Educação nas Ciências

Seminário Temático inspira projeto em escola de Bozano

A Escola Municipal Fundamental Pedro Costa Beber, do município de Bozano, deu início, no mês de abril, ao projeto “Cidade Educadora”, inspirado no “Seminário Temático Cidades Inteligentes: múltiplos olhares a partir da educação nas ciências”, promovido pela Unijuí. “Após sentir a necessidade de, enquanto escola, contribuir com o desenvolvimento da cidade, buscamos participar do seminário a fim de aprimorar os conhecimentos para a execução deste projeto e conhecer um pouco mais dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) no Brasil”, destacou a diretora, Claudia Marchesan.

Em 2015, a ONU propôs aos seus países-membros uma nova agenda de desenvolvimento sustentável para os próximos 15 anos, a Agenda 2030, composta pelos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. No projeto, pretende-se explorar os seguintes objetivos: nº 4, Educação de Qualidade, e nº 11, Cidades e Comunidades Sustentáveis – Tornar as cidades e comunidades mais inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis.

Mônica Gelatti, coordenadora pedagógica, reitera que, enquanto educadores de Educação Infantil e Ensino Fundamental I, é necessário dar vez e voz às crianças. “O suporte teórico do autor italiano Francisco Tonucci, que defende a participação social das crianças na discussão pública sobre o futuro das cidades, está sendo de extrema importância no andamento do projeto”. Deste modo, três ações estão em andamento na escola.

A primeira é o resgate histórico do município envolvendo a comunidade escolar. Esse resgate aconteceu por meio de entrevistas e, posteriormente, narrativas de textos com pessoas que fazem parte da história da cidade. Um folder com a participação dos professores, funcionários, equipe diretiva e crianças foi elaborado e está sendo explorado nas aulas. Um vídeo em comemoração ao aniversário do município (16 de abril) foi elaborado com a a mesma participação. “Município de Bozano pelos olhares das crianças” está disponível na página do Facebook da Escola Municipal de Ensino Fundamental Pedro Costa Beber.

A segunda ação envolve um pórtico - ideia que já deu algum murmúrio no Município. A ideia é criar um pórtico com o objetivo de apresentar a cidade, demonstrando aos que chegam o orgulho que os moradores têm do lugar onde vivem. A ideia foi lançada para as crianças e famílias realizarem um croqui - esboço feito à mão, sem exigência de traços precisos; e posteriormente apresentarem aos poderes Executivo e Legislativo do município, a fim de colocar em prática as ideias que irão surgir.

A terceira ação compreende um convite para a comunidade escolar refletir e registrar três perguntas: no olhar de sua família, o que é uma cidade educadora? Quais são os problemas da nossa cidade? E quais seriam as soluções? O objetivo é realizar com o grupo de professores uma análise minuciosa dos registros escritos que irão retornar para a escola e, a partir disso, traçar novas ações. A equipe diretiva e os professores pretendem incluir a temática “Cidade Educadora” no Projeto Político Pedagógico (PPP), para que possa haver continuidade nos próximos anos. “Estar constantemente refletindo no coletivo, dialogando com a comunidade escolar e conhecendo a realidade faz com que seja possível buscar novas perspectivas e reconstrução de novos caminhos. Trazer a realidade para as aulas desafia crianças e adultos a explorar capacidades criativas de solucionar problemas, extraídos de situações do mundo real”, complementa Tiago Henrique Meggiolaro, coordenador pedagógico e egresso do Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências da Unijuí.




Grupo de Estudos sobre Educação Escolar será apresentado a interessados

Se você tem interesse em participar de um grupo de estudos, preste atenção: no dia 31 de março, o Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências da Unijuí realizará uma reunião para interessados em participar do Grupo de Estudos sobre Educação Escolar (Gees).

Este grupo será responsável por aprofundar os temas que serão trabalhados no projeto “A especificidade da educação escolar nas sociedades republicanas e democráticas”, aprovado no fim de 2019 pelo grupo de professores da linha de pesquisa Teorias Pedagógicas e Dimensões Éticas e Políticas da Educação, junto à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs). Com previsão de execução no prazo de três anos (2020 – 2022), o projeto recebeu recursos na ordem de R$ 20 mil.

A ideia central da pesquisa é o estabelecimento de um horizonte normativo para o enfrentamento teórico e prático de temas que desafiam a escola, considerando, em especial, a atual conjuntura brasileira e as circunstâncias específicas do tempo presente. Dito em outros termos, trata-se de estabelecer os pressupostos filosóficos, políticos e pedagógicas que sustentam a educação escolar no âmbito de nossa tradição republicana, ao mesmo tempo em que se colocará em pauta as questões práticas.

O grupo de estudos constitui, no âmbito do PPGEC, uma atividade acadêmica mais livre, não regulada por matrícula, mas pela adesão voluntária e comprometimento pessoal, podendo dele participar docentes e discentes de todas as linhas de pesquisa, como também demais interessados, como ex-alunos, potenciais alunos ou professores das escolas.

A vigência deste grupo está prevista inicialmente para os dois semestres do ano de 2021, com encontros quinzenais às quartas-feiras à tarde. Para cada encontro haverá proposição de um tema a ser tratado, com proposição de estudo/leitura prévia em preparação ao debate. Para além das questões teóricas a serem tratadas, o grupo tematizará questões práticas que envolvem o dia a dia da escola, temas que possam ser trazidos/apresentados pelos participantes.

Como o projeto de pesquisa financiado prevê a possibilidade de uma publicação sob a forma de livro (e-book), a ideia é que cada um dos participantes possa vir a ter alguma produção de pesquisa como resultado de sua inserção nas atividades do grupo. Além disso, há financiamento para aquisição de ampla bibliografia acerca do tema em pauta, bem como de equipamentos para uso durante a realização do projeto.

A reunião preparatória acontecerá por meio do Google Meet (meet.google.com/rxn-ozkb-gtc), a partir das 14h. Haverá explicitação da proposta, resolução de dúvidas e detalhamento da dinâmica de funcionamento.

Havendo a decisão pela adesão ao grupo, o participante preencherá ficha de inscrição, firmando compromisso de efetivo engajamento nas ações programadas. Mediante presença mínima nos encontros programados, a atividade será certificada em horas sob a forma de Curso de Extensão Universitária pelo PPGEC.

Mais informações pelo e-mail geees.unijui@gmail.com ou pelos telefones (55) 99694-7671 e 99191-7797.

A equipe propositora e organizadora do grupo é composta por José Pedro Boufleuer, Vânia Lisa Fischer Cossetin, Paulo Evaldo Fensterseifer e Sidinei Pithan da Silva, Franciele dos Anjos Strohhecker, Jordana Dumke, Luana dos Santos, Patrícia Feiten, Évelin Fernanda Soares.


Egressa do doutorado em Educação nas Ciências lança livro

Rosi Maria Prestes

Egressa do doutorado do Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências da Unijuí, Rosi Maria Prestes teve, recentemente, seu livro publicado, com o título “Formação de professores no contexto do desenvolvimento de Projetos de Aprendizagem”, pela editora Ilustração.

A publicação é fruto da sua pesquisa de tese, realizada durante o curso e concluída em 2019, sob a orientação da professora doutora Eva Teresinha de Oliveira Boff. Com essa pesquisa, a egressa procurou entender as contribuições e os desafios enfrentados pelos professores que desenvolvem suas aulas por meio de projetos de aprendizagem e, também, investigou os limites e as potencialidades de um processo de elaboração e desenvolvimento de projetos de aprendizagem para a constituição profissional docente e para a formação de cidadãos críticos e cooperativos.

Rosi comenta que percebe o trabalho por projetos como uma alternativa de interligação de saberes e promoção da interdisciplinaridade. Segundo ela, o maior desafio, não só deste trabalho, mas de sua trajetória profissional, é apontar mudanças nas práticas docentes e “sair do paradigma da instrução para o paradigma da aprendizagem”.

Durante o doutorado, Rosi fez uma imersão na Escola da Ponte, em Portugal, e uma formação na Cidade Âncora, em São Paulo. Atualmente, faz parte de uma rede de formadores de escolas inovadoras, junto com o professor José Pacheco, educador português, responsável pelo prefácio do livro.

A formação da egressa é em licenciatura e bacharelado em Ciências Biológicas, especialização em Desenvolvimento Sustentável, mestrado em Ciências Ambientais e doutorado em Educação nas Ciências. Ela atua com formação de professores e assessoria educacional há mais de 10 anos e também como docente do Ensino Superior e Pós-Graduação. Hoje, trabalha como docente substituta no Instituto Federal Farroupilha – IFFar - Campus Panambi.

Professora Eva Teresinha Boff


Programa de Educação nas Ciências lança edital para estudantes eventuais

O Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Educação nas Ciências – Mestrado e Doutorado da Unijuí lançou edital que dispõe sobre a oferta de vagas para estudantes eventuais, graduados, em componentes curriculares. As inscrições vão até o dia 22 de fevereiro.

Conforme consta no edital, que pode ser acessado neste link, o programa disponibiliza vagas para estudantes eventuais em cada componente curricular ofertado, de acordo com os critérios de aceitação do professor, num total de até 12 créditos por aluno. A grade de componentes do primeiro semestre pode ser acessada na página do programa.

Para inscrição, é necessário preencher uma ficha, disponível na Secretaria do Programa e no site, na aba Processo Seletivo e Matrícula. O documento deve ser entregue na Secretaria do Programa de Pós-Graduação.

A lista de selecionados estará disponível a partir do dia 26 de fevereiro, sendo que as matrículas serão realizadas no dia 2 de março, nos turnos da manhã e tarde, na Secretaria Acadêmica da Unijuí. O início das aulas acontece a partir do dia 8 de março.

Mais informações podem ser obtidas na Secretaria do Programa, pelo telefone 3332-0417 ou pelo e-mail poseduca@unijui.edu.br.


Egressa do Programa de Pós-graduação em Educação nas Ciências lança dois livros

Para marcar os seus 25 anos, o Programa de Pós-graduação em Educação nas Ciências da Unijuí está compartilhando relatos de egressos e socializando produções bibliográficas à comunidade. E um dos destaques da programação é a egressa Carina Copatti, que recentemente lançou dois livros.

As obras se originam da pesquisa de tese realizada no Programa de Pós-Graduação, entre 2016 e 2019, e das experiências atuais enquanto bolsista PNPD-Capes na linha de Políticas Educacionais do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal da Fronteira Sul, sob tutoria da professora Adriana Maria Andreis, também egressa do Programa de Pós-graduação em Educação nas Ciências da Unijuí.

Os dois livros constituem a coletânea Educação e Geografia – Tramas e Tecituras Contemporâneas, sendo que o livro que constitui o 1º volume da coletânea é denominado Geografia(s), Professor(es) e a Construção do Pensamento Pedagógico-Geográfico, e o livro que constitui o 2º volume é intitulado Professor, Livro Didático e a Autonomia Docente. As obras foram lançadas pela editora CRV e estão disponíveis neste link.

Carina concluiu o doutorado em maio de 2019, com a tese intitulada Pensamento Pedagógico Geográfico e autonomia docente na relação com o livro didático: percursos para a educação geográfica, sob a orientação da professora doutora Helena Copetti Callai.

A egressa é formada em Geografia e Pedagogia, e tem construído sua trajetória entre a escola e a universidade. Carina atuou durante 10 anos em escolas públicas, especificamente em escolas urbanas, na educação do campo e na educação de jovens e adultos, além de ter experiência na educação superior e como avaliadora de livros didáticos pelo Ministério da Educação (MEC), nas edições do Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD) 2017, Programa Nacional do Livro Didático para o Ensino Médio (PNLEM) 2018, PNLD 2019, PNLD 2019 - Atualização à BNCC e PNLD 2020.

Suas produções perpassam temas que envolvem educação e ensino de geografia, com ênfase na formação de professores, na educação do campo e nos livros didáticos, temática a qual tem sido seu foco de pesquisa atualmente, no período de pós-doutorado.


Livro lançado por egresso resulta de pesquisas do mestrado e doutorado

Para marcar os seus 25 anos, o Programa de Pós-graduação em Educação nas Ciências da Unijuí vem compartilhando relatos de egressos e socializando produções bibliográficas à comunidade.

Um dos destaques desta programação é o egresso Jenerton Arlan Schütz, que recentemente teve publicado o livro ‘Reflexões educacionais em contextos’, obra que resulta das pesquisas realizadas durante o Mestrado, entre os anos de 2015 e 2016, e o Doutorado, realizado de 2017 a 2020. O livro foi publicado pela Editora Ilustração e está disponível neste link. https://www.editorailustracao.com.br/livro/reflexoes-educacionais-em-contextos.

Jenerton concluiu o Doutorado em dezembro de 2020, com a tese intitulada ‘Educação Escolar e Infância: os discursos pedagógicos contemporâneos à luz das reflexões de Hannah Arendt’, sob a orientação do professor doutor Paulo Evaldo Fensterseifer.

Ao longo dos quatro anos de doutoramento, Jenerton publicou 55 artigos em periódicos de estratos superiores e inferiores, com produções individuais, com o orientador, professores e colegas pesquisadores. Além disso, publicou um livro autoral e organizou 37 obras com a colaboração de pesquisadores do Brasil e do exterior.

O egresso é professor de História na rede municipal de Santo Ângelo-RS e sócio-proprietário da Escola Amor Mundi, de Ijuí.


Abertas as inscrições para o Mestrado e Doutorado em Educação nas Ciências

Já estão abertas as inscrições para o provimento de vagas complementares nos cursos de Mestrado e Doutorado em Educação nas Ciências da Unijuí. As inscrições podem ser realizadas neste link, até o dia 31 de janeiro.

O Programa de Pós-graduação em Educação nas Ciências dedica-se à pesquisa e à produção de conhecimento no campo da educação, dando ênfase à educação escolar - no que se refere ao currículo da escola básica, à formação profissional e às teorias pedagógicas que dão sustentação aos processos de planejamento, gestão e desenvolvimento do ensino; e aos aspectos teórico-práticos que vinculam a educação e a sociabilidade, no que se refere aos significados éticos e políticos das organizações e dos movimentos sociais.

Ao todo, há 10 vagas para o curso de Mestrado e duas vagas para o curso de Doutorado. O candidato pode optar por uma das três linhas de pesquisa: Currículo e formação de professores; Teorias pedagógicas e dimensões éticas e políticas da educação ou Educação popular em movimentos e organizações sociais.

Quatro etapas compõem as seleções para os cursos: avaliação do Currículo Lattes, avaliação do projeto, avaliação do memorial reflexivo e entrevista. A divulgação dos resultados acontece no dia 12 de fevereiro, no site do programa.

 


Produção de egressos é destaque no Programa de Educação nas Ciências

Dentro da programação dos 25 anos do Programa de Pós-graduação em Educação nas Ciências, foram preparados vídeos e textos com relatos dos egressos, além de um espaço para socialização das produções bibliográficas.

Egresso do Programa, dos cursos de Mestrado e Doutorado, Milton Cesar Gerhardt recentemente teve publicado o livro ‘Resistência e organização: a potencialidade do sujeito coletivo’, obra que resulta de sua tese. O livro tem o prefácio do professor Walter Frantz, seu orientador.

Milton concluiu o doutorado em março de 2019, com a tese intitulada Educação, Resistência e Organização: Projeto de Construção de Barragem Hidroelétrica no Rio Uruguai no Município de Alecrim/RS - disponível na página do PPGEC.

O egresso é professor da Secretaria do Estado do Rio Grande do Sul e do curso de Teologia da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI).


Programa de Pós-graduação em Educação nas Ciências reforça relações internacionais com universidades

O Programa de Pós-graduação em Educação nas Ciências (PPGEC) da Unijuí deu continuidade, neste ano, às ações de internacionalização com universidades da América Latina. Para além da realização de eventos que integram os países latino-americanos, a exemplo do 1º Seminário Internacional de Estudos e Pesquisa em Educação nas Ciências, o programa oportunizou interlocuções entre acadêmicos e professores, por meio da participação em redes de pesquisa, disciplinas curriculares e produção de pesquisas compartilhadas, além de orientações a mestrandos e doutorandos.

Durante o ano, o programa contou com diversas participações. A disciplina Constituição do Conhecimento de Professor – Compreensões Contemporâneas, ministrada pelas professoras doutoras Maria Cristina Pansera de Araújo e Eva Teresinha de Oliveira Boff, recebeu a doutora Jenny Johanna Duarte Diaz, da Universidade Pedagógica Nacional – UPN, da Colômbia, sob orientação do professor doutor Édgar Orlay Valbuena Ussa. Ela apresentou a palestra ‘Caracterização do conhecimento didático do conteúdo sobre Educação Ambiental de professores de Bogotá, Colômbia’.

Já a disciplina de Epistemologia e Educação I, ministrada pelas professoras doutoras Maria Cristina Pansera de Araújo e Vidica Bianchi, recebeu o doutor Andrés Julián Carreño Díaz, orientado pela professora doutora Rosa Nidia Tuay Sigua, para apresentar o tema ‘A natureza da ciência que se ensina a partir da prática reflexiva dos professores de ciências’. Também nesta disciplina, ocorreu a participação da professora Diana Arellano, da Universidad Nacional de Misiones, Argentina, que apresentou a palestra ‘Epistemología posabismal: uma proposta latinoamericana de conhecimento emancipador’, fundamentada em estudos de Boaventura de Sousa Santos.

Durante a comemoração dos 25 anos do Programa de Pós-graduação, no mês de novembro, no 21º Encontro Nacional de Educação (Enaced) e no 1º Seminário Internacional de Estudos e Pesquisa em Educação nas Ciências (Siepec), palestraram os professores doutores Leonardo Fábio Martin Pérez, reitor da UPN – Colômbia; e Édgar Orlay Valbuena Ussa, da mesma universidade, como forma de integração dos grupos de pesquisa no convênio interinstitucional (UPN-Unijuí). Além disso, apresentaram trabalhos quatro colombianos: dois deles, Jacqueline Ramírez e Juan Gabriel Perilla J., fazem doutorado na Unijuí. Os outros dois, Andrés Julián Carreño Díaz, da UPN, e o professor da Educação Básica Jonathan Andres Mosquera, estão vinculados à Universidad Surcolombiana.

Ainda em novembro, a professora doutora Helena Copetti Callai participou de um evento internacional no Chile, na Universidad Academia de Humanismo Cristiano, como autora de um capítulo de livro, lançado pela Escola de Geografía: “O poder do território: conhecimento para a transformação dos espaços educativos”. Ela também participa da organização do Colóquio da Redladgeo – Rede de Didáctica de la Geografia, a ser realizado no Chile, em Valparaíso, no primeiro semestre 2021. Essa rede congrega pesquisadores do Brasil, Argentina, Colômbia, Chile e Venezuela. A professora faz parte do Comitê Diretivo.

No Grupo de Estudos em Educação Popular (Geep), ocorreu um evento com a participação da professora doutora Carla Guerron-Montero, da Universidade de Delaware, EUA. Ela reside e trabalha nos Estados Unidos, mas é latino-americana. Seus projetos de pesquisa passam pelo horizonte latino-americano e se vinculam aos estudos de educação popular desenvolvidos na Unijuí no PPGEC. Ela participou de um evento na Unijuí, comentando sobre o uso dos meios digitais nas atividades docentes na universidade norte-americana durante o período da pandemia.

Os professores e também doutores Paulo Evaldo Fensterseifer, Fernando Jaime González, Sidinei Pithan da Silva e Maria Simone Vione Schwengber, juntamente com os professores Robson Borges e Paulo Carlan, participaram de ações da Rede Internacional de Pesquisa em Educação Física Escolar, tematizando ações e pesquisas produzidas no contexto da pandemia. A rede internacional de pesquisas em Educação Física Escolar integra universidades de vários países latino-americanos.

Ainda, a UPN de Bogotá, na Colômbia, formou dois doutores no Doctorado Interinstitucional en Educación. Esses realizaram, em 2017, na Unijuí, o estágio de Pasantia, sob a supervisão da professora Maria Cristina Pansera de Araújo em duas disciplinas do PPGEC.


Evento internacional explora o papel da educação e da ciência

O 21º Encontro Nacional de Educação aconteceu na última semana, em paralelo com o 1º Seminário Internacional de Estudos e Pesquisa em Educação nas Ciências

Na última semana, entre os dias 25 e 26 de novembro, o Programa de Pós-graduação em Educação nas Ciências (PPGEC) da Unijuí promoveu o 21º Encontro Nacional de Educação (Enaced) e o 1º Seminário Internacional de Estudos e Pesquisa em Educação nas Ciências (Siepec). Os eventos aconteceram em parceria com a Universidade de Passo Fundo (UPF), Universidade Pedagógica Nacional da Colômbia e o Centro de Investigação e Estudos da Criança (Universidade do Minho/Portugal).

Contando com a temática “Educação, Ciência e Cientificismo: desafios do mundo contemporâneo”, os eventos aconteceram de forma totalmente virtual e buscaram debater o papel da Educação e da Ciência, por meio de diversas palestras e apresentações de trabalhos. 

Ao todo, foram 140 trabalhados submetidos por egressos e estudantes do Programa, graduandos com seus professores e educadores da Educação Básica. Seis trabalhos foram inscritos por professores da Colômbia e dois de Portugal. Os trabalhos, divididos em 13 eixos temáticos e apresentados em 14 salas virtuais, serão disponibilizados nos anais e, ainda, publicados em um ebook.

A programação celebrou a ampliação dos vínculos da Unijuí e do Programa de Pós-graduação com universidades do exterior, e também marcou os 25 anos de existência do Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências. Por isso, professores, ex-professores e egressos foram convidados a compartilhar as vivências e as contribuições do Programa em suas trajetórias de vida e formação pessoal, acadêmica e profissional. Também foram prestadas homenagens ao professor doutor Mario Osorio Marques (in memoriam), à professora Ruth Marilda Fricke (in memoriam) e a todos os docentes e estudantes do PPGEC.