Institucional - Unijuí

COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Institucional

Unijuí oferta Plano de Financiamento Especial para ingressantes nos cursos de Matemática e Letras: Português e Inglês

Aprovados no Vestibular Contínuo Complementar da Unijuí, para os cursos de Matemática e Letras: Português e Inglês, terão a possibilidade de aderir ao Plano de Financiamento Especial lançado pela Instituição.

O benefício pode ser acessado por ingressantes que não foram beneficiados pelo Programa Professor do Amanhã, sendo incompatível com qualquer outro benefício previsto na Resolução do Conselho Diretor nº 40/2023, exceto com o caput do Art. 9º, que dispõe sobre a incidência de “desconto de 1% no valor das mensalidades dos cursos de graduação, modalidade presencial, para pagamentos efetuados até o dia 7 de cada mês.

O financiamento poderá ser realizado em até 96 parcelas mensais e consecutivas de R$ 400, reajustadas anualmente pelo índice de reajuste das mensalidades, aprovado pelo Conselho Diretor da Fidene.

Interessados em participar do Vestibular Contínuo Complementar têm até o dia 2 de abril para se inscrever no site. Ao todo, são ofertadas 26 vagas, sendo 13 para cada curso, as quais são complementares às turmas do Programa Professor do Amanhã.

Ambos os cursos estão sendo ofertados na modalidade presencial, no campus Ijuí, no período noturno. Como formas de seleção, os candidatos podem aproveitar a nota de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a nota de redação do Concurso Vestibular da Unijuí, ou ainda optar por fazer prova online, que consiste em uma redação.

O resultado final com a lista dos classificados será divulgado no dia 5 de abril, no site do Vestibular. Já o prazo de matrículas será aberto a partir da confirmação da aprovação. Mais informações sobre o processo seletivo e como fazer inscrição, matrículas e outros detalhes podem ser conferidos no edital, disponível no site da Unijuí. 


Unijuí recebe professora norte-americana para ser English Teaching Assistant

A Unijuí recebeu nesta segunda-feira, 25 de março, a nova English Teaching Assistant (ETA) da Universidade. Vinda de Nova York, Estados Unidos, Danielle Ramirez, foi recepcionada pelo reitor, professor Dieter Rugard Siedenberg; vice-reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, professor Daniel Baggio; professor do curso de Letras, Anderson Amaral de Oliveira; e pela assessora do Escritório de Relações Internacionais (ERI) da Unijuí, Vanderléia de Andrade Haiski.

O English Teaching Assistant (ETA) é um programa de fomento à língua e à cultura de língua inglesa que traz, todos os anos, professores norte-americanos para a Unijuí. Realizado desde 2018, o programa ETA acontece por meio de uma parceria entre o curso de Letras: Português e Inglês da Unijuí com a Comissão Fulbright e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), que o financiam. 

Danielle Ramirez atuará na Unijuí por oito meses e já inicia suas atividades na próxima semana, dia 2 de abril, com o English Conversation Club, grupo de conversação em língua inglesa. Os encontros acontecerão nas terças e quintas-feiras, para interessados em diversos níveis de proficiência; e nas quartas-feiras, para iniciantes, às 17h, no Laboratório de Ensino de Línguas da Unijuí (Lelu). 

Interessados em participar do English Conversation Club podem entrar em contato pelo instagram do projeto ETA, neste link


Pesquisas no Madp aproximam gerações e contam histórias

O acervo fotográfico conservado no Museu Antropológico Diretor Pestana (Madp) ajuda a contar histórias, contribuindo para a compreensão e preservação da identidade da sociedade. As imagens têm o poder de despertar memórias e conectar gerações, o que aconteceu com o casal Pedro Luiz Sanfelici e Neuza Maria de Mello Sanfelici.

Após realizarem uma visita a uma exposição, eles solicitaram um atendimento de pesquisa com o objetivo de encontrar registros da família Sanfelici. Pedro destaca a boa receptividade da equipe do Madp. “Tendo exposto que era nosso objetivo encontrar fotos da família, foram solicitadas 24 horas para ser feita a pesquisa. Retornamos no dia seguinte e estava tudo preparado, nos esperando. A Neuza e eu não pudemos esconder a surpresa e a emoção que vivemos naqueles momentos de curtição das fotos”, contou.

Segundo ele,algumas das fotos foram tiradas há cerca de 90 anos. “Encontramos fotos de épocas diversas da minha família com seus amigos, funcionários que eram muito presentes também nos momentos de confraternização, pois todos moravam próximos. Inclusive, algumas fotos comigo quando criança. A parte divertida foi que encontramos ainda uma foto de nós dois jovens em um evento social. O sentimento mais forte que ficou foi de agradecer e reconhecer a importância de existir um lugar que acolhe, conserva e guarda a história da nossa cidade e da nossa gente”, comemorou Pedro.

Para a diretora do Museu Antropológico Diretor Pestana, Iselda Sausen Feil, o Museu preserva histórias e aproxima gerações. “É um local de narrativas, sejam elas por imagens ou outras formas, mas todas frutos de uma fala ou de um tempo. Quando se faz uma narrativa, não se faz apenas um texto racional, mas um texto cheio de imaginação, de percepções. Contar histórias é a forma de reviver experiências. Assim, conseguimos perceber que quando as pessoas estão no Museu, em contato com o nosso acervo, elas conseguem se conectar com outros momentos”, pontuou. 

O atendimento à pesquisa no acervo documental está disponível através das seguintes formas: online e presencial. Na forma presencial os pesquisadores podem vir até o Museu pesquisar e ter a experiência do contato com o documento. Já na forma online, as pesquisas são solicitadas através do site madp.unijui.edu.br/pesquise/, onde a equipe do Museu encaminhará uma lista com informações detalhadas do que há disponível sobre o tema requisitado, para assim dar andamento para a pesquisa.


Inscrições abertas para a aula magna dos cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu e aula inaugural do Programa Professor do Amanhã da Unijuí

Na próxima terça-feira, 2 de abril, será realizada a aula magna dos cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu da Unijuí, juntamente com a aula inaugural do Programa Professor do Amanhã para os cursos de licenciatura em Matemática e Letras: Português e Inglês. O evento acontecerá no Centro de Eventos, às 19h.

Tendo como tema as “Novas tecnologias, pesquisas e inovação: perspectivas para a Graduação e a Pós-Graduação Stricto Sensu”, o evento será conduzido pela secretária de Inovação, Ciência e Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul, Simone Stülp.

Interessados em participar devem realizar a inscrição neste link.


Criatec e Unijuí participam de mais uma edição do South Summit Brazil

Entre os dias 20 a 22 de março, a Criatec e a Unijuí participaram de um dos maiores eventos de inovação do mundo: o South Summit Brazil. Sediado no Cais Embarcadero, em Porto Alegre, o evento reuniu cerca de 24 mil pessoas de 55 países e teve a participação de diversos atores do ecossistema regional de inovação.

O South Summit Brazil contou também com a exposição das atividades da Criatec no Marketplace, espaço viabilizado pelo Governo do Estado, com cerca de 160 expositores, entre diferentes nichos de atuação como startups, hubs de negócios, parques, entre outros.

Ainda, como parte da programação da viagem a Porto Alegre, na tarde do dia 20 de março, ocorreu a visita de representantes do ecossistema regional de inovação ao Instituto Caldeira, hub de inovação Top 1 no Rio Grande do Sul, e Top 8 entre os ecossistemas brasileiros, segundo a nova edição do 100 Open Startups, maior ranking de inovação aberta da América Latina.

Também, no dia 19 de março, a Criatec e a Unijuí participaram, no Instituto Caldeira, do evento de lançamento do Startup Guide, o primeiro guia de startups da América Latina. O guia apresenta a inovação gaúcha ao mercado global e promove conexões significativas que impulsionarão o desenvolvimento do Rio Grande do Sul, com mais de 100 cidades que compartilham a mesma paixão pela inovação, sendo que a Unijuí e a Criatec também integram essa importante publicação.


Experiência de autoavaliação institucional da Unijuí é apresentada em Florianópolis

Nesta semana, nos dias 25 e 26 de março, a Unijuí esteve representada pela professora doutora Bruna Comparsi, vice-reitora de Graduação, no Seminário DAES - Encontro Regional sobre Avaliação da Educação Superior, realizado no Instituto Federal de Santa Catarina, na cidade de Florianópolis. O evento é uma promoção do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). 

Com essa iniciativa, o Inep busca conhecer as ações desenvolvidas pelas Instituições de Ensino Superior em seus processos de avaliação de estudantes ou de autoavaliação institucional, visando o aperfeiçoamento dos processos e instrumentos de avaliação da educação superior conduzidos pelo Inep, visando indicar práticas a serem observadas e medidas pelo Instituto em âmbito nacional.

A programação do seminário contou com palestras sobre os seguintes temas: Avaliação da Educação Superior: Desafios e Perspectivas, a cargo do diretor do Inep, Ulysses Teixeira; e a Importância da valorização da CPA e da autoavaliação no Sinaes, proferida por Dilvo Ristoff, professor emérito da UFSC e membro da Comissão Especial que concebeu o Sinaes - Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior. Os debates antecederam as oficinas temáticas, com breves apresentações por parte de instituições da Região Sul que subsidiarão o debate de cada tema junto ao Inep e às demais instituições. 

A Unijuí foi selecionada para participar da Oficina 1 - Autoavaliação Institucional, em que a professora doutora Bruna Comparsi apresentou a experiência  “Autoavaliação na Unijuí como ferramenta fundamental para a gestão dos cursos e da Instituição”. Esta oficina contou com apresentações da FACCAT, UNINTER e PUC-PR. 

Segundo a professora Bruna, foi extremamente relevante para a Unijuí poder compartilhar a experiência em autoavaliação institucional, logo após a Universidade ter sido recredenciada pelo MEC, com o conceito máximo, reiterando a importância dos resultados avaliativos realizados por meio de pesquisas de opinião que visam ouvir as vozes das pessoas que fazem a Universidade, ou seja, professores, estudantes, técnicos administrativos e sociedade civil.

A vice-reitora concluiu ressaltando a qualidade do evento e a possibilidade de troca de experiências com o Inep e com as Instituições de Educação Superior para a busca de estratégias para a qualificação e fortalecimento da educação superior no Brasil.

 


Importância das universidades comunitárias pauta encontro entre gestão acadêmica e estudantes

A Universidade de Caxias do Sul reuniu nesta terça-feira, 26 de março, reitores, pró-reitores, professores e alunos das 14 instituições que integram o Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúchas (Comung), além da presidência e integrantes da União Nacional dos Estudantes (UNE) e da União Estadual dos Estudantes (UEE). Juntos, debatem a importância das Universidades Comunitárias no desenvolvimento da educação brasileira.

O encontro, que conta com a presença do vice-reitor de Administração da Unijuí, professor Edson Luiz Padoin, ocorre em função da Caravana da UNE, evento nacional que se inicia na UCS e passará por outras 13 universidades comunitárias em diferentes regiões do país ao longo do ano. “Trata-se de um encontro histórico, e sediar a primeira edição da Caravana da UNE 2024 é motivo de muito orgulho. A UCS sempre foi um espaço aberto ao debate, e o movimento estudantil é fundamental na construção de soluções para a educação e para o desempenho do nosso compromisso social”, destaca o reitor da UCS, Gelson Leonardo Rech.

O tema proposto pela UNE e pela UEE, “Em Clima de Futuro”, leva a discutir o papel e a contribuição das universidades comunitárias para o desenvolvimento do Brasil, o que vai ao encontro dos interesses do Comung. Rafael Frederico Henn, reitor da Universidade de Santa Cruz e presidente do Comung, observa que muitos dos estudantes que estão à frente desse movimento são formados em universidades comunitárias, e conhecem bem a realidade dessas instituições, bem como sua importância social. “É muito significativo que a UNE esteja com essa proposta de valorizar as instituições comunitárias, que são muito fortes aqui no Estado e em Santa Catarina, mas ainda pouco conhecidas em várias regiões do país. Com o apoio da UNE, esse modelo tende a ganhar mais força”, comenta Henn.

A Caravana da UNE no Rio Grande do Sul começou segunda-feira à noite, com atividades culturais no Campus-Sede, e se encerrou na noite de ontem, no UCS Teatro, com debate aberto ao público. O evento teve o apoio do Diretório Central de Estudantes (DCE) da UCS.


Editora Unijuí amplia o seu alcance estabelecendo parceria com a Um Livro

A Editora Unijuí começou o ano de 2024 estabelecendo uma parceria estratégica com a Um Livro, uma plataforma digital líder em venda, impressão e distribuição de livros. Dessa forma, o seu catálogo está disponível na loja on-line da Um Livro.

Com essa parceria, adota uma abordagem inovadora, tecnológica e sustentável para melhor atender às necessidades dos autores e leitores atendidos pela Editora Unijuí. 

Para esse desdobramento, levou-se  em consideração que essa mudança não somente promove a responsabilidade ambiental, reduzindo a necessidade de estoque físico, mas também aumenta a eficiência ao atender demandas por livros que, no momento, não possuem estoque. Isso porque a Um Livro conta com a tecnologia POD - Print On Demand, que permite a impressão dos livros somente após a confirmação da venda.

"Outro ponto forte da parceria é a responsabilidade com a impressão: por um lado o livro está mais acessível aos clientes, por outro reduz o desperdício nas impressões e estoque. Só será impresso o que será vendido", evidenciou a coordenadora administrativa da Editora Unijuí, Márcia de Almeida.

Além da plataforma da Um Livro, as obras também estão disponíveis em uma ampla gama de e-commerces e marketplaces, como a Amazon, Estante Virtual, Magalu, Ponto Frio, Shopee, Extra, Shoptime, Americanas, Casas Bahia e Submarino, o que  amplia o alcance da marca da Editora Unijuí e, do mesmo modo, proporciona aos leitores mais opções de onde comprar seus livros.

“É importante ressaltar que, apesar dessas mudanças importantes, a Editora Unijuí continuará vendendo seus livros e produtos em sua loja, com os parceiros e no site. A parceria com a Um Livro fortalece nossa presença no mercado, adicionando mais parceiros à nossa rede de distribuição”; ressaltou o vice-reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unijuí e editor da Editora Unijuí, Daniel Knebel Baggio.

Com estas mudanças, a Editora Unijuí dá um importante passo em direção a uma abordagem mais ágil, sustentável e orientada para as necessidades dos autores e leitores.

Por Keila Rosa, estagiária da Usina de Ideias.


Inscrições para curso de Coleta e Processamento de Amostras Biológicas encerram em abril

Ainda dá tempo de garantir a sua inscrição na 8ª edição da qualificação profissional em Coleta e Processamento de Amostras Biológicas ofertado pela Unijuí. O curso teórico-prático  aborda a coleta de amostras biológicas, seu processamento e o controle da qualidade em todas as etapas pré-analíticas. 

A qualificação conta com 8 horas/aula divididas em um turno teórico, no qual serão abordadas as temáticas de anatomia, técnicas de coleta e processamento, tipos de amostras biológicas, materiais de coleta e controle de qualidade aplicado a estes processos; e turno prático, com a realização de coleta de punção venosa.

O curso é destinado a estudantes dos cursos de Biomedicina, Medicina, Farmácia, Enfermagem e Biologia, estudantes de cursos técnicos de laboratório e profissionais que atuam na área de saúde e buscam qualificação na área de coleta e processamento de amostras biológicas.

As inscrições podem ser feitas até o dia 7 de abril, neste link. As aulas ocorrerão presencialmente, no campus Ijuí, no dia 27 de abril das 8h30 às 12h e das 13h às 17h. Para mais informações sobre esta e outras qualificações, acesse unijui.edu.br/estude/educacao-continuada/qualificacao-profissional ou entre em contato pelo telefone (55) 3332-0553, WhatsApp (55) 99180-6755 ou pelo e-mail estude@unijui.edu.br.  


Seminário reúne pesquisadores e profissionais para debater os desafios e oportunidades da Rede Leite

A Unijuí sediou nesta segunda-feira, 25 de março, o Seminário de Avaliação e Planejamento da Rede Leite, organizado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Unijuí e Unicruz.  

O seminário, destinado a pesquisadores, professores, profissionais da Assistência Técnica e Extensão Rural, representantes de organizações sociais e gestores públicos, teve como objetivo debater a trajetória da Rede Leite, bem como seus desafios e oportunidades.

Iniciando a programação, após a apresentação da dinâmica do Seminário, ocorreu a palestra sobre o Perfil Socioeconômico da Cadeia Leiteira no Rio Grande do Sul, com o assistente técnico regional da Emater, Oldemar Heck Weiller. Na sequência, foi realizado o painel Antecedentes, Histórico e Trajetória da Rede Leite - Período 2003 - 2013 com os painelistas Daniel Portella Montardo, pesquisador da Embrapa Pecuária Sul; Pedro Urubatan Neto da Costa, assistente técnico regional da Emater; Roberto Carbonera, professor da Unijuí, com mediação de Gustavo Martins da Silva, pesquisador da Embrapa.

Finalizando a programação da manhã, os painelistas Adriano Rudi Maixner, professor da UFSM; Cláudia Prudêncio de Mera, professora da Unicruz; Gustavo Martins da Silva, pesquisador da Embrapa; e Oldemar Heck Weiller, assistente técnico regional da Emater, debateram o tema Antecedentes, Histórico e Trajetória da Rede Leite - Período 2013 - 2023, com a mediação da professora da Unijuí, Leonir Terezinha Uhde.

À tarde, o grupo participou de dois painéis que abordaram os Desafios e oportunidades da Rede Leite frente às transformações institucionais e da realidade agrícola, rural e agrária, com o vice-reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unijuí, professor Daniel Baggio; professora da Unicruz, Cláudia Prudêncio de Mera; professor da UFSM, João Pedro Velho, com a mediação do professor Roberto Carbonera; seguido da fala dos pesquisadores da Embrapa, Gustavo Martins da Silva e Maira Balbinotti Zanela e do gerente adjunto da Emater - regional Ijuí, Bergson Marcos dos Santos, sob a moderação de Fábio Pasqualotto, gerente regional da Emater.

Assim, o evento visou estabelecer a conexão com a caminhada das entidades parceiras, de forma a identificar as principais experiências e aprendizados, indicando ações prioritárias para um novo momento da Rede Leite.  Para  o coordenador adjunto da Rede Leite, professor da Unijuí, Roberto Carbonera, a reunião cumpriu o seu propósito de discutir e avaliar a atuação da Rede Leite. 

"A Rede visa fortalecer a cadeia produtiva do leite na região Noroeste do Rio Grande do Sul, envolvendo entidades e Universidades. Tivemos um longo trabalho exercido nos últimos anos. A partir dessa avaliação, há uma proposição de fortalecimento dos trabalho em rede e, além disso, possam ser captados recursos para o desenvolvimento de ações, bem como a inserção delas no currículo da Extensão para que os professores possam trabalhar, de forma conjunta, com os extensionistas e produtores”, frisou Carbonera. 




Utilizamos cookies para garantir que será proporcionada a melhor experiência ao usuário enquanto visita o nosso site. Ao navegar pelo site, você autoriza a coleta destes dados e utilizá-los conforme descritos em nossa Política de Privacidade.