COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Institucional

Cursos de Especialização trazem inovação em saúde para a região

             

A Escola Superior de Saúde (ESS) da Unijuí é uma unidade de ensino direcionada para a formação permanente de profissionais e estudantes, também promove o aperfeiçoamento técnico e científico dos profissionais que atuam na saúde e áreas afins. Neste ano, três novas ofertas em diferentes áreas trazem avanços para a região, nos cursos de Especialização em: Enfermagem Obstétrica, Enfermagem em Terapia Intensiva e Gestão e Atenção Farmacêutica.

Conheça os cursos que já estão em andamento:

Enfermagem Obstétrica

Habilita enfermeiros e enfermeiras para o cuidado à mulher e à criança na gestação, parto, pós-parto, nascimento, até dois anos de vida, qualificando sua formação de especialista em obstetrícia para o SUS. O curso também possibilita estágios em atenção básica e em centro de parto normal reconhecidos nacionalmente.

A coordenadora do curso, professora Arlete Roman, salienta que as aulas práticas vão ocorrer em Santa Rosa, na Atenção Primária de Saúde pela Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa/FUMSSAR, as experiências clínicas de acompanhamento do trabalho de parto, parto, pós-parto e atendimento ao recém-nascido ocorrerão no Hospital Geral de Itapecerica da Serra HGIS/SP, no Centro de Parto Normal onde cada estudante passará pelos cenários de prática previstos.

Enfermagem em Terapia Intensiva

Com a evolução da assistência médica hospitalar, associada à complexidade no cuidado e tratamento de diversas patologias, o desenvolvimento e a utilização de novas tecnologias destaca a importância das unidades de terapia intensiva na recuperação de enfermidades e na preservação da saúde da população.

De acordo com a professora Eniva Stumm, coordenadora do curso, as unidades de terapia intensiva são os setores hospitalares de maior complexidade e organização, destinadas ao atendimento de pacientes em estado crítico, provenientes de várias áreas, que requerem atenção profissional especializada de forma contínua, materiais específicos e tecnologias para diagnóstico, monitorização e terapia. As características da unidade exigem enfermeiros com conhecimentos apurados, atualizados quanto às técnicas e tecnologias voltadas ao atendimento de pacientes com quadro clínico mais grave.

Gestão e Atenção Farmacêutica

O cenário competitivo da atualidade tem exigido dos profissionais farmacêuticos habilidades como a gestão de recursos financeiros, de estrutura, de processos e de pessoas, demandando um perfil empreendedor, para atuação em diversos estabelecimentos da área. O curso já está em sua 3ª edição. Segundo a professora Christiane Colet, coordenadora do curso, a proposta se diferencia por englobar duas áreas no mesmo curso: atenção e gestão. “A gestão tem sido importante, principalmente nas farmácias comerciais. Hoje o farmacêutico precisa ter perfil de liderança, muitas vezes assumindo a gerencia do estabelecimento. Além disso, as farmácias, hoje, também são serviços de saúde e buscam qualificar os serviços complementares”, observa a coordenadora do curso, professora Christiane de Fatima Colet.

            

No segundo semestre de 2018 a Escola Superior de Saúde da Unijuí vai ofertar novos cursos de especialização, que serão divulgados nos próximos dias.


Criatec realiza inauguração dos espaços inovadores no Campus Santa Rosa

Após vários meses de trabalho e planejamento a Incubadora de Empresas de Inovação Tecnológica (CRIATEC) da UNIJUÍ, estará realizando a inauguração de três espaços, que irão proporcionar ambientes inovadores para soluções criativas, qualificação empreendedora e desenvolvimento de protótipos. O evento será realizado na próxima quarta-feira, dia 20 de junho, durante o Café Tecnológico, no Espaço Coworking, no Campus Santa Rosa.

“A conectividade das Startups com ambientes de inovação:  ideias em prática” é o tema do Café Tecnológico. A programação contemplará a inauguração dos ambientes: espaço coworking, laboratório de prototipagem e testes e sala de palestras e treinamentos.

O encontro também proporcionará a apresentação das ações que estão sendo realizadas pelas empresas incubadas, lançamento de novos produtos e serviços e o relato do case vencedor do Desafio Empreendedor. Também serão evidenciadas as demais atividades previstas para o decorrer do ano, incentivando o empreendedorismo, com base tecnológica e inovadora.

O Projeto

A CRIATEC da UNIJUÍ Campus Santa Rosa foi contemplada com o valor de R$ 300 mil, através do projeto da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT), dentro do programa de Apoio aos Polos Tecnológicos, RS Incubadoras e Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológicos.

Por meio desse valor, foram implantados três novos ambientes dentro da Universidade. O espaço Coworking trata-se de um ambiente compartilhado, onde poderá ser usado por empreendedores e profissionais liberais de várias empresas ao mesmo tempo, criando assim uma oportunidade de ampliar o networking (rede de contatos) e aumentar a produtividade.

O segundo espaço é um auditório, que compreende um projetor de alta definição, voltado para palestras, treinamentos, seminários e workshops. E o terceiro, um Laboratório de prototipagem e testes, que poderá ser utilizado pelos incubados e os futuros empreendedores por meio de prototipagens e testes de seus produtos, com equipamentos de alta definição tecnológica.

A coordenação do projeto foi da Professora de Engenharia Elétrica, Taciana Paula Enderle e contou com o apoio de uma equipe multidisciplinar de técnicos e professores alocados ao Campus Santa Rosa. A CRIATEC é um projeto gerenciado pela Agência de Inovação e Tecnologia (AGIT).

 


UNIJUÍ FM entra em campo com programação voltada à Copa do Mundo

Programa no formato de mesa redonda e projeto que traz curiosidades sobre a cultura da Rússia e o Mundial estreiam nesta quinta-feira

               

Você sabia que na Rússia existem onze fusos horários diferentes? E que neste País existe a maior concentração de pessoas com Ensino Superior do mundo? Ou ainda, que foram os russos que inventaram a tabela periódica, a televisão, o rádio e até mesmo o foguete espacial? É neste clima de curiosidades sobre o País sede da Copa do Mundo FIFA 2018 que a UNIJUÍ FM entra em campo nesta quinta-feira. 

Durante os meses de junho e julho, integra a programação da emissora o programete "A Rússia como ela é", com informações sobre a história do mundial, com o professor do curso de Educação Física da UNIJUÍ, Robson Borges, e com dicas culturais da Rússia, compartilhadas pelas intercambistas do Curso de Letras, ViKtoria Kaygorodova e Milana Cheremisina. O programete vai ao ar diariamente às 9h, 14h, 17h30 e 20h30, sendo na sequência disponibilizado em podcast no site da Rádio. 

Para marcar o clima de Copa do Mundo, também entra no ar, nesta quinta-feira, o programa Seleção UNIJUÍ FM, uma mesa redonda ao vivo, às quintas-feiras, a partir das 12h30min. No ar, estudantes e egressos formam um time para discutir sobre futebol, a atuação do Brasil, os jogos, os gols, as zebras, informação com descontração em tempos de Mundial. 

A seleção do Seleção UNIJUÍ FM são: o egresso do curso de Ciência da Computação, Miquéias Trennepohl; egresso do curso de Engenharia Elétrica, Darlei Schiling; o estudante de Ciência da Computação, Matthias Trennepohl; a estudante do curso de Jornalismo, Valéria Foletto; e o estudante de Jornalismo e estagiário da Rádio UNIJUÍ FM, Hector Gomes.

A mesa redonda será ao vivo, durante quatro quintas-feiras, às 12h30min, com live no Facebook, que permite sugestões de temas e assuntos. Lembrando que a participação do ouvinte também pode acontecer através do grupo do whatsapp Seleção UNIJUÍ FM, com convite pelo link: https://bit.ly/2sZYTF7

Brasil na Copa do Mundo

A estreia da seleção verde e amarela é no domingo, às 15h, contra a Suíça. Ainda na fase de grupos enfrenta a Costa Rica, no dia 22, às 9h, fechando contra a Sérvia no dia 27 de junho, às 15h. O jogo de estreia do Mundial acontece durante o programa Seleção UNIJUÍ FM, entre a anfitriã Rússia e a Arábia Saudita. 


Universidade da Argentina oferece bolsas parciais para egressos da Unijuí realizarem mestrado com dupla diplomação (Argentina – Alemanha)

                   

O uso correto das tecnologias modernas de Business Intelligence (BI) e Business Analysis é um fator-chave para o sucesso dos negócios no mercado competitivo atual. Business Intelligence estabeleceu-se como uma ferramenta integrada para suporte em processos de gestão e também está em constante evolução. No entanto, os especialistas concordam que essa percepção não corresponde aos requisitos e à crescente importância da gestão estratégica e do controle de negócios. Dentro do Business Intelligence existem técnicas de consolidação, análise e implementação que servem como suporte para a tomada de decisão. O objetivo do BI é construir um processo analítico em empresas que transferem dados de processos de negócios em informações tangíveis e práticas para direção e gerenciamento de negócios.

O principal objetivo deste novo programa é formar graduados argentinos e alemães com formação científica para a sua posterior colocação profissional em atividades na área de BI. O Programa é proposto como um curso de estudo interdisciplinar e será baseado em modelos econômicos e científicos, bem como em ferramentas de computação e métodos de planejamento. Como parte do Programa, os alunos aprendem os conceitos teóricos e a aplicação prática dos aspectos científicos do BI, levando em consideração aspectos econômicos, técnicos, sociais e de comunicação. Além disso, uma plataforma eficaz será estabelecida para o intercâmbio de conhecimento e contatos comerciais com colegas e associados argentinos de tecnologias de informação e comunicação (TICs). Essa oportunidade é estendida pela Universidade Tecnológica Nacional, da Argentina, a profissionais graduados pela UNIJUÍ.

A titulação é chamada de "Mestrado em Inteligência Empresarial e Análise de Negócios” (Master in Business Intelligence and Business Analytics). Os estudos serão ministrados em 2 países diferentes, sendo que o primeiro semestre será realizado na Alemanha HNU (Hochschule Neu Ulm), em Neu Ulm, e terá início em setembro. O segundo semestre será ministrado na Escola Regional de Mendoza, da UTN; começando no mês de março do ano seguinte ao início do Programa. Ambas as universidades designarão pessoas responsáveis pelo trabalho de assistência de mobilidade para estudantes e membros das universidades. Um diploma endossado por ambas as instituições será concedido após a conclusão do mestrado, fazendo uso da modalidade de grau conjunto, pois é um programa completamente novo, criado sob o entendimento de ambas as instituições.

Poderão ser admitidos no programa de Mestrado profissionais que possuam graduação superior outorgada por uma universidade reconhecida, incluindo os profissionais das áreas de Ciências Econômicas, Administradores de Empresas e Engenheiros Industriais, ou carreiras com orientações afins.

As despesas de mobilidade e de alojamento para quem deve viajar e permanecer no estrangeiro serão financiadas pelo C.U.A.A. (Centro Universitario Argentino Alemán) no âmbito do qual o projeto foi concebido desde o seu início. Os valores atribuídos aos participantes, professores e alunos, serão estabelecidos pelas autoridades pertinentes da mesma organização, assim como os reajustes e modificações dos desembolsos a serem feitos a cada ano.

Os interessados em participar do processo seletivo devem entregar a documentação abaixo, até o dia 14/06/2018, às 22h, no Escritório de Relações Internacionais da UNIJUÍ, que fica no Prédio da Biblioteca Mario Osorio Marques, no Campus Ijuí:

- Documento pessoal e diploma de graduação, ambos autenticados;

- Carta de apresentação da Universidade, recomendando o candidato;

- Proficiência em Inglês. Conhecimento de banco de dados. 

Mais informações podem ser obtidas com o Escritório de Relações Internacionais da UNIJUÍ (eri@unijui.edu.br).


AGIT realiza reunião colaborativa ao PLAMSAB

No último dia 05 de junho, no Centro de Eventos do Campus Ijuí, a Agência de Inovação e Tecnologia com a coordenação do Vice-Reitor, professor Fernando González, reuniu professores e técnicos da Universidade envolvidos com a temática ambiental em reunião colaborativa ao Plano Municipal de Saneamento Básico do Município de Ijuí - PLAMSAB.

No encontro, a Engenheira Química da Prefeitura representante do DEMASI no Comitê de revisão do PLAMSAB e também professora vinculada ao Departamento de Ciências Exatas e Engenharias da Unijuí, professora Joice Viviane de Oliveira, apresentou antecedentes, dados do diagnóstico e as propostas de metas e linhas de ações do Plano Municipal de Saneamento Básico.

A apresentação do Plano teve por objetivo promover a ampliação da participação da Unijuí no processo de revisão e na proposição de ações (projetos) para o alcance das metas. O prazo para contribuições às linhas de ação é final de junho deste ano.


Importante: Escritório Modelo da UNIJUÍ altera número de telefone

O Escritório Modelo da UNIJUÍ Campus Santa Rosa mudou o número de telefone. Interessados em buscar informações jurídicas e ajuizamento de ações envolvendo diversas áreas do direito, poderão entrar em contato pelo novo fone: (55) 3511-5296.

O Escritório Modelo de Santa Rosa realiza atendimento à comunidade desde o ano de 1996. O atendimento é realizado gratuitamente perante agendamento de horário. O escritório está localizado no Centro Profissional Puntel, na Av. Rio Branco, 657, Sala 201. E-mail de contato: modelosr@unijui.edu.br


Proposta em “Automação para Biodigestores” vence o Desafio Empreendedor do Campus Santa Rosa

                  

O Desafio Empreendedor da UNJUÍ teve a segunda etapa realizada nesse último sábado, dia 09 de junho, no Campus Santa Rosa, no Espaço Coworking. Na oportunidade, os participantes apresentaram suas propostas para o problema identificado no setor do agronegócio. A equipe vencedora apresentou a proposta de solução para automação em biodigestores.

Participaram da etapa final do Desafio Empreendedor quatro equipes. O primeiro lugar ficou para a Equipe Biotech, que teve como premiação uma vaga de pré-incubação da Incubadora de Empresas de Inovação tecnológica da UNIJUÍ (Criatec), troféu e 40 horas de consultoria na área da gestão. O segundo ficou com a Equipe Bioplast, que também ganhou uma vaga de pré-incubação e troféu, defendendo a ideia de uma embalagem biodegradável, utilizada em produtos orgânicos; o terceiro e quarto lugar receberam troféus, e ficaram, respectivamente, com a Equipe Storage Group, que propôs um bag portátil para armazenamento e conservação de grãos, e a Equipe Estação Smart, que apresentou a solução de uma plataforma de interpretação de dados meteorológicos.

A proposta da equipe vencedora trouxe como objetivo principal a sustentabilidade. A ideia será desenvolver tecnologia para automatizar o processo de operação de biodigestores, para gerar energia elétrica e térmica, aproveitar os resíduos sólidos como adubo e melhorar a qualidade de vida das pessoas que vivem no campo, viabilizando esta tecnologia para o maior número de produtores rurais possível.

A banca avaliadora contou com a participação da Vice-Reitora de Graduação, professora Cristina Eliza Pozzobon, Pró-Reitor do Campus Santa Rosa, professor Ariosto Sparemberger, o gerente da Agência de Inovação e Tecnologia da UNIJUÍ (AGIT), Luís Juliani e o Gerente do Marketing, Giancarlo Bottega.

A programação também contemplou a oficina de Pitch Canvas, com Christian Fontes Bezerra, proprietário da The Best Life Coaching e Mentoring Empresarial, com o objetivo de auxiliar os participantes na defesa dos projetos para a banca.

Sobre o Desafio

O Desafio Empreendedor teve como objetivo estimular a criatividade e a inovação por meio de atividades que auxiliassem no processo de inovação, possibilitando aos participantes o exercício de sua capacidade de criar, de resolver problemas e encontrar soluções, buscando agregar valor para a sociedade e para a Instituição, por meio das possíveis soluções identificadas e a geração novos negócios.

De acordo com o Pró-Reitor do Campus Santa Rosa, o evento se constitui em mais uma ação voltada à formação completa do acadêmico, se constituindo como um espaço para a interação e inovação, oportunizando o desenvolvimento de diversas competências, voltadas principalmente para o viés do perfil empreendedor. O foco da UNIJUÍ também é trabalhar nas suas práticas pedagógicas, além do ensino, pesquisa e extensão, a questão da inovação com os acadêmicos e a comunidade.

O evento foi promovido pela Incubadora de Empresas de Inovação Tecnológica (Criatec) e contou com o apoio da UNIJUÍ, Agência de Inovação e Tecnologia da UNIJUÍ (AGIT) e Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT).

 


As maiores histórias de amor da literatura invadem o rádio no mês dos Namorados

 

 

          A UNIJUÍ FM está com série nova na programação. Trata-se de “Amores em Páginas”, programete que traz as maiores histórias de amor da Literatura, embalando o mês dos Namorados

          Nas ondas do rádio aparecem protagonistas do amor romântico, ícones universalmente reconhecidos, como “Romeu e Julieta”; a relação apaixonada de dois adolescentes vivendo o primeiro amor e as perspectivas sobre este relacionamento e o câncer, na pele de Hazel Grace e Augustus Waters, de “A Culpa é das Estrelas”; e casais clássicos da literatura brasileira como Bentinho e Capitu, das páginas de “Dom Casmurro”, e Peri e Ceci, de “O Guarani”.

          Mistos de amor, raiva, paixão e ódio também estão no roteiro da série, que fala dos casais de grandes obras da literatura como “O Morro dos Ventos Uivantes” (de Emily Brontë), “Orgulho e Preconceito” (de Jane Austen), “Anna Karenina” (de Liev Tolstói) e “O Amor em Tempos do Cólera” (do autor Gabriel Garcia Marquez).

          O amor verídico que se passa em tempos de guerra no Sul do País, desenhado por Anita e Giuseppe Garibaldi, e a ficção do gaúcho Érico Veríssimo ao criar Bibiana e Rodrigo Cambará das páginas de “O Tempo e o Vento” fecham os personagens do “Amores em Páginas”, que além da história e de versos de amor, também compartilham as trilhas sonoras das adaptações das obras para o teatro, ópera e cinema.

           “Amores em Páginas”, uma produção da Rádio UNIJUÍ FM, tem apoio da Pano Leve e vai ao ar às 12h, 16h e 22h. Após o dia 15 de julho a série passa a ser disponibilizada na sessão de podcast, no site www.radio.unijui.edu.br.


Agência de Inovação e Tecnologia da Unijuí prospecta parceria com o Município de Pejuçara

                

A Agência de Inovação e Tecnologia promoveu uma reunião com o Poder Público de Pejuçara, na quinta-feira, dia 07, para discutir a possibilidade de uma parceria entre o município e a Unijuí para o fomento ao empreendedorismo.

Dentre as demandas apresentadas pelo Prefeito Eduardo Buzzatti, destaca-se a necessidade da continuidade de um projeto que já vem sendo desenvolvido, cujo objetivo é sensibilizar os cidadãos, especialmente os jovens, para a temática do empreendedorismo. Com a ação da Universidade, em parceria com o município, será possível propiciar um ambiente de oportunidades para que os cidadãos desenvolvam negócios, seja por meio da ampliação das cadeias produtivas locais, seja pela retenção dos talentos que cursam ensino superior e moram na cidade.

Na oportunidade, o gerente da AGIT, Luís Juliani, apresentou a estrutura da Agência, hoje composta pela Incubadora Tecnológica (Criatec), a Incubadora de Impacto Social (Itecsol), o Núcleo de Assessoramento a Projetos (NUAP), o Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) e o Escritório de Relações Universidade-Comunidade (ERU-C).

A coordenadora da Incubadora de Empresas de Inovação Tecnológica (Criatec), Maria Odete Palharini, abordou a atuação da AGIT no eixo empreendedorismo, e enfatizou os serviços da Criatec, que possibilitam, hoje, o fomento à criação e ao crescimento de empresas locais com orientação à inovação; a intensificação da transferência tecnológica entre Universidade e mercado; e a criação e manutenção de postos de trabalho qualificados na região.

A expectativa é que se estabeleça um contrato de prestação de serviços entre a Unijuí e o Município de Pejuçara/RS, viabilizado através do Escritório de Relações Universidade-Comunidade, o qual possibilitará que o conhecimento produzido na Universidade contribua para o desenvolvimento social e econômico da região, conectando as demandas apresentadas pelo Prefeito com as expertises da Universidade.

Participaram da reunião, além dos integrantes da AGIT, o prefeito Eduardo Buzzatti, a Secretária de Educação, Carla Regina Decian, e o coordenador da sala do empreendedor, Luis Afonso Santos.


Incubada da Criatec participa de Feira Industrial na Alemanha

                

A Hannover Messe International ou Feira Industrial de Hannover, que ocorreu durante os dias 23 e 27 de abril na Alemanha, é o principal evento internacional de tecnologia e transformação da indústria. Nesta edição, a empresa Doled, incubada da Criatec, participou do evento. O proprietário da empresa, João Fernando Weber, esteve na Feira, por meio do Edital Sebrae 01/2016, com o projeto de Luminária LED Microcontroladora para Horticultura/Hidrophonia, aprovado no ano de 2016.

“O objetivo foi buscar novas tecnologias e aplicar dentro da Doled. Buscamos também compreender como os países desenvolvidos estão em relação às indústrias no Brasil e como será a indústria 4.0 daqui para frente, com tudo cada vez mais conectado e a diminuição da mão de obra repetitiva”, explicou João. Este ano, o tema escolhido para nortear as discussões da Feira foi Indústria Integrada – Conectar e Colaborar, com o intuito de promover a interação entre automação e tecnologia de energia, plataformas de tecnologia da informação e inteligência artificial.

Com o objetivo de compartilhar o conhecimento adquirido com a participação, João reuniu-se na última semana com as demais empresas incubadas da Criatec. Na oportunidade, ele citou a importância da conexão entre universidades e empresas, a fim de procurar soluções e promover o fomento da tecnologia local. “A Alemanha é uma grande exportadora de tecnologias e sabemos que são conhecidos por sua qualidade nos produtos. Isso reflete diretamente no que vimos na feira com relação à indústria 4.0”, afirmou.

Levando em consideração a programação da Feira e o futuro das empresas, Weber destacou também alguns pontos positivos. “Apesar de já termos vistos braços robóticos e outras tecnologias em grandes empresas aqui no Brasil, o que se destacou foi o setor de T.I. e internet das coisas dentro da indústria na Alemanha, observa-se pequenas e grandes empresas com sistemas próprios e embarcados, conectados da matéria bruta até o produto final, tudo está ‘endereçado’ desde o cliente, fornecedor, operário, setor, tudo conectado, possibilitando uma análise de produção em tempo real. Isso possibilita uma redução de erros e consequentemente de custos, o que reflete diretamente para o consumidor”, apontou o empresário.

Weber enfatizou, ainda, a importância do setor de T.I. como responsável pela agilidade no desenvolvimento das empresas. “O Brasil possui empresas de alto padrão, mas são poucas, devemos fomentar a tecnologia e diminuir mão de obra repetitiva para dar lugar a mão de obra especializada de ensino superior”, conclui.

Por Daniella Koslowski, estudante de Jornalismo.