COMUNICA

PORTAL DE NOTÍCIAS DA UNIJUÍ

Institucional

Empreendedorismo Sustentável foi o tema do Ciclo de Formação para a Pesquisa e Extensão

             

Com o objetivo de proporcionar formação para os estudantes envolvidos em projetos de pesquisa e extensão, a Unijuí realizou, na tarde desta terça-feira, a primeira edição do Ciclo de Formação para a Pesquisa e Extensão de 2019. A temática desenvolvida foi o Empreendedorismo Sustentável. Na oportunidade, também ocorreu a entrega de certificados para os trabalhos-destaque da última edição do Salão do Conhecimento. 

Participaram da atividade, que foi promovida pela Vice-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, professores orientadores, membros do Comitê Científico e dos Núcleos de Pesquisa, membros do Comitê e dos Núcleos de Extensão e Cultura, membros do Núcleo Docente Estruturante, bolsistas, autores dos trabalhos-destaque, estudantes e técnicos-administrativos. 

O Vice-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Fernando Jaime González, abriu o evento ressaltando a importância do momento. “Para além da formação técnica-científica, o evento procura garantir a formação de profissionais de forma diferenciada”, comentou. 

                         

A palestra "Empreendedorismo Sustentável" foi ministrada por Marçal Paim da Rocha, fundador e Diretor da Químea Soluções Ambientais. Ele é mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), em 2006. Possui Especialização MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), 2014. Graduado em Química Industrial pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), 2002. Tem experiência na área de Química Industrial, Gestão Empresarial, Gerenciamento de Resíduos, Auditoria e Gestão Ambiental. 

“Preocupação em como impactar o meio ambiente de uma forma positiva, empreender de forma consciente, sabendo dos impactos a curto, médio e longo prazo, isto é o empreendedorismo sustentável”, observou o palestrante. 

O Ciclo de Formação ocorre desde 2013 e está em sua sétima edição. O evento é direcionado aos alunos envolvidos em projetos de pesquisa e projetos de extensão, com ou sem bolsa de iniciação científica, tecnológica ou extensão, e aborda temáticas gerais de formação necessárias para o desenvolvimento dessas atividades.

 

Trabalhos-Destaque 

Confira a lista dos trabalhos que receberam certificado na tarde desta terça-feira:

 

                       


Inscrições abertas para o Exame de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros

                 
    

A Unijuí, Campus Ijuí, é Posto Aplicador do Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celp-Bras), que é o exame brasileiro oficial para certificar proficiência em português como língua estrangeira. As inscrições deverão ser feitas pelo Portal da Unijuí.

O Exame é aplicado anualmente no Brasil e no exterior pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), com apoio do Ministério da Educação e em parceria com o Ministério das Relações Exteriores.

As provas são realizadas em Postos Aplicadores: Instituições de Educação Superior, que é o caso da Unijuí, representações diplomáticas, missões consulares, centros e institutos culturais, e outras instituições interessadas na promoção e difusão da Língua Portuguesa.

As inscrições podem ser feitas até dia 28 de março por meio do Portal da Unijuí, no Link da Educação Continuada. As provas serão realizadas de 28 a 30 de maio no Campus Ijuí.

Os resultados do Celpe-Bras 2019/1 serão divulgados no Diário Oficial da União (DOU) em 8 de agosto de 2019. Veja seu resultado também pelo Sistema Celpe-Bras. Outras informações poderão ser obtidas pelo e-mail dhe@unijui.edu.br


Orientação Pedagógica realiza conversa com as turmas

Para iniciar mais um ano letivo, é necessário uma boa organização e planejamento na rotina do estudante.

Durante esse primeiro mês de aula, a orientação pedagógica fez algumas ações com os alunos no sentido de auxilia-los na organização escolar. O trabalho foi desenvolvido pela orientadora pedagógica da escola, professora Eduarda Burckardt, a qual, se aproximou das turmas e de diferentes maneiras debateu com os alunos as demandas do ser estudante e todas as suas implicações no cotidiano.

O contato do orientador com os alunos é diário, durante algumas intervenções em sala de aula e fora dela também. O foco desse trabalho é orientar os alunos em sua formação como estudantes, com objetivos e reflexões sobre as responsabilidades da vida escolar e na construção de valores e atitudes para uma boa convivência no grupo.


Unijuí presente no Smart City Expo Curitiba 2019

Nos dias 21 e 22 de março aconteceu a segunda edição do Smart City Expo Curitiba 2019, evento chancelado pela FIRA Barcelona, consórcio público formado pela Prefeitura de Barcelona, Governo da Catalunha e Câmara de Comércio de Barcelona, que é o organizador do Smart City Expo World Congress, maior evento do mundo sobre cidades inteligentes, realizado anualmente em Barcelona.

O iCities, empresa curitibana especializada em soluções para smart cities, foi a responsável pela organização do evento no Brasil em parceria com a Prefeitura Municipal de Curitiba e o Vale do Pinhão.

O Smart City Expo Curitiba 2019 teve quatro temáticas principais: viabilizando tecnologias para cidades inteligentes; governança em cidades digitais; cidades criativas, sustentáveis e humanas; e planejando cidades inovadoras e inclusivas.

Na área de exposição, 35 empresas dos setores público e privado exibiram soluções e inovações em áreas como iluminação pública, segurança, educação, saúde, saneamento básico, trânsito e urbanismo, entre outras. As 74 startups de Curitiba e região exibiram suas soluções e produtos e apresentaram pitchs (palestras rápidas de, no máximo, 15 minutos) na Smart Plaza Vale do Pinhão, espaço da Prefeitura de Curitiba destinado a promover o ecossistema de desenvolvimento da cidade.  

Nesta edição, a Unijuí, que foi apoiadora Institucional do Smart City Expo Curitiba 2019 – Planning the Cities We Want, esteve representada pela Vice-Reitora de Graduação, professora Cristina Eliza Pozzobon.  


Unijuí participa de missão da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores

                  

Desde segunda-feira, dia 18, o grupo da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores – Anprotech percorreu o Rio Grande do Sul conhecendo alguns dos polos de inovação do estado. O roteiro incluiu visita a parques científicos e tecnológicos, centros de inovação e negócios, aceleradoras e incubadoras, como o Tecnopuc, a Fábrica do Futuro, o Pelotas Parque Tecnológico, a Lifemed, o TecnoUnisc, o Tecnovates, o UPFParque, TecnoUCS, o Feevale Techpark e o Tecnosinos. A missão foi composta por gestores, coordenadores e diretores de órgãos governamentais e de instituições de ensino superior e parques tecnológicos de todo o Brasil.

Pela Unijuí as atividades foram acompanhadas pelo gerente da Agência de Inovação e Tecnologia (AGIT), Maiquel Kelm e pela responsável da Incubadora de Empresas de Inovação Tecnológica (CRIATEC), Maria Odete Palharini. Os representantes da Universidade apresentaram o trabalho de fomento a inovação na região de atuação da Unijuí, além de apresentarem o funcionamento dos polos, da Agência de Inovação e Tecnologia, das Incubadoras de base tecnológica e economia social, bem como do relacionamento na área de P&D com as empresas da região. A participação da Unijuí ocorreu na tarde desta quinta-feira, 21, na Universidade de Passo Fundo.

Inovação no Estado

O Rio Grande do Sul figura entre os principais ecossistemas de inovação do Brasil. No mercado gaúcho, essa movimentação vem gerando novos negócios e soluções em áreas essencialmente tecnológicas, e promete apontar rumos para setores como saúde, ambiente, educação, mobilidade e varejo. Um fator decisivo para esse contexto são os 14 parques tecnológicos que integram empreendimentos de diferentes portes e instituições de ensino e pesquisa.

A Anprotec reúne cerca de 370 associados, entre incubadoras de empresas, parques tecnológicos, aceleradoras, coworkings, instituições de ensino e pesquisa, órgãos públicos e outras entidades ligadas ao empreendedorismo e à inovação. A Missão Nacional Anprotec tem o objetivo de promover o contato direto de delegações – formadas por profissionais que atuam com empreendedorismo inovador – com os principais ecossistemas de inovação e empreendedorismo do país e do mundo, de forma a intensificar a troca de experiência e conhecimento e a interação entre os ambientes de inovação do Brasil.

                       

Com informações da UPF e Univates.


Unijuí promove Ciclo de Formação para Pesquisa e Extensão

A Vice-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unijuí promove na próxima terça-feira, 26, o Ciclo de Formação para Pesquisa e Extensão com a certificação dos trabalhos destaques do Salão do Conhecimento 2018. O evento acontecerá no Salão de Atos Argemiro Jacob Brum, no Campus Ijuí.

O Ciclo de Formação ocorre desde 2013 e é direcionado aos estudantes envolvidos em projetos de pesquisa e projetos de extensão, com ou sem bolsa de iniciação científica, tecnológica ou extensão, e aborda temáticas gerais de formação necessárias para o desenvolvimento dessas atividades.

Neste ano, a palestra “Empreendedorismo Sustentável – Case Químea” marca o início das atividades do ano. O mestre Marçal Paim da Rocha, fundador e diretor da Químea Soluções Ambientais, ministrará a palestra.

Após a palestra será entregue o certificado aos 31 trabalhos do Salão do Conhecimento de 2018 considerados destaque. As inscrições para o evento podem ser feitas pelo Portal da Unijuí, na página do Evento.


Unijuí e Prefeitura de Augusto Pestana discutem parcerias para o desenvolvimento de programas no município

               

Em reunião na manhã desta quarta-feira, a Unijuí e a prefeitura de Augusto Pestana trataram sobre programa a serem desenvolvidos em conjunto para atender ao município. O encontro foi realizado no Gabinete do prefeito, Vilmar Zimmermann, que recebeu os representantes do Departamentos de Estudos Agrários (DEAg) da Unijuí, professor Osorio Lucchese, chefe do Departamento e o professor Fernando Silvério da Cruz, coordenador do curso de Medicina Veterinária.

Um dos programas que poderá ser implementado no município é para a castração de cães e gatos, sendo que a ideia inicial é realizar 6 castrações semanais a preço de custo para o Município. “O aumento crescente do número animais de rua tem nos deixado preocupados e há algum tempo estamos buscando criar um projeto de lei para anemizar a situação. Ficamos felizes em saber que a Unijuí pode na auxiliar na implementação desse programa”, comenta o prefeito Vilmar.

Outra opção para Augusto Pestana é a implementação do programa de Start up do Leite, que consiste na prestação de assistência técnica e extensão rural na área da produção leiteira. A ideia é de que no prazo de um ano 30 propriedades sejam atendidas gratuitamente; e após este primeiro ano de trabalho os produtores assumam o custo. “Nossa ideia é desenvolver um trabalho completo de assistência à produção leiteira, com a disponibilização de agrônomos e médicos veterinários”, comenta o coordenador Osório Lucchese.

Informações e foto: Priscila Heldt/Prefeitura de Augusto Pestana.


Inscrições abertas para o Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade

As inscrições para o curso de Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade estão abertas até o dia 12 de maio. São 15 vagas ofertadas. Os candidatos deverão se inscrever pela página do Programa, no Portal da Unijuí. A entrega dos documentos que confirmarão a inscrição deverá ser feita na Secretaria do Programa, no Campus Ijuí.

O processo seletivo envolverá três etapas: análise do Curriculum Vitae, análise da intenção de pesquisa contemplando o tema de interesse, e a entrevista. O resultado será divulgado no dia 17 de maio.

O Curso de Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade possui duas linhas de pesquisa: Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e Qualidade Ambiental em Sistemas Produtivos.

A carga horária total do Curso do Mestrado é de 510 (quinhentas e dez) horas, divididas em 34 (trinta e quatro) créditos, com duração de 24 (vinte e quatro) meses. O regime de funcionamento é semestral. As aulas e atividades de pesquisa e orientação são realizadas na quinta à noite, sexta-feira em turno integral, e no sábado pela manhã. No segundo ano, o segundo semestre do Curso é inteiramente dedicado ao desenvolvimento da pesquisa e à escrita da Dissertação.

Podem se inscrever os profissionais graduados nas áreas de Ciências Ambientais, Agrárias, Biológicas, da Saúde, Sociais, Química e Tecnológicas Aplicadas e/ou áreas correlatas. O edital com todas as informações está disponível no Portal da Unijuí.


Unijuí sedia reunião histórica sobre o Polo Tecnológico Regional

A Unijuí Santa Rosa sediou uma reunião coordenada pelo Corede Fronteira Noroeste, na manhã de segunda-feira (18), que contou com a participação das Instituições de Ensino superior (IES) da região.

O encontro teve como objetivo esclarecer o funcionamento do Polo de Modernização Tecnológica da Fronteira Noroeste. Na ocasião foi aberta a possibilidade das IES interessadas participarem como unidades executoras de ações e projetos, além da Unijuí.

Desde o ano de 1989 a Unijuí assumiu a responsabilidade da gestão de projetos do Polo Tecnológico em Santa Rosa, como unidade executora, antes mesmo das criações dos Coredes. No referido período, a Unijuí era a única Instituição de Ensino Pesquisa e Extensão que possuía os requisitos para se habilitar como Unidade Executora do Polo.

Para o Pró-Reitor do Campus Santa Rosa, professor Marcos Paulo Scherer, esse momento é histórico para o desenvolvimento da região, pois a partir da habilitação de outras instituições poderão surgir mais projetos, mais ideias inovadoras e de tecnologia, o que beneficiará a promoção do desenvolvimento regional, mas mais que isso, é um marco na integração das próprias instituições de ensino superior.

Também ficou acordado no encontro a criação de uma setorial das IES pelo Corede FN, com a finalidade de alinhar os possíveis projetos futuros, definindo ações que possam servir para mais de uma instituição, visando dessa forma o desenvolvimento regional a partir das possibilidades de pesquisas tecnológicas.

A Unijuí atualmente realiza projeto vinculado ao Polo em parceria com a Setrem e IFFar Santo Augusto. A Fema, a Fahor, a Setrem e o IFFar Santa Rosa manifestaram vontade de participar como unidades executoras.


Inscrições abertas para o Hackathon Unijuí-Ceriluz



O Curso de Ciência da Computação e a Criatec promovem, com o patrocínio da Ceriluz, o Hackathon Unijuí – Ceriluz. O evento é multidisciplinar e se propõe ao desenvolvimento de protótipos e sistemas que possam ser aplicados para melhorar o relacionamento entre associados da Ceriluz, a partir de um pacote de benefícios.

O desafio será dividido em duas etapas. A primeira será nos dias 26 e 27 de abril com a apresentação dos problemas e oportunidades, oficinas e mentorias. A segunda e última etapa, no dia 23 de maio, com a divulgação dos resultados e entrega da premiação.

Podem se inscrever estudantes dos cursos de Ciência da Computação, de Comunicação, Marketing, Design, Técnico em Informática e profissionais maiores de 18 anos que atuam na área de desenvolvimento de sistemas e aplicativos para dispositivos móveis.

As inscrições podem ser feitas até o dia 24 de abril, de forma individual, na página do evento, no Portal da Unijuí, com o preenchimento do formulário de inscrição. Os inscritos formarão equipes de até quatro pessoas, sendo que uma delas deve ter vínculo com a Unijuí, estudantes ou egressos, por exemplo.