COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Professor da Unijuí debate o ‘juridiquês’ na revista eletrônica Link CNJ

O coordenador do Programa de Mestrado e Doutorado em Direitos Humanos da Unijuí, professor Maiquel Wermuth, participou, nesta quinta-feira, dia 19 de fevereiro, da revista eletrônica Link CNJ, do Conselho Nacional de Justiça.

Apresentada por Guilherme Menezes e contando com a participação do desembargador e presidente da Comissão de Inovação do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS)Ricardo Pippi Schmidt, a revista abordou, nesta edição, como a linguagem, os ritos e símbolos adotados por operadores do Direito podem se transformar em barreiras para o acesso à Justiça. O chamado “juridiquês” – aquele vocabulário excessivo, rebuscado, cheio de citações em latim – é uma linguagem hermética, que poucas pessoas entendem. E, por isso, impedem que a maioria das pessoas entendam uma petição, uma sentença, um contrato ou outro texto jurídico qualquer.

Para conferir o Link CNJ na íntegra, basta acessar este link.


Compartilhe!