COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Coronavirus

Compartilha: iniciativa já possui 40 cadastros e segue conectando doadores a quem necessita de ajuda

             

Desde o mês de junho de 2020, em razão deste momento crítico que vive a sociedade brasileira na pandemia da covid-19, a iniciativa compartilha.org veio para ajudar e facilitar movimentos de solidariedade. Já são 40 cadastros na plataforma, que facilitar doações de itens essenciais para pessoas de itens de alimentação, higiene, entre outros.

A Unijuí acredita que a solidariedade possui um papel fundamental para a mobilização de recursos emergenciais. Por isso, a Universidade, a partir de uma série de parcerias, disponibiliza esta plataforma, com o objetivo de conectar diretamente doadores com instituições que auxiliam pessoas, tudo isso com o mínimo de burocracia e o máximo de segurança. Pelo site é possível conferir quais são os itens para doação, facilitando a doação de alimentos, agasalhos, entre outros. Acesse: www.compartilha.org.

A iniciativa é da Unijuí, da Incubadora de Empresas de Inovação Tecnológica da Unijuí - Criatec, da Exec.Dev - Desenvolvimento Web e de Aplicativos, e da empresa 3Tentos Agroindustrial. Também tem parceria com a Apae Ijuí, Programa Mesa Brasil do Sesc, Lar Bom Abrigo, Acata e ARL6 - Associações de Reciclagem de Ijuí, que são assessorados pela Incubadora de Economia Solidária da Universidade, a Itecsol.

Confira um recado do Coral Unijuí e participe desta ação de solidariedade:

               

 


NOTA OFICIAL Fidene/12 Unijuí/Rádio Unijuí FM/Museu/EFA

Em atenção às orientações e Decretos do Governo Federal, Estadual e dos municípios da região de abrangência da Fidene/Unijuí nos últimos dias, com o objetivo de definir ações de contenção da pandemia de Coronavírus, o Comitê Institucional de Prevenção informa que foram definidas as seguintes medidas de prevenção a serem adotadas, no 2º semestre de 2020:

1 - CURSOS DE GRADUAÇÃO:

. Aulas teóricas - iniciam de forma online, em 3 de agosto, permanecendo assim até 30 de agosto, quando será avaliada a possibilidade de retorno ao presencial, seguindo as orientações municipais, estaduais e federais.    

 

. Aulas práticas e Estágios- serão realizados conforme calendário acadêmico, a partir de 3 de agosto, com cronograma organizado pelas coordenações dos cursos, seguindo todos os protocolos de saúde expressos no Plano de Contingências, conforme Portaria Conjunta SES/SEDUC/RS nº 01/2020. 

 

2. CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PRESENCIAIS (especializações, MBAs) -  permanecem de forma online conforme cronograma da oferta, bem como as demais ofertas de educação continuada (qualificação profissional e extensão). Os cursos que tenham sido suspensos, poderão retomar as atividades de forma online no mês de agosto. 

 

3. CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU (mestrados e doutorados) - as aulas serão retomadas de forma online durante o mês agosto conforme calendário específico de cada curso. 

 

4 - As aulas da EFA também serão retomadas de forma ONLINE no dia 03/08/2020. Orienta-se à comunidade escolar para ficar atenta aos canais oficiais da Escola para informações pontuais.

 

5 - A Instituição mantém o atendimento em regime de plantão, por e-mail, telefone, chat e whatsapp nas cidades de Ijuí, Panambi, Três Passos e Santa Rosa, em virtude da continuação das atividades acadêmicas na Modalidade Presencial de forma ONLINE e da manutenção, sem alteração, da Modalidade EaD. Isso significa que a Universidade mantém o funcionamento de suas atividades sem atendimento presencial ao público.

 

6 - Os estudantes que necessitarem de auxílio para a realização das atividades acadêmicas devem priorizar o contato por meio dos canais online de comunicação, especialmente os e-mails institucionais, contudo, caso precisarem de atendimento presencial deverão fazer agendamento prévio.

7 - A Biblioteca Universitária permanece fechada presencialmente. No entanto, reforçamos que os acadêmicos podem acessar a biblioteca virtual, ou ainda, em caso de dúvidas e pedidos de materiais, o atendimento é feito pelo e-mail: biblio@unijui.edu.br  

 

8 - A prestação de serviços feito pelas Unidades/laboratórios - Unijuí Saúde, Hospital Veterinário, Laboratório de Análises Clínicas (Unilab); Farmácia Escola, Central Analítica; Biotério; Central de Recebimento de Amostras dos Laboratório de Sementes, Solos e Bromatologia seguem o atendimento normal.

 

9 - A Rádio Unijuí FM mantém suas atividades em regime de plantão.  

 

10 - O Museu Antropológico Diretor Pestana, seguindo o Decreto do município de Ijuí, mantém-se fechado para o atendimento ao público.

 

A Fidene/Unijuí entende que vivemos um momento que exige prevenção e cautela. A Instituição está atenta e seguindo todas as medidas de prevenção e orientações definidas pelos decretos federais, estaduais e municipais, visando enfrentar a situação de pandemia. No entanto, entende-se que o papel da Instituição de formar profissionais e educar precisa continuar, por isso a Fidene/Unijuí enxerga este momento também como sendo de aprendizado. Estamos potencializando o uso de plataformas de ensino online, utilizando novos recursos e descobrindo novas formas de ensinar e aprender, reforçando o nosso compromisso com a educação de excelência.

O Comitê Institucional de Prevenção, em caráter permanente, revisará as orientações conforme a evolução da pandemia. Todas as atualizações serão publicadas APENAS pelos canais oficiais da FIDENE/Universidade/EFA/Museu/Rádio UnijuíFM.

Mais informações e/ou atualizações sobre a COVID-19 podem ser obtidas no link: https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/coronavirus


EpiCovid19-RS: pesquisa revela que número de infectados é 20 vezes maior do que o encontrado na primeira etapa

A proporção de pessoas com anticorpos para o coronavírus dobrou no Rio Grande do Sul no último mês, de acordo com os dados mais recentes da pesquisa Epicovid19-RS. A nova etapa da pesquisa estima que 108.716 pessoas (de 78.774 a 146.196, pela margem de erro) têm ou já tiveram o vírus na população gaúcha. No levantamento anterior, realizado há quatro semanas, esse número era de 55.904 (de 32.891 a 81.059). Os resultados mostram que a prevalência de infecção pela Covid-19 aumentou de 0,47% para 0,96% entre as duas fases de coletas de dados da pesquisa. A proporção é de um caso real de coronavírus para cada 104 habitantes do RS.

A análise da evolução do contágio no RS indica que o número de pessoas que já foram infectadas é hoje, em média, vinte vezes maior em comparação com o encontrado no primeiro levantamento da pesquisa, realizado entre 11 e 13 de abril. Para cada caso notificado, existem cerca de dois casos (1.3-2.4) não registrados pelos números oficiais. Em relação às práticas de distanciamento social, o estudo mostra que um terço da população sai de casa diariamente, um pouco mais da metade (54,1%) sai para atividades essenciais, como compra de alimentos e medicamentos, e 12,6% se mantêm sempre em casa. 

No que se refere especificamente ao município de Ijuí, a coordenadora da aplicação da pesquisa pela Unijuí, professora Evelise Berlezi, ressalta que como nas etapas anteriores, o número de pessoas que se mantém em casa diminuiu. “Essa é uma realidade que vem se mostrando crescente também nos outros municípios a cada etapa que se segue”, esclarece. 

A sexta etapa levantou também os sintomas mais frequentes relatados pelas pessoas que já contraíram o vírus. Os principais sintomas associados à Covid-19 entre os participantes foram tosse (51,2%), alterações de olfato e paladar (44,2%) e diarreia (37,2%), seguidos de dor de garganta (34,9%), febre (30,2%) e dificuldade para respirar (9,3%). A taxa de letalidade da infecção pela Covid-19 é de 1,4% (1,1-2,0), com base no total de casos estimados pela pesquisa, em uma relação de 1570 mortes para 108.716 casos. Se considerados apenas os casos notificados, a letalidade passa a ser de 2,6%, em uma relação de 1570 óbitos para 59.779 casos.

A pesquisa segue em andamento no Rio Grande do Sul, com mais duas etapas a serem realizadas: a sétima deve acontecer de 15 a 17 de agosto, e a oitava, de 5 a 7 de setembro.

 

Mais sobre a pesquisa

O EpiCovid19 é coordenado pela Universidade Federal de Pelotas e pelo Governo do Estado Rio Grande do Sul, com apoio de doze universidades públicas e privadas. O objetivo do estudo é estimar o percentual de gaúchos infectados pela Covid-19; avaliar a velocidade de expansão da infecção; fornecer indicadores precisos para cálculos da letalidade e determinar o percentual de infecções assintomáticas ou subclínicas. O estudo conta com financiamento do Instituto Serrapilheira, Unimed Porto Alegre e Instituto Cultural Floresta.


Unijuí realiza 500 coletas da EpiCovid no fim de semana

A pesquisa que está mapeando o avanço do coronavírus no Rio Grande do Sul realizou nova etapa de testes rápidos no fim de semana. Os voluntários da Unijuí visitaram 500 domicílios de Ijuí, onde realizaram a aplicação de um teste rápido para identificar o coronavírus e um questionário. Outras duas etapas devem acontecer, sendo uma em agosto e outra em setembro.

Seguindo os mesmos protocolos já estabelecidos desde o início da pesquisa, mais de 30 voluntários realizaram as visitas. As casas foram escolhidas de forma aleatória, por sorteio, seguindo critérios do Censo do IBGE e, em cada casa, uma pessoa foi testada, também por sorteio, além disso foi aplicado de um questionário para informações complementares. Os dados coletados foram enviados diretamente à coordenação da pesquisa, que são a Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e o Governo do Rio Grande do Sul. A Unijuí não divulga ou comenta os resultados antes do anúncio feito pela coordenação.

Conforme a professora Evelise Berlezi, coordenadora da aplicação da pesquisa pela Unijuí, os resultados da pesquisa do fim de semana devem ser divulgados na quarta-feira, 29, pelo Governo do Estado. “Cabe ressaltar o trabalho impecável realizado pelos voluntários da pesquisa e também agradecer à comunidade que recebeu os voluntários em suas casas”, destacou. 

Cronograma das novas etapas

Etapa 7: 22-23 de agosto

Etapa 8: 26-27 de setembro

Caso a prevalência passe de 1%, o espaçamento entre uma rodada e outra diminui para três semanas. E caso a prevalência passe de 5%, este espaçamento diminui para duas semanas.

Mais sobre o estudo

O Governo do Estado, através da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), da Secretaria da Saúde (SES) e do Comitê Científico, indicou a necessidade de estudo em relação à prevalência do coronavírus no RS para analisar a velocidade de expansão da infecção em uma amostra representativa da população gaúcha. Neste contexto, foi aprovada a proposta de pesquisadores de instituições educacionais gaúchas, sob liderança da UFPel, e participação de uma rede de 12 universidades federais e privadas, entre elas a Unijuí. O estudo tem um custo estimado em R$ 1,5 milhão e tem o apoio da Unimed Porto Alegre, do Instituto Cultural Floresta, também da capital gaúcha, e do Instituto Serrapilheira, do Rio de Janeiro. 

Confira os resultados das primeiras quatro fases no site do Governo Estadual, no link: https://www.estado.rs.gov.br/estudo-epidemiologico-pesquisa-de-prevalencia.


Nota à Comunidade

Na tarde desta sexta-feira, 24, em uma das casas visitadas pelos voluntários da pesquisa organizada pela Unijuí e coordenada pelo Governo Estadual e pela Universidade Federal de Pelotas, aconteceu um problema no sistema de aplicação online do questionário que levou a um equívoco de interpretação por parte da voluntária.

Na ocasião, o sistema travou e a voluntária não conseguiu realizar a rolagem de respostas para que todas as perguntas fossem respondidas de acordo com a indicação do entrevistado. O sistema não permitia a continuidade das etapas sem que todas as perguntas fossem respondidas, acusando um erro de que deveria ser escolhida a resposta (sim, não ou não sei) para a pergunta do questionário. 

A Unijuí e UFPel entendem que problemas em sistemas online são comuns, mas pedem desculpas pelo ocorrido, frisando que toda e qualquer atividade realizada pelas instituições são de cunho científico e não tem qualquer conotação política. A coordenação da pesquisa salienta ainda que a pesquisa em questão foi excluída, assim como acontece com todas que possam apresentar algum tipo de falha.

Abaixo confira o vídeo com o questionário e suas opções: