COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Institucional

Ijuí tem proposta de inovação tecnológica aprovada no Programa Centelha

                

A Unijuí, por meio da Incubadora de Empresas de Inovação Tecnológica – CRIATEC, tem trabalhado intensamente pelo desenvolvimento de novos negócios e produtos na região Noroeste, auxiliando e fomentando ideias de empreendedores locais. Nesta sexta-feira, uma empresa pré-incubada, dos empreendedores Rodrigo Weiler Feigel e João Weber, foi selecionada no edital do Programa Centelha, programa de fomento com recursos estaduais e federais.

Das cerca de 780 propostas enviadas ao Programa, 28 foram aprovadas, sendo que a ideia que partiu de Ijuí ficou em quarto lugar, a única da região selecionada. A proposta enviada ao Programa foi de um Medidor de Umidade de Grãos Automático. Segundo João Weber, a proposta é um medidor de umidade de grãos, automático, voltado para comercialização de grãos, com devido registro no INMETRO, desenvolvido com a finalidade de ser um produto nacional, mais acessível que os importados e com tecnologia embarcada para posteriormente exportar os dados em dispositivos móveis. “Pode ser usado para o agricultor ou empresas de recebimento de grãos, fazendo com que o produtor possa ter um controle maior se este guarda seus grãos em casa até realizar uma venda, pois se o grão fica muito úmido o mesmo perde valor na hora da venda”, observa.

Segundo a coordenadora da Criatec, Maria Odete Palharini, o resultado deste edital é mais um passo na direção do ecossistema de inovação. “Isso prova que temos empreendedores com cultura de inovação, o processo seletivo foi muito rigoroso, por isso acredito que estamos no caminho certo”, salienta. “Ficamos muito felizes que o nosso empenho mostrou resultado acima do esperado. E isso reflete diretamente no tempo em que já estamos trabalhando nesse produto, pelo menos há 2 anos já. E agora com este aporte financeiro poderemos certificar no INMETRO e comercializar em maior escala”, complementa João.

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora no Rio Grande do Sul. O programa irá oferecer capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso. A iniciativa é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operada pela Fundação CERTI. No Rio Grande do Sul, é executada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS) com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), da Rede Gaúcha de Ambientes de Inovação (REGINP) e do Banco de Desenvolvimento do Estado do Rio Grande do Sul (BADESUL).

                


Conservação de Solo e Água esteve em debate na Unijuí durante conferência estadual

                    

O solo, recurso natural fundamental, sempre estará no centro da resolução dos principais problemas da humanidade. Como recurso natural renovável, patrimônio da coletividade, é essencial à vida e à soberania da nação, independentemente de seu uso e posse. Com esta perspectiva, foi realizada, nesta quinta-feira, no Centro de Eventos da Unijuí, em Ijuí, a 5ª Conferência Estadual de Conservação de Solo e Água.

O evento, promovido pela Sociedade de Agronomia do Rio Grande do Sul - SARGS e Associação dos Engenheiros Agrônomos de Ijuí - APAJU, em parceria com a Unijuí e apoio das Instituições do Grupo Gestor do Programa de Conservação de Solo e Água e da Syngenta, iniciou com a discussão sobre a Política e o Programa Estadual de Conservação de Solo e Água para o Estado. A programação contou, ainda, com a composição de propostas ao mesmo Programa e propostas da academia, realizada por professores da Unijuí, para o tema, entre outras discussões realizadas ao longo do dia.

Segundo a engenheira agrônoma Jordana Schiavo, da Associação dos Engenheiros Agrônomos de Ijuí – APAJU, no evento se discutiu a possibilidade de realizar uma nova edição em Ijuí, agregando mais profissionais nas discussões. “Tivemos debates qualificados, de profissionais com ampla experiência no campo. Temos muito para fazer ainda e seremos parceiros no processo de construção e divulgação do conhecimento, além do treinamento técnico de estudantes e profissionais aqui da região”, observa.

Por sua vez, o engenheiro agrônomo Ivo Lessa Silveira Filho, presidente Sociedade de Agronomia do Rio Grande do Sul – SARGS, observa que um dos principais objetivos do evento foi construir uma proposta de trabalho sobre a temática para o ano de 2020. “Todas as entidades e profissionais entenderam que é importante evoluir na conservação do solo e água. Saímos contentes do evento e com a certeza que o trabalho irá evoluir nos próximos anos. Também quero salientar a importância da parceria com Universidades como a Unijuí. Vamos aproveitar a expertise e a capacidade de pesquisa da universidade para levar tecnologias aos produtores, sabendo que, assim, poderemos aumentar a nossa produtividade ao mesmo tempo que podemos preservar o meio ambiente”, complementa.


Prazo prorrogado do processo seletivo de empreendedores para Polo de Modernização Tecnológica de Santa Rosa

As inscrições foram prorrogadas e os interessados poderão encaminhar as propostas até o dia 06 de março, conforme previsto em edital.

Os empreendedores interessados em firmar contrato para utilização das estruturas do Polo de Modernização Tecnológica de Santa Rosa/RS, de propriedade da FIDENE, referente ao Prédio 2, poderão protocolar o pedido até o dia 06 de março de 2020. O local tem como finalidade a exploração industrial nas áreas de tecnologia, alimentos, saúde e agronegócio conforme condições e exigências estabelecidas no Edital.

Poderão participar desta licitação as empresas e empreendedores brasileiros que satisfaçam as condições e disposições contidas no Edital e Anexos, que desenvolvam atividade compatível com o Plano Diretor do município de Santa Rosa para instalação naquele local e que possa ser ambientalmente licenciado pelo órgão competente conforme sua classe de risco de potencial poluidor, tendo preferência empresas Pós-Incubadas e já Graduadas por alguma das Incubadoras de Empresas de Inovação Tecnológica das Instituições de Ensino Superior da região Fronteira Noroeste.

As propostas poderão ser encaminhadas na CRIATEC, Unijuí campus Santa Rosa, mediante protocolo de recebimento, de segunda-feira a sexta-feira, no período da manhã, no horário das 8 horas às 11h30min, e no período da tarde das 13h30min às 17 horas.

O Prédio 2 está situado na Avenida Benvenuto de Conti, 370, medindo 300m² - Bairro Glória, na cidade de Santa Rosa/RS. O edital completo poderá ser visualizado no Portal ou de forma impressa, na Agência de Inovação e Tecnologia (AGIT) da Unijuí, situada no Campus Ijuí, bem como na Incubadora de Empresas de Inovação Tecnológica (CRIATEC), Unijuí Campus Santa Rosa, com pagamento de R$ 10. Confira o edital completo em https://www.unijui.edu.br/agit 

 


Equipe Pindorama Bicicletas/Unijuí conquista boas colocações em campeonato regional

Ocorreu, no último domingo, dia 01 de dezembro, a 7º e última etapa do Campeonato Noroeste de Mountain Bike, realizada no município de Ibirubá - RS. A equipe Pindorama Bicicletas/Unijuí participou com os ciclistas Marcos Henkes Junior, Chai Almeida e Vitor Rott Frantz, nas categorias Elite Masculino, Elite Feminino e categoria Sub-23, respectivamente. Marcos finalizou o campeonato em 5º lugar, Chai em 2º lugar e Vitor 3º lugar.


Unijuí apresenta Plano Diretor de Iluminação Pública de Santa Rosa

A Unijuí, juntamente com a Administração Municipal de Santa Rosa, promoveu uma audiência pública na manhã de terça-feira (03), no Palácio Municipal, com o objetivo de apresentar os requisitos para a padronização e eficientização energética por meio do Plano Diretor de Iluminação Pública (PDIP). O Prefeito Municipal de Santa Rosa, Alcides Vicini, ressaltou a importância do plano de iluminação pública para o município. “Uma cidade que quer se organizar precisa ser planejada, e o plano diretor de iluminação pública estará nos auxiliando na segurança e tranquilidade dos moradores de diferentes áreas. O plano nos fornecerá informações sobre a estabilidade da rede e que tipo de luminárias, do ponto de vista econômico e funcional, serão mais adequadas. Esse estudo que a Unijuí está realizando vem ao encontro do que é mais moderno em termos de gestão de iluminação pública”, destaca.

Para realização do PDIP foi realizada a classificação das ruas de todo o município, conforme o Código de Trânsito Brasileiro, levantamento de campo dos postes, cadastros dos novos loteamentos, realização do cálculo para a iluminação pública e análise técnica e econômica para os conjuntos. Para o Coordenador das Engenharias do campus Santa Rosa, professor Mauro Fonseca Rodrigues, o PDIP traz uma possibilidade de atualização tecnológica e padronização dos processos inerentes à iluminação pública, unindo os dados da RGE e Cooperluz. “Para a Universidade foi importante participar desse plano diretor, contribuindo com o conhecimento técnico e científico para melhorar esse processo, atingindo diretamente a comunidade santa-rosense”, afirma.

O projeto está sob a coordenação dos professores do curso de Engenharia Elétrica da Unijuí, campus Santa Rosa, e conta com o apoio de bolsistas e estudantes dos cursos de engenharia Civil e Elétrica.


Gestores da Fidene são eleitos em Assembleia Geral

 

Membros da Assembleia Geral da Fidene se reuniram na manhã desta terça-feira, 03, para eleição da Presidência, da Vice-Presidência e dos Conselhos Superiores da Fidene - Conselho Diretor e Conselho Curador. Por unanimidade, a professora Cátia Maria Nehring foi reeleita como presidente da Fidene. Ao seu lado, também por unanimidade, a professora Euselia Paveglio Vieira foi eleita como vice-presidente.

A Assembleia Geral da Fidene é um espaço que oportuniza a participação de professores, técnicos-administrativos e de apoio, órgãos públicos e comunidade em geral numa instância soberana de decisão na Instituição. A eleição foi realizada no Centro de Eventos da Universidade, logo após foram apresentados aos presentes os investimentos feitos em melhorias na infraestrutura da Fidene/Unijuí ao longo do ano de 2019.

Confira como ficou a formação dos Conselhos Superiores da Fidene - Conselho Diretor (órgão deliberativo e consultivo da administração da Fidene) e Conselho Curador (órgão superior e de fiscalização da Fundação), que tomam posse no dia 13 de dezembro de 2019:

MEMBROS DO CONSELHO DIRETOR 

 Titulares:

1.    Cátia Maria Nehring - Presidente

2.    Euselia Paveglio Vieira – Vice-Presidente

3.    Ivo Ney Kuhn

4.    Jaeme Luiz Callai

5.    Vera Regina Kapp

6.    Martinho Luís Kelm

7.    Onésimo Antonio Ceratti

8.    Rafael Zancan Frantz

9.    Mirna Stela Ludwig

Suplentes:

10. Arnildo Laurêncio Rockenbach

11.  Aldemir Berwig

12. Luciano Zamberlan

 

MEMBROS DO CONSELHO CURADOR

 TITULARES: 

1.   André Hoffmann

2.   Juarez Neme da Costa

3.   Lisete Therezinha Webler

4.   Roberto Fengler

5.   Sonia Beatriz Teles Drews

6.   Telmo Rudi Frantz

7.   Teodoro Clebsch

8.   Vania Elise Diel

9.   José Luis Bonamigo

SUPLENTES: 

10. Elis Regina Manhabosco Allegranzzi

11.  Elton Martin Lohamann

12. Taíse Neves Possani

 


Fidene/Unijuí apresenta as melhorias realizadas na sua infraestrutura em 2019

 

A Fidene/Unijuí apresentou na manhã desta terça-feira, 03, as melhorias realizadas no ano de 2019 na sua infraestrutura. O evento de apresentação reuniu membros da Assembleia Geral da Fidene, imprensa, docentes, chefes de departamento, técnicos-administrativos e de apoio, o prefeito de Ijuí, Valdir Heck, e demais membros da comunidade.

O vice-reitor de Administração da Unijuí e diretor executivo da Fidene, professor Dieter Siedenberg, definiu o evento como uma prestação de contas à comunidade. “Temos certeza que os investimentos que estão sendo feitos vão qualificar a atuação dos estudantes de uma maneira muito significativa”, comentou. Ele também avaliou os benefícios para a comunidade.

“Se olharmos para o Relatório Social, recentemente premiado pela Assembleia Legislativa, a comunidade sempre se beneficia pelo que a Universidade está fazendo”, finaliza.

Além das obras apresentadas nesta manhã, outras estão em andamento na Universidade e devem ser concluídas ao longo de 2020, bem como outras tantas terão início. Melhorias como estas comprovam e reafirmam o compromisso da Universidade com o desenvolvimento regional, mas também com o atendimento e a qualificação dos serviços para a comunidade externa e interna.

Os investimentos

A Fidene/Unijuí busca, constantemente, se adequar às necessidades das pessoas, sejam elas da comunidade externa ou interna, a partir da oferta de cursos de graduação que qualificam o mercado de trabalho, serviços que beneficiam a comunidade e também com melhorias na sua infraestrutura. 

Confira as melhorias realizadas:

 


Projeto inspira meninas de escolas da região para a área das engenharias

Debater a inserção das mulheres na área das engenharias, por meio de conceitos acerca de eficiência energética e de uso racional da água potável, demonstrando para as estudantes do ensino básico seus potenciais na área de ciências exatas e engenharias, é o objetivo do Projeto de Extensão “Meninas que Engenham o Futuro” da Unijuí. O Projeto é desenvolvido em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e Ministério da Educação (MEC).

O projeto auxiliou as escolas participantes na redução do consumo de energia elétrica e de água, investindo na conscientização e consumo consciente destes insumos. Na tarde desta segunda-feira (02), no campus Santa Rosa, foram apresentados os projetos desenvolvidos pelas estudantes, que irão implementar as ações no próximo semestre nas escolas.

A estudante Julia da Silva Picinini, que integrou o Projeto, ressaltou a importância das atividades desenvolvidas na escola e os aprendizados que adquiriu. “Esse projeto foi fundamental para abrir os nossos olhos, envolvendo a escola e a comunidade sobre a conscientização do meio ambiente. Os aprendizados que adquiri vou levar para a minha vida, pois dependemos do ambiente em que vivemos. Precisamos colocar a eficiência energética e a economia de água no nosso dia a dia, pois com pequenas ações já conseguimos ter grandes evoluções”, afirma Julia.

Para a coordenadora do Projeto, professora Taciana Paula Enderle, as ações foram enriquecedoras. “Desenvolver esse projeto com meninas da educação básica e acompanhar a evolução delas foi muito gratificante. Acompanhar o amadurecimento e o crescimento de cada uma foi enriquecedor, nós aprendemos junto com elas e conhecemos a realidade de cada escola”, destacou.

Sobre o Projeto

O Projeto foi desenvolvido com estudantes e professoras, do sexo feminino, da Educação Básica de escolas públicas. Em Santa Rosa as escolas que participaram do projeto foram: Escola Estadual de Ensino Fundamental Coronel Braulio de Oliveira e Escola Estadual de Ensino Médio Pedro MeinerzDe Ijuí, participou a Escola Municipal Fundamental Quinze de Novembro; a Estadual de Ensino Fundamental Rui Barbosa; e a Escola Estadual de Ensino Médio Ruy Barbosa.

Na organização e execução, o Projeto contou com duas professoras da Engenharia Elétrica, duas professoras da Engenharia Química e três estudantes de graduação do sexo feminino matriculadas nos cursos das engenharias da Unijuí.

 


Unijuí e Demei inauguram um novo sistema de iluminação na Praça da República, em Ijuí

                   

A Praça da República de Ijuí ganhou, na noite de domingo, 01 de dezembro, um bonito presente: uma nova iluminação, moderna e eficiente, com luzes LED. A demonstração inaugural, com a presença do prefeito, Valdir Heck, lideranças da cidade e professores da Unijuí, envolveu também o movimento étnico, com a execução de músicas típicas e uma mostra da iluminação, com a alternação das cores conforme as músicas, representando cada uma das casas étnicas de Ijuí.

“Este momento é fruto do entendimento com a nossa Universidade e o Demei, em busca de inovação para a cidade”, observou o prefeito, Valdir Heck.

Os equipamentos foram adquiridos pela Prefeitura de Ijuí e a Unijuí participou criando um formato de gestão automatizado desta iluminação, sendo possível, entre outras questões, a troca de cores, com 16 possibilidades diferentes, além de se poder fazer uma gestão mais inteligente da iluminação, por meio de software. O Projeto foi desenvolvido por professores e estudantes do Departamento de Ciências Exatas e Engenharias, no Grupo de Automação e Controle (Gaic), juntamente com o Demei e a Prefeitura Municipal. Todos os componentes eletrônicos foram desenvolvidos dentro da Universidade. “Foi um presente da Unijuí para a sociedade, envolvendo estudantes de Engenharia Elétrica, Ciência da Computação e Design. Toda a praça foi setorizada, o que permite programar as cores de acordo com a necessidade”, observa o professor Maurício Campos, um dos coordenadores do Projeto.

Segundo o presidente do Demei, Ruben Herter, que também esteve presente na Praça no ato inaugural, este aprimoramento vem sendo trabalhado desde 2017. “É um momento muito importante para a cidade, uma conquista que valoriza a Praça”, complementa.  

Projeto de Educação em Eficiência Energética

Além da iluminação da Praça da República, outro importante projeto é desenvolvido pela Unijuí em parceria com o Poder Público de Ijuí, trata-se do projeto "Educação em Eficiência Energética: Construindo um Futuro Sustentável – Parte II". O objetivo é apresentar conceitos e conhecimentos que possam facilmente ser convertidos em ações de eficiência energética. Por isso, a Unijuí e o Departamento Municipal de Energia Elétrica de Ijuí (Demei) vão desenvolver, em conjunto, diversas ações, entre elas: palestras interativas, teatros, contações de histórias, jogos eletrônicos, maquetes e ações na internet, com escolas de ensino fundamental e médio do município, abrangendo mais de 16 mil alunos, além de 300 professores, em 49 escolas das redes pública e privada. O Projeto está sendo desenvolvido pelos estudantes dos cursos de Engenharia Elétrica e Ciência da Computação, bolsistas do Grupo de Automação Industrial e Controle (Gaic), ligado ao Departamento de Ciências Exatas e Engenharias (DCEEng) da Universidade. “O Departamento vem atuando em várias frentes, com projetos impactantes para a cidade. É a Universidade fazendo o seu papel, contribuindo para o desenvolvimento regional”, salienta o chefe do DCEEng, professor Peterson Avi.

Confira uma matéria completa sobre esta ação.


Unijuí recebe cerca de 5 mil pessoas no dia da responsabilidade social

A Unijuí sediou no domingo (1) a 4ª edição do dia da responsabilidade social, conhecido como o “Dia do Bem”, no campus Santa Rosa. A comunidade prestigiou mais de 40 opções de serviços gratuitos abrangendo o bem-estar físico, social e espiritual, oferecidos por 390 voluntários.

O evento contemplou assessoria jurídica, casamento coletivo, serviços voltados à saúde, estética, varal solidário, lanches, mateada, teatro, passeios a cavalo, oficinas, entre outros. Para o coordenador do “Dia do Bem”, Fábio Kroth, o evento superou as expectativas. “Estamos muito felizes com o evento, foi um sucesso. A nossa região é muito participativa, nosso voluntariado fez a diferença no dia de hoje. O objetivo desse dia é propagar o bem, é ajudar e influenciar outras pessoas a fazerem o bem. Nosso sentimento hoje é de gratidão pela Unijuí ter sido nossa parceira no evento, agradecemos todo o apoio e envolvimento”, finalizou.

A Universidade também participou com diferentes atrações envolvendo os 13 cursos ofertados no Campus, juntamente com a Cia Cadagy, que interagiu com o público presente. O Pró-Reitor do campus Santa Rosa, professor Marcos Paulo Scherer, destacou que a Unijuí é uma instituição comunitária, que tem como propósito a integração e o desenvolvimento regional pela educação. “Tivemos a oportunidade de abrir as portas da Universidade para as pessoas conhecerem o nosso espaço, se sentirem à vontade e poderem usufruir dos diferentes ambientes com suas famílias, sempre que quiserem. Nosso desejo é estimular cada vez mais a comunidade a vir até o nosso campus. E ficamos muito felizes em sermos os protagonistas desse evento oferecendo toda a nossa infraestrutura aos visitantes”, acrescentou Marcos.

O evento contou com cerca de 5 mil pessoas, promovido pela ONG Mãos que Servem, com apoio da Igreja Batista Filadélfia, em parceria com a Unijuí e Prefeitura Municipal de Santa Rosa.