COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Ensino

EFA realiza Noite Natalina

              

Aconteceu, na quinta feira, 05/12, a Noite Natalina da EFA, realizada na quadra aberta da Escola. O evento contou com apresentações das crianças da Educação Infantil e Anos Iniciais, do projeto de Dança da Escola e do Orquestra Estudantil. Após as apresentações as famílias partilharam um lanche e em seguida receberam o Papai Noel, que presenteou as crianças.

A Noite Natalina 2019 evidenciou alguns dos princípios e valores mais significativos da Escola: a fraternidade e o amor, além da percepção à beleza na simplicidade, além da reunião das famílias, valorizando e contemplando o que de mais belo se manifesta nas relações familiares, amigáveis e também escolares: a união! A noite foi de celebrar e comemorar o Natal como sendo tempo de agradecer às conquistas, vivências e a imensidão de novos aprendizados durante o ano de 2019.

Nesta sexta feira a escola encerrou as atividades letivas para as turmas dos Anos Iniciais, Anos Finais e Ensino Médio com uma programação especial que envolveu atividades esportivas e recreativas. A Educação Infantil terá aula até o dia 11/12. A EFA estará aberta até o dia 23 de dezembro, retornando no dia 02 de janeiro, período no qual as famílias podem vir até a escola para consulta de vagas e realização das matrículas.


Estudantes do curso Técnico em Enfermagem de Três Passos realizam práticas no Campus Ijuí

             

A turma do Curso Técnico em Enfermagem realizou, no dia 30 de novembro, aula prática do Componente Curricular de Anatomia e Fisiologia Humana, atividades que foram realizadas no Campus Ijuí. A turma teve o acompanhamento da professora Sandra Gelatti, bióloga e da professora Fabiana Graebin Granich, fisioterapeuta. A disciplina tem como objetivo: Adquirir conhecimentos anatômicos teóricos e prático- descritivos sobre os diversos órgãos e sistemas componentes do corpo humano".

A EFA proporciona, durante o curso, momentos de aprendizado como este, na companhia das professoras, que organizam a aula de forma a favorecer o aprendizado do aluno, disciplina fundamental na formação do técnico em enfermagem.

Sobre o curso

O curso prepara o profissional para trabalhar com educação, promoção, proteção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde, em: hospitais, clínicas, redes ambulatoriais, unidades básicas de saúde, consultórios médicos, laboratórios de análises clínicas e unidades de diagnóstico, creches, spas, instituições de ressocialização, abrigos, casa de repouso, dentre outros.


Feira de Negócios é realizada em disciplina de “Administração e Empreendedorismo”

                   

Mesmo sendo destinada principalmente para área da Gestão, a disciplina “Administração e Empreendedorismo” é ofertada para cursos em outras áreas do conhecimento, com o objetivo de apresentar o universo dos negócios a todos os futuros profissionais que a Universidade forma. Neste segundo semestre de 2019, turmas do Departamento de Ciências Exatas e Engenharias (DCCEng), nos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Ciência da Computação, Design, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica e Engenharia Mecânica, tiveram a disciplina, desenvolvida pela professora Fernanda Pasqualini, nos Campi Ijuí e Santa Rosa. No decorrer do semestre os estudantes foram estimulados a pensar e a desenvolver ideias de negócios, elaborando um Plano de Negócios com análise de mercado, do produto ou serviço, da empresa e financeiro. Por fim, as turmas foram desafiadas a apresentar suas ideias em uma Feira de Negócios, que aconteceu no dia 26 de novembro em Ijuí, com 12 equipes e no dia 27 de novembro em Santa Rosa, com 4 equipes.

Professores e colaboradores da Universidade foram convidados a participar como avaliadores das ideias. Entre os convidados estavam o vice-reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, professor Fernando González, o Pró-reitor do campus Santa Rosa, Marcos Paulo Scherer, a gerente da Criatec em Ijuí, Maria Odete Palharini e da Criatec em Santa Rosa, Lucas Escher, o coordenador institucional dos cursos a distância da Unijui, professor Luciano Zamberlan, a coordenadora dos cursos de Engenharia, professora Lia Sala, os professores Romário Alcântara, Fabiane Grossmann e Eder Pedrozzo, a secretaria executiva do Dacec, Eliza Menegazzo e a analista do Laboratório de Gestão, Patricia Schorr.

A professora Fernanda salienta a importância desta disciplina e atividade, envolvendo os alunos com o ambiente empreendedor que na universidade tem forte atuação com a Incubadora de empresas - Criatec. “Os trabalhos desta disciplina têm sido, inclusive, desenvolvidos em parceria com a Criatec! De modo que muitos dos alunos que se envolvem nestes projetos acabam se tornando empreendedores de suas ideias”, complementa.


Estudantes de Licenciatura relatam experiência em escolas em Seminário sobre Residência Pedagógica e o PIBID

                

Com o objetivo de realizar discussões sobre iniciativas que proporcionam aos discentes de cursos de licenciaturas uma aproximação prática com o cotidiano das escolas públicas de educação básica e com o contexto em que elas estão inseridas foi realizado no sábado, dia 23, o Seminário Institucional dos Programas Residência Pedagógica e de Iniciação à Docência (PIBID) da Unijuí.

A programação, que aconteceu no Centro de Eventos do campus Ijuí, contou com a participação de professores de escolas ligadas a 36ª e 17ª Coordenadorias Regionais de Educação, sediadas em Ijuí e Santa Rosa, respectivamente, e também da Rede Municipal de Ijuí, por meio da Secretaria Municipal de Educação. Durante toda a manhã, estudantes dos cursos de licenciatura da Universidade que integram as duas iniciativas apresentaram as atividades desenvolvidas nas escolas da região, momento que teve o objetivo de enriquecer e avaliar a experiência nestes dois programas de formação. Na abertura oficial do evento, a Vice-Reitora de Graduação, professora Cristina Pozzobon, fez uma saudação institucional em nome da Universidade. O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) e o Programa Residência Pedagógica, ambos financiados pela Capes, são ações da Política Nacional de Formação de Professores do Ministério da Educação (MEC).

O Pibid-Unijuí foi concebido a partir do entendimento de que a constituição do professor se dá em processos de interação e articulação, intencionalmente planejados e desenvolvidos de forma colaborativa e compartilhada, com o necessário reconhecimento e a compreensão do futuro campo profissional e da função social da escola e do professor(a), possibilitando assim mudanças significativas na formação e no exercício profissional. Este Programa objetiva contribuir no processo de constituição docente pela apropriação de conhecimentos de professores e pelo desenvolvimento da autonomia em relação à produção de currículo escolar, que tem como princípio a contextualização e a interdisciplinaridade.

Já o Programa de Residência Pedagógica objetiva a qualificação/aperfeiçoamento do processo da formação prática nos cursos de licenciatura, promovendo a imersão do licenciando na escola de educação básica, a partir da segunda metade de seu curso. Essa imersão deve contemplar, entre outras atividades, regência de sala de aula e intervenção pedagógica, acompanhadas por um professor da escola com experiência na área de ensino do licenciando e orientada por um docente da sua Instituição Formadora.

A articulação entre Pibid e Residência Pedagógica, aliada ao compromisso assumido pela Unijuí e pelas escolas de Educação Básica integrantes de um ou outro destes dois programas deve assegurar aos futuros professores, o desenvolvimento de habilidades e competências que lhes permitam realizar um ensino de qualidade nas escolas de educação básica. Na Unijuí, estes dois Programas objetivam qualificar o processo de desenvolvimento profissional dos professores que já se encontram em exercício, especialmente aqueles que atuam nas escolas parceiras.


Professora Maria do Carmo é reeleita como diretora da EFA

               

Com 92,4% dos votos válidos favoráveis, a chapa encabeçada pela professora Maria do Carmo Pilissão foi eleita para a diretoria da EFA. A votação ocorreu nesta quarta-feira, dia 20, e puderam participar famílias, estudantes, professores e funcionários, via Portal da Escola. A diretora, reeleita, ficará mais três anos na gestão da Escola, tendo como equipe diretiva a vice-diretora Maristela Heck e as professoras Sônia Kinalski, Vivian Lunardi, Eduarda Burckardt, Sandra Righi e Juliana Sfalcin.

Das propostas apresentadas pela chapa, destaca-se: Ressignificar a essência da EFA em promover educação humanista comprometida com a democracia, que prioriza o diálogo, a discussão e a participação com responsabilidade, cuidado e respeito. Para a professora Maria do Carmo, ser reeleita é uma grande satisfação e ao mesmo tempo uma grande responsabilidade frente aos desafios da gestão escolar por mais três anos, assumindo o compromisso de potencializar a formação de crianças e jovens da Educação Básica.

Na EFA, os representantes da comissão eleitoral foram Maristela Pereira, Ivanildo Scheurer e Greise Michael, que acompanharam todo o pleito, dando auxílio aos eleitores e posteriormente acompanhando a apuração dos votos.

                  


Unijuí oferta Curso de Controle Biológico de Pragas Agrícolas

              

Preocupada com o desenvolvimento da agricultura em bases sustentáveis, e propiciando o fortalecimento da cooperação técnico-científica, além do intercâmbio de conhecimentos e experiências entre instituições de ensino, pesquisa e extensão, agentes públicos, iniciativa privada e organizações, a Unijuí promove, nos dias 21 e 22 de novembro, o curso de Controle Biológico de Pragas Agrícolas. O tema surge diante da necessidade de refletir, debater e socializar conhecimentos e tecnologias sobre o controle biológico de pragas agrícolas e ambientais, principalmente de hortaliças e frutas. O curso ocorre em prol do desenvolvimento de práticas sustentáveis na produção agrícola, fazendo com que os participantes estejam aptos, ao final do curso, a manejar tecnologias eficazes e viáveis no controle biológico de pragas agrícolas, em especial no contexto dos estilos de agricultura sustentável.

Promovido pela Unijui, por meio do Departamento de Estudos Agrários (DEAg) e Embrapa Clima Temperado, o Curso representa uma importante iniciativa em direção às propriedades de formação técnica de diversos públicos, como agricultores, estudantes, professores e profissionais. O valor das inscrições para estudantes de graduação e de pós-graduação é de R$50,00, e para profissionais R$100,00. As inscrições podem ser realizadas no site.

Programação

Dia 21/11/2019 - Centro de Eventos UNIJUÍ

8h – 8h30 – Recepção e inscrições

8h30 – 9h - Abertura

9h – 12h – Controle biológico e outras técnicas alternativas de manejo de pragas com Trichogramma (Alexandre Sene Pinto – Centro Universitário Moura Lacerda)

12h – 13h - Almoço

13h – 17h30 – Controle biológico de pragas do morangueiro (Grazielle Furtado - Promip)

Dia 22/11/2019 - Centro de Eventos UNIJUÍ 

8h – 9h30 - Bioinsumos: embasamento teórico (Glaucia de Figueiredo Nachtigal – Embrapa Clima Temperado)

9h30 – 12h – Controle biológico de moscas-das-frutas (Dori Edson Nava – Embrapa Clima Temperado)

12h – 13h - Almoço

13h – 17h30 – Controle biológico de insetos-praga em citros (Pedro Takao Yamamoto – Esalq/USP)  


Estudantes de Licenciatura prestigiam espetáculo Líricas Transcendentes

                 

Estudantes da disciplina de Cultura Brasileira e Arte dos cursos de licenciatura da Unijuí puderam prestigiar o espetáculo LÍRICAS TRANSCENDENTES, promovido na noite de terça-feira, dia 12 de novembro, pelo Sesc Ijuí.

O evento faz parte da programação do Sonora Brasil – Formação de Ouvintes Musicais, que é um projeto temático com o objetivo de desenvolver programações identificadas com o desenvolvimento histórico da música no Brasil. Em sua 22ª edição, o projeto apresenta o tema LÍRICAS FEMININAS: A PRESENÇA DA MULHER NA MÚSICA BRASILEIRA.  

Na noite, a aula de Cultura Brasileira e Arte ficou por conta do talento e grandeza das artistas Déa Trancoso (MG) voz, cuatro venezolano e percussão, Ceumar (MG) voz, violão e percussão e Cátia de França (PB) voz, violão e percussão.

Na atividade os estudantes entraram em contato com um repertório relacionado às tradições musicais do meio rural e de composições inspiradas neste universo. Além de poderem se emocionar com muita música, poesia e expressão corporal ligadas à temática da espiritualidade, do feminino e do transcendente. 


Alunos da EFA produzem podcasts em sala de aula

                

Com o objetivo de acompanhar as diferentes linguagens que estão em evidência na atualidade, além de procurar dinamizar o processo de ensino e aprendizagem na escola, as turmas dos Anos Finais da EFA estão realizando um estudo sobre as diferentes linguagens e formas de produção de conteúdo digital nas disciplinas de Português e Pesquisa, sob orientação da professora Rosana Silva Barros.

Numa sociedade envolta pela informação, estar atento à produção de conteúdo e às formas de comunicação digital fazem parte do papel da educação escolar, revela a professora. “O adolescente em formação organiza seus processos mentais pelas aprendizagens pedagógicas a que está sujeito enquanto estudante. Trazer as mídias digitais para a sala de aula permite apropriar-se de uma nova forma de comunicação”, salienta.

No momento, o estudo está voltado à produção de Podcasts. Os alunos pesquisam   os conteúdos relevantes e de interesse pessoal e, em seguida, seguindo um roteiro pré-estabelecido, gravam em áudios que, após algumas edições, são compartilhados entre as turmas para apreciação. É uma produção “caseira”, explica a professora, mas que aos poucos vai tomando forma.

Para falar especificamente sobre esta produção e auxiliar os alunos com esta mídia, os jornalistas da Unijuí, Fernando Goettems e Douglas Dorneles, apresentaram o case do programa Rizoma. Este programa, que era transmitido pelo rádio, recentemente foi moldado para ser transformado em podcast. Durante a fala, os comunicadores explanaram a própria experiência e revelaram que a Unijuí, entre as Universidade Comunitárias, é uma das pioneiras nesta mídia. Segundo Fernando, o podcast vem crescendo no Brasil, tanto em audiência, quanto em variedade na oferta de programas e formatos. “Caiu no gosto de bastante gente, até eu diria que para muitos se tornou um hábito ouvir podcast enquanto se exercita, lava louça ou arruma a casa, se locomove para o trabalho, por exemplo”, complementa.

Enquanto contavam a experiência de transformar um programa em PODCAST, os profissionais destacaram a importância em pesquisar com seriedade para a produção de conteúdo a divulgar. 

A proposta de podcast em sala de aula segue com os alunos pesquisando e aprimorando seus áudios, sob a supervisão e orientação da professora Rosana. Ainda neste mês de novembro acontecerão Workshops nos estúdios na Unijuí FM, momento em que os estudantes poderão, efetivamente, observar o trabalho realizado pelos jornalistas e finalizar os seus podcasts, os quais vão ser disponibilizados posteriormente.

             

Saiba mais sobre o Rizoma

"Descortinando o universo do cotidiano", este é o lema do podcast produzido pela Unijuí e Unijuí FM, que traz convidados para debater temas importantes da atualidade. O programa vai ao ar nas quintas-feiras, das 10h às 11h, na Unijuí FM, está disponível em podcast em plataformas de streaming da internet.

Encontre em:

Spotify: https://open.spotify.com/show/1IRioL1Czuj4EAaiagf2En

Deezer: https://www.deezer.com/br/show/516072

ITunes: https://podcasts.apple.com/br/podcast/rizoma/id1479888719?l=en

TuneIn: https://tunein.com/podcasts/Arts--Culture-Podcasts/Rizoma-p1250524/


Estudantes da EFA que trocam de nível participam de seminários

A EFA, por meio da Coordenação Pedagógica organizou, nas primeiras semanas de novembro, seminários para os estudantes que trocam de nível no próximo ano.

               

Primeiro a turma do quinto ano da Escola teve um momento de troca de conhecimentos com os colegas do sexto ano, que já fazem parte dos anos finais. Nesta etapa os estudantes começam a ter disciplinas individuais, consequentemente mais professores e desafios diferentes que já enfrentaram até então. Marcou o seminário do quinto ano uma aula especial de programação, através do uso da plataforma Scratch, no Laboratório de Ciências da Computação, sob orientação do professor Edson Padoin e bolsistas do projeto Meninas Digitais. Nesta ocasião os estudantes puderam construir um jogo e vislumbrar as diversas possibilidades do uso da tecnologia.

Em um segundo momento os estudantes do nono ano tiveram a troca de experiências com os colegas do primeiro ano sobre o Ensino Médio. Essa atividade foi realizada no Campus Ijuí e contou com uma aula surpresa, ministrada pelo professor de Bioquímica da Unijuí, Matias Frizzo, com auxílio da professora de Biologia da EFA, Sandra Gelati. Na oportunidade os estudantes realizaram a extração do DNA de um morango e posteriormente realizaram análises nos laboratórios de microscopia da Unijuí.

Segundo a coordenadora do evento, professora Vivian Lunardi, estes momentos visam aproximar os estudantes dos novos desafios que lhe esperam no próximo ano/etapa, além de prover vivências que vão fazer parte da rotina, como estas aulas especiais nos laboratórios que foram realizadas. Para além disso, busca-se valorizar o conhecimento em suas numerosas formas de expansão, mediante as inúmeras possibilidades que a EFA tem a oferecer a seus alunos através da parceria com a Universidade.


Projeto de professora egressa da Unijuí conquista o segundo lugar no7º Prêmio RBS de Educação

                  

No último dia 4 de novembro, a Escola Estadual de Ensino Fundamental Centenário, pelo segundo ano consecutivo, esteve representada pelas professoras Danieli de Oliveira Biolchi e Marli Salete da Costa Schiavo na cerimônia de premiação do 7º Prêmio RBS de Educação, promovida pelo grupo RBS e a Fundação Maurício Sirotski Sobrinho. Neste ano a Escola conquistou o 2º lugar na categoria Escola Pública, de um total de 231 projetos inscritos. O trabalho foi organizado e orientado pela professora Danieli, da disciplina de História, auxiliada pela educadora Marli, de Língua Portuguesa. Tendo como tema “A Literatura e a Música: os anos que seguiram 64”, o projeto foi realizado pela turma do 9º ano, nas aulas de História. Os alunos pesquisaram e aprofundaram-se no conteúdo, analisando músicas, filmes, documentários e a literatura como forma de ampliação do conhecimento. Depois da pesquisa, produziram um musical que expressou o entendimento dos conteúdos.

Segundo Danieli Biolchi, a cerimônia de premiação foi um momento lindo e especial, que valorizou o trabalho realizado pelos educadores e seus alunos. “Demonstra que, mesmo com todas as dificuldades salarias e de valorização dos profissionais de educação, a Escola pública e seus professores realizam um trabalho de qualidade”. A educadora aproveita o momento para agradecer a todas as pessoas que contribuíram para que o projeto alancasse este sucesso: “em especial, minha família, aos colegas professores e Direção da Escola, ao professor João Frantz, pela palestra que realizou aos alunos do 9º ano e a Unijuí, pela formação acadêmica e pelos anos em que foi bolsista do Programa Pibid. Acredito que hoje estamos colhendo os frutos plantados por cada bolsista e pela Universidade, que acreditou no potencial da Escola e muito nos ensinou”, complementa.

A professora salienta, ainda, que os alunos também estão classificados para apresentar o Projeto na 4º Mostra Pedagógica Estadual do CPERS, que ocorrerá no próximo dia 29, na Praça da Matriz, em Porto Alegre.  “Os alunos estão muito felizes, pois além de ter a oportunidade de apresentar seus trabalhos, também apresentarão seu musical na abertura do evento, observa.