Modelagem Matemática

Modelagem Matemática e Computacional tem seminário para apresentação de projetos

O Programa de Pós-Graduação em Modelagem Matemática e Computacional da Unijuí promoveu nesta terça-feira, dia 3 de agosto, o Seminário de Apresentação dos Projetos de Tese. A transmissão aconteceu pelo Google Meet e contou com a participação de estudantes e professores do Programa.

O Seminário de Tese tem por objetivo acompanhar o desenvolvimento das pesquisas dos estudantes de Doutorado, a fim de avaliar a capacidade de aplicação da metodologia adequada à pesquisa, avaliar a capacidade de problematização, formulação de hipóteses e desenvolvimento do raciocínio lógico, além de evidenciar os primeiros resultados de pesquisa.

Foram apresentados os seguintes Projetos de Tese:

Modelagem de ensaios não destrutivos e parcialmente destrutivos para estimativa da resistência à compressão de estruturas de concreto

Doutorando: Lucas Fernando Krug

Orientador: Prof. Dr. Paulo Sérgio Sausen

Coorientador: Prof. Dr. Mauricio de Campos

Pareceristas: Prof. Dr. André Luiz Böck e Prof. Dr. Manuel Osorio Binelo

Modelagem Matemática da interação roda e terreno do protótipo de um veículo fora de estrada para fins agrícolas

Doutorando: Edson Baal

Orientador: Prof. Dr. Manuel Osorio Binelo

Coorientador: Prof. Dr. Mauricio de Campos

Pareceristas: Prof. Dr. José Antonio Gonzalez da Silva e Prof. Dr. João Manoel Lenz Vianna da Silva

Monitoramento de processos de integração com Smart Contracts

Doutorando: Fernando Parahyba

Orientadora: Profa. Dra. Fabricia Carneiro Roos Frantz

Coorientador: Prof. Dr. Rafael Zancan Frantz

Pareceristas: Prof. Dr. Paulo Sérgio Sausen e Profa. Dra. Airam Teresa Zago Romcy Sausen


Grupo de pesquisa motiva dissertação de Mestrado em Modelagem Matemática e Computacional

Caroline Maiza Dapper, mestranda em Modelagem Matemática e Computacional na Unijuí, defendeu sua dissertação de mestrado no final do último mês. O tema “Modelagem Matemática dos efeitos provocados pela temperatura ambiente ao longo da profundidade de revestimentos asfálticos de pavimento flexível”, apresentado de forma online, foi inspirado em uma proposta que a estudante recebeu do grupo de pesquisa do qual participou.

“O que me levou a pesquisar esse tema foi esta parceria com o professor André Bock, onde pude associar os preceitos do Programa de Modelagem Matemática e o banco de dados real coletado, que ele tinha disponível. Dessa maneira, foi possível realizar a pesquisa na minha área de formação, que é a Engenharia Civil”, conta a mestranda

O projeto foi orientado pelo professor doutor Sandro Sawicki e pelo professor doutor Rafael Zancan Frantz. A banca examinadora também foi composta pelos professores doutores André Luiz Böck e César Winter de Mello. “A oportunidade de cursar o mestrado foi muito engrandecedora para mim, pois a pesquisa, de forma geral, nos incentiva a sair da zona de conforto. É um desafio diário buscar novos conhecimentos e a Unijuí nos proporciona todos os subsídios necessários para que façamos nossas pesquisas,” afirma Caroline, evidenciando a importância de participar de grupos de pesquisas durante sua formação. 

“Com o título de mestre, pretendo buscar oportunidades de trabalho no meio acadêmico. Em um primeiro momento continuaremos realizando a pesquisa para aperfeiçoar a modelagem matemática proposta e não farei o doutorado agora, mas não descarto a possibilidade de fazer futuramente”, acrescenta a mestranda.

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional na Unijuí tem como objetivo utilizar a modelagem matemática para a melhoria dos processos produtivos, em especial, no setor agroindustrial da região e do País. Também proporciona aos estudantes trabalhar na área de Ensino Superior e em empresas como docentes/pesquisadores e cientistas. Além disso, o Programa é utilizado em diversos problemas aplicados, como identificação de sistemas; sistemas dinâmicos e controle de sistemas nas engenharias; armazenamento e secagem de grãos; redes de sensores sem fio e planejamento de redes inteligentes (smart grids); robótica móvel; problemas que envolvem otimização, melhoramento vegetal, fisiologia de plantas cultivadas; produção de novos materiais para engenharia, controle e automação de sistemas; solução de integração em aplicações empresariais, inteligência artificial, data mining, microeletrônica, entre outros.

Para saber mais sobre os programas de Mestrado e Doutorado da Unijuí, acesse o link.

Gabriel R. Jaskulski, acadêmico de Jornalismo da Unijuí


PPG em Modelagem Matemática e Computacional abre inscrições para estudante eventual

Já estão abertas as inscrições para Estudante Eventual nos cursos de Mestrado e Doutorado do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional da Unijuí. O prazo encerra-se no dia 30 de julho.

Conforme consta no edital, que pode ser acessado neste link, são ofertadas cinco vagas em cada um dos seguintes componentes: Técnicas de Otimização Baseadas em Buscas (segunda-feira à tarde); Computação Científica I (terça-feira pela manhã) e Métodos de Elementos Discretos (terça-feira à tarde).

Inscrições devem ser realizadas através do encaminhamento da documentação para o e-mail ppgmmc@unijui.edu.br. São necessários: documentos de identificação, como CPF, Carteira de Identidade e Certidão de Nascimento/Casamento; diploma e histórico escolar da Graduação e do Mestrado (se for o caso), em áreas afins do Programa; requerimento de inscrição (anexo 1 do edital); uma foto 3x4 recente; e curriculum vitae modelo Lattes CNPq, com cópia dos comprovantes essenciais.

O Programa tem com o objetivo fomentar e consolidar a pesquisa na região Noroeste do Estado, capacitando profissionais para atuarem em temas de pesquisa vinculados à área das Ciências Exatas em geral, onde a interdisciplinaridade atua como instrumento articulador e a modelagem matemática e computacional é usada como temática central e ferramenta para compreender e propor soluções, privilegiando a sustentabilidade para os diversos problemas regionais e do País, nas diferentes áreas do conhecimento.


Parceria entre Unijuí e Bruning Tecnometal resulta em dissertação de mestrado

O ano era 2019. Um grupo de professores do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional (PPGMMC) da Unijuí visitava a Bruning, em Panambi, para conhecer alguns problemas que ocorriam na empresa, no setor produtivo, e que poderiam ser investigados pelos pesquisadores da Universidade. Foi neste momento em que os docentes tiveram o primeiro contato com o tema de pesquisa da dissertação do estudante Marcelo Maroski, que envolve o processo de soldagem.

Em 2021,  o mestrando apresentou a dissertação que é resultado da parceria entre a Unijuí e a Bruning Tecnometal de Panambi, e que leva como título “Modelagem Matemática da Eficiência Térmica da Soldagem a Arco Elétrico Utilizando Redes Neurais Artificiais”. A pesquisa foi orientada pela professora doutora Airam Teresa Zago Romcy Sausen e teve como coorientador o professor doutor Paulo Sérgio Sausen.

Segundo a professora Airam, o aporte térmico é uma variável importante no processo de soldagem. “Ela está diretamente relacionada às características da junta soldada. Por outro lado, a parcela de calor que realmente é transferida para a peça, na prática, é menor que o calor nominal imposto ou gerado pela fonte de solda. Esse fato acaba influenciando na estimativa da eficiência térmica da soldagem a arco elétrico”, explica Airam.

Nesse contexto, foi desenvolvido um modelo matemático utilizando Rede Neural Artificial para ser utilizado em conjunto com um calorímetro, a fim de se obter uma estimativa prévia da eficiência térmica da soldagem e evitar despesas com ensaios experimentais que produziram resultados abaixo do ideal. O modelo matemático proposto foi validado por meio do método k-fold cross-validation, apresentando baixo erro relativo médio.

Para Marcelo, os pontos importantes e diferenciais de seu trabalho estão na parceria entre Universidade e a indústria. “O tema de pesquisa é inédito no Programa de Mestrado em Modelagem Matemática. Não encontramos algo semelhante à proposta de desenvolver um modelo matemático para estimar a eficiência térmica da soldagem a arco elétrico. Outro ponto importante é a abrangência de três áreas distintas: ciência da computação, modelagem matemática e soldagem industrial”, explica o mestrando. 

A soldagem a arco elétrico é um método amplamente utilizado pela indústria. Sua aplicação pode ser encontrada em pontes, carros, implementos agrícolas e muitos outros exemplos. Um dos parâmetros geralmente utilizados para avaliar o processo de soldagem é a eficiência térmica, que permite identificar a parcela de energia produzida que efetivamente está sendo aproveitada. No entanto, determinar esse parâmetro pode acabar se tornando um problema, seja pelas normas técnicas que não conseguem contemplar todas as variações nos parâmetros de solda, seja por todos os custos envolvidos nos experimentos desenvolvidos com o auxílio de calorímetros.

Nesse sentido, a proposta de um modelo matemático que estima, em poucos segundos, a eficiência térmica, a partir da definição dos parâmetros de solda, pode ser de grande auxílio para a indústria. “Utilizando-se o modelo em conjunto com o calorímetro, seria possível evitar a execução de um ensaio experimental com uma combinação de parâmetros para os quais o modelo teria apontado baixo valor de eficiência. Também não seria necessária a realização de um novo ensaio experimental a cada pequena mudança nos parâmetros de solda. Assim, pode-se dizer que a utilização do modelo matemático no meio industrial seria capaz de reduzir a quantidade de ensaios experimentais a serem realizados. Por consequência, isso significaria economia de tempo, mão de obra e recursos financeiros para a empresa que utiliza a soldagem a arco elétrico em seus produtos”, ressalta Marcelo.

Airam destaca a importância de parcerias como essa. “Para nós, Unijuí e PPGMMC, fortalecer a relação empresa e Universidade é um compromisso importante para o crescimento da região Noroeste do Estado do RS. Nosso agradecimento à Bruning Tecnometal de Panambi pela parceria e pela confiança. Esperamos que esses sejam os primeiros trabalhos de muitos que virão”, finaliza a professora. 

Estiveram envolvidos nesta pesquisa docentes do PPGMMC da Unijuí, os professores doutores Manuel Osório Binelo e Maurício de Campos, e pesquisadores da Bruning, Diego Tolotti e Paola Lopes. 

A mestranda Isabel Matte está dando continuidade à pesquisa desenvolvida por Marcelo, sendo contemplada com bolsa do Programa Mestrado Acadêmico de Inovação (MAI) da CNPq; e o estudante de doutorado Ibson Harter, vinculado à Bruning, está iniciando sua pesquisa no tema de estamparia de ferramenta para indústria.

Por Evelin Ramos, bolsista de Popularização da Ciência da Unijuí


Modelagem Matemática e Computacional realiza seminário para apresentação de projetos

O Programa de Pós-Graduação em Modelagem Matemática e Computacional da Unijuí promoveu na última terça-feira, dia 11 de maio, o Seminário de Apresentação dos Projetos de Dissertações. A transmissão aconteceu pelo Google Meet e contou com a participação de estudantes e professores do Programa. 

O Seminário de Dissertação tem por objetivo acompanhar o desenvolvimento das pesquisas dos estudantes de Mestrado, com vistas a avaliar a capacidade de aplicação da metodologia adequada à pesquisa, avaliar a capacidade de problematização, formulação de hipóteses e de desenvolvimento do raciocínio lógico, além de evidenciar os primeiros resultados de pesquisa.

Foram apresentados os seguintes Projetos de Dissertações:

- Modelagem Matemática do tempo de vida de baterias através de um modelo híbrido considerando o número de ciclos

Mestranda: Julia Dammann

Orientadora: Profa. Dra. Marcia de Fátima Brondani Binelo

- Modelagem Matemática e Computacional na redução de nitrogênio solúvel por meio do emprego de espécies de rápido crescimento e decomposição anteriores à semeadura da aveia

Mestranda: Eduarda Warmbier

Orientador: Prof. Dr. José Antonio Gonzalez da Silva

- Modelagem Matemática para obtenção de propriedades da soja por meio de inteligência artificial

Mestrando: Maurício dos Santos Dessuy

Orientador: Prof. Dr. Manuel Osório Binelo

- Modelagem Matemática de ensaios não destrutivos para determinação da resistência à compressão do concreto

Mestranda: Flávia I. Bandeira

Orientador: Prof. Dr. Maurício de Campos

- Modelagem Computacional a partir da relação entre o perfil econômico e o nível de isolamento social no contexto da pandemia de Covid-19 no Estado do Rio Grande do Sul usando Machine Learning

Mestrando: Félix Hoffmann Sebastiany

Orientador: Prof. Dr. Sandro Sawicki

- Métodos estatísticos robustos aplicados ao estudo do comportamento do makespan em motores de plataformas de integração

Mestranda: Carolina Hilda Schleger

Orientador: Prof. Dr. Benjamim Zucolotto

- Modelo Computacional para sugestão de Programas de Pós-Graduação para Estudantes: um caso baseado no Comung

Mestrando: Matheus Rehbein

Orientador: Prof. Dr. Rafael Zancan Frantz

- Modelagem Matemática e Computacional de Biodigestores

Mestranda: Luana Obregon

Orientador: Prof. Dr. João Manoel Lenz Vianna da Silva


Mestrado e Doutorado em Modelagem Matemática: inscrições abertas para Estudante Eventual

 

 

As inscrições poderão ser feitas até 02 de março de 2020, na Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Modelagem Matemática

 

O Programa de Pós-Graduação em Modelagem Matemática, curso de Mestrado e Doutorado da Unijuí, divulgou edital para admissão de Estudante Eventual para o primeiro semestre de 2020. O edital com todas as informações está disponível na página do Programa, no Portal da Unijuí.   

As inscrições poderão ser feitas até 02 de março junto à Secretaria do Programa de Pós-Graduação Stricto-Sensu em Modelagem Matemática, no Prédio do DCEEng, Campus Ijuí, em horário de expediente, das 8h às 11h30min e das 13h30min às 17 horas, ou poderão ser enviadas até dia 02 de março, por SEDEX para o seguinte endereço:

UNIJUÍ - DCEEng/Programa de Pós-Graduação Stricto-Sensu em Modelagem Matemática, Rua Lulu Ilgenfritz, 480, Bairro São Geraldo, 98700-000 – Ijuí/RS

A documentação para a inscrição compreende:

 

  • Curriculum Vitae modelo lattes CNPq, com cópia dos comprovantes essenciais;
  • Requerimento de Inscrição (formulário disponível no site e na secretaria do Programa);
  • Cópia do diploma e histórico escolar da Graduação (autenticados) em áreas afins do Programa, para candidatos a vagas de disciplinas no Curso de Mestrado; ou Cópia do diploma e histórico da Graduação e do Mestrado (autenticados) em áreas afins do Programa, para candidatos a vagas de disciplinas no Curso de Doutorado.
  • Cópia do CPF, Identidade e Certidão de Nascimento/Casamento;
  • Uma (01) foto 3x4 recente.

 

A divulgação dos nomes dos candidatos selecionados para ingressarem no Programa, como Estudante Eventual, será feita no dia 04 de março, no site do PPGMM: www.unijui.edu.br/ppgmm

A matrícula dos estudantes selecionados deverá ser feita no período de 06 e 09 de março, na Secretaria Acadêmica da UNIJUÍ, (Prédio da Biblioteca Mário Osório Marques), campus Ijuí, no horário de expediente (no turno da manhã e tarde). A não efetivação da matrícula pelo candidato selecionado, no prazo indicado, implicará na perda da vaga.

Outras informações podem ser obtidas na Secretaria do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática, pelo telefone: 55-3332-0205 ou pelo e-mail: ppgmm@unijui.edu.br ou no site: www.unijui.edu.br/ppgmm, no link formulários e editais.

 


Internacionalização: doutoranda da Unijuí vai receber dupla titulação

             

A Unijuí possui um processo intenso e contínuo de internacionalização. Os Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu, em suas ofertas de Mestrado e Doutorado, são um dos principais agentes deste processo, estabelecendo ampla relação com instituições de diversas partes do mundo.

A doutoranda Daniela Lopes Freire, vai receber dupla titulação acadêmica: pela Unijuí, no Programa de Pós-Graduação em Modelagem Matemática (DCEEng) e pelo Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE), de Portugal. O exame de qualificação para a banca ocorreu na tarde de 17 de dezembro, terça-feira, na Sala de videoconferência da Biblioteca Mario Osorio Marques, no Campus Ijuí, e foi composta por oito professores, sendo 1 professora da Universidade Federal de Santa Maria, 3 professores da UNIJUI, 1 professora da De Montfort University (Reino Unido), 1 pesquisador da University of Cambridge (Reino Unido) e 2 professores do ISCTE (Portugal), para atender os critérios de ambas as instituições. “A dupla titulação pela UNIJUÍ e o Instituto Universitário de Lisboa é uma oportunidade maravilhosa e um grande passo na minha carreira acadêmica”, salientou Daniela. A doutoranda integra o Grupo de Pesquisa em Computação Aplicada (GCA) da Unijuí e desenvolve aqui sua pesquisa sob orientação do professor Rafael Zancan Frantz. Em Portugal foi orientada pelo professor Vitor Manuel Basto Fernandes, que já esteve alguma vezes realizando missões de pesquisa junto ao PPGMM da UNIJUÍ.

Daniela também lembrou o percurso até chegar a este momento em sua carreira: “em Portugal eu tive o desafio de cursar disciplinas e apresentar seminários convivendo com colegas e professores dentro de uma cultura acadêmica diferente da brasileira. Lá os indicadores para as publicações são diferentes e a forma de avaliação leva mais em conta o perfil investigativo do que propriamente os resultados obtidos. Na banca da qualificação da pesquisa havia oito professores, quatro brasileiros, dois portugueses e dois do Reino Unido. Três idiomas foram falados: português, inglês e espanhol. A visão e a abordagem desses professores enriqueceram bastante a discussão e resultará em uma grande contribuição para a minha pesquisa”, complementou.

A pesquisa da Daniela centra-se na melhoria e proposição de um motor de execução mais eficiente para executar processos de integração em plataformas de integração de aplicações empresariais. Essa pesquisa forma parte de um projeto financiado pela FAPERGS no edital Pesquisador Gaúcho que vem sendo desenvolvido no grupo GCA com a colaboração de pesquisadores internos e externos. Alguns dos resultados parciais da pesquisa podem ser consultados no site do grupo, em: www.gca.unijui.edu.br.

             


Inscrições prorrogadas para o Mestrado e Doutorado em Modelagem Matemática da Unijuí

As inscrições para o processo seletivo do Programa de Pós-Graduação em Modelagem Matemática, Mestrado e Doutorado, foram prorrogadas até o dia 24 de novembro de 2019.

O Programa possui uma área de concentração em Modelagem Matemática e está inserido na Área de Avaliação Interdisciplinar da Capes, possui três Linhas de Pesquisa, que são: 1) Modelagem Matemática e Computacional, Otimização e Controle de Sistemas. 2) Modelagem Matemática Aplicada à Engenharia de Biossistemas. 3) Otimização e Integração de Grandes Volumes de Dados

São 25 vagas para o Curso de Mestrado e 10 vagas para o Curso de Doutorado. A documentação necessária e as etapas do processo seletivo estão disponíveis no Edital 07/2019, na página do Programa.

Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail: ppgmm@unijui.edu.br ou pelo telefone (55) 3332 0205 ou (55) 3332-0200 – Ramal 3408.


Pesquisador da Universidad Tecnológica de La Habana esteve em banca em Defesa de Tese

             

No dia 18 de outubro de 2019, no auditório do DCEEng/UNIJUÍ, foi realizada a defesa de Tese de Doutorado do estudante do Programa em Modelagem Matemática Renan Gabbi, com o título: “Simulação Computacional e uso de Métodos Analíticos para Posicionamento de Elementos Sensores Piezoresistivos de Grafite em Substrato Polimérico”, orientado pelo Prof. Dr. Luiz Antonio Rasia, líder do GPMaD - Research Group on Materials and Devices – UNIJUÍ.

A banca de defesa foi constituída pelos pesquisadores: Prof. Dr. Jorge Ramírez Beltrán, da Universidad Tecnológica de La Habana, “José Antonio Echeverría” – La Cujae (http://cujae.edu.cu/), Prof. Dr. Daniel Curvello de Mendonça Müller, da UFSM, Prof. Dr. José Antonio Gonzalez da Silva, do DEAg/UNIJUI e Prof. Dr. Manuel Martin Peres Reimbold, do DCEEng/UNIJUI.

Na oportunidade, o Lider do GPMaD, Prof. Dr, Rasia, reafirmou os contatos e parcerias com a Universidad Tecnológica de La Habana, visando desenvolver pesquisas interdisciplinares nas áreas de Bioengenharias, Novos Materiais, Dispositivos Sensores para IoT (Internet of Things) e Wearable Sensors.

                  


Diversidade de áreas e aplicações: saiba mais sobre os cursos de Mestrado e Doutorado em Modelagem Matemática

A modelagem matemática é uma área cientifica que usa a Matemática e a Computação Científica para a elaboração de modelos matemáticos, buscando soluções para problemas atuais nas mais diversas áreas do conhecimento. O Programa de Pós-Graduação em Modelagem Matemática (PPGMM) - Mestrado e Doutorado - tem como objetivo principal utilizar a modelagem matemática como temática fundamental em suas dissertações e teses para a melhoria dos processos produtivos, em especial, no setor agroindustrial da região e do país, além da formação de profissionais nessa área para atuar no ensino superior e em empresas como docentes/pesquisadores e cientistas.

A pesquisadora Débora Bottega, mestranda em Modelagem Matemática, explica o motivo pelo qual escolheu o Programa: “Durante a graduação tive interesse pela academia, então eu escolhi o mestrado em modelagem matemática porque ele se aplica exatamente na minha área de formação”, justificou.

A modelagem matemática é utilizada em diversos problemas aplicados e diferentes temáticas são focos de pesquisa no PPGMM, tais como: identificação de sistemas, sistemas dinâmicos e controle de sistemas mecânicos nas engenharias, armazenamento e secagem de grãos, redes de sensores sem fio e planejamento de redes inteligentes (i.e., smart grids), robótica móvel, problemas que envolvem otimização, melhoramento vegetal, fisiologia de plantas cultivadas, produção de novos materiais para engenharia, controle e automação de sistemas, solução de integração em aplicações empresariais, microeletrônica, entre outros.

O programa está voltado para os profissionais com diploma de curso superior em Matemática, Física, Engenharias, Ciências Agrárias, Computação e/ou áreas afins com a Matemática. As inscrições para os cursos de Mestrado e Doutorado em Modelagem Matemática seguem abertas até o dia 17 de novembro. A documentação necessária e as etapas do processo seletivo estão disponíveis no Edital 06/2019, disponível na página do Programa.