COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Coronavirus

Unijuí é protagonista no enfrentamento da pandemia de Coronavírus

              

Desde o início da pandemia de Coronovírus, a Fidene/Unijuí está mobilizada para realizar ações de enfrentamento junto à comunidade regional. Diversas ações nas áreas do ensino, da pesquisa e da extensão já foram realizadas. Para além disso, diversos serviços são disponibilizados para a comunidade. Segundo a Reitora da Unijuí e presidente da Fidene, professora Cátia Maria Nehring, “a Instituição, a partir do complexo Fidene, se mobiliza, assim como a sociedade, para salvar vidas, para a manutenção da vida e também para buscar alternativas de sustentação econômica e financeira”, observa.

Confira os serviços disponíveis nos campi Ijuí, Santa Rosa, Panambi e Três Passos:

Saúde

Unilab: Realiza teste para covid-19, recomendando que seja feito a partir de prescrição médica. Além disso, está mantendo sua rotina de análises clínicas. Mais informações e contato para agendamento no número (55) 3332-0554 - ramal 3216.

Farmácia Universitária: mantém suas atividades de produção de diversas fórmulas, também está comercializando álcool gel. Contato: informações pelo e-mail faruniversitaria@unijui.edu.br ou pelo telefone 3332 0518.  

Unijuí Saúde: está em atividade parcial, oferecendo serviços de nutrição e fisioterapia, além da Unidade de Reabilitação Física de Ijuí. Para os agendamentos, a equipe avaliou criteriosamente o retorno de cada paciente, sendo chamados somente aqueles que não se enquadram em grupo de risco em relação à covid-19. Contato: 3332-0204 ou unir@unijui.edu.br.

Clínica de Psicologia: a clínica de Psicologia está atendendo em horário normal, mas dentro das normas de exigência quanto à higienização e ao distanciamento social. Os atendimentos são marcados de forma mais espaçada para evitar aglomerações. Se alguém precisar de atendimento, deve agendar via telefone com a secretária da clínica. Os atendimentos acontecem de forma presencial. Contato Ijuí: 55 3332-0227. Contato Santa Rosa: 55 3511-5295.

Teleatendimento idosos: para atender os integrantes do Programa Integrado para a Terceira Idade - Piti, vinculado ao curso de Educação Física, do Departamento de Humanidades e Educação (DHE), que há mais de 20 anos realiza atividades com a população idosa de Ijuí, o Grupo Interdisciplinar de Apoio à Terceira Idade, que por sua vez é vinculado à Vice-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, está realizando atendimentos e encaminhamentos de saúde para idosos por telefone, com o objetivo de identificar necessidades neste grupo de pessoas. Atende aos integrantes do Piti.

Site "Ciência Explica Covid-19": este site foi criado para estimular a divulgação científica para a comunidade. Especificamente, a intenção é levar a informação científica que está sendo gerada sobre o coronavírus para a comunidade em geral, por meio de uma linguagem simples que seja capaz de "traduzir" os complexos estudos nas diferentes áreas do conhecimento em informação compreensível.  https://sites.google.com/a/unijui.edu.br/ciencia-explica-covid-19/home

Pesquisa: a Unijuí integrou a pesquisa que mapeia o avanço deste novo vírus no Rio Grande do Sul. O estudo, realizado em quatro fases, foi coordenado pela UFPeL e encomendado pelo Governo Estadual e testou cerca de 18 mil pessoas, sendo que 2 mil em Ijuí. Mais quatro fases serão realizadas e a Unijuí vai participar também. 

Gestão, Negócios 

Sou Daqui: foram desenvolvidos mote de comunicação, peças publicitárias e materiais para a publicação em redes sociais e diversas mídias. Esta campanha veio para mostrar às comunidades a importância do fortalecimento dos negócios locais neste momento de crise. A Unijuí reforça a possibilidade de mais municípios poderem receber a campanha “Sou Daqui” de forma gratuita e “customizada” para o poder público e/ou associações, para saber detalhes basta entrar em contato com o Escritório Universidade Comunidade da Agit, no e-mail: comunidade@unijui.edu.br. 

Itecsol: desde o início da pandemia, a Itecsol continua prestando assessoria aos empreendimentos incubados, semanalmente e mesmo a distância, a incubadora tem os auxiliado para além das atividades administrativas dos galpões. Auxiliamos os trabalhadores da reciclagem quanto ao auxílio emergencial, dando suporte na atualização de cadastros, que foram necessários junto à receita federal, verificando situação do cadastro único, junto a Assistência Social do Município, atualização de dados de materiais comercializados por tipologia para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente. A incubadora auxiliou na organização e divulgação da campanha de arrecadação de alimentos e valores para a Acata e Arl6, além da arrecadação dos kits de higiene e agasalhos. Além disso continua fazendo a mediação entre as empresas e as associações Acata e Arl6 para os termos de compromisso para a coleta, com atualmente mais de 70 termos vigentes de empresas que destinam seus materiais recicláveis para essas associações, contribuindo para a geração de renda para estes trabalhadores. Contato: 3332-0212.

Criatec: empresas incubadas na Criatec realizaram a produção de máscaras e equipamentos para profissionais de saúde atuarem diretamente na linha de frente de combate a pandemia. Além disso, também empresas incubadas na Criatec criaram um site para facilitar as doações de alimentos e produtos de higiene para pessoas com necessidades neste momento de crise. Confira como participar em ijuiajuda.com.br. Outra iniciativa de incubada para este momento é o GuiaACI, em que a Unijuí e a Associação Comercial e Industrial de Ijuí (ACI) uniram esforços para promover negócios locais durante a pandemia. Acesse https://www.guiaci.app e confira. Também segue prestando assessoria na construção de ideias e negócios inovadores, bem como realizando debates sobre temas importantes da atualidade com profissionais e especialistas em negócios. Contato: 3332-0212 ou http://www.criatecunijui.com.br/  

Laboratório de Gestão e Negócios: com o objetivo de ajudar microempreendedores de Ijuí, Santa Rosa e Panambi nesse momento delicado, o Laboratório de Gestão e Negócios da Unijuí oferece serviços de consultoria. O contato inicial pode ser feito pelo e-mail: labgestaoenegocios.ijui@unijui.edu.br. Em Santa Rosa o contato é 3511-5200. Já em Panambi: 3375-4466.

CEEMA: para acompanhar as mudanças ocorridas no mercado da soja, milho e trigo, por exemplo, produtores, pesquisadores e estudantes contam com relatórios produzidos pela Central Internacional de Análises Econômicas e de Estudos de Mercado Agropecuário (Ceema), por meio do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR), do Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação (Dacec) da Unijuí. O material é disponibilizado ao público no blog: http://ceemaunijui.blogspot.com/.

Tecnologia

Conserto de Respiradores: os cursos de engenharia - Mecânica e Elétrica - estão trabalhando na busca de alternativas de respiradores: identificação de problemas de respiradores existentes em nossos hospitais e entendimento dos mecanismos, como possibilidade de viabilizar respiradores de baixo custo. 

Iniciativa Compartilha: é uma plataforma na internet que conecta doadores com quem precisa de ajuda, para a doação de alimentos, produtos de higiene e outros. Lançada nesta quarta-feira, dia 03 de junho, pela Unijuí por meio de diversas parcerias. Confira como participar em https://compartilha.org/#

Direito

Escritório Modelo: sob coordenação do Núcleo de Práticas Jurídicas do curso de graduação em Direito da Unijuí, o Escritório Modelo mantém seus atendimentos, atuando nos municípios de Ijuí, Santa Rosa e Três Passos. O objetivo é ampliar o acesso aos direitos sociais e individuais, proporcionando um atendimento aos segmentos sociais vulnerabilizados e/ou excluídos. Em Ijuí, o contato com o Escritório Modelo pode ser feito pelo número 3332.0292. Em Santa Rosa o contato é 3511-5296. Já em Três Passos: 3522-2415 ou 9 9607-4305.

Balcão do Consumidor:  desde o início da pandemia, o Balcão do Consumidor atendeu as comunidades de Ijuí, Santa Rosa e Três Passos, viabilizando o acesso à informação e esclarecimentos sobre os direitos do consumidor. É  responsável pelo registro das denúncias e reclamações, que podem ser feitas com ou sem a identificação do consumidor.  Caso o cidadão se depare com valores abusivos de produtos ou serviços relacionados ao combate do coronavírus, poderá registrar sua reclamação entre 12h e 16h30 da tarde, por meio do telefone (55) 3333-0725, ou pelo e-mail balcaodoconsumidor@unijui.edu.br. Em Três passos o número direto é: 55 3522-2122.

Educação e Cultura

LELU: oferta aulas de Inglês de forma online. O curso de Inglês no Campus almeja desenvolver habilidades básicas em língua inglesa em situações cotidianas da vida, como: saudações, apresentações pessoais, interações próprias de situações de trabalho, discussões sobre assuntos atuais e sobre questões que fazem parte do contexto social dos aprendizes. Contate: lelu@unijui.edu.br.

Projeto de Extensão Traças Digitais: da necessidade de construir práticas inovadoras para desenvolver habilidades de leitura, especialmente de obras brasileiras, envolvendo alunos e professores da educação básica, do ensino superior, reforçando o compromisso enquanto Universidade Comunitária, surgiu o Projeto de Extensão Traças Digitais. Ele é desenvolvido por professores e estudantes dos cursos de Letras e História da Unijuí, tem como objetivo atender alunos de Ensino Médio de diferentes escolas da região, fazendo com que estes aprendam e se divirtam com leituras, discussões e estudos decorrentes dos assuntos trabalhados. Além disso, utilizam técnicas radiofônicas para a realização de podcasts e audiolivros, visando também divulgar esses materiais para a formação de leitores, professores e comunidade. Acesse e confira: https://www.youtube.com/channel/UC-2w-hJyw6qp7S2Z-NR0tOg 

Tecnologias Educacionais Colaborativas - EaD: curso que qualifica profissionais de diversas áreas do conhecimento em tecnologias digitais de informação e comunicação colaborativas. Esse curso capacita para o trabalho colaborativo a distância (online) por meio de celulares, computadores e, em especial, ferramentas da Google. Além disso, o curso habilita para o uso de ferramentas de elaboração e compartilhamento de conteúdos como texto, imagem, áudio, vídeo, planilhas, formulários, bem com armazenamento e compartilhamento de dados em nuvens digitais. Mais informações com a Unidade de Educação Continuada pelo 3332-0553 ou educacaocontinuada@unijui.edu.br. 

Math Go: a Unijuí oferece aos estudantes em idade escolar o MathGo, um aplicativo que ensina matemática de forma interativa. Com a ampliação do período sem aulas presenciais, em razão da pandemia de Coronavírus, esta pode ser uma boa opção para aliar ensino e lazer. É um aplicativo livre que possui aproximadamente 2.000 questões sobre os diferentes conteúdos abordados nesta área do conhecimento. Acesse mathgo.com.br e experimente!

Museu: o Museu Antropológico Diretor Pestana (MADP) está buscando maneiras de adaptar-se ao momento em que a circulação nos espaços físicos está suspensa. Por isso, disponibilizou formas diferenciadas, tecnológicas e interativas para pesquisa e visitação online. Assim, o público tem acesso à informação e cultura diretamente de casa. O atendimento a distância do MADP é uma das alternativas para facilitar o acesso à informação sobre a documentação preservada. Para solicitar esse tipo de atendimento, o usuário deve entrar em contato pelo e-mail madppesquisa@unijui.edu.br, enviando as informações que deseja para sua pesquisa. Para interagir com o Museu e conferir conteúdos acesse a fanpage no Facebook e o instagram do MADP.

Grupos Culturais: Com a pandemia, os grupos culturais da Universidade: Coral e Cadagy estão usando recursos online para manter a conexão com o público. Confira as Redes Sociais dos grupos para conferir as atividades: Cadagy e Coral Unijuí.

Santa Rosa e região

Teleatendimento covid-19: O serviço de Teleatendimento Covid-19, disponível para a comunidade de Santa Rosa desde o mês de abril, agora foi ampliado para a região da Fronteira Noroeste, abrangendo 22 municípios da 14ª Coordenadoria Regional de Saúde. A linha telefônica 55 3511 5222 conta com dez canais de atendimento, de segunda a sexta, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30. Em parceria com Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa (FUMSSAR), também integram o atendimento os Residentes da Residência Multiprofissional, que é realizada em Santa Rosa. Além do teleatendimento os residentes estão envolvidos em ações solidárias e no auxílio aos profissionais da Saúde do município.

Confecção de EPI’s: por meio da Incubadora de Empresas de Inovação Tecnológica - Criatec, unindo esforços a partir da ação voluntária de empreendedores incubados, a Unijuí está procurando dar a sua parcela de contribuição social. Em Santa Rosa, o campus da Unijuí é parceiro da Fundação Municipal de Saúde - Santa Rosa (Fumssar) na produção de máscaras de plástico, as chamadas face shields, para que profissionais da área da saúde atuem de forma mais segura no combate à pandemia do Coronavírus (COVID-19).


Não há justiça na pandemia

Patrick Prestes Hauenstein - estudante do curso de Direito da Unijuí

Em 11 de março de 2020, a Organização Mundial da Saúde (OMS), declarou a pandemia do novo coronavírus, denominado de SARS-COV-2, haja vista que o número de casos aumentava descontroladamente, bem como que a quantidade de países afetados triplicava. O mundo, a tempo, registrava mais de 118 mil infecções, em 114 países, atingindo o número expressivo de 4.291 mil óbitos, conforme dados apresentados pela entidade. Elementos suficientes para que grande parte da população mundial adotasse políticas de contenção ao vírus, ensejando na declaração publicada pela OMS.

A três meses atrás, no dia 10 de março, os efeitos do coronavírus atingiam número alarmantes no cenário mundial, enquanto no nacional, o Brasil somava apenas 34 casos, sem sequer identificar uma morte causada pela doença. Nesta fase da problemática, o Brasil sequer figurava entre os 20 países com mais casos, época em que 94,8% do total de óbitos se concentravam em 05 países, a saber: China, Itália, Irã, Espanha e França, segundo dados do Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doença (ECDC).

Após 73 dias (22/05), o Brasil é o 2° país no mundo com mais infectados, somando o total de 330.890 mil infectados, com 21.048 mil mortes, atrás, apenas, dos Estados Unidos, que tem 1.633.862 mi infectados e 96.276 mil mortes, segundo levantamento realizado pela Universidade Johns Hopkins, uma das instituições mais renomadas no acompanhamento da pandemia. 

Não suficiente, apenas dois dias depois (24/05), o Brasil soma mais de 360.000 mil casos, segundo dados do Ministério da Saúde. Assim, a cada dia o país tupiniquim pais galga mais alguns degraus rumo a um colapso pandêmico, não visto desde a gripe espanhola (1920), em número inferiores, é claro, mas não menos importantes e assombrosos. 

Em contrapartida aos crescentes dados de infecção e mortes causadas pelo COVID-19, o país do carnaval é um dos que menos realiza testes de contágio no mundo, sendo que até 20 de abril, havíamos feito apenas 63 exames a cada 100 mil habitantes, isso é, 0,63% da população testada, considerando uma população de 210 milhões de pessoas, conforme coleta de informações da BBC News Brasil.

Assim, estimasse que o Brasil ocupa a 60° posição entre as nações que mais aplicam exames em sua população, atrás de países da América do Sul e da América Central, tais como: Argentina (0,76), Chile (6,43), Cuba (2,65), Equador (1,15), Paraguai (0,83) e Peru (4,44); bem como de economias desenvolvidas, como Alemanha (25,11), Estados Unidos (12,08) e Itália (23,64), de acordo com dados da Universidade de Oxford, do Reino Unido. 

Entretanto, embora haja diversas evidencias de que o Brasil percorre um caminho obscuro no enfrentamento ao COVID-19, na exata contramão dos lugares referenciais ao combate dos efeitos da pandemia.

Isso porque, nossa sociedade ainda gira em torno às discussões governamentais e sociais, sobre a importância de uma intervenção (ou não) dos Estados e Municípios no trafego de pessoas e na abertura ou não dos comércio local. A dificuldade e a demora para a conscientização da gravidade da pandemia, acarreta na inaplicabilidade do chamado isolamentos social, pois muitas cidades no país, já retornaram as suas atividades rotineiras, fazendo-se um uso simbólico dos equipamentos de saúde, tais como máscaras e álcool gel. 

Veja-se, que quando digo “uso simbólico”, faço-o por conhecimento empírico obtido ao assistir telejornais e ao sair à rua, eis que me deparo com número elevado de pessoas fazendo uso de máscara, somente, ao adentrarem em estabelecimentos comerciais, no entanto quando retornam a circular, utiliza-a para fazer lift no pescoço. 

Há um simbolismo intrínseco nesse comportamento social, o de uma ilusória proteção e do devaneio do cumprimento das medidas recomendadas pelas organizações de saúde mudiais. E é neste espetáculo, que dia-a-dia a população retorna às atividades. 

Os defensores do anti-isolamento se esquecem de um dos princípios mais relevantes em numa pandemia, o seu caráter democrático, ou seja, a ausência de valoração da qualidade do infectado, isto é, a irrelevância do credo, da raça, do gênero ou condição socioeconômica.

Por isso, no dia 20 de maio, o Laboratório de Inteligência em Saúde da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, ligado à Universidade de São Paulo (USP), destacou que o Brasil já é o novo epicentro do vírus no mundo, segundo estimativas, o total de infectados passou a marca de 3 milhões, o que representa quase o dobro dos infectados dos Estados Unidos.

Logo, não há mais como sustentar uma comunidade nutrida de desinformação e relativização do conteúdo cientifico e estatístico que indica constantemente de forma explicita e clara, que se deve aplicar uma política de contensão da expansão do virus, enquanto ainda há tempo para minimizar os danos às vidas em risco. A pandemia existe, independente da aceitação social e não tem na justiça uma de suas peculiaridades, portanto, fique em casa. 

 Fontes: 

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-52383539; https://g1.globo.com/bemestar/coronavirus/noticia/2020/04/24/brasil-e-um-dos-paises-que-menos-realiza-testes-para-covid-19-abaixo-de-cuba-e-dos-eua.ghtml

https://saude.abril.com.br/medicina/oms-decreta-pandemia-do-novo-coronavirus-saiba-o-que-isso-significa/

https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2020/03/16/paises-mortes-coronavirus.htm

https://www.bbc.com/portuguese/brasil-52732620


Núcleo de Apoio entra em contato com estudantes da Unijuí para auxiliar neste momento de isolamento social

O Núcleo de Acompanhamento aos Estudantes da Unijuí, em parceria com o curso de Psicologia, está entrando em contato com acadêmicos que iniciaram a Universidade e logo se depararam com as aulas online. Os calouros estão recebendo auxílio neste período que ainda é de adaptação.

O sonho de ingressar na Universidade vai se realizando aos poucos. Primeiro vem a escolha do curso, depois o vestibular, passa ainda por encontrar o nome na lista de aprovados e se realiza por completo no primeiro dia de aula. Os “bixos” se deparam com uma nova realidade, cheia de descobertas. Mas neste ano, em razão da pandemia do novo coronavírus, a realidade foi um pouco diferente. Logo após as primeiras aulas presenciais, tudo migrou para o online. A distância tornou tudo um pouco diferente do esperado. 

Para auxiliar na adaptação desses calouros, o Núcleo de Acompanhamento e Acessibilidade Institucional (Naai), em parceria com o curso de Psicologia da Unijuí, está dialogando com esses estudantes para entender suas necessidades e auxiliar como possível a superar os desafios enfrentados nesse primeiro semestre de aulas online. “Em parceira com o curso de Psicologia estamos em contato com esses estudantes para entender como eles estão se sentindo com as aulas online, buscando o acolhimento e principalmente escutando o que eles têm a dizer e, a partir disso, tentamos entender o que a Instituição pode fazer para ajudar no desempenho acadêmico desse aluno e também para que ele se sinta bem na Universidade”, explica a psicóloga do Naai, Paula Borelli. 

Segundo ela, o relato dos estudantes é de que a experiência tem sido desafiadora, mas a psicóloga acredita que também pode ser uma oportunidade de crescimento para os novos universitários. “O contato tem sido bastante positivo. Eles trazem as dificuldades e tentamos fazer uma reorganização da forma de estudo para que eles possam ter um melhor aproveitamento das aulas. Eles executam esse planejamento e nós acompanhamos”, afirma Paula. 

O Núcleo espera ao longo do semestre entrar em contato e conhecer melhor cada um dos novos estudantes. No entanto, a psicóloga destaca que o Núcleo está disponível para todos os estudantes da Unijuí, independentemente do semestre. “Estamos disponíveis pelo e-mail naai@unijui.edu.br, pelo telefone 55 3332-0324 ou ainda pelas redes sociais da Unijuí, que será feito o encaminhamento. Podem nos procurar sem medo, quem estiver com dúvidas, dificuldades ou quiser só conversar sobre este momento pode entrar em contato, porque falar com alguém que seja especializado para essa escuta, pode fazer a diferença para que a pessoa se sinta melhor”, convida Paula.

De acordo com a coordenadora do curso de Psicologia da Unijuí, professora Elisiane Schonardie, estudantes do último semestre do Curso irão auxiliar nesse processo de acolhimento, o que também irá contribuir para suas formações profissionais. “Esse trabalho também será essencial para a formação dos estudantes do curso de Psicologia, que vão desenvolver essa atividade a partir do estágio em Psicologia e Processos Sociais”, destaca. A professora explica ainda que a partir desses atendimentos podem ser feitos encaminhamentos para outros serviços da Universidade, como a clínica de Psicologia, por exemplo.


Sou Daqui: diversos municípios da região já aderiram a esta iniciativa

                  

Entre os diversos efeitos da pandemia da covid-19, um dos mais generalizados é o impacto na economia. Diversas iniciativas têm surgido para estimular o comércio local, favorecendo a economia de cada cidade. Pensando nisso, a Unijuí criou uma Campanha para auxiliar os municípios da região Noroeste neste processo, intitulada “Sou Daqui”. 

Foram desenvolvidos um mote de comunicação, peças publicitárias e materiais para a publicação em redes sociais e diversas mídias para mostrar às comunidades a importância do fortalecimento dos negócios locais neste momento de crise. Diversos municípios da região já aderiram e estão utilizando os materiais, entre eles: Bozano, Catuípe, Ajuricaba, Condor, Panambi, Nova Ramada, Coronel Barros, Três Passos, Chiapetta, Augusto Pestana, Jóia, Pejuçara e São José do Inhacorá. Também estão divulgando a campanha o Corede Celeiro e o Sindilojas.

“Temos feito todos os esforços para fortalecer o comércio local. Precisamos, sempre, prestigiar e valorizar as pessoas ao nosso redor, que buscam o desenvolvimento oferecendo produtos e serviços de qualidade. Precisamos fortalecer o local, neste momento de pandemia, mais ainda, já que o comércio local é quem primeiro vai gerar empregos na cidade”, observa Eder Both, prefeito de Chiapetta.

“Quero parabenizar esta Campanha, dizendo que a administração aderiu sem pensar duas vezes. Somos parceiros de todas as ações que visam fortalecer o comércio local, ainda mais se tratando de um período de crise econômica. Campanhas como esta são muito importantes e bem-vindas em nosso município”, observa o prefeito de Jóia, Adriano Marangon de Lima.

Para aderir

A Unijuí reforça a possibilidade de mais municípios poderem receber a campanha “Sou Daqui” de forma gratuita e “customizada” para o poder público e/ou associações, para saber detalhes basta entrar em contato com o Escritório Universidade Comunidade da Agit, no e-mail: comunidade@unijui.edu.br

Saiba mais

A Campanha foi desenvolvida pela Usina de Ideias, Agência Experimental dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Universidade, coordenada pela professora Nilse Maldaner, a partir de demanda da Vice-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, de responsabilidade do Vice-Reitor, Fernando Jaime González e também com a participação da Agência de Inovação e Tecnologia da Unijuí, a Agit, que tem a gerência de Maiquel Kelm.

O assunto já foi tema do Rizoma na Unijuí FM, também disponível em podcast. Confira na íntegra:

              


Coronavírus: os impactos e transformações na educação

          

Desde o mês de março, quando decretadas diversas medidas de isolamento social como principal e imediata ação de enfrentamento ao Coronavírus, o setor educacional, público ou privado, teve que se adaptar. Sem aulas presenciais, foi necessário buscar alternativas para garantir que o conhecimento chegasse aos estudantes. O cenário não é igual para todos, bem sabemos. Dificuldades de acesso à tecnologia e a internet são alguns dos empecilhos que dificultam o aprendizado neste momento. Por outro lado, instituições como a Unijuí conseguiram rapidamente se adaptar, oferecendo aulas online em plataformas como as do Google e o semestre está se encaminhado ao final já.

No Rizoma temático desta semana vamos discutir “Os impactos e transformações causados pela pandemia na educação”. O que mudou e vai continuar mudando? Como professores e estudantes se adaptam e encaram este cenário? quais os desafios, virtudes e problemas neste contexto educacional? Como as famílias estão encarando esse momento? São as perguntas que nortearam este debate!

Os convidados desta edição foram Fabiana Fachinetto, Vice-Reitora de Graduação da Unijuí, e Ronaldo Mota, Titular da Academia Brasileira de Educação, consultor, escritor e conferencista nas áreas de Novas Tecnologias e Metodologias Inovadoras em Educação. Também foram reproduzidos alguns depoimentos de quem está diretamente implicado neste contexto, como a Laís Padoin, egressa de Matemática da Unijuí, formada em março e que assumiu suas primeiras turmas já com a situação do isolamento social.

Confira o Programa na íntegra: