COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Presencial

Um encontro poético: estudo e apreciação da obra arquitetônica de Jorge Falkembach

                 

A professora Maria Regina Johann através da disciplina de Teoria e História da Arquitetura e Urbanismo IV (ênfase para a arquitetura brasileira) desenvolveu uma aula na presença de algumas das obras arquitetônicas concebidas pelo engenheiro e professor da UNIJUÍ – Jorge Falkembach. Nesta aula os estudantes do Curso de Arquitetura e Urbanismo, puderam  apreciar e analisar a estética modernista de Falkembach, bem como, conhecer o acervo pessoal do engenheiro, disponível em seu escritório e, assim, compreender melhor as referências teórico-práticas que, em certa medida, influenciaram a formação  do estilo arquitetônico falkembachiano.

O conhecimento acerca da obra e do estilo de Falkembach foi coroado com a presença do próprio engenheiro e, atualmente psicólogo, que no dia 29 de novembro, agraciou a turma com uma aula na qual apresentou ideias centrais de sua formação e profissão. Nesta ocasião, o professor Jorge discorreu sobre a formação do sujeito enfatizando que “a vida tá na palavra” e ela “se organiza inconscientemente” nos primeiros anos de vida. No desenvolvimento do assunto, ele destacou a importância de um ambiente formativo (família, amigos, escola), algo como “uma sopa amorosa onde podemos descansar no outro” e, a partir dessas ideias, enfatizou a necessidade dos futuros profissionais em Arquitetura e Urbanismo investirem na formação científica, mas, também, na dimensão filosófica, cultural e artística.

Neste horizonte, destacou a arte e a literatura como linguagens que ampliam o repertório e contribuem no processo formativo da imaginação e da criatividade, aspectos fundamentais para constituição do estilo e da estética do Arquiteto e Urbanista.  Posteriormente, falou de suas obras e também esclareceu dúvidas e curiosidades acerca de estilo, materiais e técnicas; narrou alguns fatos e, com isso, abrilhantou a aula e sensibilizou os alunos e alunas para o investimento na profissão e na formação pessoal.


Curso de Arquitetura e Urbanismo realiza a 4ª Edição da Aula Magna

Aconteceu dia 18 de dezembro de 2018, no Auditório DCEEng, a 4ª edição da Aula Magna do Curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIJUÍ. O Evento iniciou com a fala do professor Tarcisio Dorn de Oliveira que cumprimentou os presentes observando a importância e relevância da Aula Magna. O professor ainda observou a retrospectiva dos fatos marcantes no Curso no decorrente ano.

A noite contou com a presença da professora de história, Drª Cláudia Eliane Ilgenfritz Toso, que proferiu a palestra - A criança e a cidade: conhecer para pertencer. A palestrante baseou sua fala refletindo acerca do ensino sobre a cidade nos anos iniciais do ensino fundamental, apresentando reflexões sobre o ensino da cidade e a construção do sentimento de pertencimento, elementos esses, que fazem parte da pesquisa de seu Doutorado em Educação nas Ciências.

Cláudia, assim como o escritor italiano Tonucci, acredita que a cidade é um pedaço de mundo ou, querendo, é o ambiente que permite conhecer o mundo. Assim, o espaço escolar, os primeiros anos de escolaridade no ensino fundamental é responsável por apresentar a cidade à criança e é o campo dos estudos sociais que aborda este conteúdo. Embora a cidade seja o lugar em que prevalece a ideia do espaço em que a vida comum ocorre e se produz, ela não deixa de ser um espaço de conflito.

Por fim, deixou a mensagem que os alunos ao conhecerem o lugar em que moram e ao se relacionarem com ele, podem estabelecer vínculos e sentir-se pertencente a ele, afirmando que é na cidade que se vive a vida.

 

 


Sensibilização dos sentidos: aula de apreciação de imagens, objetos e arte

As atividade da disciplina de Estética e Teoria da Arquitetura, posterior ao passeio “Olhares pela cidade”, tiveram como principal objetivo sensibilizar e despertar os sentidos dos alunos – a aisthesis – para a criação das interferências artísticas nas fotografias que realizaram durante o passeio.

Os alunos do Curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIJUÍ, foram provocados à experienciar e sentir diferentes sensações, provocando os sentidos do corpo: visão (apreciação de imagens e obras), tato (sentindo diferentes texturas e formas), gosto (degustação de trufas com diferentes sabores), a audição (explorando instrumentos de percussão). Conduzidos pela professora Maria Regina Johann, os estudantes realizaram uma discussão sobre a aisthesis relacionando a experiência da atividade à profissão do Arquiteto urbanista.


Estudantes foram recebidos em evento sobre Design Italiano na Loja de mobiliário Acordare

                    

Na noite do dia 07 de novembro de 2018, os alunos do Curso de Arquitetura e Urbanismo e Design da UNIJUÍ tiveram a oportunidade de visitar a loja de Móveis Acordare localizada na Cidade de Ijuí. A visita aconteceu em um evento promovido pela Natuzzi, consagrada marca italiana de mobiliário. 

A partir do convite feito ao Curso e acompanhados pela Professora Bruna Fuzzer os alunos puderam ter contato com o segmento de interiores em arquitetura. No evento, Rodrigo Manzoni (Speaker da Natuzzi) versou sobre design italiano e suas inspirações, aspectos conceituais das peças, tipos e definições de peles de estofados e cores, bem como, mostrou todo o processo de fabricação desde a matéria prima até a finalização e venda das peças da marca. 

Também as professoras Tenile Piovesan e Claudia Legonde prestigiaram o Evento. Na oportunidade, todos os presentes puderam explorar os mobiliários da loja, sentir diferentes tipos de materiais, texturas e acabamentos, bem como, noções de composição e ambientações, que estavam disponíveis na loja.

A professora Bruna destaca que este contato direto com as marcas e fornecedores é importante para os alunos, não só para ter uma noção do que é a prática enquanto profissionais, mas principalmente sobre a importância de se ter o domínio técnico e conhecer as minucias dos produtos que futuramente especificarão.  Para os profissionais de arquitetura e design é fundamental conhecer os processos desde sua origem até o consumidor final como forma de agregar valor e justificar as escolhas.

A professora Tenile pode exercitar o idioma italiano com o palestrante da noite e multiplicar ideias sobre o tema e tendências. Ainda, aproveitou o momento de descontração para criar a frase “La vitta è Bella. E um dono! Sfruttala com piaciere, benessere ed uma buona archittetura”.


Sarau do curso de Arquitetura e Urbanismo trouxe expressões artísticas para a Universidade

                

Com o objetivo de inserir a comunidade acadêmica em um ambiente de arte e expressões, o curso de Arquitetura e Urbanismo da Unijuí realizou, no fim da tarde e noite desta quinta-feira, o 1º Sarau do curso. Música, artes plásticas, poesia, leituras, dança, e outras manifestações artísticas fizeram parte da programação, que foi realizada no prédio da Biblioteca do Campus Ijuí.

Segundo a professora Maria Regina Johann, a ideia do Sarau surgiu após uma visita da turma da disciplina “Teoria e História da Arquitetura 4” para Brasília, com o objetivo de estudar e apreciar o patrimônio arquitetônico da capital brasileira. “Por conta disso, pensamos que nós, enquanto professores e estudantes, precisamos criar espaços de convivência mediados pela arte. A proposta foi de promover algo mais aberto, com imprevisões, próprio do ambiente universitário”, salienta a professora.

Também fizeram parte da programação uma exposição de fotografias que os estudantes registraram nesta viagem para Brasília e uma mostra de trabalhos realizados na disciplina, que retratam os aspectos históricos da arquitetura de Ijuí.

O evento foi uma promoção da Unijuí, do curso Arquitetura e Urbanismo, com o apoio do Gasteiz Vitória, Mobiliário 21, Cia. Cadagy, Editora Unijuí, Mauro Spinatto fotografias e a CVC.


Aula: olhares para a arquitetura e urbanismo da cidade de Ijuí

              

Os estudantes da disciplina de Estética e Teoria da Arquitetura do Curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIJUÍ, foram convidados a apreciar, analisar e refletir sobre o patrimônio arquitetônico e urbanístico da cidade de Ijuí, com destaque para a região central. Neste passeio foi visitada a Igreja da Natividade, o Prédio do Antigo Cinema Serrano, a Praça, o Prédio da Intendência (antiga prefeitura e delegacia), o Clube Ijuí, a Prefeitura Municipal, o Colégio Estadual de Educação Básica, Rui Barbosa (Ruizinho), a Residência da Família Kopf (atualmente residência da Senhora Carmen), entre outros.

Conduzidos pela professora Maria Regina Johann, os estudantes, discutiram acerca da preservação e dos cuidados em relação a interferência sobre a arquitetura original. Problematizaram sobre a atualização das leis que regulamentam a preservação do patrimônio arquitetônico, uma vez que as mesmas asseguram (ou não) a salvaguarda da memória e da história da cidade. Os estudantes foram estimulados a fazer registros fotográficos, com especial atenção aos detalhes arquitetônicos e artísticos, observando os diferentes estilos e padrões estéticos.