COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Medicina: entenda como vai funcionar o primeiro vestibular do curso na Unijuí

                

Na próxima segunda-feira, dia 07 de janeiro, a Unijuí vai publicar o edital para o primeiro vestibular do curso de Medicina. As inscrições poderão ser feitas no Portal da Universidade do dia 07 de janeiro ao dia 17 de fevereiro. Para validar a inscrição, que terá um valor de R$ 180, os candidatos obrigatoriamente deverão ter prestado o Enem a partir do ano de 2015, obtendo no mínimo 450 pontos. Além disso, os candidatos terão que realizar uma prova com 40 questões objetivas e elaborar uma redação, em no máximo 4 horas, no dia 24 de fevereiro, em Ijuí, de forma presencial exclusivamente.

Outro detalhe deste edital diz respeito à aprovação dos futuros estudantes do curso: para garantir uma das 30 vagas na primeira turma, os candidatos serão avaliados pela nota obtida na prova do concurso Vestibular, aplicado pela Universidade, e pela nota global do Enem, ou seja, será realizada uma média dessas duas notas para determinar a classificação final. Além disso, candidatos que cursaram todo o ensino médio e o concluíram em escolas – públicas ou particulares – de cinco Coredes da região Noroeste (Noroeste Colonial, Fronteira Noroeste, Missões, Celeiro e Alto Jacuí) terão cinco pontos somados à média final do processo seletivo.

Nesta primeira edição não haverá oferta de Bolsas pelo ProUni, o que deverá ocorrer a partir do segundo semestre de 2019. Porém, a Universidade vai disponibilizar linha de crédito própria, assim como faz para os cursos já ofertados pela Instituição. O valor da mensalidade vai girar em torno de R$ 7 mil inicialmente e o estudante que aderir ao Plano de Flexibilização de Pagamento – PFP Medicina terá mensalidade em torno de R$ 4,9 mil.

A Vice-Reitora de Graduação, professora Cristina Pozzobon, pontua que "há uma grande expectativa, por parte de toda a comunidade interna e externa, a respeito deste primeiro processo seletivo para o curso de Medicina, que vem para reforçar a oferta de cursos de graduação na área da saúde. A Universidade está preparada para dar início ao curso e realizar o Vestibular é o próximo passo". Ainda, segundo a Vice-Reitora de Graduação, "a Unijuí apresenta, historicamente, importante atuação na formação superior no campo da saúde e na relação com a comunidade e com as instituições e serviços de atenção à saúde. Pela Medicina, a Unijuí busca, assim, potencializar o desenvolvimento e a melhoria da saúde dos indivíduos e das populações na região, estado e país, em sintonia com seu propósito que é participar do processo de desenvolvimento da região pela educação superior."

Sobre o curso

O Curso de Medicina da Unijuí, que terá uma duração de seis anos, vai preparar os profissionais para atuar nas áreas de atenção à saúde, de gestão e educação em saúde, nos sistemas público e privado, atendendo às necessidades individuais e coletivas em diferentes cenários de trabalho: unidades básicas de saúde, unidades sanitárias especializadas, ambulatórios, serviços de vigilância sanitária, assistência domiciliar, na comunidade (escolas e creches), unidades especializadas em reabilitação física, serviços de atendimento móvel de urgência, hospitais-dia, hospitais secundários e terciários, com todos os seus serviços (inclusive pronto-atendimento e emergência), consultório/clínicas, instituições de ensino e/ou pesquisa.

Conta com metodologia de ensino e aprendizagem diferenciada, baseada em metodologias ativas e com uma rede integrada de laboratórios de ensino, os quais permitem que o estudante vivencie as atividades profissionais desde o início do curso. Propõe formação interdisciplinar, evidenciando a importância de cada área da saúde no desenvolvimento de competências, habilidades, valores e atitudes que constituem o Médico enquanto agente de transformação na área de sua atuação profissional e cidadã. O curso terá a sustentação dos 60 anos de atuação qualificada no ensino superior, tendo sido sistematizado por comissão composta por docentes e médicos com formação em diferentes áreas. As discussões e os estudos realizados fundamentam um projeto formativo diferenciado, na perspectiva de uma educação integral, visando à superação da fragmentação do conhecimento. A proposta pedagógica objetiva a formação teórica sólida e o desenvolvimento de competências, habilidades, valores e atitudes operativas necessárias à prática profissional competente, ética, humanizada, socialmente comprometida com a comunidade e com os princípios do SUS, responsável e promotora da saúde integral do ser humano.

“O curso de Medicina apresenta-se como projeto institucional que visa contribuir na construção de um sistema de saúde que atenda às necessidades da população brasileira e que avance na qualidade e resolutividade dos problemas de saúde, a partir de uma formação médica comprometida com os aspectos sociais, econômicos, culturais e epidemiológicos”, complementa a Vice-Reitora de Graduação, professora Cristina Pozzobon.


Compartilhe!