COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Ijuí será palco de workshop universitário binacional de intervenção urbana

                  

Ijuí receberá neste ano uma ação diferente de intervenção urbana, que será protagonizada por estudantes da Unijuí e da Universidade Nacional de Córdoba (UNC), Argentina, numa parceria inédita para o Estado. Trata-se de um exercício acadêmico em que estudantes dos cursos de Arquitetura, Design, Engenharias, entre outros, de ambas as instituições, são desafiados a construir, de forma colaborativa, dispositivos urbanos em madeira, os quais serão distribuídos pela cidade. Inicialmente, a Avenida Pinheiro Machado será um dos palcos privilegiados para a realização do projeto.

A proposta foi apresentada, na tarde desta quinta-feira, pela Unijuí ao prefeito Valdir Heck. Além do chefe do executivo, estiveram presentes na reunião o Vice-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unijuí, Fernando Jaime González, o Presidente da União das Etnias (UETI), Nelson Casarin, o Secretário Municipal de Cultura, Esporte e Turismo, Sérgio Correa, o Chefe do Departamento de Ciências Exatas e Engenharias da Unijuí (DCEEng), Maurício Campos, e os professores dos cursos de Arquitetura e Engenharia Civil, Igor Norbert Soares e Tarcísio Dorn, além de Francisco Roloff, também representando a UETI.

Com o objetivo de pensar a cidade de Ijuí, em diálogo com o movimento étnico, e trazer um pouco da Expoijuí/Fenadi para dentro do espaço urbano, o projeto será desenvolvido em setembro próximo, dias prévios à realização da Feira. Os estudantes das duas Universidades vão estudar o espaço urbano de Ijuí no primeiro semestre para projetar e posteriormente fabricar instalações em madeira. Essas peças serão expostas nas ruas de Ijuí e estarão disponíveis para interação com a comunidade. Como parte da proposta, será realizado um projeto de iluminação para a Avenida Pinheiro Machado.

Segundo o Vice-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unijuí, Fernando Jaime González, o projeto trata-se de uma inovação para Ijuí. “Inicialmente, a proposta foi pensada como uma das ações de internacionalização que a universidade realiza com vistas a enriquecer as experiências formativas de nossos estudantes. Contudo, a partir do know-how dos colegas da UNC, das discussões com o Comitê Pró-Reconhecimento de Ijuí Capital das Etnias, o apoio da UETI e as boas ideias dos professores da Unijuí, percebemos que a iniciativa poderia tomar outra dimensão, bem maior que o de um exercício acadêmico, e se converter num acontecimento com impacto perene na cidade. Nesse sentido, as reuniões que se sucederam passaram a envolver também a ACI e a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo, das quais surgiram novas ideias que enriqueceram ainda mais a proposta. Dessa forma, o apoio que o prefeito manifestou hoje ao projeto é fundamental e é o pontapé inicial para desencadear o conjunto de ações que as instituições parceiras (Unijuí, UNC, Poder Executivo Municipal, UETI, ACI) deverão realizar nos próximos meses, para a proposta ter todo o impacto projetado”.

Na reunião, as entidades e o poder público trataram, ainda, de alguns detalhes da execução da iniciativa, que agora serão aprimorados. “Esta proposta que nos foi apresentada está de acordo com o que almejamos para Ijuí. No que depender do município, criaremos todas as condições possíveis para que ele seja viabilizado”, salienta o prefeito de Ijuí, Valdir Heck.

O Projeto na Argentina

O Projeto, coordenado pelo professor da UNC, Jonny Gallardo, já é realizado em Córdoba, na Argentina, há algumas edições, com sucesso. Na última, realizada em 2018, ocorreu durante a Bienal do Design, organizada pela Cámara de la Madera, Mueble y Equipamiento de Córdoba, ADEC, La Facultad de Arquitectura Urbanismo y Diseño de la UNC y la Municipalidad de Córdoba. A ação teve, inclusive, cobertura da mídia nacional do país vizinho. Confira a matéria  do Jornal O Clarín, um dos principais da Argentina.

Na galeria de fotos, alguns registros das intervenções realizadas em 2018, em Córdoba.


Compartilhe!