COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Coronavirus

Egressas da Unijuí atuam na linha de frente no combate à Covid-19

Desde o fim de 2019 a imprensa noticiava a chegada de uma nova doença na China. A situação se agravou de tal forma que a doença se espalhou por diversos países até se tornar um problema mundial, trazendo grandes mudanças como novos protocolos de higiene e o distanciamento social. Mesmo assim, a questão do novo coronavírus foi ganhando contornos dramáticos com o aumento de casos, o que acaba sobrecarregando o Sistema Único de Saúde (SUS), bem como os profissionais das diversas áreas que atuam no combate à pandemia.

Miriane Melo Silveira Moretti é egressa do curso de Enfermagem da Unijuí e atua como enfermeira da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) no Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Ela conta que desde março tem sido um trabalho árduo, e que ocorreram muitas mudanças em sua rotina. “Todos nós temos medo da contaminação, não se sabe como esse vírus vai reagir em cada organismo, então viver com esse sentimento e cuidando de pacientes graves no dia a dia transformou muito a rotina dos profissionais de saúde, fora o retornar para casa, que tem sido temeroso e cuidadoso, muito mais do que era antes”, destaca. 

Neste período de pandemia, que atinge o mundo todo, são profissionais de diferentes áreas e segmentos que estão na linha de frente de combate à Covid-19, como a egressa de Psicologia, Micheli Zeppe. Ela atua como psicóloga residente na Sede Administrativa da Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa (Fumssar) e relata que, com a suspensão dos atendimentos psicológicos presenciais e, seguindo orientação do Conselho Federal de Psicologia, eles procuraram buscaram alternativas para continuar dando suporte à população: “os atendimentos estão sendo feitos por meio de vídeo chamada ou ligação telefônica, conforme a melhor alternativa para o paciente, tanto os atendimentos que já estavam em acompanhamento anterior ou os que estão chegando no momento”. 

Micheli ainda destaca o quão desafiador é o trabalho. “O trabalho está sendo bem desafiador, mas estou muito feliz em estar aqui, principalmente em encontrar formas de proporcionar cuidado para as pessoas e minimizar um pouco o sofrimento desse período de distanciamento social, mas claro que é difícil encontrar essas alternativas para acolher o sofrimento de uma pessoa a distância. Mesmo nos atendimentos que são presenciais é preciso ter a questão do respeito ao distanciamento, usar máscara e os outros EPI’s também necessários”, finaliza. 

A pandemia do novo coronavírus impôs desafios diferentes a cada segmento do ramo farmacêutico. Sendo essa uma atividade essencial, os estabelecimentos seguiram com seu atendimento à população, em que os profissionais atuam no acolhimento e orientação ao paciente quanto ao uso de medicamentos. A farmacêutica Janaína Varfarina conta que viveu e está vivendo todas as fases da pandemia, tendo que trabalhar da mesma forma, com diferenças, como o distanciamento social, uso de álcool em gel e máscaras. Para a egressa de Farmácia, a incerteza é o principal desafio. “É um desafio bem grande, mas estamos na linha de frente e precisamos prestar o melhor atendimento para o cliente”, afirma.

Apesar da pandemia e dos desafios, os profissionais da área da saúde seguem lutando para salvar vidas, com dedicação e compromisso.

Por Leticia Breunig, acadêmica de Jornalismo e estagiária da Agência Experimental Usina de Ideias.


Unijuí realiza sexta rodada da EpiCovid neste fim de semana

A partir da tarde desta sexta-feira, 24, e durante todo sábado e domingo (26 e 27), a Unijuí, por intermédio de seus voluntários, fará a aplicação dos testes rápidos e questionários para mapeamento do avanço dos casos de coronavírus no Estado. Essa é a sexta rodada da pesquisa coordenada pelo Governo Estadual e pela Universidade Federal de Pelotas.

Conforme a professora Evelise Berlezi, que coordena as atividades em Ijuí, os voluntários que já participaram das etapas anteriores sairão ao longo da tarde desta sexta-feira para darem início à testagem da população, tendo em vista a previsão de chuva para o fim de semana. “São 32 voluntários que participarão da aplicação da pesquisa. Destes, 19 já participaram de ações anteriores e a partir da tarde desta sexta-feira o grupo já está liberado para ir a campo em função da previsão de chuva. A partir das 14h desta tarde receberemos os voluntários novos que receberão o treinamento para realização da atividade de campo amanhã pela manhã”, esclarece. 

Nesta sexta etapa, a meta é alcançar 500 testes. Para a realização do exame, os entrevistadores coletam uma gota de sangue da ponta do dedo do participante. A amostra é analisada pelo aparelho de testes em aproximadamente 15 minutos. O resultado geral da amostragem será divulgado pelo governador, em live na página do Governo do Estado, durante a próxima.

A professora Evelise orienta ainda que a população solicite aos voluntários que se identifiquem ao solicitar a entrada para realização do exame, caso estes não o fizerem. “Qualquer dúvida a população deve entrar em contato pelo 190 com a Brigada Militar, pois nós, enquanto Unijuí, vamos passar a eles uma lista de identificação de todos os voluntários participantes da pesquisa”, frisa. 

Sobre a pesquisa

Ao todo, 4,5 mil pessoas serão entrevistas e testadas nas cidades de Pelotas, Uruguaiana, Santa Maria, Porto Alegre, Canoas, Caxias do Sul, Ijuí, Passo Fundo e Santa Cruz do Sul. Em cada município, a seleção das residências e dos moradores ocorre por meio de um sorteio aleatório, utilizando os setores censitários do IBGE como base. 

O estudo envolve uma rede de doze universidades públicas e privadas: Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA); Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos); Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc); Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ); Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); Universidade Federal do Pampa (Unipampa/Uruguaiana); Universidade de Caxias do Sul (UCS); IMED e Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS/Passo Fundo), Universidade de Passo Fundo (UPF) e Universidade La Salle (Unilasalle).


Nota Oficial Fidene/11 Unijuí/Rádio Unijuí FM/ Museu/ EFA

Em atenção às orientações e Decretos do Governo Federal, Estadual e dos municípios da região de abrangência da Fidene/Unijuí nos últimos dias, com o objetivo de definir ações de contenção da pandemia de Coronavírus, o Comitê Institucional de Prevenção informa medidas a serem adotadas, ficando definido o seguinte:

1 - As aulas dos cursos da modalidade Presencial na forma ONLINE na Unijuí estão prorrogadas até o fim do primeiro semestre de 2020, salvo recomendações a partir de Decreto do MEC e/ou Governo do Estado. 

2 - As aulas da EFA também permanecem de forma ONLINE até o retorno das férias de julho, seguindo as mesmas orientações. Após a normalização e retomada das atividades, um calendário de recuperação será divulgado pela direção da Escola conforme orientações do MEC/CNE/ SEDUC. Recomenda-se à comunidade escolar para ficar atenta aos canais oficiais da EFA para informações pontuais.

3. As atividades relacionadas às atividades práticas e aos estágios que exigem realização presencial tem retorno previsto a partir de 22 de junho, com orientações que serão divulgadas pela Universidade por meio dos seus canais oficias e também por intermédio das coordenações dos cursos diretamente com os estudantes matriculados nessas disciplinas. 

4- A Instituição mantém o atendimento em regime de plantão, por e-mail, telefone, chat e whatsapp nas cidades de Ijuí, Panambi, Três Passos e Santa Rosa, em virtude da continuação das atividades acadêmicas na Modalidade Presencial de forma ONLINE e da manutenção, sem alteração, da Modalidade EaD. Isso significa que a Universidade mantém o funcionamento de suas atividades com restrição de atendimento presencial ao público.

5 - Os estudantes que necessitarem de auxílio para a realização das atividades acadêmicas devem priorizar o contato por meio dos canais online de comunicação, especialmente os e-mails institucionais.

A Fidene/Unijuí entende que vivemos um momento que exige prevenção e cautela. A Instituição está atenta e seguindo todas as medidas de prevenção e orientações definidas pelos decretos federais, estaduais e municipais, visando enfrentar a situação de pandemia. No entanto, entende-se que o papel da Instituição de formar profissionais e educar precisa continuar, por isso a Fidene/Unijuí enxerga este momento também como sendo de aprendizado. Estamos potencializando o uso de plataformas de ensino online, utilizando novos recursos e descobrindo novas formas de ensinar e aprender, reforçando o nosso compromisso com a educação de excelência.

O Comitê Institucional de Prevenção, em caráter permanente, revisará as orientações conforme a evolução da pandemia. Todas as atualizações serão publicadas APENAS pelos canais oficiais da FIDENE/Universidade/EFA/Museu/Rádio UnijuíFM.

 Mais informações e/ou atualizações sobre a COVID-19 podem ser obtidas no link: https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/coronavirus


Unijuí vai possibilitar formaturas online no mês de agosto

              

Considerando as restrições para a realização de eventos que gerem aglomerações, a Unijuí está, por ora, com as solenidades de formaturas suspensas na forma presencial. Entretanto, levando em conta a necessidade de certificação dos formandos para exercerem legalmente as profissões no mercado de trabalho, a Unijuí realizará as formaturas dos concluintes do primeiro semestre de 2020 no formato online, no mês de agosto, em calendário já definido com as turmas de formandos. Desta forma, a documentação (diploma e histórico) será emitida normalmente, sem que haja prejuízo aos futuros profissionais. 

Neste mês de julho, o Setor de Formandos da Secretaria Acadêmica realizou reunião com as comissões de formatura para esclarecimentos e alinhamento do procedimento das solenidades. Mesmo online, as famílias poderão acompanhar esse momento tão especial e esperado, sendo que a solenidade seguirá todos os protocolos tradicionais, como o juramento e os discursos típicos destas solenidades, só que agora adaptados ao formato online. A formatura online não impossibilita que o estudante realize posteriormente a formatura presencial, quando não houver mais restrição, em datas que serão definidas ao longo do segundo semestre. 

Segundo a Vice-Reitora de Graduação, professora Fabiana Fachinetto,  a Unijuí sempre realiza as solenidades de colação de grau no Salão de Atos e Auditório que possui em cada um de seus campus, com a presença dos formandos, familiares e amigos que vem presencialmente prestigiar esse momento. Sempre é uma emoção para todos os envolvidos, pois é a realização de um sonho. Estamos tomando todos os cuidados para passar para os nossos estudantes formandos a emoção que o momento proporciona. A realização da formatura no formato online será diferente, e certamente possibilitará a participação de familiares e amigos que talvez não tivessem a oportunidade de estarem aqui presencialmente.  Para nós é uma satisfação também poder entregar o diploma ao formando, viabilizando o seguimento da sua vida profissional, considerando que muitos já possuem oportunidades de trabalho”, publicada.

                        


Enfrentamento à covid-19: Prefeitura de Coronel Bicaco e Unijuí firmam parceria para pesquisa com a população

             

A Prefeitura de Coronel Bicaco e a Unijuí firmam parceria para pesquisa populacional como medida de enfrentamento a covid-19. Nesta quinta-feira, dia 16 de julho, em reunião ocorrida na sede do governo municipal, pesquisadores da Universidade, Evelise Moraes Berlezi e Matias Frizzo, vinculados ao Mestrado em Atenção Integral à Saúde, apresentaram proposta com o objetivo de rastrear a prevalência de anticorpos, acompanhar os casos positivos e negativos. O teste que será aplicado identifica a presença de anticorpos IgG e IgM, auxiliando na determinação se a doença está ativa ou não, sendo que o município vai viabilizar em torno de 300 testes. O ineditismo da pesquisa será a avaliação do nível de conhecimento da população sobre a doença e os impactos do isolamento social sobre o cotidiano e a saúde mental da população. 

Os pesquisadores juntamente com o Prefeito,  Jurandir da Silva, Secretário da Saúde, Cassiano Zanella, Secretário da Fazenda, Gabriel Machado, presidente do Conselho Municipal de Saúde, Erica Szismann e técnicos da saúde do município discutiram esta questão entendendo estes dados serão de grande importância para o planejamento e execução de ações de saúde junto a população; preocupando-se com as repercussões do isolamento sobre a saúde e bem estar das pessoas.  A pesquisa deverá ser executada num prazo de 30 dias.  Será realizado um trabalho conjunto entre pesquisadores do Mestrado em Atenção Integral à Saúde  e profissionais de saúde do município. As Equipes de saúde do município e pesquisadores e alunos do mestrado serão os agentes executores da coleta de dados e aplicação dos testes.