COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Estudantes de Medicina da Unijuí visitam o sistema de saúde de Santa Rosa

Os estudantes da primeira turma de Medicina da Unijuí realizaram visitas ao Sistema Único de Saúde (SUS) de Santa Rosa, na tarde de quinta-feira (13). Recebidos no auditório do Núcleo de Ensino e Pesquisa (NEP) pelo prefeito de Santa Rosa, Alcides Vicini, e pela equipe diretiva da Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa (FUMSSAR), os alunos foram apresentados ao Sistema e ao formato de gestão desenvolvido no município.

De acordo com o professor do curso de Medicina Luís Antônio Benvegnú, a construção do projeto do curso de Medicina da Unijuí foi pensada para os futuros médicos serem inseridos no Sistema Único de Saúde. “Desde o início do curso os estudantes conhecem e convivem com as mais diferentes áreas da saúde, que engloba o SUS e sua organização, a rede de postos, a atenção primária, a rede de urgência, rede hospitalar e a estrutura de gestão. Dessa forma, realizando essas visitas inicialmente em Ijuí e nesse momento tendo uma segunda visão em Santa Rosa, os acadêmicos estão conhecendo essas estruturas na prática”, ressaltou.

Os estudantes também visitaram uma Unidade Básica de Saúde, o Centro Especializado em Reabilitação Auditiva e Intelectual (CER), o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST), o Hemocentro, o Laboratório de Análises Clínicas e a FUMSSAR, estruturas que envolvem todos os serviços disponibilizados à população.

“Esse contato inicial é importante para os acadêmicos perceberem que a saúde não é uma coisa isolada, é uma política pública importante e que precisa ser priorizada pelos gestores dos municípios. Quando a nossa unidade de aprendizagem é voltada às políticas públicas de saúde, englobando o histórico e a organização da rede, essas visitas proporcionam uma vivência aos estudantes, para que possam refletir sobre o conteúdo teórico estudado em sala de aula e construir o seu próprio conhecimento, que posteriormente será utilizado para o resto de suas vidas como médicos”, destaca Luís Antônio.


Compartilhe!