulas na EFA, orientações específicas nos canais oficiais de comunicação da escola, considerando o planejamento da mesma. 
  1. Reuniões e eventos institucionais permanecem na forma online até final do primeiro semestre de 2021. 
  1. As formaturas serão retomadas no formato presencial no decorrer dos meses de junho e de julho. As Comissões serão contatadas para alinhamentos necessários em relação aos protocolos de saúde que deverão ser cumpridos, sendo este ato restrito a quatro (04) convidados por formando.
  1. O uso dos espaços institucionais para a realização das fotos de formatura, está neste momento permitido, devendo as empresas e formandos, obrigatoriamente, seguir todos os protocolos de saúde. A Instituição se reserva ao direito de rever esta autorização caso o cenário externo venha a ser alterado. 
  1. O Museu Antropológico Diretor Pestana mantém-se fechado ao público seguindo com atendimento para pesquisa por meio dos canais: telefone (55) 3332-0257, e-mail: madp@unijui.edu.br. 

Acessos rápidos: 

Estudantes de Graduação:

Campus Ijuí: atendimento@unijui.edu.br / 55 3332-0444

Campus Santa Rosa: cae.sr@unijui.edu.br / 55 3511-5200

Campus Três Passos: atendimentotp@unijui.edu.br / 55 3522-2122

Campus Panambi: central.panambi@unijui.edu.br / 55 3375-4466

Estudantes de Lato Sensu: educacaocontinuada@unijui.edu.br / 55 3332-0553

Estudantes de Stricto Sensu: 

Atenção Integral à Saúde: ppgais@unijui.edu.br /  55 3332-0200 - Ramal 3214

Educação nas Ciências: poseduca@unijui.rdu.br / 55 3332-0200 - Ramal: 3023

Desenvolvimento Regional: ppgdr@unijui.edu.br / 55 3332-0200 - Ramal: 3102

Direitos Humanos: ppgd@unijui.edu.br / 55 3332-0545 ou 55 3332-0200 -  Ramal: 3510

Modelagem Matemática e Computacional: ppgmmc@unijui.edu.br / 55 3332-0200 - Ramal 3408 / ou 55 3332-0205

Sistemas Ambientais e Sustentabilidade:ppgsas@unijui.edu.br / 55 3332-0200 - Ramal: 3331

EFA: Familiares e Alunos: webefa@unijui.edu.br / 55 3332-0220 

Museu: madp@unijui.edu.br / 55 3332-0257

Rádio: radio@unijui.edu.br / 55 3333-4011

Reiteramos que o retorno exige o cumprimento rigoroso dos protocolos de biossegurança, bem como salientamos que a Instituição está atenta e seguindo todas as medidas de prevenção e orientações definidas pelos decretos federais, estaduais e municipais, visando enfrentar a situação de pandemia. Neste sentido, em todos os espaços institucionais, É OBRIGATÓRIO o uso de máscaras, o distanciamento e a higienização constante. 

O Comitê Institucional de Prevenção, em caráter permanente, revisará as orientações conforme a evolução da pandemia. Todas as atualizações serão publicadas APENAS pelos canais oficiais da FIDENE/Universidade/EFA/Museu/Rádio Unijuí FM.

Mais informações e/ou atualizações sobre a COVID -19 podem ser obtidas no site do Ministério da Saúde.


Seminário vai debater a cibercultura e a educação

Na próxima segunda-feira, dia 28 de junho, a partir das 19h30, acontece o I Seminário sobre Cibercultura e Educação, com transmissão pelo canal da Unijuí no Youtube. O evento é promovido pelo curso de Letras da Unijuí, em parceria com o Grupo de Pesquisa “Mongaba: educação, linguagens e tecnologia” do Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências.

Sob mediação da professora doutora Fabiana Diniz Kurtz, serão realizadas duas palestras: a primeira será com a professora doutora Maria Cristina Pansera de Araújo, da Unijuí, sobre “As Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC) antes e durante a pandemia: novos desafios e possibilidades”.

A segunda será com o professor doutor Gláucio José Couri Machado, da Universidade Federal de Sergipe, sobre “A educação online na pandemia”. Para acompanhar o evento, acesse este link.


Acadêmicos de Jornalismo retratam as diferenças na rotina de trabalho no Campus antes e depois da pandemia

Corredores vazios, espaços desocupados e salas caladas. Há mais de um ano, o Campus da Unijuí enfrenta o silêncio que a pandemia de covid-19 deixou no que antes era um espaço cheio de vida. Pensando em resgatar o sentimento da vida acadêmica presencial e homenagear os profissionais que seguem trabalhando no período pandêmico, um grupo de acadêmicos do curso de Jornalismo produziu o vídeo “Ecos da Pandemia”. 

A produção, desenvolvida para a disciplina de Produção Audiovisual Multimídia, ministrada pela professora Márcia Almeida, foi finalizada no primeiro semestre de 2021 pelos estudantes Amanda Thiel, Andrei Krug, Ariane Souza, Julia Fontana e Marina Moesch. O vídeo, construído a partir do tema “A vida e o trabalho remoto – direitos e deveres frente à pandemia", conta com a narração de funcionários da Unijuí captada a partir de entrevistas. Os profissionais responderam a perguntas como “O que você sente mais falta na rotina de trabalho?” e “Como era o campus antes da pandemia?”.

A narrativa dos entrevistados associada às imagens gravadas em um Campus vazio e sem a típica circulação de pessoas, resgata o sentimento de nostalgia compartilhado por estudantes, professores e funcionários. Confira a produção:


Ciência para Todos acontece de forma virtual no mês de julho

Evento de popularização da ciência é realizado em parceria com o CNPq e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações

O Ciência para Todos foi realizado pela primeira vez em 2019

A Fidene/Unijuí já está se organizando para promover, entre os dias 5 e 9 de julho, a segunda edição do Ciência para Todos, de forma totalmente virtual. Realizado em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, o evento busca promover ações de divulgação, educação e popularização da ciência aos estudantes e professores da Educação Básica ao Ensino Superior.

“Já iniciamos a gravação dos vídeos e estamos realizando convites às escolas de Ijuí e região. Durante o Ciência para Todos Ano 2, os participantes terão a oportunidade de participar online de uma Mostra Científica, conhecendo um pouco dos projetos de extensão realizados na Universidade. Também, poderão se inscrever em oficinas”, explicou o coordenador do projeto, professor Edson Luiz Padoin.

Ao acessar o endereço bit.ly/cienciasparatodos, os participantes poderão conhecer e se inscrever em atividades promovidas pelos projetos: Mostra da Feira de Matemática do RS, AppGo - Desenvolvimento e Implementação de Softwares Educacionais, Energia Amiga, Física para Todos, Meninas Digitais na Computação, Programe o Seu Futuro e Meninas que Engenham o Futuro.

Conforme explica o professor Padoin, por meio do estímulo à curiosidade científica, raciocínio científico e inovação, pretende-se demonstrar o emprego da Inteligência Artificial, difundir e popularizar o conhecimento científico produzido no âmbito da Universidade, promovendo, assim, a interação entre pesquisadores, professores, estudantes e comunidade em geral. 

O Ciência para Todos foi realizado pela primeira vez em 2019, simultaneamente ao Salão do Conhecimento, que também acontecerá, neste ano, de forma virtual, entre os dias 26 e 29 de outubro.


Unijuí organiza o Fórum Nacional de Ouvidores Universitários

Com apoio do Fórum Nacional de Ouvidores Universitários (FNOUH), a Unijuí está organizando para a próxima segunda-feira, dia 28 de junho, o 9º Encontro de Ouvidores do Rio Grande do Sul.

Destinado aos ouvidores de instituições de Ensino Superior, públicas e privadas do Estado, o evento acontecerá das 13h45 às 17h e será realizado de forma virtual, por meio da plataforma Google Meet.

Inscrições podem ser realizadas pelo endereço unijui.edu.br/eventos, até o dia 25 de junho, de forma gratuita. A certificação será de 3h30.



Inscrições abertas para o Startup Weekend

Evento acontece entre os dias 9 e 11 de julho, de forma online

Se você tem uma ideia, ou a curiosidade de conhecer e entender como funciona o mundo do empreendedorismo, fique atento a este evento: o Startup Weekend, que acontecerá entre os dias 9 e 11 de julho, de forma totalmente virtual. Liderado pela Unijuí, por meio da Incubadora de Empresas de Inovação Tecnológica (Criatec), em parceria com a Techstars, o evento conta com um time de organizadores composto  por  representantes da Unijuí, Sebrae, Poder Público, egressos e consultores parceiros. Toda  a organização tem como facilitador Uandissom Miranda Cerqueira, designado pela Techstars. O evento vai contar com 54 horas de inovação, tecnologia, empreendedorismo e conexões. As inscrições estão abertas e podem ser realizadas pelo site sympla.com.br ou diretamente neste link

“O Startup Weekend é uma grande oportunidade para quem quer começar a empreender e não sabe por onde começar. Os participantes vão fazer parte de um time, que vai trabalhar em ideias, que serão selecionadas no primeiro dia do evento”, explicou a coordenadora da Criatec, Maria Odete Palharini. 

Da seleção de ideias, os participantes partem para sessões de brainstorming, desenvolvimento do modelo de negócio e criação de um protótipo básico. Serão três dias de trabalho, mas que também vão contar com shows e atividades interativas. 

As inscrições são individuais e os times serão formados na sexta-feira à noite. Conforme explica Maria Odete, há duas formas de participação: na primeira, o participante adquire o ingresso, no valor de R$ 22,50, pelo Sympla. Na segunda, pode receber um ingresso, de forma gratuita, que foi adquirido por um dos embaixadores do evento. “Quem quer participar, mas não tem condições de pagar pelo ingresso, pode entrar em contato com a organização no e-mail contato@swijui.com.br", reforçou Maria Odete, lembrando que, para garantir a qualidade da atividade, serão disponibilizadas somente 100 vagas. “Por isso, se você deseja participar, não deixe para adquirir o ingresso nos últimos dias”, lembra.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail contato@swijui.com.br ou pelo telefone 3332-0212, na Secretaria da Criatec.


Seminário vai debater projeto que propõe alteração na Lei Estadual dos Agrotóxicos

O Grupo de Trabalho Macrorregional sobre os Impactos dos Agrotóxicos na Saúde e no Ambiente, do qual fazem parte os professores da Unijuí, Francesca Ferreira e Roberto Carbonera, promoverá uma discussão sobre o Projeto de Lei nº 260/2020, que altera a Lei Estadual dos Agrotóxicos (Lei nº 7.747 de 22 de dezembro de 1982). O seminário online acontecerá nesta quarta-feira, dia 23 de junho, a partir das 8h30. O link deve ser solicitado pelo e-mail gtsobreagrotoxicos@gmail.com ou secretaria.aipan.org@gmail.com.

Tramitando em regime de urgência na Assembleia Legislativa do Estado, a partir do reencaminhamento do governador Eduardo Leite, o PL 260/202 retira a obrigatoriedade do cadastramento, em âmbito estadual, de agrotóxicos e outros biocidas, e traz a possibilidade de distribuição e comercialização de produtos resultantes de importação, que não tenham o uso autorizado em seus países de origem. Mesmo autorizados para importação pelo Brasil, há uma lista de princípios ativos que não podem ser usados no Rio Grande do Sul, que tem legislação própria para uso de agrotóxicos desde a década de 1980.

Desde sua aprovação, a lei estadual ganhou repercussão nacional e mundial por ser a primeira lei de controle de aplicação de venenos agrícolas e insumos químicos, por agricultores, na produção de alimentos em países considerados, até então, de terceiro mundo. 

Para o seminário, foram convidados Juliano de Sá, graduado em Gestão Ambiental, mestre em Desenvolvimento Rural e presidente do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea - RS); Nilo Sérgio Fernandes Barbosa, presidente da Associação dos Servidores da Fepam/RS; e Leonardo Ferreira Pillon, conselheiro do Consea-RS, advogado e mestre em Direito da Sustentabilidade e Sociobiodiversidade, membro da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares/RS. 


Empresa incubada na Criatec em Santa Rosa expande negócios

Incubada em 2018 na Incubadora de Empresas de Inovação Tecnológica (Criatec), no campus da Unijuí em Santa Rosa, a empresa Químea Soluções Ambientais trouxe para a região a inovação em serviços ambientais e, agora, projeta a expansão dos seus negócios para o município de Itajaí, em Santa Catarina.

Entre as novidades apresentadas pela empresa está o programa Consciência Verde, que caracteriza-se por um mix de serviços que visam a melhoria contínua; diminuição de riscos ambientais e, consequentemente, de multas; suporte técnico especializado; adequação e monitoramento; gerenciamento de resíduos; baixo investimento e valorização da marca a partir da responsabilidade ambiental.

Para Anderson Decker, um dos sócios-diretores da Químea Santa Rosa e Itajaí, é uma imensa alegria a empresa poder desempenhar seu propósito, que é fornecer soluções para mudar a forma como as organizações cuidam do meio ambiente, aliando sustentabilidade e inovação. “Tudo isso com o apoio de instituições de ensino, por meio de suas incubadoras tecnológicas, núcleos e centros de inovação, que buscam, cada vez mais, a proximidade com a comunidade e o meio empresarial, auxiliando, dessa forma, no desenvolvimento regional”, afirmou.

Seguindo um caminho já trilhado e a proximidade com as universidades, a Químea em Itajaí iniciou seus trabalhos sendo a primeira empresa parceira a vincular-se à Uniinova - Núcleo Tecnológico de Inovação da Univali.

O gestor da Incubadora Criatec de Santa Rosa, Lucas Escher, ressalta que a expansão de negócios da Químea para Itajaí demonstra que as empresas incubadas na Criatec vêm ganhando espaço e alcançando, cada vez mais, novos mercados. Ele destaca a importância da nova parceria entre a empresa e o ambiente de inovação da Univali, onde já está sendo realizada a integração e parceria com a Criatec, com possibilidades de conexões entre outros negócios e empresas vinculadas a estes ambientes.

A Químea está no mercado há 17 anos, nascida na Pulsar - Incubadora da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Com o seu modelo de trabalho em rede, a Químea conecta técnicos da área ambiental de varias regiões do Sul do Brasil a indústrias das mais distintas atividades e às universidades. Um modelo de negócio de sucesso, conexões, oportunidades e cuidado com o meio ambiente.

Interessados podem visitar a empresa Químea em Santa Rosa na Criatec da Unijuí e em Itajaí/SC, no espaço coworking da Uniinova da Univali. Contato pelos telefones ou Whatsapp (55) 9 9947 9363, (55) 9 9977-2314 e (47) 9 9170 3876, pelos e-mails santarosa.rs@quimea.com.br e itajai.sc@quimea.com.br, ou ainda pelo site quimea.com.br.


Humanidade, Tecnologia e Trabalho: pensando o futuro a partir da reflexão do passado

A disciplina Humanidade, Tecnologia e Trabalho, que integra as ofertas de Formação Pessoal e Profissional da Graduação Mais da Unijuí, teve sua primeira turma no primeiro semestre deste ano. Com um grupo de estudantes de diferentes cursos, a disciplina teve por objetivo disponibilizar ao acadêmico a oportunidade de compreender o processo da evolução humana, paralelamente ao avanço tecnológico, podendo refletir ainda sobre como esses avanços influenciaram as mudanças na concepção de trabalho.

A estudante de Biomedicina, Luciane Zachow da Silva, conta que aprendeu e aprofundou seus conhecimentos sobre revolução humana, questões sociais, econômicas, ambientais, dentre outras. “Eu nunca imaginei que a profissão que escolhi teve origem no antigo Egito. Eu nunca ia imaginar que já foi praticado pelos nossos antepassados. A disciplina foi uma visão aberta também para o futuro da minha profissão”, afirma. 

Monique Zaioncz Rollof, estudante de Letras, destacou que a disciplina de Humanidade, Tecnologia e Trabalho lhe chamou a atenção desde a leitura do título em função da possibilidade de projeção do futuro a partir do conhecimento amplo das discussões também do passado. “Eu achei muito importante esse panorama que pudemos ter na disciplina, um pouco mais amplo, saindo do momento presente para pensarmos a história da humanidade, pensar em como a tecnologia mudou nossos rumos desde o início da nossa espécie. Além disso, gostei bastante de sermos desafiados a utilizar as novas tecnologias para produzir conhecimento”, conta.

Ao longo da disciplina, os estudantes foram desafiados a produzir um podcast sobre a evolução do trabalho, considerando sua área formativa. De acordo com o professor da disciplina, Josei Fernandes Pereira, a proposta era que eles entrevistassem profissionais atuantes nestas áreas, procurando fazer projeções sobre os cenários futuros do trabalho, igualmente marcados pelo avanço das tecnologias. “No início, todos estavam muito apreensivos, especialmente com o desafio de gravação do podcast. Contudo, a oferta de material didático e a realização de oficinas técnicas, com o auxílio do Projeto de Extensão Traças Digitais, fez com que superassem a apreensão e desenvolvessem excelentes produtos finais na sistematização”, finaliza o professor.

Acesse e confira a playlist com os podcasts neste link.