COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Coronavirus

Coronavírus: a hidroxicloroquina é eficaz para o tratamento?

Neste momento em que o mundo enfrenta a pandemia de coronavírus, a informação é uma grande aliada para tomar atitudes positivas, que colaborem especialmente para a prevenção. A Unijuí, atenta às dúvidas que surgem e utilizando o conhecimento produzido na Universidade, está buscando deixar a comunidade bem informada. Confira o que diz a coordenadora do curso de Farmácia da Universidade, professora Christiane Colet, sobre o uso da hidroxicloroquina para tratamento do Coronavírus (Covid-19).

Desde que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que a hidroxicloroquina, medicamento utilizado para tratamento da malária, poderia ser testado para tratamento do Covid-19, houve uma corrida às farmácias e os medicamentos já desapareceram das prateleiras aqui no Brasil, mesmo sem sua eficácia contra o Coronavírus ser comprovada. De acordo com a coordenadora do curso de Farmácia da Unijuí, Christiane Colet, além de ser utilizado no tratamento da malária, a hidroxicloroquina é também usado como um imunossupressor em alguns pacientes com doenças autoimunes, como é o caso do lúpus e da artrite reumatoide. Pacientes com essas patologias fazem uso contínuo dessa medicação e já estão com dificuldade para encontrar a hidroxicloroquina nas farmácias do país. 

 

Professora Christiane Colet, coordenadora do curso de Farmácia da Unijuí

A professora explica que a partir dos estudos e dos casos registrados na China e na Itália, surgiram algumas pesquisas publicadas em bases internacionais, ou seja, existem artigos já publicados, nos quais foram relatados o uso da hidroxicloroquina juntamente com a azitromicina, que é um antibiótico. Nesses casos, foi observado que os pacientes hospitalizados em casos graves, que utilizaram essa medicação, tiveram menor chance de óbitos e de intercorrências, quando comparados a pacientes que não fizeram o uso. “Contudo, é preciso observar que foram pacientes graves, foi um teste ainda piloto, a amostra dos estudos é bastante pequena, e não há nenhum dado que indique que o uso prévio do medicamento teria algum fator de proteção contra o vírus, então ele não é um medicamento antiviral, ele foi um medicamento eficaz para tratar pacientes com o vírus e com problemas respiratórios graves”, alerta.

“...não há nenhum dado que indique que o uso prévio do medicamento teria algum fator de proteção contra o vírus, então ele não é um medicamento antiviral, ele foi um medicamento eficaz para tratar pacientes com o vírus e com problemas respiratórios graves”

 

Apesar dos estudos não serem conclusivos, o estoque de hidroxicloroquina está esgotado nas farmácias do Brasil e também nas distribuidoras de medicamentos. “Esse medicamento está em falta no Brasil hoje, o que gera um problema de saúde pública muito grande, uma vez que os pacientes que realmente precisam utilizar não estão conseguindo comprar. Segundo relatos de médicos reumatologistas de Ijuí, muitos pacientes que precisam estão sem medicamento, em detrimento de várias pessoas que estão tomando essa medicação que gera vários efeitos colaterais e possui várias contra-indicações, para uma finalidade que não foi comprovada ainda”, destaca. 

 “Esse medicamento está em falta no Brasil hoje, o que gera um problema de saúde pública muito grande, uma vez que os pacientes que realmente precisam utilizar não estão conseguindo comprar. Segundo relatos de médicos reumatologistas de Ijuí, muitos pacientes que precisam estão sem medicamento, em detrimento de várias pessoas que estão tomando essa medicação que gera vários efeitos colaterais e possui várias contra-indicações, para uma finalidade que não foi comprovada ainda”

 

No Brasil, um hospital declarou nesta semana que está fazendo o teste em seus pacientes hospitalizados em estado grave e em uso de respiradores, relata Christiane. No entanto, ela ressalta que não há nenhum trabalho que indique a hidroxicloroquina como forma de prevenção. “É importante que as pessoas não saiam tomando hidroxicloroquina, a não ser que tenham uma doença para a qual esse medicamento é indicado por um reumatologista, lembrando ainda que o maior conselho para o momento é seguir as medidas de barreira e não utilizar medicamentos sem indicação, pois não há nenhum que seja comprovadamente eficaz na prevenção desse vírus”, ressalta.

Confira ainda informações sobre o uso do ibuprofeno em caso de coronavírus e também sobre produção de álcool em gel: 


Bumom adota sistema de “quarentena de livros”

 

 

Biblioteca Universitária adotou medida como prevenção ao Covid 19

Desde ontem (19/03), antes mesmo da Coletiva de Imprensa em que o prefeito de Ijuí anunciou o fechamento de bibliotecas, museus e teatros na cidade, visando a não aglomeração de pessoas, a Biblioteca Universitária Mario Osorio Marques já havia adotado o sistema de “quarentena” para os livros devolvidos pelos estudantes e professores a partir dessa data.

De acordo com orientações recebidas pelo Conselho Regional de Biblioteconomia no dia 18 de março, os livros precisam, se infectados, de um período de cinco dias para ficarem, minimamente, livres do Covid 19. Assim, visando proteger os trabalhadores e os usuários da Biblioteca,  foi adotado um sistema de “quarentena” de cinco dias antes de devolver os livros ao seu lugar no acervo. Cabe salientar ainda que todas as medidas de segurança e higienização estão sendo tomadas pelas atendendentes, desde o recebimento dos livros, até a destinação à quarentena e posterior recolocação ao acervo bibliográfico. 

A Biblioteca Universitária não está recebendo pessoas em seu interior, porém os funcionários, incluindo sempre uma bibliotecária responsável (que atende em Ijuí), estão trabalhando em regime de plantão e em quantidade reduzida de pessoas em cada um dos campi, sendo adotadas as medidas de proteção indicadas pelos órgãos de saúde. A Biblioteca da Sede Acadêmica (Ijuí) está fechada a partir de hoje até voltar à normalidade de atendimento na cidade.

Os alunos podem se utilizar dos recursos online disponibilizados pela Biblioteca em seu site, como renovação e cancelamento de reservas, além de pesquisa ao Repositório Institucional (que possui trabalhos acadêmicos produzidos nos cursos de graduação e de pós-graduação da Instituição) e Bases de Dados de acesso livre, como o Portal de Periódicos da Capes, cujo acesso é possível graças à oferta e boa avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu da Unijuí. 

Em caso de dúvidas sobre os serviços da Biblioteca, a mesma pode ser contatada pelo pelo telefone 55 3332-0404 ou pelo e-mail biblio@unijui.edu.br, das 8h às 22h. 

 


NOTA OFICIAL FIDENE/04 Unijuí/Rádio Unijuí FM/Museu/EFA

             

NOTA À COMUNIDADE ACADÊMICA

Dando continuidade nas ações de contenção da pandemia de Coronavírus, no intuito de preservar a integridade física da comunidade acadêmica e evitar qualquer cenário de risco, a FIDENE/UNIJUÍ, por meio do Comitê Institucional de Prevenção, tomou novas decisões, sendo elas:

1 - O Domingo no Campus, evento que seria realizado no dia 5 de abril, foi cancelado. Uma nova data será definida pela organização e informada para a comunidade;

2 - Fica estabelecido que os espaços institucionais dos quatro Campi, muito utilizados pelas comunidades para lazer, serão fechados nos fins de semana para grupos, circulação de veículos, evitando aglomerações. Pessoas que utilizarem os espaços para se exercitarem individualmente, ao ar livre, não serão impedidas;

3 - Os setores técnicos-administrativos e de apoio, que realizam atividades presenciais, terão sua lógica de trabalho reorganizada em combinação com o gestor de cada unidade administrativa. Mesmo assim, a Instituição seguirá funcionando, atendendo demandas acadêmicas, em virtude de que as aulas continuam de forma ONLINE.

4 - A Instituição revê a situação de quarentena para estudantes, professores e técnicos-administrativos que estejam regressando de intercâmbio ou turismo. A partir de agora, o período de isolamento será de SETE dias (na primeira Nota Oficial, publicada em 13 de março, a FIDENE/UNIJUÍ estabelecia 15 dias de isolamento) e, caso a pessoa não apresente sintomas, estará liberada para realizar as atividades normalmente, seguindo recomendação do Ministério da Saúde. Os estudantes devem contatar o Escritório de Relações Internacionais da UNIJUÍ - ERI, pelo e-mail: eri@unijui.edu.br, já os professores e técnicos-administrativos devem contatar sua chefia imediata informando sua condição de saúde.

5 - A EFA divulgará diretamente para pais e familiares dos alunos proposições de atividades para serem realizadas no período de reclusão; 

6 - O Comitê Institucional de Prevenção, em caráter permanente, revisará as orientações conforme a evolução da pandemia. Todas as atualizações serão publicadas APENAS pelos canais oficiais da Universidade. 

Mais informações e/ou atualizações sobre a COVID-19 podem ser obtidas no link: https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/coronavirus e com o Comitê Sentinela do Município de Ijuí (55 3331 8837 ou 55 98451 1008 ou 55 98451 1009). Para os demais municípios as informações devem ser obtidas com as respectivas Unidades de Saúde.

 


Rizoma e Coronavírus: dúvidas e orientações!

                  

Há 15 dias, o Rizoma colocou no ar uma edição sobre o Coronavírus. De lá para cá já temos um cenário completamente diferente, com um grande aumento no número de casos, medidas graves e urgentes para conter a contaminação em todo o país, e até mortes confirmadas. O momento exige cuidado, responsabilidade e senso de coletividade. É hora de todos, juntos, enfrentarmos este grave problema de saúde pública. A Unijuí e a Unijuí FM abrem novamente espaço para a divulgação de informações sobre este novo Coronavírus. O que devemos fazer? E principalmente o que não fazer?

Para prestar estas informações, participaram: o Vice-reitor da Unijuí, Dieter Siedenberg, que vai poder em breve comentar sobre as medidas adotadas pela FIDENE e suas quatro mantidas, o médico e professor do curso de medicina da Unijuí, Carlos Henrique François, que volta ao programa para falar das questões médicas, sintomas e como evitar o contágio. Além de Edgar Mói, Coordenador do Serviço de Urgência e Emergência em Ijuí, trazendo informação de como a cidade está trabalhando com os casos suspeitos e se preparando para os próximos dias e semanas.

Confira na íntegra

Mais dúvida, confira neste link!

 


NOTA OFICIAL FIDENE/03 Unijuí/Rádio Unijuí FM/Museu/EFA

               

NOTA À COMUNIDADE ACADÊMICA

Com o objetivo de preservar a integridade física da comunidade acadêmica e evitar qualquer cenário de risco, a FIDENE/UNIJUÍ informa que está suspendendo, a partir desta terça-feira, 17/03/2020, todas as solenidades de colação de grau previstas para o mês de março, em razão do avanço da COVID-19.

A decisão segue estritamente a recomendação dos Órgãos de Saúde e de Educação, além dos Decretos das autoridades Federais e Estaduais, bem como dos Municípios da região de abrangência da UNIJUÍ. 

Sensíveis ao desconforto ocasionado pela suspensão das cerimônias de colação de grau, a Universidade se coloca à disposição dos estudantes para a realização de solenidades de gabinete levando em conta eventuais necessidades relacionadas a concursos e trabalho, também informa que uma nova solenidade poderá ser agendada em data a ser combinada entre as partes.

O Comitê Institucional de Prevenção, em caráter permanente, revisará as orientações conforme a evolução da pandemia. Todas as atualizações serão publicadas APENAS pelos canais oficiais da Universidade. 

Mais informações e/ou atualizações sobre a COVID-19 podem ser obtidas no link: https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/coronavirus  e com o Comitê Sentinela do Município de Ijuí (55 3331 8837 ou 55 98451 1008 ou 55 98451 1009). Para os demais municípios as informações devem ser obtidas com as respectivas Unidades de Saúde.