Destaques do Mestrado e Doutorado - Unijuí

Modelagem Matemática

Doutorado em Modelagem Matemática e Computacional abre inscrições em fluxo contínuo

O curso de Doutorado do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional (PPGMMC) da Unijuí está com vagas abertas em regime de fluxo contínuo, isto é, a inscrição pode ser efetivada a qualquer momento. Após o recebimento da candidatura, o PPGMMC tem até 30 dias para julgamento, deliberação e divulgação sobre a aprovação. Interessados devem se inscrever em unjui.edu.br/ppgmmc.

Ao todo, estão sendo ofertadas seis vagas, sendo duas para cada linha de pesquisa: Modelagem Matemática e Computacional, Otimização e Controle de Sistemas; Modelagem Matemática Aplicada à Engenharia de Biossistemas; Otimização e Integração de Grandes Volumes de Dados. O curso de Doutorado destina-se a mestres em Modelagem Matemática, Matemática Aplicada, Física, Engenharias, Ciências Agrárias, Economia, Ciências da Computação e/ou áreas relacionadas.

Para efetivar a inscrição, o candidato deverá anexar, em PDF, a seguinte documentação: uma foto 3x4 recente; diploma e histórico escolar do Mestrado; Currículo Lattes devidamente comprovado (anexar também cópias de artigos, certificados e diplomas); e memorial descritivo contendo um breve relato de sua experiência acadêmica e profissional, bem como a justificativa pela escolha da linha de pesquisa e do PPGMMC.

O processo seletivo irá envolver três etapas: análise do Currículo Lattes, análise do memorial descritivo e entrevista com a comissão, que será realizada de forma online em data e horário a ser definido para cada candidato. Para mais informações, acesse unijui.edu.br/ppgmmc, onde está disponível o Edital completo, ou entre em contato pelo e-mail ppgmmc@unijui.edu.br ou pelos telefones 55 3332 0205 e 3332 0200 - Ramal 3408.


Mestrado em Modelagem Matemática e Computacional oferta vagas complementares

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional (PPGMMC) da Unijuí está com processo seletivo complementar aberto. A seleção visa o preenchimento de vagas remanescentes do curso de Mestrado, para ingresso no primeiro semestre de 2023. Interessados em concorrer a uma das 10 vagas, ofertadas através do Edital nº 15/2022, devem se inscrever no site unijui.edu.br/ppgmmc, até o dia 12 de fevereiro.

Com duração de dois anos, o curso de Mestrado é destinado a profissionais graduados em Matemática, Física, Engenharias, Ciências Agrárias, Economia, Ciência da Computação e/ou áreas relacionadas à Matemática, que tenham interesse em uma das três linhas de pesquisa do PPGMMC: Modelagem Matemática e Computacional, Otimização e Controle de Sistemas; Modelagem Matemática Aplicada à Engenharia de Biossistemas; e Otimização e Integração de Grandes Volumes de Dados.

O processo seletivo consiste em duas etapas: análise do currículo e memorial descritivo do candidato, além de entrevista. O resultado final da seleção será publicado no dia 17 de fevereiro, juntamente com a data de realização das matrículas. Para obter mais informações acesse a página unijui.edu.br/ppgmmc, onde está disponível o Edital completo, ou entre em contato com Secretaria do Programa pelos telefones 55 3332 0205, ou 55 3332 0200 - Ramal 3408.


Professores participam de eventos na Europa e buscam a construção de rede internacional de pesquisa

Professores do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional da Unijuí, Rafael Frantz e Fabricia Roos-Frantz, realizam, neste mês, uma viagem para Europa, onde participam de bancas e eventos, e buscam a construção de uma rede de pesquisa internacional entre o Brasil, Espanha, Portugal, Inglaterra e Colômbia.

Conforme explica o professor Rafael Frantz, os primeiros contatos que ambos realizaram foi em Portugal, onde os docentes mantêm relações de pesquisa há aproximadamente 15 anos. “O professor Vitor Manuel Bastos Fernandes, que está no Instituto Universitário de Lisboa, já esteve nos visitando na Unijuí, ministrando disciplinas comigo no programa. E nesta visita, discutimos um projeto de pesquisa que tem como objetivo organizar uma rede internacional de colaboração em cima de sistemas. A temática do projeto é ‘Serviços Descentralizados para Cidades Inteligentes’, que resulta da extensão do projeto Cidades Inteligentes, desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa em Computação Aplicada - GCA, o qual lidero na Unijuí”, explicou o docente.

Desde o ano passado, como explica o professor, a Universidade trabalha na implementação da infraestrutura em torno de cidades inteligentes no município de Santa Rosa, por meio do projeto Smart LiveLab: Espaço Colaborativo de Inovação Tecnológica para fomentar o desenvolvimento econômico-social da Macrorregião Noroeste e Missões" -  uma das quatro iniciativas selecionadas no edital da Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (SICT/RS). 

“Esse primeiro projeto de infraestrutura que conseguimos conquistar recursos estaduais, e que é liderado pelo professor Sandro Sawicki, também integrante do GCA, é o projeto que nos permite contar com a base tecnológica necessária para essa nova iniciativa. Durante todo esse ano, trabalhamos numa proposta de projeto de pesquisa que busca construir e desenvolver serviços descentralizados para um ambiente de cidade inteligente. E essa discussão vem sendo feita com alguns parceiros internacionais, a exemplo do professor Carlos Molina Jiménez, pesquisador da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, que esteve na Unijuí no último ano”, comenta.  A mesma proposta foi apresentada ao professor Fernando Sequeira, do Instituto Politécnico de Leiria, em Portugal, durante a viagem.

Os professores chegaram na Espanha no dia 12, onde mantêm, na Universidade de Sevilla, histórico de colaboração em pesquisas há mais de 20 anos. Ambos os professores desenvolveram suas pesquisas de doutorado na instituição. Nos últimos dias, a professora Fabricia participou de duas bancas de doutorado, convidada pelo Grupo de Pesquisa em Engenharia Aplicada, e também ministrou dois seminários, onde explanou sobre os projetos que vêm sendo pesquisados na Unijuí. A possibilidade de colaboração com um grupo de pesquisa da Unijuí também foi tema de discussão, voltada à construção de ferramentas para apoio ao desenvolvimento de experimentos.

“Minhas atividades estiveram ligadas ao Grupo de Pesquisa em Sistemas Distribuídos, do qual fazem parte dos professores Rafael Corchuelo, que também já esteve na Unijuí, e Antônia Maria, que auxilia num projeto na área de blockchain e contratos inteligentes na Unijuí, colaborando na escrita de artigos, em pesquisas e nos seminários de orientação e discussão em grupo. Apresentei ao grupo o que estamos fazendo na Unijuí e também tratei da possibilidade de efetuarmos esse novo projeto voltado às cidades inteligentes”, completou o professor.

A expectativa é de também contar com a colaboração do professor José Joaquín Bocanegra García, da Universidad de los Andes, na Colômbia, que já mantém relações com a Unijuí. “Nos próximos meses, fechando essa proposta, pretendo submeter o projeto em editais que nos permitam buscar recursos e fomentar a mobilidade de pesquisadores”, finalizou Rafael.


Mestrando em Modelagem Matemática e Computacional participa de missão de pesquisa na Colômbia

Em mais uma ação de internacionalização, o Programa de Pós-Graduação em Modelagem Matemática e Computacional (PPGMMC) da Unijuí estreita laços de colaboração com a Universidad de Los Andes (Uniandes), na Colômbia. Ao longo do mês de dezembro, o mestrando Mailson Teles Borges embarcará em uma missão de pesquisa com duração de um ano, junto ao grupo colombiano do professor José Joaquín Bocanegra García.

“O professor José Joaquín tem um largo histórico de colaboração com o PPGMMC e, mais recentemente, integrou um projeto de pesquisa na temática de linguagens específicas de domínio e modelos de transformação para blockchain e contratos inteligentes, liderado pela professora Fabricia Roos-Frantz e do qual Mailson também participa. Dessa forma, se estabeleceu um primeiro contato para realização do intercâmbio”, relatou o orientador do mestrando e coordenador do PPGMMC, professor Sandro Sawicki. 

Quando Mailson ingressou no curso de Mestrado, no início de 2022, já possuía interesse pelo idioma espanhol, bem como por vivenciar uma experiência internacional. “Eu havia planejado ir para a Argentina, mas, devido ao cronograma das aulas, adiei este plano. Na aula de abertura do PPGMMC, o professor Sandro apresentou algumas universidades com as quais a Unijuí tem parceria, incluindo a Uniandes. Então, a Colômbia me pareceu mais atrativa, pois eu teria a imersão no idioma e a experiência de viver em um país com uma cultura diferente da nossa, além da oportunidade de fazer parte de um processo de intercâmbio acadêmico”, relata o mestrando.

Mailson irá pesquisar e desenvolver um novo modelo computacional de transformação, que permita expandir as possibilidades de geração de código em plataformas de blockchain, bem como um conjunto de ferramentas para apoio e uso desse modelo. “A adaptação nos primeiros meses será desafiadora, mas a expectativa do aprendizado é muito empolgante. Ao final do próximo ano tenho a certeza de que estarei muito mais maduro e, ao olhar para trás, estarei ainda mais seguro de que realizar o Mestrado na Unijuí foi a melhor escolha”, afirma o estudante.

O mestrando destaca ainda que o apoio recebido da Unijuí foi fundamental para concretização desse sonho. “Os professores Sandro e Rafael se mostraram muito solícitos com a ideia, me forneceram todo apoio necessário para o desenvolvimento e escrita do projeto, além da interlocução com o professor José, da Uniandes, que nos auxiliou com o processo de solicitação do intercâmbio”, relata Mailson.


PPG em Modelagem Matemática e Computacional prorroga inscrições

Foram prorrogadas as inscrições para o Mestrado e Doutorado em Modelagem Matemática e Computacional da Unijuí. Interessados agora têm até o dia 12 de dezembro para acessar o endereço unijui.edu.br/ppgmmc e realizar a inscrição. 

Ao todo, são ofertadas 25 vagas para o Mestrado e 10 para o Doutorado, divididas entre as linhas de pesquisa do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu: Modelagem Matemática Aplicada à Engenharia de Biossistemas; Otimização e Integração de Grandes Volumes de Dados e Modelagem Matemática e Computacional, Otimização e Controle de Sistemas. 

A seleção para o Mestrado destina-se aos profissionais com graduação em Matemática, Física, Engenharias, Ciências Agrárias, Economia, Ciências da Computação e/ou áreas correlatas à matemática. Já o doutorado tem como público-alvo mestres em Modelagem Matemática, Matemática Aplicada, Matemática, Física, Engenharias, Ciências Agrárias, Economia, Ciências da Computação e/ou áreas correlatas à Matemática.

Os inscritos terão que passar por duas fases do processo seletivo: análise do currículo do candidato em conjunto com Memorial Descritivo e entrevista.

Para obter mais informações, entre em contato pelo e-mail ppgmmc@unijui.edu.br ou pelos telefones 3332 0200 e 3332 0451 - Ramal 3408. 


Últimos dias de inscrições para o Programa de Pós-Graduação em Modelagem Matemática e Computacional

No dia 27 de novembro encerra-se o período de inscrições para o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional (PPGMMC) da Unijuí. Para as turmas que ingressam em 2023, estão sendo ofertadas 25 vagas para o curso de Mestrado e 10 para o Doutorado. As inscrições e o edital completo da seleção podem ser acessados no endereço unijui.edu.br/ppgmmc.

O programa é destinado a profissionais com diploma de cursos superior em Matemática e áreas afins, como Física, Engenharias, Ciências Agrárias e Computação, sendo dividido em três áreas de concentração: Modelagem Matemática Aplicada à Engenharia de Biossistemas; Otimização e Integração de Grandes Volumes de Dados; e Modelagem Matemática e Computacional, Otimização e Controle de Sistemas.

O processo seletivo é composto por duas etapas: análise do currículo do candidato em conjunto com memorial descritivo e entrevista. Para mais informações, acesse o site unijui.edu.br/ppgmmc ou entre em contato pelo e-mail ppgmmc@unijui.edu.br ou pelos telefones 3332 0200 e 3332 0451 - Ramal 3408.


Mestrado e Doutorado da Unijuí preparam estudantes para transformar o mundo a partir da ciência

Apaixonada pela matemática aplicada, Andressa Tais Diefenthäler escolheu o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional da Unijuí para seguir seus estudos na área. Com o objetivo de transformar realidades, a doutoranda realiza sua pesquisa voltada à proposição de uma metodologia baseada em redes neurais para a detecção de faltas de alta impedância em um sistema de distribuição de energia elétrica. 

“Eu trabalho com os sistemas da rede elétrica e a falta de alta impedância. Ela pode ser entendida como uma falta cujos valores decorrentes são muito baixos, sendo faltas que não são diagnosticadas pelos sistemas convencionais de proteção da rede elétrica. Então, essa pesquisa visa, inicialmente, uma proteção à população e, com isso, trazer ganhos também às concessionárias, aos operadores do sistema elétrico, visto que assim eles podem detectar de forma ágil e acurada uma falta de alta impedância e podem também agir o mais rapidamente possível”, explicou Andressa.

O Programa de Pós-Graduação em Modelagem Matemática e Computacional conta com três linhas de pesquisa: Modelagem Matemática Aplicada à Engenharia de Biossistemas; Otimização e Integração de Grandes Volumes de Dados e Modelagem Matemática e Computacional, Otimização e Controle de Sistemas. A seleção de estudantes para o programa está aberta e segue até 27 de novembro. No total, estão sendo ofertadas 25 vagas para o Mestrado e 10 para o Doutorado. 

As inscrições e o edital completo podem ser acessados no site unijui.edu.br/ppgmmc. Para obter mais informações, entre em contato pelo e-mail ppgmmc@unijui.edu.br ou pelos telefones 55 3332 0451 e 55 3332 0200 - Ramal 3408.


Doutoranda desenvolve pesquisa para detectar faltas de alta impedância em sistemas de distribuição de energia

Apaixonada pela matemática aplicada, Andressa Tais Diefenthäler escolheu o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional da Unijuí para seguir seus estudos na área. Com o objetivo de transformar realidades, a doutoranda realiza sua pesquisa voltada à proposição de uma metodologia baseada em redes neurais para a detecção de faltas de alta impedância em um sistema de distribuição de energia elétrica. 

“Eu trabalho com os sistemas da rede elétrica e a falta de alta impedância. Ela pode ser entendida como uma falta cujos valores decorrentes são muito baixos, sendo faltas que não são diagnosticadas pelos sistemas convencionais de proteção da rede elétrica. Então, essa pesquisa visa, inicialmente, uma proteção à população e, com isso, trazer ganhos também às concessionárias, aos operadores do sistema elétrico, visto que assim eles podem detectar de forma ágil e acurada uma falta de alta impedância e podem também agir o mais rapidamente possível”, explicou Andressa.

O Programa de Pós-Graduação em Modelagem Matemática e Computacional conta com três linhas de pesquisa: Modelagem Matemática Aplicada à Engenharia de Biossistemas; Otimização e Integração de Grandes Volumes de Dados e Modelagem Matemática e Computacional, Otimização e Controle de Sistemas. A seleção de estudantes para o programa está aberta e segue até 27 de novembro. No total, estão sendo ofertadas 25 vagas para o Mestrado e 10 para o Doutorado. 

As inscrições e o edital completo podem ser acessados no site unijui.edu.br/ppgmmc. Para obter mais informações, entre em contato pelo e-mail ppgmmc@unijui.edu.br ou pelos telefones 55 3332 0451 e 55 3332 0200 - Ramal 3408.


Mestrado e Doutorado em Modelagem Matemática e Computacional estão com inscrições abertas

Estão abertas as inscrições para o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional (PPGMMC) da Unijuí. O prazo iniciou na segunda-feira, 12 de setembro, e segue até 27 de novembro. Para 2023 estão sendo ofertadas 25 vagas para o Mestrado e 10 para o Doutorado. As inscrições e o edital completo da seleção podem ser acessados no endereço unijui.edu.br/ppgmmc.

O programa é dividido em três áreas de concentração: Modelagem Matemática Aplicada à Engenharia de Biossistemas; Otimização e Integração de Grandes Volumes de Dados e Modelagem Matemática e Computacional, Otimização e Controle de Sistemas. Segundo o coordenador do PPGMMC, professor pós-doutor Sandro Sawicki, o programa utiliza a matemática e a computação como temáticas centrais de teses e dissertações, visando buscar soluções para problemas atuais nas mais diversas áreas do conhecimento. 

“A Modelagem Matemática e Computacional é utilizada em vários problemas aplicados. Com isso, diferentes temáticas são focos de pesquisa em nosso programa, tais como: sistemas dinâmicos e de controle nas engenharias; armazenamento e secagem de grãos; redes de sensores sem fio; planejamento de redes inteligentes; problemas que envolvem a otimização, educação, biossistemas, melhoramento vegetal, produção de novos materiais; controle e automação de sistemas; solução de integração de aplicações empresariais; geração de energia; inteligência artificial; internet das coisas; cidades inteligentes; data mining; microeletrônica, entre outros”.

O PPG em Matemática e Computacional abrange profissionais com diploma de curso superior em Matemática e áreas afins, Física, Engenharias, Ciências Agrárias e Computação. “O PPGMMC da Unijuí conta com pesquisadores qualificados em seu quadro docente, além de ser um programa stricto sensu consolidado, atuando a quase 30 anos na formação de mestres e doutores para atuação em empresas e no Ensino Superior como docentes, pesquisadores e cientistas”, explicou. 

Para obter mais informações, entre em contato pelo e-mail ppgmmc@unijui.edu.br ou pelos telefones 3332 0200 e 3332 0451 - Ramal 3408. 


Realizada a 8ª edição do Seminário de Formação Científica e Tecnológica

O Centro de Eventos da Unijuí foi sede nesta quarta-feira, 14 de setembro, do 8º Seminário de Formação Científica e Tecnológica (SFCT), promovido pelo  Grupo de Pesquisa em Computação Aplicada (GCA). O evento deixou de ser realizado nos dois últimos anos, 2020 e 2021, por conta da pandemia de covid-19.

Conforme explicou o coordenador do evento e do Grupo de Pesquisa, professor doutor Rafael Frantz, o seminário se originou como um momento de conversa entre os membros do GCA, a fim de formar os estudantes no processo de escrita e de publicação de trabalhos científicos. Ao longo dos anos, o evento mudou o seu formato e hoje é aberto a outros acadêmicos e professores, que unem-se no debate de diferentes temáticas.

“Nós selecionamos alguns trabalhos dentro do grupo, que tinham relação com os temas abordados neste ano, e durante a tarde de ontem, eles foram socializados. À noite, tivemos a oportunidade de conferir a palestra do professor Carlos Molina, da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, que ministra uma disciplina no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional da Unijuí”, explicou o professor. Molina chegou na cidade no dia 10 e permanecerá até o dia 23 de setembro, contribuindo com a formação de mestrandos e doutorandos.

Participando do evento, o vice-reitor de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão da Unijuí, professor Fernando Jaime González, ressaltou que um dos propósitos da Universidade é proporcionar experiências internacionais aos estudantes. “Temos um grupo de acadêmicos realizando intercâmbio em países europeus, estamos recebendo 17 alunos estrangeiros, e esperamos que essa integração se amplie cada vez mais, especialmente agora, que passamos do período crítico da pandemia”, afirmou.

A programação teve início às 14h, com fala do professor Rafael Frantz e apresentação do trabalho “Jabuti: A DSL for Writing Smart Contracts in Application Integration” pelo doutorando em Modelagem Matemática e Computacional da Unijuí, Eldair Fabricio Dornelles. Também doutorando do Programa, Matheus Henrique Rehbein participou a partir das 14h50, falando sobre o “Modelo Computacional para recomendação de potenciais orientadores em Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu: um estudo de caso dirigido ao Comung”.

Após o intervalo, as apresentações seguiram com o doutorando do PPGMMC, Luis Adolfo Patiño Hernández, sobre a “Previsão de evasão universitária a partir de análise de dados educacionais”. Às 16h, o doutorando do programa, Fernando Parahyba, abordou o tema “Verifying Jabuti Smart Contracts for Application Integration”. Fechando a tarde, a temática “Evaluation of the Application of the Blockchain Technology as an Infrastructure for Recording Research Protocols on Living Animals Experiments” foi abordada pelo mestrando do programa, Eduardo Oliveira.

À noite, ocorreu a palestra “Towards Redecentralisation: decentralised technologies, research directions and challenges”, com o doutor Carlos Molina-Jiménez, da Universidade de Cambridge. A programação foi transmitida para o campus Santa Rosa.