COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Nutrição (Bacharelado)

Estudante elabora preparações culinárias para pacientes com câncer em Projeto de Conclusão de curso

             

Durante os dias 10, 12 e 16 de novembro de 2020 a estudante do curso de Nutrição da Unijui Pâmela Giuli Fleck da Silva Helfenstein, desenvolveu atividades do seu Trabalho de Conclusão de Curso, sob orientação da professora Aline Dutra Madallozo, no Hospital de Caridade de Ijuí, na Clínica Oncológica. O trabalho consiste na elaboração e avaliação de preparações culinárias contendo suplementos alimentares, para pacientes com câncer. 

O objetivo é melhorar a aceitabilidade da suplementação alimentar durante o tratamento, considerando a resistência dos pacientes devido a monotonia de sabores. A suplementação alimentar torna-se por vezes fundamental no tratamento, visando manter um estado nutricional adequado, prevenindo a perda de peso, de massa muscular e o desenvolvimento de desnutrição, fatores que determinam-se como maior risco para mortalidade nestes pacientes.

A aplicação dos suplementos alimentares dentro de preparações culinárias, possibilita uma maior variação na dieta do indivíduo, evitando a monotonia de sabores e consequentemente fornece um aporte energético adequado a manutenção do organismo para suportar a demanda pela doença e também pelo tratamento.


Curso de Nutrição oportuniza vivência profissional aos interessados na área

             

Para auxiliar na decisão profissional, o curso de Nutrição da Unijuí oportuniza aos futuros estudantes da Universidade conhecer melhor a proposta e estrutura do curso, por meio de vivência no Consultório de Nutrição. Os interessados acompanham, de forma agendada, os estudantes e professores em atuação.

A estudante de Ensino Médio, Laura Gabbi Szismann, da Escola Estadual De Ensino Médio Ruy Barbosa-Ruyzão, já teve essa oportunidade nesta semana e gostou muito da experiência. “Meu interesse em cursar Nutrição emergiu quando deliberei mudar meu estilo de vida, incluindo atividade física e alimentos saudáveis, abrangendo como objetivo aperfeiçoar meu físico e saúde. Desfrutei da oportunidade de realizar uma vivência no curso,  supervisionada pela professora Karina Ribeiro Rios. Apesar das dificuldades que estamos vivenciando, enfrentando um inimigo invisível, efetuei a experiência com todos os cuidados obrigatórios”, relata.

Segundo a estudante, depois da experiência e de participar do Profissional do Futuro, teve certeza da sua escolha. “Adquiri uma percepção de todos os elementos concebido no curso, acompanhei três consultas presenciais, constatando os espaços disponíveis aos estudantes.  Compreendi que uma nutrição adequada é inigualável, mantendo uma admirável qualidade de vida, evitando doenças. Um profissional nutricionista, analisando os nutrientes, advertirá como eles beneficiam o funcionamento do organismo de cada indivíduo”, salienta.

Sobre o futuro profissional, Laura projeta: “executarei meu curso escolhido com amor, carinho e felicidade, assim me tornarei uma ótima profissional, reconhecida na área, me determinando cursar e viver aquilo que mais aprecio: a nutrição”, finaliza.

Os vestibulandos interessados em realizar experiência profissional com a Nutrição, podem contatar pelo email nutricao@unijui.edu.br.

Vestibular

Acesse o site do Vestibular, confira mais informações e faça a inscrição: www.unijui.edu.br/vestibular.

Inscrições: até o dia 30 de novembro

Prova: 06 de dezembro, somente online, em razão da pandemia.


Nutrição na prática: Novembro Azul e o bolo que fez aniversário

          

O mês de novembro é marcado pela conscientização sobre a saúde do homem, especialmente pela prevenção do câncer de próstata. Em alusão a este tema, estudantes do último semestre do Curso de Nutrição da Unijuí desenvolveram, na manhã desta sexta-feira, dia 13, outra ação educativa externa na ESF Getúlio Vargas. A partir de informações retiradas de cartilha do Ministério da Saúde (MS) e Instituto Nacional do Câncer (INCA), intitulada “Câncer de próstata: vamos falar sobre isso?”, um material foi distribuído à população em alguns domicílios, com o auxílio da Agente Comunitária de Saúde Andréia Galli.

“Como dificilmente os homens vão às consultas, pois trabalham ou não querem admitir que estão com alguma patologia e que necessitam de cuidados com sua saúde, essa ação de entrega dos panfletos nos domicílios reforçou a importância da realização de exames de rotina”, destaca a estudante Pâmela Lubschinski.

Outra ação ocorreu na ESF, onde foi organizada uma mesa de modo a destacar a importância dos momentos de refeição, considerando o passo número 5 do Guia Alimentar para a População Brasileira, que reforça a comensalidade a partir da recomendação de “comer com regularidade e atenção, em ambientes apropriados e, sempre que possível, em companhia”.

Entre outros itens, foi mostrado à população um bolo industrializado, o qual teve sua embalagem aberta no dia 13/11/2018, exatamente há dois anos, numa atividade educativa promovida na ESF Centro Social Urbano, onde estudantes da Nutrição participaram do grupo de diabéticos, sob supervisão da nutricionista Cristina Hartmann. “Há dois anos o bolo está aberto, exposto ao ambiente no consultório de nutrição da ESF. Como pode ser visualizado na imagem, o bolo não apresenta alterações como bolores, sinais de insetos, alteração no odor; continua com boa aparência, apesar de estar endurecido”, destaca a profissional.

A comunidade que recebeu as orientações parabenizou a ação dos estudantes e reconheceu a importância deste tipo de ação. A professora Karina Rios, que supervisionou as ações destaca: “quanto mais próximos estivermos da população e colocarmos em prática a teoria, mais sentido fará na formação dos nossos estudantes”. A estudante Cátia Janke complementa que “como estamos em um momento de grandes transformações devido à pandemia, é muito gratificante fazer parte dessa ação, orientando e contribuindo para a saúde da comunidade”.


Estudantes de Nutrição realizam atividade de orientação à população ao ar livre

            

Nesta manhã desta sexta-feira, dia 30, os estudantes do Curso de Nutrição da Unijuí que realizam o Estágio em Saúde Coletiva II na ESF 14/15 do Getúlio Vargas, em Ijuí, realizaram ações de educação em saúde ao ar livre. Foi organizado um espaço para orientação individualizada e outro para orientações sobre o uso de condimentos naturais, representação da ingestão de açúcar e sobre o consumo de alimentos industrializados e bebida alcoólica.

"A informação é a melhor estratégia para mudanças necessárias nos hábitos alimentares. Por meio dela, pode-se fazer melhores escolhas no dia a dia, as quais irão repercutir positivamente na saúde", afirma a professora Karina Rios, supervisora do estágio, que acompanha diretamente as atividades.

A paciente Adriana da Silva Fontella, de 36 anos, ouviu as orientações dos estudantes e fez diversos questionamentos sobre alimentação. "Vi que preciso diminuir muito o consumo de leite e de açúcar. Eu não percebia que estava ingerindo bastante açúcar", comenta. Por meio da demonstração que os estudantes fizeram, essa paciente verificou que consome mais de 60 gramas de açúcar ao dia, somente adicionando ao leite, nos diversos horários que o ingere, por exemplo.

Por sua vez, a estudante Pâmela Fleck comentou que "estas atividades contribuem de forma a ser uma troca de conhecimento entre futuros profissionais da saúde, que visam o cuidado com a alimentação e nutrição com os usuários que frequentam a ESF. Durante essas atividades temos trocas culturais e de hábitos alimentares muito ricas. O paciente traz seu conhecimento popular e podemos contribuir e complementar com o conhecimento científico, bem como, torna-se uma dinâmica gratificante, por poder proporcionar autonomia para melhores escolhas alimentares pelo indivíduos, como uma forma de autocuidado", reflete.

Foram tomados todos os cuidados com relação ao novo coronavírus, como o uso obrigatório de máscara, distanciamento social ao ar livre e uso de álcool gel. Conforme o cronograma do estágio, ainda ocorrerão em mais duas sextas-feiras, no mês de novembro atividades dessa natureza.   

 


Estudantes do curso de Nutrição participam de atividade alusiva ao Setembro Amarelo no Hospital Bom Pastor

              

Na manhã de segunda-feira, dia 14, estudantes do Curso de Nutrição da Unijuí desenvolveram, com pacientes internados no Hospital Bom Pastor de Ijuí, atividade alusiva ao Setembro Amarelo, mês em que se reforça a campanha brasileira de Prevenção ao Suicídio.

A atividade teve como um dos objetivos possibilitar reflexões e discussões acerca da prevenção ao suicídio, com foco na valorização da vida, e ocorreu sob supervisão da nutricionista e professora da disciplina de Estágio em Nutrição Clínica II, Cristiane Girotto Reips e da nutricionista do Hospital, Rafaela Sperotto.

Na oportunidade, os pacientes puderam explanar e também expressar, por meio de desenhos e palavras, sobre o que lhes proporciona bem-estar, citando o comer e o cozinhar como algumas atividades prazerosas.

"Atividades como essa reforçam a importância da inserção de estudantes de Nutrição, na área da Saúde Mental, seja pela oportunidade para a formação profissional, em aprimorar o cuidado clínico, humanizado, frente às demandas/escutas relacionadas à depressão e tentativas de suicídio, e como o nutricionista pode proceder/orientar nessas situações, como para conhecer os serviços oferecidos pela Rede de Atenção à Saúde", observa a professora Cristiane Girotto Reips.

Ainda, em relação ao Setembro Amarelo, e ao processo de formação na área da Saúde Mental, os estudantes prestigiaram, na tarde da sexta-feira, dia 11, a live intitulada “A escuta do sofrimento em pessoas com problemas no uso de álcool e outras drogas”, ministrada pela Psicóloga Paola Lazarotto e pela Enfermeira Michele Eichelerger, e promovida pelo Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogras (CAPS ad II). As profissionais reforçaram a importância do trabalho interdisciplinar e dos encaminhamentos em Rede, nas situações de escuta de sofrimento e de ideias suicidas. 

 


Curso de Nutrição da Unijuí realiza capacitação ao Hospital Bom Pastor

            

Buscando aperfeiçoar e capacitar as colaboradoras do serviço de nutrição e dietética do Bom Pastor de Ijuí para boas práticas na manipulação de alimentos, o curso de Nutrição da Unijuí, em parceria com a instituição, desenvolve um curso de capacitação para oferecer aos pacientes um serviço de excelência e segurança.

A capacitação está acontecendo no Bom Pastor e encerra na próxima terça-feira, 15 de setembro. Com duração de oito horas, está sendo ministrada pela professora do curso de Nutrição da Unijuí, Karina Ribeiro Rios e foi dividida em três noites. A professora explica que “Os temas abordados contemplam o que é sugerido nas normas sanitárias vigentes para serviços de alimentação, quanto à capacitação periódica dos manipuladores: higiene pessoal, manipulação de alimentos e doenças transmitidas por alimentos “na tentativa de aproveitamento”.

A nutricionista do Bom Pastor, Rafaela Sperotto, explica a importância da capacitação: “a gente reconhece a importância da qualificação e também da importância que a Unijuí nos dá nessa parceria de qualificação desses profissionais, ainda mais em uma casa nova como o hospital está”. Para ela, a capacitação “está vindo muito ao encontro das nossas expectativas, principalmente agora, frente à realidade da pandemia, onde a gente tem que reforçar todos os cuidados, então de fato vem muito a contribuir, está sendo uma experiência maravilhosa para as meninas”. 

Por Leticia Breunig, acadêmica de Jornalismo e estagiária na Usina de Ideias.