COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Institucional

Unijuí Santa Rosa firma parceria para realização da 5ª Aldeia Sesc

A Unijuí realizou a assinatura do convênio com o SESC para realização da 5ª Aldeia SESC Yvi Pytã, em Santa Rosa.  O evento ocorrerá no período de 09 a 14 de agosto em diversos pontos da cidade, incluindo o Campus em Santa Rosa, com diferentes atrações. 

Na ocasião o Pró-Reitor do Campus Santa Rosa, professor Marcos Paulo Scherer e o Gerente da Unidade SESC de Santa Rosa, Edson Flores de Campos, firmaram a parceria para mais uma edição.

De acordo com o Pró-Reitor essa parceria confirma o posicionamento da Universidade com a comunidade regional. “Com essa confirmação do apoio e patrocínio para a Aldeia Sesc, a Unijuí Santa Rosa está reafirmando sua atuação como Universidade comunitária, atendendo seu propósito de desenvolvimento regional, pois desenvolver e disseminar a cultura, apoiando as ações das demais entidades também é promover a qualidade de vida das pessoas”, destaca Marcos.

O evento contempla diversas atrações por meio de circuitos do Palco Giratório, uma programação diversificada com diferentes linguagens e manifestações artísticas, entre grupos locais, regionais e nacionais. Promovendo o intercâmbio entre as diversas linguagens das artes, artistas, escolares e comunidade em geral.

O Campus Santa Rosa receberá o espetáculo "O escândalo Philippe Dussaert”, com ator global Marcos Caruso, no dia 13 de agosto e o Espetáculo Chocobrothers, integra o Circuito Palco Giratório, no dia 14 de agosto.


Hackathon: nove equipes em busca de soluções inovadoras

 

 Foi dada a largada no Hackathon. A final do desafio acontece no dia 04 de junho

Nove equipes foram formadas nos primeiros dias do Hackathon Unijuí-Ceriluz. As atividades do desafio aconteceram após a abertura oficial, na sexta-feira, feita pelo Vice-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unijuí, professor Fernando Jaime González e pelo Diretor Secretário da Ceriluz, Romeu Ângelo de Jesus.

Ainda na sexta-feira, a equipe técnica da Ceriluz apresentou o problema, para o qual os participantes foram desafiados a propor soluções. De acordo com o Gerente da Agência de Inovação Tecnológica da Unijuí, Maiquel Kelm, foram 45 inscritos no desafio.

Com as equipes formadas, os grupos participaram, no sábado, de oficinas de Modelagem de Negócios, Minimum Viable Product (produto mínimo viável - MVP) e oficinas de pitch. Além disso, os participantes tiveram mentorias nas áreas de negócios, energia, mercado, gestão de pessoas e tecnologia da informação.

Também participaram das atividades estudantes e professores argentinos, vindos da Universidade Nacional de Missiones - UNAM.

Segundo Maiquel, a próxima etapa do desafio consiste na auto-organização das equipes para desenvolver e prototipar a solução para o problema apresentado pela Ceriluz. A infraestrutura da Incubadora estará disponível para os participantes buscarem apoio em mentorias, bem como suporte de tecnologia. 

A grande final do Hackathon Unijuí-Ceriluiz acontece no dia 04 de junho durante a Aula Magna dos 30 anos do curso de Ciência da Computação na Unijuí. Participará do evento o Secretário de Inovação, Ciência e Tecnologia do Estado do RS, Luis Lamb.

A equipe vencedora receberá uma premiação de R$ 2.500,00 como incentivo ao negócio, além de uma vaga de pré-incubação na Criatec e a possibilidade de fechar uma parceria com a Ceriluz. 

O Hackathon Unijuí-Ceriluz é uma promoção da Unijuí e da Ceriluz com o apoio da AGIT - Agência de Inovação e Tecnologia, CRIATEC - Incubadora de Empresas de Inovação Tecnológica, Departamento de Ciências Exatas e Engenharias e curso de Ciência da Computação da Unijuí.  


Projeto Palestras: da Universidade para as escolas da região

                   

O Projeto Palestra nas Escolas segue levando o conhecimento da Universidade para dentro das escolas de toda a região. Em 2019, diversas palestras já foram realizadas para estudantes de Ensino Médio, tratando sobre diversos temas atuais: robótica, história e direitos humanos, Enem, escolha profissional, liderança, intercâmbio, entre outros assuntos.

A equipe de divulgação da Universidade – acompanhada de professores de diversos cursos - já esteve em diversos municípios da região, entre eles: Santo Augusto, Ijuí, Santo Antônio das Missões, Cruz Alta, São Luiz Gonzaga, Alecrim, Porto Lucena e Porto Vera Cruz, Entre-Ijuís, Coronel Bicaco, Redentora, Miraguaí, Tenente Portela, Palmeira das Missões, Santa Bárbara do Sul, Saldanha Marinho e Ibirubá, entre outros. 

Acompanhe o Projeto e a equipe de divulgação no Facebook, em Destino Unijuí.

Saiba mais sobre o projeto Palestra nas Escolas

O que é?

É um projeto da Unijuí que oferta às escolas de ensino médio e técnico um conjunto de palestras e oficinas gratuitamente. Os temas e áreas de interesse são variados, vão desde temáticas/projetos curriculares trabalhados em sala de aula até pautas do momento, sempre buscando contribuir para a formação e qualificação dos alunos, com o objetivo de auxiliar os jovens no momento em que enfrentam desafios como a escolha profissional e a inserção no mercado de trabalho.

Como funciona?

Todos os departamentos da Universidade se envolvem com a organização e viabilização das palestras. Para solicitar uma palestra, a escola, por meio de seus coordenadores e professores, escolhe um tema/área de interesse e solicita o agendamento da palestra/oficina. A partir desse momento, nossa equipe buscará os professores/profissionais que melhor se adaptem à solicitação. As palestras são ofertadas sem custo às escolas.

Quais benefícios?

A partir do projeto, a escola oferece um momento de integração diferenciado e interativo para seus alunos, agregando novas perspectivas sobre assuntos diversos, que podem ser desenvolvidos pelos professores dentro da sala de aula.

Já os alunos têm a possibilidade de tirar suas dúvidas com profissionais de diversas áreas, o que contribui com o momento da escolha profissional. Além disso, podem complementar os conhecimentos adquiridos por meio de seus professores.

Palestras Específicas?

Se a escola já vem trabalhando alguma temática específica, mesmo que não esteja prevista no projeto, podemos ajustar ou até mesmo desenvolver uma palestra, a fim de atender com satisfação a solicitação da escola, agregando assim argumentos para os debates dos alunos em sala de aula.


Unijuí estará presente na Feira de Negócios da Indústria de Ijuí

 

O Parque de Exposições Wanderley Burmann recebe, entre os dias 1º e 5 de maio, a 11ª Edição da Fenii – Feira de Negócios da Indústria de Ijuí. Durante os cinco dias a Universidade estará presente com programação diversificada para receber os visitantes.

No stand Institucional da Unijuí, por exemplo, na quarta-feira, 1º, haverá degustação de alimentos sem glúten produzidos por meio do projeto “Desenvolvimento de alimentos sem glúten a partir de grãos cultivados na região Noroeste do Rio Grande do Sul”. A Cia. Cadagy também estará presente com atividades de interação com o público e o Coral Unijuí fará um a apresentação no Palco das Etnias, às 14h. 

Outro projeto que desenvolverá atividades, no dia 04, é o projeto Rompendo Barreiras, que tem como objetivo buscar a inclusão de pessoas com deficiência ou que estejam em reabilitação física.

O Grupo de Automação Industrial e Controle da Unijuí – GAIC, também estará desenvolvendo ações voltadas à tecnologia. No sábado, 04, tem luta de robôs no stand da Unijuí e um robô com tecnologia capaz de reconhecer faces, conversar com pessoas e ser operacionalizado a distância.

Ao lado deste stand institucional estarão as empresas incubadas da Criatec. De acordo com o Gerente da AGIT, Maiquel Kelm, os empresários estarão apresentando suas soluções e interagindo com o meio empresarial da região.

A empresa Optimize apresentará o Robô de Cobrança e o Robô de Vendas. A empresa Planejar, suas soluções para potencializar a comunicação e o marketing das organizações da região. A empresa Doled, seus produtos com base orgânica.

A empresa A AgexTec irá apresentar a sua solução que busca otimizar o manejo agrícola de forma personalizada, de acordo com as características específicas de cada lavoura. E a empresa Infinitum, suas soluções para a área de gestão de frota, acerto e jornada de trabalho.

 


Confira a programação da Unijuí na FEICAP, em Três Passos

               

A Unijuí estará presente na FEICAP – Feira da Indústria, Comércio e Agropecuária, em Três Passos, que acontece de 30 de abril a 5 de maio no Parque de Exposições Egon Júlio Goelzer.

Diversas atividades estão programadas para os dias de Feira. No estande da Unijuí será realizada, permanentemente durante a Feira, a divulgação dos novos cursos de Ensino a Distância, além do sorteio de prêmios e a divulgação dos cursos ofertados no Campus Três Passos.

Também está programada para quinta-feira, dia 02 de maio, a Ação do Curso Técnico de Enfermagem da EFA, com divulgação do curso e verificação de pressão, das 14h às 19h. No sábado, dia 04, ocorre o Encontro de Egressos do curso de Direito, das 19h às 22h. E, no domingo, para encerrar as atividades, haverá sorteio de um smartphone, às 17h, para os que passaram pelo stand da Unijuí na Feicap (a urna ficará disponível no stand todos os dias da Feira e o público poderá participar até as 16h do dia 05/05). A Cia. Cadagy também estará presente com atividades de interação com o público. 

“A FEICAP é um momento de integração, exposição, divulgação e geração de negócios promovendo o comércio, a indústria e agropecuária local e regional. E a Unijuí estará presente com o seu diferencial de excelência acadêmica no Ensino, Pesquisa e Extensão, como Instituição Regional de Ensino Superior”, observa a Pró-Reitora do campus Três Passos, Fátima Marlise Marroni Lopes. 


IRDeR é vistoriado pelo Ministério da Economia para renovação de comodato com a União

                  

A Superintendência do Patrimônio da União de Porto Alegre, vinculada ao Ministério da Economia, esteve no IRDeR, na manhã desta quinta-feira, 25, para realizar vistoria. O objetivo da visita é avaliar a estrutura do local para a renovação do comodato da área do IRDeR da Unijuí com a União.

Jean Nelson Pereira Gasso, analista de infraestrutura e Luiz Fernando Stautmaster Gonzalez, engenheiro, realizaram a atividade. Os dois profissionais foram acompanhados pelo chefe do Departamento de Estudos Agrários (DEAg), Osorio Lucchese, pelo gerente o IRDeR, Cesar Oneide Sartori, pelo chefe de Patrimônio, Jeferson Dalla Rosa e pelo engenheiro agrônomo do IRDeR, Cláudio Porazzi.


Como doar seu corpo para a ciência

No Brasil existem três possíveis destinos de um corpo após a morte: o enterro, a cremação e a doação para estudos. Este último contribui para a formação de profissionais da saúde e é uma decisão tomada ainda em vida e reforçada (ou negada) pelos familiares após a morte.

Os corpos doados de forma voluntária e altruísta são utilizados por estudantes da área da saúde para o estudo da anatomia humana. Os métodos utilizados desenvolvem no estudante habilidades e competências para uma formação de qualidade do futuro profissional.

Os Programas de Doação de Corpos das Universidades possuem normas próprias e qualquer pessoa pode cadastrar-se no Programa. Na Unijuí não é diferente. Saiba como doar seu corpo para a ciência:

 

1.      A decisão

A decisão de se tornar um doador é pessoal e deve ser discutida com a família, um médico assistente e a instituição de ensino. Qualquer pessoa maior de 18 anos pode tornar-se um doador.

 

2.      O Termo de doação

Após estar certo da sua decisão, o doador deverá preencher o “Termo de Doação”, assinado pelo doador e pelo menos um familiar como testemunha. A doação é espontânea e gratuita. Mesmo com o termo preenchido, a qualquer momento o doador poderá desistir da doação, e, após a morte, a decisão de seguir em frente com a doação é da família.

O termo de doação pode ser obtido por meio de contato com a Universidade.

 

3. Fatores limitantes

Menores de 18 anos ou que possuam alguma doença infectocontagiosa não podem ser doadores. Além disso, em caso de morte violenta, em que há necessidade de perícia do corpo, a doação também se torna inviável.

4.      Após a morte

As cerimônias fúnebres poderão ser realizadas pela família e, logo após, o corpo deverá ser encaminhado ao Laboratório de Anatomia Humana do Departamento de Ciências da Vida da Unijuí para iniciar os processos específicos de fixação e conservação até sua utilização em atividades práticas de ensino. A responsabilidade e os custos com o transporte até o Laboratório são da Universidade.

 

5. Sigilo e segurança

A identificação dos doadores, bem como, as informações fornecidas, serão armazenadas no banco de dados do Programa de Doação de Corpos da Unijuí e permanecerão em sigilo. O acesso ao corpo doado somente é permitido aos estudantes, professores e técnicos do Laboratório de Anatomia Humana da Unijuí.

 

Além de corpos, é possível realizar a doação de membros. Conheça o Programa de Doação de Corpos da Unijuí disponível no Portal da Universidade. 

Outras informações podem ser obtidas também no Departamento de Ciências da Vida da Unijuí pelo telefone (55) 3332-0200, ramal 3202, ou por meio dos e-mails: dcvida@unijui.edu.br e anatomia@unijui.edu.br.

 


15º Pedalando, Patinando e Caminhando e 12º Vencendo o Diabetes acontece no mês de maio

A 15ª edição do Pedalando, Patinando e Caminhando e o 12° Vencendo o Diabetes acontecem no dia 18 de maio a partir das 14h30 em frente à Escola Estadual de Ensino Fundamental Rui Barbosa (Ruizinho).

O tradicional evento consiste em um passeio pelas ruas do centro da cidade, percorridos a pé, de bicicleta, skate, patins, patinete ou qualquer outro meio não motorizado. O objetivo da programação é estimular a prática saudável de atividades físicas, conscientizar a população sobre a prevenção e tratamento do diabetes e incentivar atitudes solidárias.

Na abertura do evento a Cia. Cadagy/Unijuí apresenta um Pocket Show do Espetáculo BUN. Também haverá o ponto do Chimarrão, onde a Erva Mate Seiva Pura estará oferecendo erva mate e água quente para chimarrão.

O Ponto do Diabético estará presente com uma equipe realizando verificação de índice glicêmico, pressão arterial e prestando orientações de saúde ao público.

As inscrições para participação podem ser realizadas no dia/local do evento até as 14h30min mediante a doação de um quilo de alimento não perecível, que será destinado a instituições assistenciais do município.

Os participantes inscritos vão concorrer ao sorteio de um vale compras de R$ 500,00 no Pindorama Bicicletas, de um forno elétrico oferecido pelo Ponto do Diabético, entre outros prêmios.

O evento é uma promoção da Unijuí juntamente com o seu Curso de Educação Física, Escola de Ensino Fundamental Rui Barbosa (Ruizinho) e Ponto do Diabético, tendo como apoiadores o Pindorama Bicicletas, Associação dos Diabéticos de Ijuí e Região (ADIR), Unimed, Ervateira Seiva Pura e Prefeitura Municipal de Ijuí.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 33320200 Ramal: 2356.

 

Imagens da última edição do evento


Criatec de Ijuí e Santa Rosa são selecionadas para participarem do Programa Nexos

O programa conecta médias e grandes empresas às startups, para a geração de negócios e desenvolvimento de novas tecnologias.

As Incubadoras de Empresas de Inovação Tecnológica (Criatec) dos Campi Santa Rosa e Ijuí foram selecionadas entre os nove ambientes de inovação do Rio Grande do Sul, a participarem do 1° ciclo do Programa Nacional da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), em parceria com o Sebrae.

A divulgação dos selecionados ocorreu na terça-feira (23), no site da Anprotec. Com essa aprovação, se tornam credenciadas pelo programa para implementação de projetos em parceria com as médias e grandes empresas participantes, além de se beneficiarem da divulgação institucional proporcionada pelo Programa Nexos.

Para a chefe do Núcleo de Empreendedorismo da Criatec, Maria Odete dos Santos Garcia Palharini, participar do Programa Nexos será uma oportunidade de aproximação de ambientes inovadores. “Ser selecionado para fazer parte do programa Nexos aqui na região, representa para nós uma oportunidade de nos aproximar de outros atores do ecossistema de inovação, de fazer conexões com médias e grandes empresas, disseminar o uso de incentivos fiscais para a inovação. Nas incubadoras temos um capital intelectual multidisciplinar que tem competência para desenvolver projetos com foco em inovação e as médias e grandes empresas tem as demandas. Então é uma oportunidade ímpar conectar demandas, soluções e entidades facilitadoras do processo como é o caso do SEBRAE e da ANPROTE e CRIATEC”, frisa.

Sobre o Programa Nexos

O programa Nexos visa aproximar pequenos negócios inovadores que possam desenvolver soluções tecnológicas que atendam as demandas de até dez empresas-âncoras (médias e grandes empresas).

A proposta do Nexos é que cada startup selecionada receba um aporte de recursos (entre R$ 100 mil e R$ 250 mil) para o desenvolvimento das soluções tecnológicas. O investimento previsto no programa será utilizado para apoiar o desenvolvimento de projetos empresariais de inovação desses pequenos negócios e de novas tecnologias, sendo que a origem dos recursos será proveniente das grandes empresas a partir de instrumentos fiscais de apoio à inovação (Lei de Informática, Lei do Bem e os programas de pesquisa e desenvolvimento dos setores de Energia Elétrica e Óleo & Gás).

Também estarão presentes no programa os ambientes de inovação (aceleradoras e incubadoras), para oferecer infraestrutura operacional e apoio técnico-jurídico ao projeto e aos pequenos negócios.

Informações: http://anprotec.org.br/site/


Debate sobre resiliência no SUS norteou o Pré-Congresso Internacional em Saúde de Santa Rosa

O 6º Congresso Internacional em Saúde será realizado no período de 14 a 17 de maio, na Unijuí, Campus Ijuí, e terá como principal debate a Vigilância em Saúde e aspectos relacionados à promoção, prevenção, diagnóstico e tratamento, com vistas à ações que resultem em melhorias na assistência à saúde da população em nível mundial.

Dessa forma, a organização do evento realizou pré-congressos para estimular e intensificar esse debate. Na tarde de ontem (23), a Unijuí Santa Rosa foi palco para essa discussão. Na oportunidade, a professora Liane Beatriz Righi trouxe como temática a resiliência do SUS, destacando questões relacionadas à saúde e democracia.

Durante sua fala, Liane afirmou que saúde é direito, é democracia, precisa ser financiada, e que nesse momento estamos com investimentos em saúde congelados por 20 anos, por meio de uma emenda constitucional.

“Esse congelamento é perverso por dois motivos: a inflação na área da saúde é maior do que de outros setores e porque estamos no auge de uma virada demográfica epidemiológica, ou seja, nós estamos vivendo mais e, portanto, teremos mais problemas com situações crônicas. Com isso, o SUS está migrando para um sistema mais caro, porque demandamos procedimentos e trabalho em equipe que são de alto custo”, frisou a palestrante.  

Na oportunidade, a professora afirmou que o SUS é uma política que deu certo, que tem problemas, mas que a atual saída é apoiar o sistema. “Nós queremos retomar o processo de reforma sanitária, garantir a constituição e o desenvolvimento institucional do Sistema Único de Saúde Brasileiro, que tem como o tripé a descentralização, a integralidade e a participação da comunidade”, ressalta Liane.

O Pré-Congresso contou com o apoio da Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa (FUMSSAR) e dos Programas de Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Residência Médica em Saúde da Família e Comunidade.

Interessados em participar do 6º Congresso Internacional em Saúde poderão realizar sua inscrição no site do evento. A programação e demais informações também estão disponíveis no Portal.