COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Projeto Educação em Saúde leva conhecimento para a comunidade de Ijuí

                  

Com o objetivo de levar educação em saúde para a comunidade de Ijuí, o Projeto de Extensão Educação em Saúde, ligado ao Departamento de Ciências da Vida (DCVida), tem realizado diversas ações durante este ano com diversos públicos e instituições locais.

Nesta semana, na quarta-feira, dia 26, os alunos do CIEP interagiram e tiraram dúvidas sobre diversos assuntos de saúde a partir de uma mostra na escola. Todas as áreas da saúde da Universidade estiveram representadas e disponibilizaram materiais para manuseio. “Dessa forma oportunizamos um aprendizado com interação, eles podem visualizar melhor, por exemplo, os órgãos humanos, com bonecos do Laboratório de Anatomia que levamos até a escola”, observa a coordenadora do Projeto, professora Angélica Moreira. A atividade também já havia sido realizada no dia 12 de setembro com os alunos da Escola Anita Garibaldi.

Já nesta sexta-feira, dia 28, os alunos da Escola São Geraldo participaram, no auditório do Dceeng, na Sede Acadêmica, da atividade “Orientações Básicas para a Saúde Sexual e a Saúde Reprodutiva na Adolescência”, que foi solicitada pela direção do colégio.  Nesta atividade, além dos bolsistas do Departamento, houve a participação de estudantes voluntários do curso de Psicologia da Unijuí.

Estas atividades vão continuar ocorrendo. Segundo a professora coordenadora do Projeto, além das escolas, também são realizados atendimentos a domicílio de idosos, vinculados a Estratégia de Saúde da Família Assis Brasil, mediante convênio com a Prefeitura. Também integram atividades o Clube de Mães e o Programa Integrado para a Terceira Idade, vinculado ao curso de Educação Física da Unijuí.

Mais sobre o Projeto

Atuam nas atividades nove professores dos cursos de Farmácia, Fisioterapia, Nutrição, Enfermagem, Estética e Cosmética e Biomedicina; e 19 estudantes sendo seis bolsistas e 13 estudantes voluntários dos cursos de Farmácia, Fisioterapia, Nutrição, Enfermagem, Estética e Cosmética e Biomedicina. 

Segundo a coordenadora do Projeto, professora Angélica Moreira, a educação em saúde é um desafio para os serviços de saúde e também para a Universidade. Dessa forma, ele visa discutir e problematizar com os estudantes as vivências, a partir da integralidade; envolver os estudantes em atividades de ensino e serviços aos usuários assistidos por uma equipe de saúde; proporcionar vivências e consolidação de conhecimentos de núcleos profissionais e também vivências interdisciplinares, como vivências de campo. “Esta intervenção na comunidade congrega os conhecimentos nas diferentes áreas, garantindo à população atendida atividades de promoção, prevenção e reabilitação em saúde”, observa a coordenadora. As metodologias pensadas para as atividades são estruturadas a partir de metodologias ativas, como a metodologia da problematização. 


Compartilhe!