Contribuições das ciências ambientais na Agenda 2030 é tema de debate

No último dia do Salão do Conhecimento 2021, 29 de outubro, ocorreu o debate sobre a  “Implementação local da Agenda 2030: desafios e perspectivas dos atores institucionais”, em conjunto com o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade. O evento foi o último da programação do Salão do Conhecimento e teve transmissão pelo canal da Unijuí no YouTube, contando com a participação dos professores José Antonio Gonzalez da Silva, Carlos Alberto Cioce Sampaio, Roberta Giraldi Romano e Roberto Carbonera.

Inicialmente houve uma apresentação curricular dos professores presentes pelo professor José. Após, o professor Roberto realizou uma breve fala sobre a importância da temática debatida. 

O professor doutor Carlos possui mestrado e doutorado em Planejamento e Gestão Organizacional para o Desenvolvimento Sustentável/UFSC, com estágio sanduíche em Economia Social/EHESS (França). Pós-doutorado em Ecossocioeconomia - UACH (Chile), Cooperativismo Empresarial - U.Mondragon (Espanha) e Ciências Ambientais - WSU (USA). Ele trouxe para debate o tema “Contribuições das ciências ambientais na Agenda 2030 da ONU”. 

A fala expositiva iniciou-se com a apresentação do tema da palestra, que foi baseada no artigo “Avanços da Pós-Graduação na incorporação dos ODS em suas agendas”. O professor comentou sobre a importância de programas relacionados aos sistemas ambientais e sustentabilidade. “Programas no interior representam um papel estratégico e eu poderia dizer que, pelo fato de ser estratégico para região, também se trata de um programa de excelência”. Para introduzir o assunto principal, ele apresentou alguns pontos que foram abordados, como a relação entre Instituições de Ensino Superior e desenvolvimento, a área de ciências ambientais, impacto e inserção na sociedade e o objetivo, sendo esse a contribuição de Programas de Pós-Graduação em Ciências Ambientais na sociedade. 

Como plano de fundo da apresentação, foi colocada uma ilustração com contribuições referentes ao seu livro “Impactos das Ciências Ambientais na Agenda 2030 da ONU”. O professor destacou a posição que a sociedade ocupa em relação aos Programas de Pós-Graduação, sendo ela a grande protagonista no impacto recebido. “Atualmente, o Sistema Nacional de Pós-Graduação tem sua ênfase na relevância dos processos que os programas ocasionam". Ainda, destacou que a relevância desses programas pode ser detectada pela sua eficiência, como também, pela sua eficácia. Sobre algumas características desses programas, ressaltou na eficiência os insumos, os talentos e os processos; na eficácia os talentos e os produtos; na efetividade o econômico, o social e o ambiental. 

“Para que um programa seja relevante ele tem que apresentar eficiência nas suas entradas, eficácia nos seus resultados, mas para que tenha impacto na sociedade, ele tem que ter efetividade”, afirmou o professor. A professora doutora Roberta comentou sobre o assunto e encorajou outras áreas do conhecimento, além das Ciências Ambientais, a produzirem materiais de pesquisa, projetos e sistematizações e, por conseguinte, publicá-los para a disseminação desse conhecimento e contabilização de impactos. 

Na sequência, o professor apresentou um quadro com um estudo que relaciona a Pós-Graduação com 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ODS/ONU). Esse estudo correlaciona as teses e dissertações dos Programas de Pós-Graduação com os descritores dos 17 ODS/ONU. As conclusões apresentadas sobre o estudo demonstraram que os ODS mais correlacionados foram os 6 - Água Potável e Saneamento e o 4 - Educação de Qualidade. Ainda, houve uma predominância da dimensão ambiental, em conjunto com a temática social. Um ponto destacado foi a importância de se formar talentos humanos capacitados e gerar conhecimento que produza impacto na sociedade em prol do desenvolvimento.

Em seguida, após o término da fala expositiva, foram realizados alguns questionamentos sobre a temática, feitos pelos professores e pelo público conectado ao evento. 

Por fim, houve o encerramento do Salão do Conhecimento 2021 com a fala do vice-reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unijuí, professor doutor Fernando Jaime González, que destacou o processo de integração dos ODS na Unijuí, como também a importância do evento e a sua relevância para a Instituição. Ainda, fez um agradecimento a todos aqueles que tornaram possível a realização do Salão do Conhecimento 2021.

Por Krislaine Baiotto, acadêmica de Jornalismo da Unijuí

Confira o debate na íntegra:


Compartilhe!