Modelagem Matemática

Selecionado em edital para estrangeiros, estudante do Equador é recepcionado pela Unijuí

Luis Adolfo Patiño Hernandez cursa o doutorado em Modelagem Matemática e Computacional desde o ano passado

A Unijuí recepcionou nesta quinta-feira, 2 de dezembro, o estudante do doutorado em Modelagem Matemática e Computacional, Luis Adolfo Patiño Hernandez, do Equador, que é professor da Universidad Politécnica Estatal del Carchi (Upec) - instituição com a qual a Unijuí mantém acordo de cooperação. A recepção contou com a presença do vice-reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unijuí, professor Fernando Jaime González; da orientadora de Luis, professora Fabricia C. R. Frantz; e da assessora de Relações Internacionais, Vanderléia de Andrade Haiski.

O estudante foi aprovado no processo de seleção para candidatos estrangeiros interessados em ingressar nos cursos de Mestrado e Doutorado da Unijuí. “Fui convidado para uma reunião de trabalho, onde foram apresentados os principais Programas [de Pós-Graduação Stricto Sensu] que a Unijuí oferece. Como minha área é Computação, fiquei atento ao Programa de Modelagem Matemática e Computacional, em especial à área de Otimização e Integração de Grandes Volumes de Dados”, explicou o doutorando, que participa de aulas online desde o ano passado e que, agora, conseguiu vir para Ijuí, para onde também pretende trazer a família. “Não é sempre que temos uma oportunidade assim”, disse.

A orientadora, professora Fabricia C. R. Frantz, permaneceu por mais de cinco anos na Espanha, para realização do seu doutorado, e sabe exatamente o caminho que o estudante está trilhando - em um novo país, com novas pessoas e idioma. Com a sua experiência, ela está conseguindo auxiliar o doutorando na adaptação e na construção do seu projeto. “Estamos trabalhando em um projeto que o Luis já tinha a intenção de desenvolver e que, coincidentemente, está na mesma área de um outro doutorando, que é Learning Analytics, ou análise de dados educacionais”, destacou a professora. A ideia é dar suporte à gestão universitária e entender problemas que podem acontecer no aprendizado a partir da análise de dados computacionais, gerados em sistemas utilizados por estudantes e professores. 

Segundo o vice-reitor, professor Fernando Jaime González, a política de internacionalização da Unijuí tem dois propósitos: primeiro, potencializar a pesquisa, já que o intercâmbio permite que o conhecimento produzido aqui seja conhecido fora dos limites do País; e o enriquecimento cultural. “Ter uma pessoa de outro país possibilita que nossos estudantes conheçam outras realidades, outros contextos, e oportuniza que portas se abram em outras instituições, em outros países”, reforçou.


PPG em Modelagem Matemática e Computacional recebe inscrições até a próxima semana

Foram prorrogadas as inscrições para o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional da Unijuí. Interessados agora têm até o dia 10 de dezembro, próxima sexta-feira, para se inscrever e concorrer a uma das 25 vagas para o curso de Mestrado, ou uma das 10 vagas para o Doutorado. A inscrição deve ser realizada em unijui.edu.br/ppgmmc, mediante preenchimento de formulário eletrônico e entrega dos documentos necessários.

O Programa possui área de concentração em Modelagem Matemática e conta com três linhas de pesquisa: Modelagem Matemática e Computacional, Otimização e Controle de Sistemas; Modelagem Matemática Aplicada à Engenharia de Biossistemas; e Otimização e Integração de Grandes Volumes de Dados.

Podem se inscrever para o curso de Mestrado graduados em Matemática, Física, Engenharias, Ciências Agrárias, Economia, Ciências da Computação ou áreas correlatas à Matemática. Já o curso de Doutorado tem como público-alvo mestres em Modelagem Matemática, Matemática Aplicada, Matemática, Física, Engenharias, Ciências Agrárias, Economia, Ciências da Computação ou áreas correlatas à Matemática.

A documentação necessária e outras informações podem ser obtidas pelo e-mail ppgmmc@unijui.edu.br, pelos telefones 55 3332 0205 ou 55 3332-0200 – Ramal 3408 ou ainda pelo site unijui.edu.br/ppgmm, onde consta o edital completo.


PPG em Modelagem Matemática e Computacional teve nova palestra com pesquisador da Colômbia

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional da Unijuí realizou na última semana mais um encontro do Ciclo de Palestras, iniciado ainda no mês de setembro. O debate, transmitido pelo canal da Unijuí no Youtube,  contou com a presença do professor José Joaquín Bocanegra García da Universidad de los Andes (Colômbia), que ministrou a palestra "Architectural Issues Detection and Visualization in the Continuous Integration Pipeline".

“Novos códigos em projetos podem introduzir violações que desviam a implementação do código da arquitetura pretendida. Este processo é conhecido como erosão da arquitetura. A palestra abordou esse tema e apresentou a pesquisa desenvolvida pelo pesquisador na Universidad de los Andes para recuperar a arquitetura implementada e detectar violações ao compará-la com a arquitetura pretendida”, explicou o professor e mediador do evento, Rafael Zancan Frantz.

Conforme completou Frantz, a abordagem está baseada em técnicas de engenharia dirigida por modelos (MDE). Uma vez que os modelos servem para representar o código, padrões de linguagem baseados em modelos ajudam a automatizar a busca por ocorrências de violação e executar ações correspondentes - como, por exemplo, criação / atribuição de problemas.

O convidado, José Joaquín Bocanegra García, colabora com o Grupo de Pesquisa em Computação Aplicada (GCA) e já esteve visitando presencialmente o Programa de Pós-Graduação em Modelagem Matemática e Computacional da Unijuí em 2017, quando também ministrou seminários aos estudantes dos cursos de Mestrado e Doutorado e do curso de graduação em Ciências da Computação.

O Ciclo de Palestras, segundo o coordenador do PPG, professor Sandro Sawicki, é contínuo e seguirá em 2022.

 

 


Modelagem Matemática e Computacional encerra inscrições para cursos na próxima semana

Até a próxima sexta-feira, 26 de novembro, seguem abertas as inscrições para o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional da Unijuí. São ofertadas 25 vagas para o curso de Mestrado e 10 vagas para o Doutorado, sendo que as inscrições podem ser realizadas pelo endereço unijui.edu.br/ppgmmc.

Podem se inscrever para o curso de Mestrado graduados em Matemática, Física, Engenharias, Ciências Agrárias, Economia, Ciências da Computação ou áreas correlatas à Matemática. Já o curso de Doutorado tem como público-alvo mestres em Modelagem Matemática, Matemática Aplicada, Matemática, Física, Engenharias, Ciências Agrárias, Economia, Ciências da Computação ou áreas correlatas à Matemática.

Interessados podem optar por uma das três linhas de pesquisa: Modelagem Matemática e Computacional, Otimização e Controle de Sistemas; Modelagem Matemática Aplicada à Engenharia de Biossistemas; e Otimização e Integração de Grandes Volumes de Dados.

A documentação necessária e outras informações podem ser obtidas pelo e-mail ppgmmc@unijui.edu.br, pelos telefones 55 3332 0205 ou 3332-0200 – Ramal 3408, ou ainda pelo site unijui.edu.br/ppgmm, onde consta o edital completo.

 


Painel trabalha os agrotóxicos e a saúde humana, a partir de abordagem envolvendo a Modelagem Estatística

Dando sequência aos painéis apresentados no Salão do Conhecimento 2021, ocorreu na tarde desta sexta-feira, 29 de outubro, promovida pelo Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional da Unijuí, a palestra “Agrotóxicos e a saúde humana: uma abordagem envolvendo a Modelagem Estatística”, abordada pela professora da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), campus Cerro Largo, Iara Denise Endruweit Battisti. A condução da fala ficou sob orientação do professor Sandro Sawicki, da Unijuí.

Iara iniciou sua apresentação destacando a relação agrotóxico, saúde e ambiente, que está diretamente relacionada a três Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: ODS 2 - Fome Zero e Agricultura Sustentável; ODS 3 - Saúde e Bem-Estar; e ODS 6 - Água potável e Saneamento. Neste sentido, ela explicou cada tópico, dando destaque às necessidades e objetivos. Atrelado a isso, a professora destacou uma pesquisa da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) em 2015, que demonstra  a problemática do agrotóxico na saúde, com a estimativa de que cada pessoa consumiu cerca de 7,3 litros de agrotóxicos por ano.

“Outro dado que nos preocupa muito é a quantidade de agrotóxicos registrados por ano no Brasil, em duas décadas, de 2000 a 2020. Uma tendência crescente de registros por ano, em 2015 intensificada. O que agrava ainda são os números de substâncias liberados aqui no Brasil, mas que na União Européia, onde as fabricantes estão, não são liberados." Iara reforça que esse é mais um agravante para a saúde do agricultor que está exposto diretamente, e também da população, que pode ter os resíduos dos agrotóxicos nos alimentos e na água. Além disso, a convidada abordou a legislação do uso do agrotóxico a nível nacional.  

No bate-papo, outro ponto abordado pela professora foi sobre a pesquisa epidemiológica, os desenhos de estudo que são aplicados. “Basicamente, temos dois tipos de estudo, o experimental e o observacional. Nós não temos como expor um grupo ao agrotóxico e outro não. A gente não faz o experimental e, sim, o observacional. A partir disso, temos quatro formas de desenho, conforme o que queremos evidenciar.”

Os desenhos de estudo, apresentados pela professora, são: o transversal, que estuda uma amostra em um determinado momento; o Coorte, que trabalha uma amostra ao longo tempo; e o Caso-controle, que utiliza dados agregados, relação entre indicadores. A partir disso, a nível de informação, Iara apresentou aos participantes o maior estudo em questão de abrangência geográfica, realizado pelo seu grupo de estudo, “Perfil ocupacional da exposição a agrotóxicos entre agricultores 2018-2019”. Ela finalizou o painel com a apresentação do documentário sobre as pesquisas realizadas pelo grupo: “Da pesquisa para a tela: agrotóxico e saúde do trabalho rural”.


Modelagem Matemática e Computacional abre inscrições para estudante eventual

Estão abertas as inscrições para estudante eventual nos cursos de Mestrado e Doutorado do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional da Unijuí, para as disciplinas que serão ministradas a partir de outubro.

Conforme consta no edital, que pode ser acessado neste link, são ofertadas cinco vagas em cada um dos seguintes componentes: Tópicos Especiais em Engenharia de Software e Equações Diferenciais Parciais I, na segunda-feira à tarde; Modelos Constitutivos de Materiais e Computação Científica II, na terça-feira pela manhã; Transformada de Laplace, na terça-feira à tarde.

Inscrições podem ser realizadas até o dia 6 de outubro, através do encaminhamento da documentação para o e-mail ppgmmc@unijui.edu.br. São necessários: documentos de identificação, como CPF, Carteira de Identidade e certidão de nascimento/casamento; diploma e histórico escolar da Graduação e do Mestrado (se for o caso), em áreas afins do Programa; requerimento de inscrição (anexo 1 do edital); uma foto 3x4 recente; e curriculum vitae modelo Lattes CNPq, com cópia dos comprovantes essenciais.

O Programa de Pós-Graduação tem com o objetivo fomentar e consolidar a pesquisa na região Noroeste do Estado, capacitando profissionais para atuarem em temas de pesquisa vinculados à área das Ciências Exatas em geral, onde a interdisciplinaridade atua como instrumento articulador e a modelagem matemática e computacional é usada como temática central e ferramenta para compreender e propor soluções, privilegiando a sustentabilidade para os diversos problemas regionais e do País, nas diferentes áreas do conhecimento.


Profissional compartilha experiência e fala sobre oportunidade de trabalho nos EUA

PhD Gracieli Posser, engenheira de software sênior na Cadence Design Systems, abriu o Ciclo de Palestras do PPG em Modelagem Matemática e Computacional

Na noite desta terça-feira, 14 de setembro, o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional da Unijuí deu início ao seu Ciclo de Palestras, com transmissão pelo canal da Unijuí no Youtube.

Os participantes tiveram a oportunidade de conferir a palestra com a PhD Gracieli Posser, engenheira de software sênior na Cadence Design Systems em Austin, Texas, Estados Unidos, há seis anos.

Natural de Tapejara, Gracieli realizou seu mestrado e doutorado em Ciência da Computação, além do pós-doutorado em Microeletrônica, na UFRGS. Em 2013, arriscou-se no doutorado sanduíche em Minnesota e, em 2015, em um estágio na Cadence, em Austin.

“Tive um ‘baque’ quando cheguei. Era tudo diferente do que eu estava acostumada. Mas as coisas foram andando e, em 2016, passei a trabalhar em tempo integral na empresa”, contou a convidada, lembrando que, na época, a equipe era integrada por seis engenheiros, todos doutores em Engenharia Elétrica ou Computação. Hoje, já são 30 profissionais. 

“A Cadence realiza projetos de sistemas inteligentes e, por traz destes sistemas, temos a modelagem matemática e computacional. Tudo que temos contato, desde celular, computador, carro, máquina de lavar, possui um circuito integrado, um software, um hardware, que certamente passou pela Cadence”, explica Gracieli, que explanou sobre os desafios de trabalhar em outro país, como se tornar um bom candidato, quais os erros e aprendizados, e o que há de mais novo em circuitos integrados.

Para conferir a palestra na íntegra, acesse:

 


Inscrições abertas para o Mestrado e Doutorado em Modelagem Matemática e Computacional

Iniciaram nesta terça-feira, 14 de setembro, as inscrições para o processo seletivo do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional. São 25 vagas ofertadas para o curso de Mestrado e 10 vagas para o curso de Doutorado. As inscrições seguem abertas até o dia 26 de novembro e podem ser realizadas pelo endereço unijui.edu.br/ppgmmc, mediante preenchimento de formulário eletrônico e entrega dos documentos necessários.

O Programa possui área de concentração em Modelagem Matemática e está inserido na Área de Avaliação Interdisciplinar da Capes. Além disso, conta com três linhas de pesquisa: Modelagem Matemática e Computacional, Otimização e Controle de Sistemas; Modelagem Matemática Aplicada à Engenharia de Biossistemas; e Otimização e Integração de Grandes Volumes de Dados.

Podem se inscrever para o curso de Mestrado graduados em Matemática, Física, Engenharias, Ciências Agrárias, Economia, Ciências da Computação ou áreas correlatas à Matemática. Já o curso de Doutorado tem como público-alvo mestres em Modelagem Matemática, Matemática Aplicada, Matemática, Física, Engenharias, Ciências Agrárias, Economia, Ciências da Computação ou áreas correlatas à Matemática.

Conforme explica o coordenador do Programa, professor Sandro Sawicki, o processo seletivo para ingresso nos cursos de Mestrado e Doutorado é composto por duas etapas: análise do currículo do candidato em conjunto do projeto de pesquisa e entrevista. O resultado final da seleção será publicado no dia 17 de dezembro.

A documentação necessária e outras informações podem ser obtidas pelo e-mail ppgmmc@unijui.edu.br, pelos telefones 55 3332 0205 ou 55 3332-0200 – Ramal 3408 ou ainda pelo site unijui.edu.br/ppgmm, onde consta o edital completo.

Por Amanda Thiel, estagiária de Jornalismo da Assessoria de Marketing


PPG em Modelagem Matemática e Computacional dará início a Ciclo de Palestras

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Modelagem Matemática e Computacional da Unijuí realizará na próxima terça-feira, dia 14 de setembro, o primeiro encontro do Ciclo de Palestras que terá transmissão pelo canal da Unijuí no Youtube.

A partir das 19h30, será possível conferir a palestra com a PhD Gracieli Posser, engenheira de software sênior na Cadence Design Systems Inc. em Austin, Texas, Estados Unidos, sobre dois temas: “Oportunidades de trabalho nos EUA” e “O uso da Modelagem Matemática e Computacional na inovação de circuitos e sistemas”.

Gracieli tem pós-doutorado em Microeletrônica (Ufrgs) e trabalha há 6 anos nos EUA. Seus principais tópicos de pesquisa estão relacionados à estimativa de congestionamento no roteamento global de circuitos integrados e na habilitação de novos nodos tecnológicos 12nm, 10nm, 7nm, 5nm, 3nm e outros. 

A Cadence Inc., uma multinacional que está entre as 100 melhores empresas para se trabalhar, possui um grande leque em ferramentas de concepção de circuitos integrados. Para isso, engenheiros, cientistas da computação, matemáticos e físicos com paixão pela pesquisa e inovação são muito requisitados. A palestra vai abordar oportunidades e ideias de como se tornar um bom candidato; como é trabalhar em outro país; quais são os desafios, dúvidas, medos, erros e aprendizados; e o que há de mais novo em circuitos integrados.

Para conferir a palestra, basta acessar este link.

 


Modelagem Matemática e Computacional tem seminário para apresentação de projetos

O Programa de Pós-Graduação em Modelagem Matemática e Computacional da Unijuí promoveu nesta terça-feira, dia 3 de agosto, o Seminário de Apresentação dos Projetos de Tese. A transmissão aconteceu pelo Google Meet e contou com a participação de estudantes e professores do Programa.

O Seminário de Tese tem por objetivo acompanhar o desenvolvimento das pesquisas dos estudantes de Doutorado, a fim de avaliar a capacidade de aplicação da metodologia adequada à pesquisa, avaliar a capacidade de problematização, formulação de hipóteses e desenvolvimento do raciocínio lógico, além de evidenciar os primeiros resultados de pesquisa.

Foram apresentados os seguintes Projetos de Tese:

Modelagem de ensaios não destrutivos e parcialmente destrutivos para estimativa da resistência à compressão de estruturas de concreto

Doutorando: Lucas Fernando Krug

Orientador: Prof. Dr. Paulo Sérgio Sausen

Coorientador: Prof. Dr. Mauricio de Campos

Pareceristas: Prof. Dr. André Luiz Böck e Prof. Dr. Manuel Osorio Binelo

Modelagem Matemática da interação roda e terreno do protótipo de um veículo fora de estrada para fins agrícolas

Doutorando: Edson Baal

Orientador: Prof. Dr. Manuel Osorio Binelo

Coorientador: Prof. Dr. Mauricio de Campos

Pareceristas: Prof. Dr. José Antonio Gonzalez da Silva e Prof. Dr. João Manoel Lenz Vianna da Silva

Monitoramento de processos de integração com Smart Contracts

Doutorando: Fernando Parahyba

Orientadora: Profa. Dra. Fabricia Carneiro Roos Frantz

Coorientador: Prof. Dr. Rafael Zancan Frantz

Pareceristas: Prof. Dr. Paulo Sérgio Sausen e Profa. Dra. Airam Teresa Zago Romcy Sausen