Confira algumas sugestões e coloque em dia as leituras nesse verão - Unijuí

COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Confira algumas sugestões e coloque em dia as leituras nesse verão

Ao longo do ano, muitos acadêmicos deixam de lado as leituras mais leves para se debruçar em textos científicos e materiais que exigem um nível de concentração maior. A chegada das férias, além de um momento para descansar, serve para colocar as leituras em dia. Desse modo, conversamos com as nossas Bibliotecárias da Bumom - Biblioteca Mario Osorio Marques, e separamos algumas dicas para você viajar para inúmeros lugares nesse verão e ainda enriquecer - e muito - o seu vocabulário. 

Começando pelas obras nacionais, Luís Fernando Veríssimo é o primeiro da lista com “As mentiras que as mulheres contam”. O livro traz dramas e comédias de forma sutil, sem perder o bom humor que caracteriza o autor. Outra personalidade renomada que pode acrescentar à lista de leituras para essas férias é Clarice Lispector, com seu livro de contos “A Bela e a Fera”. Lançado postumamente, reúne seis escritos do período de 1940 a 1941 e dois de 1977, ambos falando de escolhas, sentido da vida e solidão.

Para aqueles que querem acrescentar e gostam de um romance histórico, o livro “A Casa das Sete Mulheres” é uma ótima opção. O conto narra a saga da família de Bento Gonçalves, um dos líderes da Revolução Farroupilha. Escrita por Letícia Wierzchowski, a história descreve as aventuras de sete gaúchas da família do general que esperam o fim da guerra ocorrida entre os anos de 1835 a 1845. 

Complementando o rol de obras nacionais, “Dom Casmurro”, de Machado de Assis, não poderia faltar. No livro, Bentinho conta como recebeu a alcunha de Dom Casmurro e também sua história ao lado da icônica personagem Capitu. O conhecido conto traz um dos maiores mistérios da literatura brasileira e que você pode tentar desvendar nas suas férias: afinal, Capitu traiu Bentinho? 

Partindo para a literatura internacional, a primeira dica é o livro “O Segredo de Helena”, escrito por Lucinda Riley. No conto, a protagonista herda a antiga propriedade de seu tio, que havia visitado aos seus 15 anos. Depois de duas décadas, ela volta ao local desenterrando verdades que ela gostaria de manter escondidas.

Segundo a pesquisa Retratos da Leitura, elaborada pelo Instituto Pró-Livro (IPL), um dos livros estrangeiros mais lidos do Brasil é o romance e drama “A Culpa é das Estrelas”, de John Green. A obra é uma história de amor de dois pacientes com câncer que se conhecem em um Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. A partir disso, os dois jovens passam a viver um romance recheado de humor, doçura e melancolia.

O primeiro romance/ficção científica desta lista foi escrito por Stephenie Meyer. Na obra “A Hospedeira”, nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado pelos humanos, que viraram hospedeiros dos invasores. Melanie é uma das humanas que tenta resistir à dominação, tornando-se uma aliada improvável da alma dominadora chamada Peregrina.

Finalizando a lista, “As memórias do livro: romance sobre o manuscrito de Sarajevo”, escrito por Geraldine Brooks, é mais uma das sugestões que possui um contexto histórico como pano de fundo da narrativa. O conto traz a lenda de um manuscrito sagrado de valor incalculável, caçado por fanáticos políticos e religiosos, que reaparece depois de cinco séculos. Ao restaurá-lo, a personagem Hanna começa a descobrir algo além dos textos de suas páginas.

Além dessas sugestões, na Biblioteca Universitária Mario Osorio Marques existem diversas literaturas a serem exploradas. Reserva ou renovação de livros podem ser feitas pelo e-mail biblio@unijui.edu.br.

Gabriel R. Jaskulski, acadêmico de Jornalismo da Unijuí


Compartilhe!