COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Institucional

Confira as propostas estratégicas apresentadas pelos Coredes para o desenvolvimento regional

                

O planejamento regional, construído pelos Coredes entre os anos de 2015-2017, levou em conta que as particularidades de cada espaço no Rio Grande do Sul, para dar conta do desenvolvimento na perspectiva territorial, ao apontar as dinâmicas, a organização e a diversidade das regiões e municípios, sua construção do processo local e global. Com esse entendimento os Coredes apresentam e promovem um debate qualificado com sociedade gaúcha, de quatro em quatro anos, com os candidatos ao Executivo e Legislativo Estadual. Para responder ao desafio proposto, os Conselhos apresentam Propostas Estratégicas para o Desenvolvimento Regional do Estado do RS, em um documento, para o período 2019-2022.

O documento, que é um plano estratégico, trabalha diagnóstico, prognóstico e ações a serem implementadas, contempla uma construção histórica dos Coredes, da articulação com a sociedade civil, da relação com os diversos atores, comprometidos na efetivação do planejamento nas 28 regiões gaúchas. Todos os projetos foram priorizados pelas 09 regiões funcionais, que identificaram 90 projetos prioritários, que totalizam em valores atuais R$ 32 bilhões, mas nem todos necessitam de recursos financeiros, e sim, de atores articulados, para trabalhar em prol dos coletivos regionais.

Segundo o presidente do Corede Noroeste Colonial, professor Nelson José Thesing, o conjunto de projetos apresentados, priorizados pelas 9 regiões funcionais dos Coredes, são resultados de discussão nas regiões e entre as regiões envolvidas em cada uma das funcionais. “Estão identificadas áreas prioritárias, ou seja, temas relevantes ao desenvolvimento das regiões e do Estado. Todo o processo, planejamento estratégico, conta com contribuições de especialistas, mas fundamentalmente com a participação e deliberação da comunidade gaúcha”, salienta.



A Região Funcional 7, da qual a área de atuação da Unijuí está englobada, é constituída pelos Coredes: Noroeste Colonial, Celeiro, Missões, Fronteira Noroeste. Apresenta os seguintes projetos, totalizando R$ 1,4 bilhões. Confira:

Projeto 1 - Fortalecimento das cadeias produtivas da região, com investimentos, para a capacidade produtiva, inovação, agregação de valor e competitividade. Valor total estimado do projeto: R$ 36.500.000,00. Responsável pela implementação: Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Secretaria de Desenvolvimento Rural Pesca e Cooperativismo, Secretaria de Agricultura, Pecuária e Irrigação, EMATER, Universidades.

Projeto 2. Qualificação dos Serviços Públicos na região, com destaque para as áreas da saúde, segurança e educação. Valor total estimado do projeto: R$ 21.825.000,00. Responsável pela implementação: Secretaria da Segurança Pública, Brigada Militar, Policia Civil, Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos.

Projeto 3. Investimento na infraestrutura energética, com ênfase a geração de energia e a qualificação da estrutura de distribuição de energia. Valor total estimado do projeto: R$ 300.000.000,00. Responsável pela implementação: Secretaria de Minas e Energia, CEEE, RGE, Cooperativas de Eletrificação Rural e empresas de energia renovável.

Projeto 4. Investimento para o fortalecimento da Ciência, Tecnologia e Educação - Parque Tecnológico do Noroeste. Valor total estimado do projeto: R$ 70.000.000,00. Responsável pela implementação: Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Ministério da Ciência e Tecnologia, Universidades, Parques Científicos e Tecnológicos, Incubadoras Tecnológicas.

Projeto 5. Priorização e empoderamento das potencialidades e ampliação das capacidades de atração de investimentos e grupos de interesse. Valor total estimado do projeto: R$ 250.000.000,00. Responsável pela implementação: Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Ministérios voltados à área de fronteira, Municípios, Coredes, e outros.

Projeto 6. Investimento na Infraestrutura Rodoviária da região garantindo acesso Asfáltico as sedes de todos os municípios da região e ligações inter-regionais. Valor total estimado do projeto: R$ R$ 399.373.900,00. Responsável pela implementação: Secretaria dos Transportes, DAER, DENIT, Ministério dos Transportes.

Projeto 7. Investimento na Infraestrutura logística aérea na Região Funcional. Valor total estimado do projeto: R$ 61.000.000,00. Responsável pela implementação: Secretaria dos Transportes, DAP, Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Ministério dos Transportes, INFRAERO.

Projeto 8. Investimento na Construção de Pontes Internacionais sobre o Rio Uruguai, o entre o RS/Brasil e Misiones/Argentina, localizada na Região Funcional 7. Valor total estimado do projeto: R$ 67.500.000,00. Responsável pela implementação: República Federativa do Brasil, através do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT e República Argentina;

Projeto 9. Investimentos nas estruturas de Comunicação na região, através de cabos de fibra ótica a sede de todos os municípios da Região Funcional. Internet no campo. Valor total estimado do projeto: R$ 60.000.000,00. 80 Responsável pela implementação: Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Ministério da Ciência e Tecnologia, Ministério das Comunicações.

Projeto 10. Qualificação da governança regional, com fortalecimento das instituições e capacitação de lideranças. Valor total estimado do projeto: R$ 70.000.000,00. Responsável pela implementação: Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Ministério da Ciência e Tecnologia, Universidades, Parques Científicos e Tecnológicos, Polos Tecnológicos, Incubadoras Tecnológicas.


Criatec recebe certificado de qualidade em Goiânia

               

A Incubadora de Empresas de Inovação Tecnológica da Unijuí (Criatec), recebeu, nesta segunda-feira, na 28ª Conferência Anprotec, em Goiânia, a certificação como Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne 1). A certificação é resultado de uma parceria entre a Anprotec e o Sebrae, visando reconhecer as incubadoras de todo país que apresentam os melhores resultados nas atividades de organização, acompanhamento às empresas incubadas, articulação com a mantenedora, visão de liderança, qualificação, dentre outros quesitos. 

“Esse certificado nos reconhece como um Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos. É uma certificação criada pela Antropec, mas que tem o Instituto Christiano Becker como certificadora. Ela [a certificação] representa para nós um reconhecimento da qualidade do trabalho que a gente desenvolve, do compromisso que nós temos com o desenvolvimento na região, a partir de um programa de empreendedorismo, que é um Centro de Referência neste tipo de iniciativa”, comenta a coordenadora e representante da Criatec no evento, Maria Odete Palharini.

Durante o evento, outras três incubadoras receberam a certificação de reconhecimento, a Incubadora Tecnológica Univates, de Lajeado (RS), a Incubadora de Base Tecnológica – InovaParq, de Joinville (SC), e a Incubadora Tecnológica da Unochapecó, de Chapecó (SC).

Com o apoio financeiro do Sebrae, através do Edital Sebrae 01/2016, a Criatec reitera a importância deste reconhecimento para o desenvolvimento de projetos futuros e busca de novas qualificações dentro do programa Cerne.

Por Daniella Koslowski, estudante de Jornalismo.


Ideia para tecnologia de compostagem vence o Desafio Empreendedor Ijuí

            

O Desafio Empreendedor deste ano chegou ao fim no Campus Ijuí, com a final realizada no sábado, dia 15, no espaço CoWorking da Criatec. Com o tema gerador “Empreendedorismo: Inovação, Gestão e Impacto Social", esta edição englobou estudantes do DACEC e do DCEENG, que tiveram o objetivo de encontrar e construir soluções para questões urbanas a partir do Plano Municipal de Saneamento Básico (Plamsab) de Ijuí.  E os ganhadores foram: 1º lugar Tecno Humus (Tecnologia para compostagem), 2º lugar Ecolife (Limpeza de Fossas Sépticas – aplicativo) e em 3º lugar Easy Clean (Soluções para tratamento de resíduos sólidos – aplicativo).

Os estudantes formaram equipes com 3 a 5 integrantes, participaram de capacitações e mentorias para desenvolver uma proposta inovadora de negócio ou de empreendimento social. No sábado, na final, os grupos foram recepcionados com um café da manhã. Logo após, iniciaram o desenvolvimento de um Pitch de Sucesso. Após a pausa para almoço, ocorreu a a apresentação das ideias para a banca avaliadora. Por fim, foi realizado o anúncio dos vencedores.

Premiação

Como premiação, as duas ideias que ficaram nos primeiros lugares ganharão uma vaga de pré-incubação na Criatec. Além disso, todos os participantes receberam troféus, medalhas e certificados para Atividades Complementares.

Promotores

O Desafio Empreendedor UNIJUÍ é uma realização do Departamento de Ciências da Administração, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - DACEC e do Departamento de Ciências Exatas e Engenharias - DCEENG da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ, tendo à frente os cursos de graduação em Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas,  Comunicação Social – Propaganda e Publicidade, Jornalismo, e Processos Gerenciais, bem como, o Núcleo Comum das Ciências Sociais Aplicadas, além dos cursos de Engenharias, Design e Ciências da Computação cujos coordenadores compõem a Comissão Organizadora. 

Apoio

O Desafio Empreendedor tem como Co-realizadores/Apoiadores a AGIT – Agência de Inovação Tecnológica e a CRIATEC –Incubadora de Inovação Tecnológica.


Professores do DCEEng participam do COBENGE 2018

Entre os dias 03 a 06 de setembro, em Salvador, Bahia, professores do Departamento de Ciências Exatas e Engenharias da Unijuí participaram do XLVI Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia (COBENGE) e do 1º Simpósio Internacional de Educação em Engenharia da ABENGE. O evento foi organizado pela Associação Brasileira de Educação em Engenharia (ABENGE) e Instituições de ensino superior em Engenharia da Bahia com o tema “Educação Inovadora para uma Engenharia Sustentável”.

O professor Nelson Toniazzo apresentou dois trabalhos: “A Construção de um simulador veicular: Um Projeto Interdisciplinar”; e “Implementação de oficinas de robótica no Ensino Médio: Despertando o Interesse pelas Ciências Exatas”. Esses trabalhos resultaram das atividades de extensão desenvolvidas no projeto Física para Todos.

A professora Juliana Aozane apresentou o trabalho “As pesquisas sobre o ensino de Física no Congresso Brasileiro em Educação em Engenharia (COBENGE) entre 2003 e 2013”, resultado de sua dissertação no programa institucional de Educação nas Ciências.

O COBENGE é o mais importante fórum de discussão sobre a formação e o exercício profissional em Engenharia no Brasil. Trata-se de um evento de periodicidade anual que vem sendo realizado pela ABENGE desde 1973, e tem como missão produzir mudanças necessárias para a melhoria da qualidade do ensino de graduação e pós-graduação em engenharia e tecnologia no Brasil, contribuindo decisivamente para a formação de profissionais cada vez mais qualificados e capacitados que levem desenvolvimento e tecnologia a todos os pontos do país pelos benefícios que a engenharia pode proporcionar a toda população.

O COBENGE vem, nos últimos anos, debatendo filosofias e paradigmas do processo de ensino e aprendizagem de Engenharia e Tecnologia. A Engenharia é uma área intimamente ligada a atualização contínua e a busca por inovações.

O COBENGE 2019 será realizado de 17 a 20 de setembro de 2019 em Fortaleza (Ceará).

 


ITECSOL participa da 7ª Feira Regional da Primavera

A Agência de Inovação e Tecnologia, por meio da Incubadora de Economia Solidária, Desenvolvimento e Tecnologia Social participou da 7ª edição da Feira Regional da Primavera que aconteceu nesse final de semana, entre os dias 14 e 16 na Praça da República de Ijuí.

O evento acontece anualmente e tem como objetivo a exposição de artesanato, produtos coloniais produzidos e comercializados por grupos e associações que se dedicam a estas atividades como fonte de geração de trabalho e renda.

Participaram mais de 60 expositores de Ijuí e Região destacando os municípios de Ajuricaba, Santo Ângelo, Santa Maria, Santa Rosa, Cruz Alta, Tuparandi, Frederico Westphalen, Panambi, Ibirubá, Passo Fundo, Entre – Ijuís, Santo Antônio do Planalto, Santo Cristo e Tramandaí, expondo uma diversidade de produtos oriundos do artesanato e da agricultura familiar. Também contou com a participação de algumas floriculturas do município. Além das atividades da casa do gaúcho paralela a feira, a ervateira seiva Pura doou erva mate e água quente para os participantes e visitantes da feira.

A feira é uma promoção da Abriq e Feconsol com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo, PMI e Agit/Itecsol/Unijui.


Extensionistas da Emater/RS-Ascar recebem capacitação na Unijuí

Nove laboratórios do Centro de Inovação Tecnológica em Produção e Saúde Animal da Unijuí, em Augusto Pestana, receberam na sexta-feira, 14, extensionistas da Emater/RS-Ascar para um dia de capacitação, com o objetivo de melhorar a eficiência da produção de leite. A capacitação, realizada no Instituto Regional de Desenvolvimento Rural (Irder) desenvolveu atividades sobre a qualidade da silagem - técnica de coleta; armazenagem e transporte ao laboratório; qualidade das forrageiras; coleta de leite para análise microbiológica; e coleta de sangue para exame das principais doenças do rebanho leiteiro.

A capacitação faz parte do Convênio de Parceria Mútua entre a Emater/RS e a Fidene - mantenedora da Unijuí. A parceria possibilita que a Emater atue na intermediação da prestação de serviços para os agricultores da área de abrangência do ESREG – EMATER/IJUÍ, por meio dos Laboratórios do Centro de Inovação Tecnológica em Produção e Saúde Animal da Universidade.


Editora Unijuí lançou novos layouts de revistas nesta quinta-feira

                   

A Vice-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Editora Unijuí e editores de cinco revistas de diversas áreas do conhecimento promoveram o lançamento dos novos layouts das revistas nesta quinta-feira, 13, na Livraria da Editora Unijuí, junto ao prédio da Biblioteca, no Campus Ijuí.

Desde o segundo semestre de 2011, a Editora Unijuí passou a adotar o formato online para a publicação de suas revistas, por meio do Open Journal Systems (OJS) – Serviço de Editoração Eletrônica de Revistas (SEER). Com o objetivo de disseminar ainda mais o conhecimento e a divulgação das revistas eletrônicas da Editora Unijuí, foi projetada uma nova forma de identidade visual pela Coordenadoria de Marketing, deixando-as mais atraentes e práticas para a leitura. 

Foram lançados os novos projetos gráficos das revistas Contexto & Educação, Contexto & Saúde, Desenvolvimento em Questão, Direito em Debate e Direitos Humanos e Democracia. São revistas institucionais, com alto conceito e reconhecidas internacionalmente, nas quais a Editora trabalha em parceria com os professores editores, reafirmando a importância da leitura de textos que abrangem as mais variadas áreas do conhecimento, de acordo com o Vice-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unijuí, Fernando González. É uma nova maneira de apresentar as revistas que, de janeiro a setembro, tiveram mais de 60 mil acessos pelo site da Editora Unijuí.

No evento, o gerente de Marketing da Unijuí, Giancarlo Bottega, mostrou cada uma das marcas, destacando a concepção de criação dos projetos. Além disso, cada editor falou um pouco sobre o tempo de atuação das revistas e o que elas representam não apenas para a universidade, mas também para os autores que buscam publicar nelas. São publicações que iniciaram sendo quase que 100% da própria instituição e hoje tem cerca de 80% de publicações externas, de pesquisadores que buscam publicar nas nossas revistas pelo excelente conceito apresentado por elas.

Saiba mais sobre as revistas 

*Revista Direitos Humanos e Democracia: Classificada pelo sistema Qualis de periódicos no estrato B1.

* Revista Direito em Debate: Classificada pelo sistema Qualis de periódicos no estrato B1.

* Revista Contexto & Educação é avaliada pelo sistema Periódicos Qualis CAPES (2015) na seguinte área: A2: Ensino; B2: Geografia; B3: Interdisciplinar.

*Revista Contexto & Saúde: Ensino B2; Interdisciplinar B4; Enfermagem B4; Planejamento Urbano e Regional/Demografia B4; Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo B4; Saúde Coletiva B5; Educação Física B5; Ciências Ambientais B5

* Revista Desenvolvimento em Questão: Classificada pelo sistema Qualis de periódicos no estrato B1.

Acesse o site da Editora e confira.

                  

A Editora

Sua atuação compreende desde o contato com autores, professores e pesquisadores de diferentes áreas do saber até o trabalho de revisão, diagramação e arte final destes materiais. É um serviço completo, de excelência, que se apresenta como forte aliado da Fidene/Unijuí no seu compromisso com o desenvolvimento desta região. Os títulos publicados pela Editora anualmente auxiliam na disseminação do conhecimento, bem como na divulgação de estudos e pesquisas que a Universidade desenvolve, tanto em âmbito de Graduação quanto de Pós-Graduação.


Primeira competição MathGo de matemática será realizada em outubro

Voltado a alunos do Ensino Fundamental II e Ensino Médio, a MathGo é um aplicativo de jogo que ensina matemática. O jogo, desenvolvido na Unijuí, vai gerar uma competição que acontece no mês de outubro e vai envolver alunos de escolas da abrangência da 36ª Coordenadoria Regional de Educação e Secretaria Municipal de Educação de Ijuí, que para participar deverão se inscrever até o dia 30 de setembro pelo site do aplicativo

A primeira etapa do evento acontece de forma online e a etapa final será dia no 17 de outubro, no Centro de Eventos da Unijuí. As equipes deverão ser formadas por um professor e três alunos da escola. Serão 36 questões de matemática de nível fácil, médio e difícil, que deverão ser respondidas em 120 minutos após o login no aplicativo. As duas equipes com o maior número de pontos em cada categoria (ensino fundamental séries finais e ensino médio) e a equipe que somar a maior pontuação agregada, ou seja, a soma dos pontos entre as duas categorias, serão premiadas com um notebook.

A etapa final ocorre no Dia C da Ciência, dia 17 de outubro, uma importante data para atividades científicas em todo o país. O Dia C é uma mobilização nacional do Colégio de Pró-Reitores de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação das Instituições Federais de Ensino (COPROPI) e do Fórum de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação (FOPROP). Corresponde à quarta-feira da Semana Nacional de CIência e Tecnologia Brasileira. Saiba mais no site oficial.

A 1ª etapa da competição foi lançada no início do mês de setembro em uma reunião entre a Secretaria Municipal de Educação de Ijuí - SMED, 36ª Coordenadoria Regional de Educação - CRE e Unijuí, por meio do projeto Desenvolvimento e Implementação de Software Educacional para o Ensino Fundamental e Médio – Disefem.

De acordo com o professor extensionista do projeto, Edson Luiz Padoin, o projeto tem o objetivo de auxiliar o aprendizado dos alunos. “Os alunos têm grande dificuldade com matemática e o objetivo da MathGo é auxiliar, tanto escolas como estudantes, no ensino e aprendizagem da matemática”, salienta.

Saiba mais sobre o projeto Disefem

O projeto Desenvolvimento e Implementação de Software Educacional para o ensino Fundamental e Médio tem como foco principal a construção de softwares educacionais na perspectiva de um trabalho conjunto universidade-escola. Nestas ações, almeja-se utilizar diferentes metodologias e tecnologias atuais para melhorar a atuação dos professores em sala de aula, bem como no desenvolvimento de habilidades e competências que possam auxiliar os alunos na apropriação de conceitos fundamentais no desenvolvimento das atividades propostas. Nesse contexto, estão envolvidas as áreas Ciência da Computação, Design e Matemática.


Comissão habilita proposta para a exploração do Polo de Modernização Tecnológica de Santa Rosa

                

A Comissão de Licitação para o Contrato de Cessão de Uso Remunerado de Bens Móveis e de Bem Imóvel, envolvendo a estrutura do Polo de Modernização Tecnológica de Santa Rosa, torna público o resultado do julgamento da Concorrência FIDENE nº 002/2018. Após análise detalhada da documentação apresentada, a comissão julgou habilitado o empreendedor Luis Antônio Scarton, representante da empresa Cantina Bel Veder, que atendeu integralmente as exigências do edital. O contrato diz respeito a exploração industrial e comercial de produtos de bens de consumo, nas áreas de Tecnologia de Alimentos, Saúde e Agronegócio.

Está aberto, a partir de agora, o prazo para recursos. Mais informações na sessão de editais, no Portal da Unijuí.


Unijuí apoiou campeonato de futsal feminino

                 

No domingo, dia 09 de setembro, foi realizado, com apoio da Unijuí, no ginásio da AABB de Ijuí, a 3ª Copa Acadêmica de Futsal Feminino. A competição contou com duas categorias de futsal feminino. Na categoria Adulto Livre, participaram 17 equipes, dividias em quatro chaves.  Já na Sub-17, quatro equipes competiram. 

O evento teve a participação de equipes de Uruguaiana, Ijuí, Cruz Alta, Júlio de Castilhos, Passo Fundo, São Luis Gonzaga, Três de Maio, Rodeio Bonito, Santo Augusto, Santo Antônio das Missões, Três Passos, Nova Ramada e Ibirubá. O objetivo do evento foi complementar a formação acadêmica do curso de Educação Física da Unijuí, além de viabilizar o esporte feminino no município e região. O evento contou com a participação de mais de 250 atletas. 

A equipe Campeã na categoria Adulto Livre foi a Celemaster, de Uruguaiana e o segundo lugar ficou com ACAF, de Cruz Alta. O título foi decidido no tempo normal, pelo placar de 2x1. O terceiro lugar ficou com a Celemaster Uruguaianense, também de Uruguaiana. A goleadora foi Andressa, da equipe ACAF, de Cruz Alta e a melhor goleira foi Laís, da equipe campeã. 

Na categoria Sub-17, o título ficou com a Escolinha ACAF, de Cruz Alta, que venceu a final por 3x2, nas cobranças de pênaltis, após empatar em 1x1 no tempo normal. O  2° lugar ficou com Base TM FF, de Três de Maio, e o 3°lugar com a Escolinha Ijuí. A goleadora foi Caroline, atleta da equipe vice-campeã, e a melhor goleira foi Marian, da equipe campeã. 

 

A 3°Copa Acadêmica de Futsal Feminino foi organizada pela estudante de Educação Física da Unijuí, Taís Bidinha, com o apoio de Silvane Moraes, Camila Ballin e Cesário Véra. “Agradecemos a participação da comunidade e os apoiadores que ajudam a viabilizar o futsal feminino na região”, observa Taís.