COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Projeto Rondon: extensionistas iniciam as atividades no Piauí

Por: Juliana Andretta

Os extensionistas da Unijuí, selecionados para o Projeto Rondon-Operação Parnaíba 2019, chegaram ao estado do Piauí na manhã de sexta-feira, 18 de janeiro. Após diferentes capacitações e reuniões de preparação para as oficinas, os rondonistas iniciaram a viagem no dia 17, com a ida ao Aeroporto Internacional Salgado Filho, de Porto Alegre. Os mesmos se deslocaram de avião até Brasília, onde realizaram uma conexão para Teresina. Na capital piauiense, os universitários e professores foram encaminhados ao 25° Batalhão de Caçadores, onde permaneceram até o domingo (20), quando foram deslocados aos municípios de destino para a execução das atividades de integração social, cidadania e educação.

Desde outubro de 2018, quando os acadêmicos de diversas universidades do país foram selecionados, iniciou-se a corrida contra o tempo pra a preparação dos mesmos. A orientação por parte dos coordenadores se deu a partir do conhecimento da realidade de cada município para onde seriam enviados os grupos, por meio da viagem precursora feita pelos mesmos. Deste modo, iniciou a definição dos temas a serem trabalhados nas oficinas ministradas em cada uma das comunidades visitadas. Os projetos pilotos, realizados nas comunidades de origem das instituições de ensino, buscaram identificar a viabilidade das ações planejadas, a fim de esclarecer dúvidas e organizar questões pendentes.

Após as capacitações, os extensionistas realizaram a viagem. Universidades de Piauí, São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, entre outras, totalizando nove estados, se encontraram em Teresina. Mais de 300 acadêmicos e professores de 31 instituições de ensino se reuniram para socializar e participar de momentos de descontração. Na parte da noite, ocorreu a formatura dos militares do 25° Batalhão de Caçadores na capital Teresina, com a presença de representantes militares e dos rondonistas. Em seguida, foi servido o jantar com direito a comidas típicas e atrações culturais locais.

Na manhã do dia 19 ocorreu a abertura oficial da Operação Parnaíba 2019, em Teresina, no Piauí. Estiveram presentes os universitários extensionistas, os coordenadores das IES, militares, representantes municipais, incluindo prefeitos e secretários, além da governadora em exercício do estado piauiense, Regina Souza (PT). A abertura da operação contou com o discurso de boas-vindas aos rondonistas e mensagens positivas, que ressaltaram a importância do projeto Rondon para o país em prol do desenvolvimento social e bem-estar da comunidade. À tarde acadêmicos e professores tiveram a oportunidade de conhecer pontos turísticos de Teresina, como a famosa Ponte Estaiada, e fortalecer laços com os demais participantes.

Na manhã de domingo, os grupos foram deslocados para os municípios determinados nos quais colocarão em prática as ações comunitárias definidas para a execução, tendo por objetivos a promoção da cidadania, o fortalecimento do trabalho sustentável e a consolidação da responsabilidade social como forma de garantir a construção de um país mais justo e solidário.

A equipe da Unijuí e o grupo da Universidade de São Paulo foram deslocados para o município de Cabeceiras. Na segunda-feira, 21, os últimos ajustes de planejamento para o início das atividades na comunidade foram definidos. A reunião realizada possibilitou a integração e o debate entre o grupo de rondonistas e os representantes do município, como o secretário de desenvolvimento rural e meio ambiente, João de Deus de Oliveira Filho, o representante do secretário de educação, o secretário de esportes, José Evandro Alves de Araújo, a secretária de assistência social, Márcia de Oliveira Gomes, e a secretária da saúde, Ana dos Santos Mota.

Os mesmos se dividiram em equipes com temáticas afins, que discutiram sobre as necessidades de cada localidade e a viabilidade da realização das oficinas. As principais questões apontadas foram no setor da agricultura, o direcionamento do lixo orgânico e o descarte correto de embalagens de agrotóxicos, o manejo de animais, como caprinos, ovinos, suínos e bovinos, além da saúde pública.

Na área da nutrição, o foco do debate foi no atendimento de nutricionistas à comunidade, as ocorrências de doenças crônicas e a nutrição escolar. Já na área da educação, o debate centrou na importância da educação especial e na estruturação e organização do setor no município. No setor da saúde, foram debatidas questões sobre doenças crônicas, saúde mental e doenças transmissíveis. A manutenção dos benefícios previdenciários, bem como a prática de esportes, também foi trabalhada nas conversações.

A partir de terça-feira, as equipes serão deslocadas para as localidades do município, que totalizam 21 núcleos de ação.


Compartilhe!