Destaques do Mestrado e Doutorado - Unijuí

Desenvolvimento

Prorrogadas as inscrições do Doutorado Interinstitucional em Desenvolvimento Regional

As inscrições para a turma temporária do Doutorado Interinstitucional em Desenvolvimento Regional entre a Unijuí e a Unilasalle/Lucas de Lucas de Rio Verde, Mato Grosso, foram prorrogadas até segunda-feira, 23 de outubro. 

Estão sendo ofertadas 14 vagas para portadores de diploma de mestre, formados nas áreas das Ciências Humanas, Sociais Aplicadas e áreas afins. Entre elas, Administração, Ciências Contábeis, Economia, Educação, Gestão Pública, Ciências Políticas, Sociologia, Direito, Psicologia, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Sistemas de Informação, Serviço Social, Arquitetura e Urbanismo, Design, História, Geografia, Agronomia, Nutrição, Fisioterapia, Enfermagem, Engenharias. Ou seja, áreas que tenham alguma relação com a temática do desenvolvimento regional, socioeconômico, ambiental, cultural, local e territorial.

Organizado a partir da área de concentração de Planejamento e Gestão, o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional engloba duas linhas de pesquisa: Políticas Públicas, Planejamento Urbano e Gestão do Território; e Gestão de Organizações e Dinâmicas de Mercado. 

A primeira abrange um conjunto de temas relacionados a concepções, atores, processos e arranjos socioespaciais inerentes ao planejamento e gestão dos territórios e das políticas públicas que neles incidem. Já a segunda linha tem por objeto a discussão voltada à governança corporativa, competitividade e estratégias organizacionais, além das capacidades territoriais necessárias para a formação de ecossistemas de inovação.

As inscrições estão abertas na página do PPGDR, neste link. Mais informações podem ser obtidas junto à Secretaria do Programa em Desenvolvimento Regional pelo e-mail ppgdr@unijui.edu.br ou pelo telefone 55 3332 0452 - Ramal 3102.


Prefeito de Ijuí recebe o título de mestre em Desenvolvimento Regional pela Unijuí


O prefeito de Ijuí, Andrei Cossetin Sczmanski, recebeu nesta quarta-feira, 11 de outubro, o título de mestre em Desenvolvimento Regional pela Unijuí. O ato ocorreu no PPGDR e contou com a presença do vice-reitor de Administração, professor Dieter Rugard Siedenberg; do coordenador do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional, professor Daniel Baggio; e demais professores e membros do colegiado. 

Ao receber o diploma, Andrei observou sua trajetória no mestrado e falou sobre a busca por conhecimento. “Ingressei no mestrado para me preparar para ser prefeito de Ijuí. Hoje, ocupando este cargo, me sinto muito feliz e honrado de receber o título de mestre em Desenvolvimento Regional. O modo que eu fui desconstruído e reconstruído estando no mestrado foi algo inacreditável tanto na questão social como administrativa. Por isso, o conhecimento que adquiri ao longo do mestrado, mostra que todo o esforço valeu a pena, principalmente, por poder implementar políticas públicas com embasamento técnico. Essa formação me ajuda a criar possibilidades e a transformar realidades”, destacou, agradecendo ainda o seu orientador, professor Sérgio Allebrandt e o coorientador, professor Daniel Claudy da Silveira.

O coordenador do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional da Unijuí, professor Daniel Baggio, destacou a importância da Universidade estar capacitando gestores municipais. “O PPGDR tem duas linhas de pesquisa e uma delas volta-se às políticas públicas, planejamento urbano e a gestão de território e, a partir disso, temos uma presença muito grande voltada a alunos que integram cargos na administração pública como, prefeitos e vereadores. Então, essa é uma maneira que nós temos de colaborar com a formação destes políticos para que eles possam intervir e contribuir para o desenvolvimento em suas regiões, pensando em uma gestão e no planejamento do território, identificando oportunidades e pontos prioritários para os seus municípios”, frisou.

O PPG em Desenvolvimento Regional está com inscrições abertas até o dia 20 de novembro para os cursos de Mestrado (25 vagas) e Doutorado (12 vagas), neste link. O programa é estruturado na área de concentração de Planejamento e Gestão, com a divisão em duas linhas de pesquisa distintas: a primeira aborda Políticas Públicas, Planejamento Urbano e Gestão do Território, e a segunda se dedica ao estudo da Gestão de Organizações e Dinâmicas de Mercado. 


PPGDR realiza viagem de estudos em Toledo e Foz do Iguaçu

Na última semana, o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional (PPGDR), da Unijuí,  promoveu em parceria com o Inova RS, por meio do Projeto Emergencial para Consolidação dos Programas 3 e 4  da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), uma viagem de estudos ao Paraná. 

Com a proposta de promover conhecimento e novas experiências aos estudantes do Mestrado e Doutorado em Desenvolvimento Regional, a viagem ainda contou com a participação dos cursos de graduação em Administração e Ciências Contábeis da Unijuí, além de estudantes da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) e da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI). De acordo com o coordenador do PPGDR, professor doutor Daniel Baggio, o grupo de estudos contou com a participação de cerca de 30 pessoas. 

“A viagem teve como objetivo apresentar aos estudantes os ambientes de inovação presentes em outros Estados, para que eles consigam analisar a capacidade local e possam promover transformações na nossa realidade. Assim, eles poderão sugerir alternativas de transformação, que promovam a educação na região e, dessa forma, o desenvolvimento. Além disso, conhecer novos ambientes auxilia os estudantes com suas análises, dissertações e teses”, disse o professor. 

O coordenador do PPGDR explicou que a viagem foi realizada em diversas etapas, e os estudantes tiveram a oportunidade de conhecer lugares importantes, que irão agregar em seus estudos e pesquisas. Os componentes do grupo visitaram dois locais na cidade de Toledo, a empresa Prati-Donaduzzi, uma grande produtora de genéricos, e o Biopark, espaço que contempla um Parque Tecnológico, setores planejados para áreas residenciais, comerciais e industriais. E por fim, os estudantes conheceram as Cataratas do Iguaçu, a Usina Hidrelétrica de Itaipu e o Parque Tecnológico de Itaipu, em Foz do Iguaçu. 

Para o professor Daniel Baggio, a viagem de estudos além de promover novos conhecimentos, ela gerou integração entre os estudantes do PPGDR, da graduação e de outras instituições de ensino. “As disciplinas têm ocorrido de maneira presencial, mas a partir de uma modalidade híbrida, foi o momento de encontro entre os estudantes. Viagens de estudos são um momento de imersão para a conversão de conhecimento, através de discussões entre estudantes”, finalizou. 


Unijuí reforça seu posicionamento como referência para o Cooperativismo

Nesta segunda-feira, 25 de setembro, a Unijuí, por meio do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional (PPGDR), em colaboração com o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop/RS) e a Somos Coop, promoveu o "Pitch da Cooperação".

No início do evento, o professor doutor Pedro Luís Büttenbender, do curso de Administração e do PPGDR, explicou os principais objetivos do Pitch da Cooperação. "Vamos apresentar e demonstrar às organizações cooperativas, ao Sescoop e entidades vinculadas, o estágio e o desenvolvimento de projetos que os mestrandos, doutorandos e professores vinculados ao Programa estão desenvolvendo. O Pitch tem como finalidade apresentar e ouvir dos dirigentes e diretores do sistema cooperativo, sugestões, contribuições e expectativas que o mundo cooperativo alimenta, e que o sistema de pesquisa de um Programa Stricto Sensu pode contribuir no seu aprimoramento através da pesquisa e dos programas de formação", disse.

O coordenador do PPG em Desenvolvimento Regional, professor doutor Daniel Baggio, destacou a relevância de apresentar os projetos que estão sendo desenvolvidos pelo Mestrado e Doutorado. "Este é o momento que nós temos para discutir, apresentar os projetos, conhecer e trazer ao público. Vários estudos que fazemos têm implicações no dia a dia das cooperativas", enfatizou.

Os estudantes e professores do PPGDR apresentaram projetos que envolvem temáticas com alta influência sobre o cooperativismo na atualidade e em suas perspectivas futuras, como gestão e governança de cooperativas; intercooperação; mudanças e inovações em cooperativas; mudanças climáticas e energéticas e repercussões em cooperativas; e  sustentabilidade com destaques relacionados ao ESG Environmental, social and Governance.

Após o período de apresentação, os dirigentes das cooperativas puderam dar suas contribuições sobre o que está sendo desenvolvido no Programa.Estiveram presentes no Pitch da Cooperação o presidente do Sistema OCERGS-SESCOOP/RS, Darci Pedro Hartmann, Márcio Port; presidente do Sicredi União RS/ES, Sidney Strejevitch; vice-presidente Sicredi Culturas RS/MG, Paulo Rogério Sapiezinski; presidente da Cresol Rio grande do Sul, Afrânio Dalcin; vice-presidente da Cotripal, Tiago Sartori e presidente Cotrijal Nei César Manica.

Para encerrar, o coordenador Daniel Baggio enfatizou a necessidade de dar continuidade ao Pitch da Cooperação com um novo tema, para manter a atualização de assuntos importantes para o cooperativismo. "Precisamos estar sempre atualizados, antes para isso precisávamos ir até Porto Alegre, e agora, temos os programas como forma de atualização constantemente, seja pelo mestrado ou doutorado, ou pelos Programas Lato Sensu. Essa atualização se faz importante, entretanto, mais significativo do que aprender individualmente, é sistematizar e compartilhar. O compartilhamento faz parte, é um dos motores do cooperativismo, pois quando fazemos isso conseguimos trabalhar de maneira coletiva", finalizou.


PPGDR está com inscrições abertas para o Mestrado e Doutorado

Estão abertas as inscrições para o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional (PPGDR), da Unijuí. Neste edital, estão sendo ofertadas 25 vagas para o Mestrado e 12 vagas para o Doutorado, divididas entre as duas linhas de pesquisa. Os candidatos podem realizar a inscrição até o dia 20 de novembro, de forma online, no site

O principal objetivo do PPGDR é promover a geração de conhecimento e a produção científica por meio de pesquisas, visando à capacitação e o aprimoramento de docentes e outros profissionais para atuarem em atividades de pesquisa, extensão, ensino, assessoria e consultoria nas Ciências Sociais Aplicadas. 

Os mestrandos e doutorandos estarão preparados para desempenhar seus papéis em organizações públicas, privadas e da sociedade civil. Além disso, o programa enfatiza a interdisciplinaridade como abordagem metodológica e uma ampla gama de tópicos relacionados ao planejamento, gestão e inovação, com foco na sustentabilidade do desenvolvimento regional.

O Mestrado possui uma duração de 24 meses, enquanto o Doutorado estende-se por 48 meses. O programa é estruturado na área de concentração de Planejamento e Gestão, com a divisão em duas linhas de pesquisa distintas: a primeira aborda Políticas Públicas, Planejamento Urbano e Gestão do Território, e a segunda se dedica ao estudo da Gestão de Organizações e Dinâmicas de Mercado.

O programa é direcionado a graduados que possuem formações em áreas das Ciências Humanas, Sociais Aplicadas e campos relacionados, como Administração, Economia, Ciências Contábeis, Gestão Pública, Ciências Políticas, Sociologia, Direito, Psicologia, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Sistemas de Informação, Serviço Social, Arquitetura e Urbanismo, Design, História, Geografia, Agronomia, Nutrição, entre outras. 

O processo seletivo envolve três etapas: currículo lattes documentado, memorial descritivo-reflexivo e entrevista. O resultado final está marcado para ser divulgado no dia 4 de dezembro. As aulas irão iniciar em março de 2024. 

O edital completo está disponível no link. Mais informações podem ser obtidas junto à Secretaria do Programa em Desenvolvimento Regional pelo e-mail ppgdr@unijui.edu.br ou pelo telefone 55 3332 0452 - Ramal 3102. 


Unijuí participa do XI Seminário Internacional sobre Desenvolvimento Regional em Santa Cruz do Sul

A Unijuí, por meio do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional (PPGDR), apoia o XI Seminário Internacional sobre Desenvolvimento Regional, que inicia nesta quarta-feira, 13 de setembro, na Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). 

O seminário é organizado pelo Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional, da Unisc, e acontecerá até sexta-feira, 15 de setembro. A Unijuí é apoiadora do evento desde sua primeira edição, pois ele auxilia no fomento do intercâmbio entre pesquisadores de instituições brasileiras e internacionais, busca estimular o debate sobre a dinâmica do desenvolvimento regional em distintos contextos socioespaciais, além de viabilizar a divulgação e disseminação de novos conhecimentos produzidos na área do Desenvolvimento Regional. 

Nesta edição, os projetos de pesquisa puderam ser inscritos em oito grupos de trabalhos. A Unijuí participará do seminário através da apresentação de nove trabalhos, são eles: O Cooperativismo de crédito como agente estratégico sustentável para o desenvolvimento regional: case Sicredi União RS/ES; Geração distribuída de energia elétrica em uma perspectiva histórica no Brasil; Planejamento estratégico como mecanismo sistêmico para o desenvolvimento regional: um olhar a partir da região funcional 7 dos Coredes do RS; Índice multidimensional de ativação do patrimônio territorial: um referencial metodológico para os estudos territoriais; A divulgação de informações esg: um estudo das maiores empresas de capital aberto do Rio Grande do Sul; Revisitando conceitos de desenvolvimento: relação entre qualidade de vida e gestão de negócios em âmbito internacional; Juventude rural e transição sustentável: a história do projeto compartilhar como alternativa para permanência de jovens no campo; Tecnologias da informação e da comunicação: olhares sobre a importância e desafios da educação no território rural; e o Parque científico e tecnológico do TecnoPuc no contexto do ecossistema de inovação. 


Unijuí promove Pitch da Cooperação através do PPGDR

A Unijuí, em colaboração com o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop/RS) e a Somos Coop, está organizando o evento "Pitch da Cooperação", por meio do seu Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional (PPGDR). O evento será online, no dia 25 de setembro, às 19h.

O propósito do Pitch da Cooperação é promover a comunicação, integração, pesquisa, ciência, inovação e tecnologia no contexto do cooperativismo. Isso será realizado através da apresentação de pesquisas e projetos relacionados ao desenvolvimento regional. O evento é coordenado por professores pesquisadores da Unijuí, bem como por mestrandos e doutorandos que recebem bolsas do sistema Sescoop/RS, além de outros participantes que apresentarão projetos relacionados ao cooperativismo e temas relacionados.

Os temas que serão apresentados no evento abordam as temáticas de Gestão da Inovação e Sustentabilidade em Cooperativas, Governança Cooperativa, Intercooperação, Educação Cooperativa, Cooperativas e Desenvolvimento Regional, entre outros. No Painel dos Dirigentes de Cooperativas estarão presentes representantes do Sescoop/RS, Sicredi Central Brasil, Fecoagro, Federação das Unimeds e coordenação do PPGDR.

O Pitch da Cooperação visa a participação de estudantes e professores do PPGDR, representantes do Sescoop, sistemas cooperativos, dirigentes de cooperativas e demais interessados no temário.

É importante destacar que não é necessário fazer inscrição prévia para participar do evento. Basta acessar o canal no Youtube no horário indicado. Durante as apresentações, será disponibilizado um formulário para coletar informações necessárias para a emissão de certificados de participação.


PPGDR realiza homenagem a professor idealizador da revista Desenvolvimento em Questão

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional da Unijuí (PPGDR) realizou na manhã desta quarta-feira, 6 de setembro, uma homenagem ao professor David Basso durante reunião do colegiado. Na ocasião, foi entregue uma placa de agradecimento por sua contribuição ao programa e trabalho junto ao Comitê Editorial da Revista Desenvolvimento em Questão. 

Ao longo da sua trajetória de mais de 40 anos junto ao complexo Fidene, o professor atuou no PPGDR passando pelos cargos de coordenador do programa, de linha de pesquisa e, sua contribuição mais significativa, como editor-chefe da revista Desenvolvimento em Questão. Basso foi o idealizador da mesma, sendo o responsável pelas publicações desde a sua criação, em 2002, até o ano de 2019. 

“Estou muito emocionado e feliz com a iniciativa. Foram mais de 20 anos de dedicação aos cursos de Mestrado e Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional. Agradeço aos colegas pelo reconhecimento”, relatou o professor homenageado David Basso. 

Segundo o coordenador do PPGDR, professor Daniel Baggio, a ação faz parte de um movimento de reconhecimento que o programa está fazendo junto aos profissionais. “Estamos fazendo um período de reconhecimento dos professores pelas suas trajetórias. O professor David teve uma contribuição muito grande desde a criação do programa, principalmente com relação a publicização dos resultados das nossas pesquisas a partir da revista”, frisou.


Doutoranda em Desenvolvimento Regional tem trabalho aprovado no 7º EBPC

A doutoranda do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional (PPGDR) da Unijuí, Danieli de Oliveira Biolchi, teve seu trabalho, intitulado “Práticas Pedagógicas e Resultados das Formações no Programa União Faz a Vida: Um Estudo na Região Centro Serra/RS”, aprovado no 7º Encontro Brasileiro de Pesquisadores em Cooperativismo (EBPC). Este encontro, marcado para ocorrer entre os dias 18 e 20 de setembro em Brasília, tem como foco impulsionar a eficiência nos processos cooperativos e elevar a competência por meio da troca de conhecimentos e experiências.

O tema central do evento, “Sustentabilidade no Cooperativismo: Competitividade, Inovação e Diversidade”, reflete a busca por um novo patamar que une competitividade e desenvolvimento sustentável nas cooperativas. Este ambiente propício à criatividade e experimentação atrai um público diverso, incluindo pesquisadores, gestores, dirigentes cooperativistas, profissionais do sistema educacional e representantes de políticas públicas, todos empenhados em fortalecer as cooperativas como agentes de desenvolvimento inclusivo.

O trabalho de Danieli se concentra nas atividades do Programa União Faz a Vida (PUFV) do Sicredi Centro Serra, sediado em Candelária, Rio Grande do Sul. Seu artigo explora o Grupo de Estudo "I Colmeia do Saber", que oferece formações continuadas para educadores, investigando metodologias, temas, resultados e desafios ao longo de três fases distintas (2019, 2022 e 2023). Este grupo, voltado para professores participantes do PUFV, ganha destaque em meio à trajetória notável do PUFV, que se estende por 20 anos e engloba 115 escolas, alcançando 1.460 professores em 13 municípios. O artigo é fruto da colaboração conjunta entre Danieli Biolchi e as assessoras Wanda Maria Genro Appel, Cristiane de Oliveira Biscaino e Micheli Cazarolli e Luci Fornari Abreu (coordenadora do Programa), que será a apresentadora no evento, desempenhando um papel fundamental na concretização do trabalho.

Sob a liderança do presidente Egidio Morsch, do diretor executivo Dilamar Rusch e da assessora de Desenvolvimento do Cooperativismo Luci Fornari Abreu, o PUFV se destaca como um motor essencial de aprimoramento educacional. Os resultados da pesquisa ressaltam a importância das formações contínuas no desenvolvimento profissional, elevando assim a excelência no ensino. A participação ativa dos professores, que colaboram ao compartilhar experiências e conduzir avaliações regulares de suas práticas pedagógicas, surge como uma lição essencial.

Desde 2020, quando ingressou como aluna no PPGDR, Danieli vem se dedicando à pesquisa e escrita relacionadas à Educação e ao seu potencial de transformação. Além disso, ela tem se aprofundado nas disciplinas de Cooperativismo oferecidas pelo programa. Agora, durante seu Doutorado, continua a explorar essas áreas por meio de pesquisas e a se envolver ativamente na formação de professores.

É importante destacar que o PPGDR, coordenado pelo professor doutor Daniel Knebel Baggio, fundamenta-se na interdisciplinaridade como seu principal pilar metodológico. A abordagem do programa abrange uma diversidade de temas, desde o planejamento e a gestão até a inovação, todos focados através da lente da sustentabilidade no contexto do desenvolvimento regional. Além disso, o professor doutor Pedro Luís Büttenbender, especialista na área de cooperativismo e também membro do PPGDR, faz parte da comissão organizadora do 7º EBPC e participará do evento em Brasília.

Esta aprovação não apenas destaca o êxito da parceria entre Universidade, Sicredi e grupo de assessoras, mas também enaltece o impacto das atividades do PUFV, das escolas e dos professores na promoção educacional. Vale destacar que este artigo foi escolhido entre os 50 trabalhos de maior destaque selecionados para o evento, conferindo ao seu apresentador o incentivo de passagens aéreas e hospedagem durante o encontro. 


Estudantes do PPGDR da Unijuí participaram de oficina sobre Agenda 2030

No dia 23 de agosto, os estudantes do Programa de Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional (PPGDR), da Unijuí, participaram de uma oficina online, com a temática "Agenda 2023 como ferramenta para o Desenvolvimento Sustentável", desenvolvida pelo coordenador de Formação da RIPO Brasil, geólogo Luís Alberto de Oliveira.  

A oficina integra-se ao Programa de Formação dos Bolsistas do PPGDR da Unijuí e ao Projeto Ampliação e Qualificação do Centro de Inovação de Criatividade para cidades inteligentes (MCTI), uma parceria da Fidene/Unijuí e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação/MCTI - Termo de Fomento nº 905143/2020. Viabilizado a partir de recursos oriundos de emenda do então deputado federal Darcísio Perondi, o projeto teve início em agosto de 2021 e garantiu a qualificação de seis laboratórios da Instituição. Entre eles, a criação do Observatório de Controle Social e Transferência de Tecnologias Sociais em Desenvolvimento de Territórios, situado no PPGDR, sexta meta do referido projeto.

Luís Alberto de Oliveira destacou como foi importante a troca de experiências durante a oficina. “Nós fizemos uma oficina extremamente agradável, que trouxe muito conhecimento. Foi um debate totalmente construtivo, onde conseguimos trabalhar de forma interativa, na qual eu pude ouvir a opinião dos estudantes sobre suas linhas de pesquisa, e fizemos uma relação muito interessante sobre os assuntos e, os ODS, da Agenda 2030. Pois, os ODS trabalham de forma integrada e transversal, e sua implementação acontece somente quando se tem equipes multidisciplinares e interdisciplinares trabalhando de forma complementar. Então, verificar as linhas de pesquisa relacionadas ao planejamento urbano integrado, me permitiu vislumbrar um futuro muito otimista”, disse Luís. 


Utilizamos cookies para garantir que será proporcionada a melhor experiência ao usuário enquanto visita o nosso site. Ao navegar pelo site, você autoriza a coleta destes dados e utilizá-los conforme descritos em nossa Política de Privacidade.