COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Ciências Biológicas (Bacharelado)

Bolsistas do PET Ciências Biológicas organizam guias para identificação de espécies

Os bolsistas do Programa de Educação Tutorial (PET) Ciências Biológicas da Unijuí produziram uma série de guias ilustrados para identificação de espécies de Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANCs), plantas medicinais, plantas tóxicas e animais peçonhentos.

A iniciativa surgiu a partir de uma demanda apresentada durante reunião da Agenda 21 para as espécies de animais peçonhentos. Estes animais, comuns na região Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, são pouco conhecidos e, muitas vezes, confundidos com espécies não peçonhentas pela população.

Além do guia dos animais peçonhentos, os estudantes do grupo PET organizaram um guia para identificação das PANCs, plantas que possuem altos teores de nutrientes e potencial alimentício, mas que não são exploradas como alimento. Já os guias das plantas medicinais e tóxicas foram organizados para auxiliar na identificação correta das espécies, com informações sobre as indicações e riscos de intoxicação, respectivamente.

O grupo PET Ciências Biológicas possui 12 bolsistas MEC/SESu e a tutora, Juliana Maria Fachinetto, professora do curso de Ciências Biológicas e do mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí. Também participaram da organização dos guias as professoras do curso de Ciências Biológicas, Francesca Werner Ferreira, Maria Cristina Pansera de Araújo e Vidica Bianchi.

Os guias estão disponíveis neste link.


Ciências Biológicas: vivências práticas são grande diferencial do processo formativo

O curso de Ciências Biológicas da Unijuí prepara profissionais para planejar e executar diagnósticos para a análise e avaliação da qualidade ambiental, para propor e implementar  intervenções,  para a tomada de decisão na gestão do Meio Ambiente e Biodiversidade de uma determinada área ou região. O curso tem quatro anos de duração e é ofertado no campus Ijuí, dentro da nova proposta de cursos da Universidade, a Graduação Mais.

A nova estrutura curricular do curso na Unijuí é baseada em um modelo de currículo por competências e módulos, projetos integradores e formação pessoal e profissional. Os estudantes passam a ficar ainda mais próximos da realidade do mercado de trabalho, aprendendo e vivendo de forma dinâmica os desafios de suas profissões. Além disso, começam a trabalhar de forma integrada com diversas áreas do conhecimento, complementando suas formações.

“Para quem se encanta pelos estudos da natureza, ver de perto as várias espécies de plantas, animais e outros seres vivos é fundamental, e por isso, no curso de Ciências Biológicas da Unijuí, os estudos de campo são parte essencial do currículo. O estudante tem à disposição uma área experimental e de ensino de 236 hectares, chamada IRDER, a Escola Fazenda da Universidade, onde são realizadas atividades práticas e de pesquisas. Essa vivência também acontece dentro da Unijuí, na área verde do campus de Ijuí e, naturalmente, dentro dos laboratórios que abrigam coleções biológicas. Ao longo do curso, o estudante aprende na prática a sua profissão”, relata a coordenadora do curso, professora Bruna Comparsi. 

O curso de Ciências Biológicas da Unijuí é um dos únicos cursos da região que conta com o Programa de Educação Tutorial, o PETBio. “O PETBio é composto por um grupo de estudantes (bolsistas remunerados, voluntários ou colaboradores) sob a orientação de um professor tutor.  As atividades realizadas pelo PETBio possibilitam ampliar a gama de experiências em sua formação acadêmica e cidadã”, explica a coordenadora. Além dessas, há várias outras áreas de atuação dos estudantes de Biologia ainda dentro da Universidade, indo de Laboratório de Análises Ambientais e Alimentos, Laboratório de Botânica, Laboratório de Zoologia e o Laboratório de Análises Clínicas.

Saiba mais sobre o curso de Ciências Biológicas da Unijuí acessando o link


13ª Exposição Conhecer para Preservar será realizada de forma virtual no mês de junho

Durante todo o mês de junho, acontece a 13ª edição da Exposição Conhecer para Preservar na Unijuí, que terá como tema “A Ciência Explica! Desmistificando”. Realizada pela primeira vez no formato online, em razão da pandemia de covid-19, a exposição é uma iniciativa do Programa de Educação Tutorial (PET) Biologia, curso de Ciências Biológicas e Museu Antropológico Diretor Pestana (MADP).

Conforme explica a professora do curso de Ciências Biológicas e do Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade, Juliana Fachinetto, a primeira edição da exposição aconteceu em 2008, e nas 12 edições seguintes o evento foi realizado de forma presencial, todos os anos, no espaço de exposições temporárias do Museu – o que possibilitava receber um público bastante diversificado, da Educação Infantil até o Ensino Superior. Em cada ano, um tema foi desenvolvido.

Em 2020, em razão da pandemia, a exposição acabou não acontecendo, mas retorna neste ano, em formato virtual. “O tema proposto foi pensado para aproximar o conhecimento científico da população e explicar, com base na ciência, algumas observações feitas desde sempre. Trazer alguns mitos que são considerados científicos, como o terraplanismo, as fake news sobre vacinas e também alguns fatos científicos que são tratados como mitos, a exemplo da crise climática”, explica a professora. 

Contando com auxílio de professores do curso de Ciências Biológicas e áreas afins para sua organização, a exposição integrará a Semana Municipal do Meio Ambiente. Ao longo do mês, além de visitas online, serão realizadas palestras, que podem ser conferidas abaixo:

Dia 08/06 - 18h às 19h

Palestra com o professor Jonatas Zeni Klafke, sobre “Modelos animais utilizados em pesquisa científica: mitos e verdades”. Mediadora: professora e coordenadora dos cursos de Biomedicina e Ciências Biológicas, Bruna Comparsi.

Dia 09/06 - 9h às 10h

Palestra com o professor Nelson Adelar Toniazzo, sobre “A ideia falsa da Terra Plana”. Mediadora: professora Vidica Bianchi.

Dia 16/06 - 14h às 15h

Palestra com o professor e secretário municipal de Saúde, Marcio Júnior Strassburger, sobre “Vacinação contra a covid-19: o que esperar?”. Mediadora: professora Juliana Maria Fachinetto.

Dia 22/06 - 14h às 15h30

Palestra com os professores Josei Fernandes Pereira e Maria Cristina Pansera de Araujo, com o tema “Existe Raça Humana? Perspectiva Biológica e Social”. Mediadora: professora Juliana Maria Fachinetto.

Dia 25/06 - 19h30 às 21h30

Palestra com o professor Francisco Eliseu Aquino, com o tema “Crise Climática e o Sul do Brasil”. Mediadora: professora Juliana Maria Fachinetto.


Jornada do curso de Ciências Biológicas debate o futuro depois da pandemia

Na noite desta quinta-feira, 20 de maio, o curso de Ciências Biológicas realizou sua jornada dentro da programação do 8º Congresso Internacional em Saúde. O evento trouxe a temática “O Futuro depois da pandemia: A educação ambiental para superar a crise”, com palestra do doutor em Educação, biólogo e pedagogo Marcos Sorrentino, da Universidade Federal de São Paulo e mediação da doutora Francesca Werner Ferreira, professora da Unijuí. 

Em sua fala, Sorrentino destacou os impactos da pandemia. ”A pandemia coloca muita coisa em risco. Nós estamos inseguros com relação ao futuro. O lado positivo é que ela nos leva a pensar sobre o presente, sobre as causas que nos trouxeram a este momento. A pandemia veio para ficar. A próxima década será impactada fortemente pelos resultados desse momento. Ou seja, se bem administrada, os impactos serão melhores. Se mal administrada, os impactos serão piores”.

Ele frisou que a esperança que se tem é que as mudanças sejam boas para o meio ambiente e também proporcionem melhorias para a população e seu modo de produção. “Precisamos discutir novos caminhos para que o futuro não supere apenas a pandemia, mas, supere também, as causas estruturais que levam às mudanças climáticas, ao aquecimento global e às mudanças socioambientais. Precisamos pensar como a educação ambiental contribui para que utilizemos a nossa capacidade intuitiva”. 

O palestrante destacou ainda o papel da educação. “Criem situações em sala de aula. Qual o tipo de ser humano nós queremos formar? Não basta sermos reprodutores daquilo que nos foi dito pelos antepassados. Neste momento, nós devemos ser realistas ativos e esperançosos. As mudanças serão possíveis se investirmos em Educação”. Além disso, Sorrentino abordou os processos revolucionários para que a educação ambiental faça transformações. 

O Congresso Internacional de Saúde iniciou no dia 18 de maio e encerra nesta sexta-feira, dia 21.




Estudo avalia impactos ambientais no Arroio Espinho de Ijuí

Recentemente formada no curso de bacharelado em Ciências Biológicas da Unijuí, Mayse Rocha Liscano desenvolveu seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) a partir do tema “Avaliação dos impactos ambientais e qualidade da água do Arroio Espinho, localizado em Ijuí”. A pesquisa parte do interesse da jovem pela área ambiental e se fortalece na importância do estudo.

“O objetivo central desse trabalho foi avaliar o Arroio Espinho e seu entorno, já que ele percorre vários locais da cidade, tanto na área urbana quanto na área rural. O estudo sobre essa área é importante porque existem poucas publicações a respeito”, destacou Mayse, lembrando que o TCC contribui com dados sobre esse ambiente, que podem ser utilizados no gerenciamento, já que a proteção ambiental é uma preocupação muito grande nos últimos anos. “Cada vez mais, os nossos recursos naturais vêm sendo eliminados ou contaminados”, completou.

A partir da pesquisa realizada, Mayse observou que o Arroio Espinho não encontra-se adequado conforme sua classificação, pois sofre impactos da ação antrópica (ação humana sobre o meio ambiente), através do lançamento de esgoto, resíduos sólidos e industriais, além do desmatamento. “O Arroio sofre com a falta de APPs - Áreas de Preservação Permanente, que são de grande importância para proteção e filtragem de impactos externos. Então, é necessário que ocorra uma conscientização, visando a qualidade desse local”, afirmou.


Webinars marcam semana do Biólogo com temas atuais da área

              

Em comemoração ao Dia do Biólogo, os cursos de Ciências Biológicas (Licenciatura e Bacharelado) da Unijuí, realizam, esta semana, uma série Webinars. O objetivo é debater temas atuais da área e manter os estudantes atualizados nos assuntos.   

A transmissão ocorre pelo Google Meet, de forma gratuita e aberta aos interessados. O primeiro evento ocorreu na terça-feira, dia 01, desenvolvendo a temática “Aprendizagem baseada em projetos de pesquisa: a diversidade de espécies do pátio de escolas até a Floresta Atlântica”, realizada pelo professor Julio Cesar Vitolin. Nesta quinta-feira, dia 03, será realizado um segundo seminário, intitulado “Atuação do Biólogo com participação do CRBio-03”, com início previsto para às 19h30. 

Para encerrar a programação, a partir das 18h desta sexta-feira, dia 04, ocorre o seminário “Você já conhece as possibilidades da pesquisa com Zebrafish?”, que será realizado pela professora e pesquisadora, Vanessa de Quadros. Inscreva-se por este link e participe. O certificado será enviado ao e-mail cadastrado no momento da inscrição. Na oportunidade também será lançado o curso de Qualificação Profissional na área de Ciências Biológicas.

Mais informações com a Secretaria dos cursos biologia@unijui.edu.br ou no (55) 3332 0200 ramal 3221.