COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Institucional

Rizoma especial: a Voz da Mulher

             

Com a proximidade do dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, o Rizoma foi todo dedicado para os debates de temas relacionados com a data e um momento importante para a reflexão sobre o papel da mulher na sociedade. Para marcar ainda mais o momento, o programa só teve vozes femininas, com a apresentação e condução do debate realizado pelas jornalistas Fabiana do Prado Sanchez e Juliana Griebeler, além da participação das convidadas: a Vice-Reitora de Graduação da Unijuí, professora Fabiana Fachinetto, a estudante do curso de Direito e presidente do DCE da Unijuí, Bruna Gubiani e a advogada e coordenadora do Fórum Permanente da Mulher em Ijuí, Adriane Hanke.

Confira o episódio na íntegra:

 

Sobre as discussões

De mulher para mulher: Qual é mesmo o lugar da mulher na sociedade? Quais problemáticas precisam ser discutidas, enfrentadas e superadas no Brasil do século 21? Se considerarmos que, de acordo com o IBGE, as mulheres ganham 20,5% menos que os homens no país, ou ainda, “Mesmo com queda recorde de mortes de mulheres, Brasil tem alta no número de feminicídios em 2019”, de acordo com notícia publicada pelo G1, há muito o que enfrentar! Por isto, o Rizoma especial teve como um dos objetivos contribuir com a ressignificação da data de 8 de março e levantar o debate sobre os problemas enfrentados diariamente pelas mulheres.

 


Missão México: após Cidade do México e Monterrey, comitiva vai para Guadalajara encerrar as atividades

                    

Desde a sexta-feira, 06 de março, a Unijuí integra Missão do Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúchas (Comung) ao México. Com o objetivo de conhecer os ambientes de inovação e estabelecer conexão dos ecossistemas de empreendedorismo com as instituições mexicanas, participam da comitiva pela Universidade a Reitora, professora Cátia Maria Nehring, e o Vice-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Fernando Jaime González, juntamente com Reitores das dez instituições que compõem o Consórcio.

O grupo brasileiro ficará no país até o dia 13 de março, passando por Cidade do México, Monterrey e Guadalajara. Até esta quarta-feira, dia 11, o roteiro se concentrou na Cidade do México e em Monterrey, para visitas ao Instituto Tecnológico e de Estudos Superiores. "Estamos muito confiantes que podemos aprender e trazer muitas questões/experiências positivas para nosso fazer enquanto Unijuí”, observa a Reitora, professora Cátia Nehring.

Segundo ela, nestes dias de convivência com o Instituto Tecnológico e de Estudos Superiores de Monterrey, foi possível conhecer as ações de inovação desenvolvidas pela Instituição. “O Instituto possui reconhecimento forte pela relação que estabeleceu com empresas, o setor de Inovação e Tecnologia e a relação com a sociedade a partir do Distrito Tech e Espaço I. Além disso, estão trabalhando na transformação do campus integrado a comunidade vizinha com um processo orgânico, ligando as ações da Instituição - ensino, pesquisa e inovação - com a comunidade efetivamente. Ou seja, não existe muros entre o fazer da universidade e a comunidade. O Parque e os laboratórios fazem parte da formação dos estudantes, isto nos encantou muito!”, salienta a Reitora.

Ainda de acordo com a professora Cátia Nehring, desde 1996 está ocorrendo uma transformação nas questões pedagógicas, modificando a sala de aula. “Não discutem mais EaD e Presencial, e sim um ensino com realidade virtual e telepresencial, tendo o professor como figura central da transformação. A formação dos professores é fundamental e condição para este processo. Possui também um processo forte de internacionalização, proporcionando diversas oportunidades aos estudantes, além do estímulo ao empreendedorismo. A Instituição tem o entendimento, a visão institucional de transformação das pessoas pelo conhecimento e também como possibilidade de abrir empresas. Além disso, tem várias possibilidades de intercâmbio para os estudantes. No roteiro, também visitamos a Oficina de Transferência Tecnológica, que tem uma relação de produção de novos processos, equipamentos e produtos, construído com aporte do governo mexicano”, relata.

A partir de quarta-feira, a comitiva se dirige para Guadalajara, para visitas na Universidad Jesuita, encerrando as atividades no país. Esta Instituição, conhecida também como ITESO, tem um perfil profundo de justiça social, tendo como princípio que a formação de mulheres e homens transformam a sociedade.


Lugar de Mulher: Unijuí lança vídeos para debater questões do universo feminino

O lugar de mulher é (também) o lugar de fala. No mês que marca o Dia Internacional da Mulher, a Unijuí promoveu o encontro de mulheres da Universidade para falar sobre o papel da mulher na sociedade e as suas problemáticas. A série em vídeo “Lugar de Mulher” é um debate que tem o objetivo de contribuir com a ressignificação da data de 8 de março e levantar o debate sobre os problemas enfrentados diariamente.

A produção, que será compartilhada nas redes sociais da Universidade ao longo do mês de março, busca compreender e trazer à tona problemas enfrentados na sociedade por mulheres em diferentes posições e com diferentes características. Seja no mercado de trabalho, na vida pessoal e em sociedade, e até mesmo na internet.

O primeiro vídeo foi publicado no Youtube e no Facebook e conta com a presença da estudante de Direito e Presidente do Diretório Central dos Estudantes da Unijuí, Bruna Gubiani, da professora do Departamento de Ciências Exatas e Engenharias da Unijuí, Caroline Raduns, da Presidente da Fidene e Reitora da Unijuí, professora Cátia Maria Nehring, e da Técnica-Administrativa, Luciene Ferrari. As convidadas responderam questões relacionadas ao mercado de trabalho, ao feminismo, à vida doméstica, aos padrões de beleza e comentaram publicações machistas disseminadas na internet.

O próximo vídeo será publicado ao longo do mês de março e contará com a participação da Vice-Reitora de Graduação da Unijuí, professora Fabiana Fachinetto, da professora do Departamento de Ciências Jurídicas e Sociais da Unijuí, Joice Nielsson, da Técnica-Administrativa da Unijuí, Laura Mensch Pereira, e da estudante do curso de Educação Física da Universidade, Laurélli Santana.

Confira na íntegra a discussão:

 


Unijuí vai sediar evento Techstars Startup Weekend em setembro

                

O Startup Weekend (SW) é um dos maiores programas de empreendedorismo. Na proposta do evento, profissionais de diversas áreas:  desenvolvimento, design, negócios, se juntam para criar uma startup em um fim de semana. O objetivo é tirar ideias do papel, formando grupos multidisciplinares, que em 54 horas devem criar modelos de negócios, validá-los, desenvolver protótipos e apresentar um pitch para uma banca de jurados.

O evento já foi realizado em mais de 150 países, 726 cidades, impactando mais de 193 mil pessoas. O Brasil é o segundo maior país em números de edições de Startup Weekends no mundo (atrás apenas dos EUA).

Muito mais que uma competição, o SW propõe, por meio do empreendedorismo, inspirar, educar e dar suporte a indivíduos, equipes e comunidades que aspiram transformar seus ambientes através da inovação. E os benefícios para quem participa são enormes: criatividade, aprender a ouvir, trabalhar em equipe e comunicação, são apenas alguns dos aprendizados que se leva desta experiência.

Em 2020 será realizada a primeira edição em Ijuí. Um grupo de pessoas, liderado pelo Núcleo de Empreendedorismo da Unijuí, no mês de janeiro submeteu a proposta para realização do evento na cidade e ontem recebeu a aprovação. A comissão organizadora inicial do evento em Ijuí é composta por Maria Odete Palharini da Unijuí, Cristiano Palharini, da Prefeitura de Ijuí, Leandro Rittel do SEBRAE e pelos empreendedores e consultores Claudio Rodrigo Fraga, Jamili Saulit de Borba, Leonice Parnoff, Alifer Beier e Cledison Eduardo Fritzen.

Segundo Maria Odete Palharini, empreendedores e startups que querem contribuir na comunidade local com essa temática estão convidadas a se engajar nesse propósito e entregar uma excelente experiência na primeira edição do SW Ijuí. “Quem deseja viver uma experiência de empreendedora inesquecível não pode perder essa oportunidade”, salienta.

O evento inicia no dia 04 de setembro a noite e encerra dia 06 de setembro no final da tarde. Em breve mais novidades sobre o Startup Weekend Ijuí.


Dia Internacional da Mulher: ações e eventos marcam a data na FIDENE/UNIJUÍ

                      

A semana começou com diversas atividades alusivas ao Dia Internacional da Mulher (08 de março).  Na EFA, no turno da manhã, foi realizada uma atividade de reflexão sobre o espaço da mulher na sociedade. No turno da tarde, a Incubadora de Economia Solidária (AGIT/Unijuí), em parceria com o curso de Medicina, proporcionou uma palestra com o tema Mitos e Verdades sobre o Câncer de Mama.

Na programação, também foram produzidos vídeos com o tema “Lugar de Mulher”, com o objetivo de debater o papel da mulher na sociedade e as suas problemáticas. O primeiro episódio vai ao ar durante esta semana nas Redes Sociais da Universidade. O Rizoma, programa da Unijuí FM (também disponível em podcast nas plataformas de streaming), que vai ao ar na próxima quarta-feira, às 10h, dedicará o tema da semana para a data.

Confira os detalhes das ações:

Ação na EFA

A escola iniciou a semana falando sobre as lutas e desafios enfrentados pelas mulheres ao longo da história. A reflexão, pensada pela coordenação pedagógica e grupo de professores, reuniu, no auditório da Escola, Estudantes dos Anos Finais e Ensino Médio. Começou com o estudante do segundo ano do Ensino Médio, Bruno Fonseca, cantando a música, “Garotas”, de sua autoria. Em seguida as professoras e funcionárias recitaram o poema Razão de Ser Mulher, da escritora Liziane Agostini, do Círculo de Escritores de Ijuí - Círculo Fora da Gaveta. 

A professora de Artes da EFA, Janaina Feller conduziu uma reflexão, sobre a história da vida da artista Mexicana Frida Kahlo, falando da luta e trajetória dessa pessoa tão importante na busca da igualdade de gênero. Para a professora, falar sobre Frida é trazer à tona muitos aspectos que podemos contextualizar na sociedade. “É falar de sentimentos, emoções, é valorizar nossas histórias de vida e que podemos escolher caminhos diferentes diante das situações que vivemos. Trazer a arte para ser pensada e refletida com os estudantes é algo que a escola traz no seu projeto de educação humana e cidadã, de sensibilização, de um olhar cuidadoso com o ser humano que está conosco”, finaliza a educadora.

A atividade teve ainda a participação da professora Sandra Nunes Rosa, contextualizando a busca histórica das mulheres por direitos iguais aos homens e os desafios que ainda são enfrentados pelas mesmas. Para ela é fundamental pensar os espaços da mulher em sociedade e refletir sobre a representação da mesma nos diversos lugares, pois conforme a professora, “se somos mais de 50% da população onde estamos no congresso, na Câmara, nas universidades, etc. Porque é tão restrita a participação das mulheres em determinadas profissões? Mais que celebrar é momento de reflexão e questionamentos”.

Palestra sobre Câncer de Mama

Na tarde de segunda-feira, no auditório do DCEEng, a Incubadora de Economia Solidária da Unijuí (ITECSOL), promoveu, em parceria com o curso de Medicina, a palestra “Mitos e Verdades sobre o Câncer de Mama”, realiza pelo médico e professor do curso, Gerson Jacob Delazeri. No evento, também realizou um acolhimento institucional a Vice-Reitora de Graduação, professora Fabiana Fachinetto.

Segundo a coordenadora da ITECSOL, Elizandra Pinheiro, a programação foi uma demanda recebida por parte dos empreendimentos das empreendedoras incubadas. “Surgiu da necessidade do conhecimento e do esclarecimento sobre o tema. A incubadora presta assessoria para esses empreendimentos e tem buscado proporcionar esses espaços de conhecimento e de aprendizado para esse público”, salientou.

“Lugar de Mulher”

O lugar de mulher é (também) o lugar de fala. No mês que marca o Dia Internacional da Mulher, a Unijuí promoveu o encontro de mulheres da Universidade para falar sobre o papel da mulher na sociedade e as suas problemáticas. A série em vídeo “Lugar de Mulher” é um debate que tem o objetivo de contribuir com a ressignificação da data de 8 de março e levantar o debate sobre os problemas enfrentados diariamente.

A produção, que será compartilhada nas redes sociais da Universidade ao longo do mês de março, busca compreender e trazer à tona problemas enfrentados na sociedade por mulheres em diferentes posições e com diferentes características. Seja no mercado de trabalho, na vida pessoal e em sociedade, e até mesmo na internet.

O primeiro vídeo foi publicado no Youtube e no Facebook e conta com a presença da estudante de Direito e Presidente do Diretório Central dos Estudantes da Unijuí, Bruna Gubiani, da professora do Departamento de Ciências Exatas e Engenharias da Unijuí, Caroline Raduns, da Presidente da Fidene e Reitora da Unijuí, professora Cátia Maria Nehring, e da Técnica-Administrativa, Luciene Ferrari. As convidadas responderam questões relacionadas ao mercado de trabalho, ao feminismo, à vida doméstica, aos padrões de beleza e comentaram publicações machistas disseminadas na internet.

O próximo vídeo será publicado ao longo do mês de março e contará com a participação da Vice-Reitora de Graduação da Unijuí, professora Fabiana Fachinetto, da professora do Departamento de Ciências Jurídicas e Sociais da Unijuí, Joice Nielsson, da Técnica-Administrativa da Unijuí, Laura Mensch Pereira, e da estudante do curso de Educação Física da Universidade, Laurélli Santana.

                

 


Unijuí divulga resultados da Pesquisa de Imagem realizada com a comunidade externa

 

A Unijuí realizou, por meio da Comissão Própria de Avaliação (CPA), a Pesquisa de Imagem da Instituição, no período de 11/11/2019 a 19/12/2019, com o objetivo de conhecer a imagem da Unijuí e a sua importância para o desenvolvimento regional.

A pesquisa foi aplicada por meio do Google Forms  à comunidade externa nos quatro campi da Unijuí, abrangendo a região celeiro (campus Três Passos); Fronteira Noroeste (campus Santa Rosa); Noroeste Colonial (campi Ijuí e Panambi) e outros. Participaram da pesquisa empresas privadas, poder público, associações e entidades, instituições de ensino, de saúde, cooperativas e propriedades rurais. Responderam o instrumento 353 pessoas da comunidade externa.  

Na análise dos dados pela CPA evidenciam-se resultados que demonstram o reconhecimento da Unijuí como propulsora do desenvolvimento regional. A maioria das entidades pesquisadas se constituiu de público relacionado à empresa privada em que se teve maior adesão a resposta, com 36,30%, seguida das Instituições de Ensino, com 32,60%, com 10% o Poder Público e o restante, 21%, representa outras instituições/organizações da comunidade regional, conforme pode ser conferido no gráfico abaixo.

Quanto à percepção dos pesquisados sobre a inserção da Unijuí no desenvolvimento local e regional, a maioria (72%) aponta contribuir fortemente para o desenvolvimento regional e 23,30% considera que a Unijuí contribui de maneira razoável e apenas 5% apontam que pouco contribui. Sobre o grau de satisfação dos pesquisados em relação à atuação da Unijuí avaliou-se uma série de indicadores. Para a análise categorizou-se em satisfação alta, média e baixa, obtendo-se o seguinte resultado: 

Satisfação Alta 

  • 94% Imagem

  • 90% Infraestrutura

  • 88% Reconhecimento dos diplomados no mercado de trabalho

  • 88% Quadro de professores

  • 86% Serviços prestados à comunidade

 

Satisfação média

  • 84% Oferta de cursos

  • 81% Participação ativa na comunidade

  • 78% Inovação e empreendedorismo regional

  • 78% Promoção de eventos culturais

 

Baixa satisfação                       

  • 53% Preços

 

Salienta-se que o indicador imagem perante a comunidade obteve o maior percentual, alcançando 94% em alta performance e 6% em média. E, na sequência, a infraestrutura com 90% de satisfação pela comunidade. “Esse resultado não surpreendeu, considerando a atuação de 63 anos de Ensino Superior desta Instituição, contribuindo para o desenvolvimento regional”, destaca a professora Patricia Spilimbergo, coordenadora adjunta da CPA.

Algumas sugestões de melhorias foram mencionadas pela comunidade, dentre elas, a necessidade de fortalecer a parceria entre Universidade/empresa por meio de projetos. Cabe ressaltar que a Unijuí atua como articuladora, facilitadora e integradora de processos de inovação, empreendedorismo e de tecnologia, desenvolvidos a partir da interação entre Universidade - Governo - Empresas - Sociedade Civil. A meta para atendimento desta demanda está projetada no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) 2020-2024, de estabelecer no mínimo 10 parcerias com o setor público, empresas e organizações do terceiro setor regional.

Os respondentes apontaram, também, a necessidade de qualificar a formação dos estudantes para o mercado de trabalho e fortalecer os campos de estágios. Sobre este aspecto estão sendo construídas novas propostas pedagógicas de cursos com foco no desenvolvimento das competências e habilidades dos estudantes, ampliando a relação entre a teoria e a prática. Atualmente, a Unijuí tem estabelecido convênios para ampliar os campos de estágios visando qualificar ainda mais os egressos para o mercado de trabalho.

Também sugeriram ampliar a oferta de cursos de graduação, pós-graduação, cursos técnicos e de formação continuada de curta duração. Evidencia-se que está projetado no PDI 2020-2024 a criação de 27 cursos de graduação e mais de 150 cursos de pós-graduação, nas modalidades Presencial e EaD, nos quatro campi.

Magna Dalla Rosa, coordenadora da CPA, enfatiza: “Analisando o feedback da comunidade externa por meio desta pesquisa, a CPA observa que os dados coletados na pesquisa demonstram o reconhecimento da comunidade regional sobre o impacto da Unijuí para o desenvolvimento regional e para a melhoria da qualidade de vida das pessoas, quer seja pela formação (ensino de graduação, pós-graduação lato e stricto sensu), pelo desenvolvimento de pesquisas e de extensão e cultura”. 

Assim, esta análise será socializada pela CPA junto aos gestores da Unijuí, com o objetivo de produzir indicadores para a busca da excelência acadêmica, bem como será sistematizada e divulgada nos canais de comunicação internos e externos e redes sociais.


Equipe Pindorama Bicicletas/Unijuí finaliza prova em 6º

 

Ocorreu no domingo, dia 1º de março, o 5º Mountain Bike Cross Country de Ijuí – XCO, prova válida pela 2ª etapa do Campeonato Gaúcho de Ciclismo. A equipe Pindorama Bicicletas/Unijuí participou com os ciclistas, Vitor Rott Frantz e Marcos Henkes Junior, nas categorias júnior e sub 30, respectivamente. Ambos finalizaram a prova em 6º lugar.

A prova da modalidade XCO (Cross-country olímpico) também foi válida pela 1º etapa do Circuito Tchê de Mountain Bike (regional). O ciclista Vitor R. Frantz finalizou em 5º lugar na categoria sub 23. Marcos Henkes finalizou em 6º lugar na categoria elite. 

A próxima etapa do Campeonato Gaúcho e Regional será dia 05 de abril em Três de Maio com a modalidade XCM - Maratona.

 


Unijuí apoiou evento de lutas que reuniu competidores do Brasil e da América Latina em Ijuí

                      

Durante todo o sábado (07), Ijuí sediou, no Ginásio do Colégio Sagrado Coração de Jesus, o 3º Power Fight Ijuí, evento que reuniu mais de 60 competidores para disputas, amadoras e profissionais, em três modalidades: Boxe, Kickboxing e Muay Thai. Além de reunir atletas de diversas regiões do Estado, o evento também trouxe para a cidade lutadores de países da América Latina, principalmente do Uruguai e Argentina.

Dentre os principais destaques do evento, compondo o card principal, lutaram: no Boxe, Roger Sampaio (Cruz Alta) contra Patrick Belmonte (São Borja). A principal luta do evento foi da ijuiense Gabrielle Sá, campeã brasileira de Boxe, que defendeu o título contra Thauany Capoeira, de Caxias do Sul, e venceu, mantendo o cinturão em Ijuí.

A Unijuí, que apoia diversos esportistas em diferentes modalidades, foi uma das patrocinadoras do Power Fight, estampando sua marca no ringue onde ocorreram todas as lutas do evento.


Coronavírus: a situação do Brasil

                

O Coronavírus chegou ao Brasil. Com diversos casos já confirmados no país, existe apreensão sobre a possibilidade do novo vírus se espalhar pelo resto do país, afinal, as distâncias entre diferentes lugares se encurtaram muito nas últimas décadas. E, para além das questões que preocupam na área da saúde, inclusive com óbitos, o Coronavírus também já afeta economicamente o mundo, causando perdas enormes, principalmente no setor industrial, que é muito dependente da China.

Como convidados para este importante debate, o Programa Rizoma convidou o médico e professor do curso de Medicina da Unijuí, o pneumologista Carlos Henrique François. Da 17ª Coordenadoria Regional de Saúde, com sede em Ijuí, Renata Linassi Barta, farmacêutica do Laboratório Regional, egressa da Unijuí e atualmente também cursando o Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Universidade. Também participou o professor do Programa de Mestrado e Doutorado em Desenvolvimento Regional, Argemiro Brum.  Da China, o estudante da Unijuí, Fernando Rieger, que cursa o Doutorado em Desenvolvimento Regional e está realizando intercâmbio no país, enviou um depoimento, contando um pouco da situação no país asiático.

Escute o programa na íntegra

Confira a live do Programa transmitida pelo Facebook:

Parte 1

                   

Parte 2

                

Sobre o Rizoma

"Descortinando o universo do cotidiano", este é o lema do podcast produzido pela Unijuí e Unijuí FM, que traz convidados para debater temas importantes da atualidade. Nesta temporada o programa vai ao ar nas quartas-feiras, das 10h às 11h, na Unijuí FM. Também disponível em forma de podcast em plataformas de streaming da internet.

Spotify: https://open.spotify.com/show/1IRioL1Czuj4EAaiagf2En

Deezer: https://www.deezer.com/br/show/516072

ITunes: https://podcasts.apple.com/br/podcast/rizoma/id1479888719?l=en

TuneIn: https://tunein.com/podcasts/Arts--Culture-Podcasts/Rizoma-p1250524/

 


Lista de espera ao ProUni: confira como se inscrever

Até a próxima segunda-feira, dia 09 de março, é possível realizar cadastro na lista de espera ao Prouni. O que o candidato deve fazer para participar da lista de espera do Prouni? Confira:

                 

- Para participar da lista de espera, o candidato deve obrigatoriamente confirmar, na página do Prouni, no prazo especificado no cronograma, o interesse na bolsa.

- A lista de espera do Prouni será única para cada curso e turno de cada local de oferta, independentemente da opção original dos candidatos pela concorrência a vagas destinadas à implementação de políticas afirmativas ou à ampla concorrência.

- Pode participar da lista de espera, exclusivamente para o curso correspondente à primeira opção, o candidato:

Não pré-selecionado nas chamadas regulares.

Pré-selecionado na segunda opção de curso, reprovado por não formação de turma.

Pode participar da lista de espera, exclusivamente para o curso correspondente à segunda opção, o candidato:

Não pré-selecionado nas chamadas regulares, na hipótese de não ter ocorrido formação de turma na primeira opção de curso.

Não pré-selecionado nas chamadas regulares, na hipótese de não haver bolsas disponíveis na primeira opção de curso.

Pré-selecionado na primeira opção de curso, reprovado por não formação de turma.

- Todos os candidatos participantes da lista de espera terão que comparecer às respectivas instituições para apresentar a documentação para comprovação das informações prestadas na inscrição.

 Mais informações no link no site da Unijuí.