Mestrado e Doutorado

Projetos de Pesquisa do Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade são apresentados

                

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade, vinculado ao Departamento de Estudos Agrários, UNIJUÍ, promoveu um Seminário de apresentação dos projetos de pesquisa dos alunos da primeira turma do programa na tarde desta quarta-feira, dia 23/10/19, como parte integrante da programação do Salão do Conhecimento 2019. O evento foi coordenado pelas disciplinas de Seminários Interdisciplinares e Metodologia Científica e Projetos, ministradas pelo professor Roberto Carbonera e professoras Eniva Maladi Fernandes Stumm e Maria Andréia Inkelmann.

Foram apresentados os projetos dos seguintes alunos e alunas: Bióloga e professora Silviane Koch sobre a “Caracterização de um banhado urbano a partir do estudo da Qualidade da água e da riqueza da vegetação arbórea remanescente”; Engº Agrº,especialista em Nutrição Animal Agustinho Alcione Bottega, sobre “Sustentabilidade da pequena propriedade rural produtora de leite, com ordenha robotizada em galpão climatizado tipo free stall (estudo de caso); Biólogo, Douglas de Jesus “Levantamento de afídeos e seus inimigos naturais na cultura da aveia branca (Avena sativa L.) e método alternativo de controle biológico;Pedagoga e professora Eliane Marili Uhde “Estratégias de educação socioambiental para uma sociedade sustentável”; Advogada Fernanda Gewehr de Oliveira “Cidade Sustentável: processos de gestão municipal sob o viés da urbanização e do saneamento básico”; Arquiteta Jéssica Bronzatti Mello “O telhado verde como tecnologia sustentável na arquitetura”;  Bióloga, ProfessoraJuliana Boniatti Libardoni Buratti “Avaliação e preservação de recurso hídrico a partir do uso de indicadores e bioindicadores de qualidade ambiental”;Administradora Marjorie Reis Müller “Análise da governança ambiental do Mercosul”; Química Michele Renz Scheer “Qualidade física, fisiológica, sanitária e análise de resíduos em sementes de aveia submetida a diferentes doses de fungicida” e Bióloga Laura Mensch Pereira “Avanços Científicos e Tecnológicos à Redução do uso de Fungicida em Aveia Branca via Parâmetros Genéticos e Modelos Biométricos”.

Estiveram presentes professores do programa de Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade, professores do Departamento de Estudos Agrários, estudante dos cursos de Agronomia, Medicina Veterinária, Biologia e do Ensino Fundamental, para além de participantes da comunidade externa.

Para além dos trabalhos apresentados, o programa conta com os alunos e alunas que não puderam estar presentes, Médª  Vetª  Carla Regina Daronco, cujo projeto intitula-se “Qualidade da água para consumo proveniente de captação subterrânea”; Engº Agrº Carlos Adalberto Sebastiany “Condições das embalagens vazias de agrotóxicos devolvidas pelos agricultores na unidade central de recebimento das missões, São Luís Gonzaga, RS; Engº Agrº Carlos Henrique Kovalski “Estudo do risco de contaminação de águas subterrâneas por agrotóxicos”;  Bióloga Suelen Caroline dos Santos da Luz “Avaliação de danos genéticos em moradores da zona rural e ralação com possível intoxicação por agrotóxicos”; Engª Agrª Giovana Palombo Sandri “Estudo de implantação de sistemas agroflorestais”;  Medª Vetª Maria Anastácia Johann Deckmann; Farmacêutica Renata Linassi Bárta “Avaliação da qualidade da água destinada ao consumo humano em diferentes formas de abastecimento público em municípios de pequeno porte do noroeste do Estado do Rio Grande do Sule o aluno do intercâmbio internacional Mamadou Boye Diallo, do Senegal, que vai desenvolver seus estudos na área de sistemas agrários.

O Programa de Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade é coordenado pelo professor José Antônio Gonzalez da Silva e conta com apoio de bolsas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), UNIJUÍ e empresas conveniadas.


Proteção ambiental, sociedade e tecnologia: conheça o mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí

Com o propósito de promover avanços científicos, fomentar pesquisas a partir de uma visão sistêmica e interdisciplinar, além de formar profissionais para atuação convergente às necessidades dos novos cenários, com forte ênfase na proteção ambiental, garantia da segurança alimentar e qualidade de vida das comunidades, surgiu o Programa de Pós-Graduação em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade. O Mestrado tem duração de 24 meses e oferta, anualmente, 25 vagas.

O Programa tem como público-alvo profissionais graduados nas áreas de Ciências Ambientais, Agrárias, Biológicas, da Saúde, Sociais, Química, Engenharias/Tecnológicas Aplicadas e/ou áreas correlatas. O objetivo do Mestrado é formar pesquisadores com visão sistêmica e multidisciplinar, capazes de compreender as inter-relações entre o ambiente, a sociedade e a tecnologia. “Eu, como mestranda e bolsista do Programa, estou aliando o ensino, a pesquisa e a extensão com a minha experiência, para assim contribuir com a minha formação profissional”, afirma a mestranda em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade, Juliana Buratti.

O curso ainda participa de forma crítica e reflexiva no desenvolvimento regional, considerando os princípios e valores da sustentabilidade, gerando tecnologias apropriadas aos sistemas produtivos locais. Além disso, promove a produção de conhecimentos na área do meio ambiente em geral, bem como, no campo do diagnóstico e da solução de problemas de interesse socioambiental.

As inscrições para o Mestrado em  Sistemas Ambientais e Sustentabilidade podem ser feitas até o dia 24 de novembro, por meio do Portal da Unijuí.


Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade está com inscrições abertas para Estudante Eventual

                    

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí está com inscrições abertas para Estudante Eventual. Os candidatos podem realizar inscrição até o dia 03 de outubro. São três vagas para cada disciplina, sendo elas: Qualidade Ambiental e Gestão de Recursos, Sustentabilidade de Sistemas Produtivos, Ética e Meio Ambiente.

São necessários os seguintes documentos:

- Requerimento de inscrição que está disponível no site e na secretaria do curso;

- Cópia do diploma e histórico escolar da graduação (autenticados);

- Cópia do CPF;

- Cópia da carteira de identidade e cópia da certidão de nascimento ou casamento, além de uma foto 3x4.

Os documentos devem ser entregues na Secretaria do Programa, no campus Ijuí, junto ao DEAg, das 8h às 11h e das 13h30 às 17h. Os documentos podem ser enviados também por SEDEX até o dia 02 de outubro para o endereço: Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul – Unijuí; Departamento de Estudos Agrários - Campus Ijuí; Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade; Rua do Comércio 3000, Bairro Universitário, Caixa Postal 560, CEP 98.7000-000, Ijuí, RS, Brasil.

A divulgação dos nomes dos candidatos selecionados será feita no dia 04 de outubro, no site do PPGSAS: www.unijui.edu.br/ppgsas e na secretaria do PPGSAS.

Sobre o Programa

O Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade tem como objetivos formar pesquisadores com visão sistêmica e multidisciplinar capaz de compreender as inter-relações entre o ambiente, a sociedade e a tecnologia; participar de forma crítica e reflexiva no desenvolvimento regional, considerando os princípios e valores da sustentabilidade, gerando tecnologias apropriadas aos sistemas produtivos locais; promover a produção de conhecimentos na área do meio ambiente em geral, bem como, no campo do diagnóstico e da solução de problemas de interesse socioambiental.


Estudantes do Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade realizam aula no IRDeR

                    

No dia 14 de setembro, os estudantes do curso, acompanhados pelos docentes Felipe Libardoni e Vidica Bianchi, responsáveis pela disciplina Indicadores e Biomarcadores em Sistemas ambientais, Leonir Terezinha Uhde, responsável pela disciplina Análise Instrumental Aplicada às Ciências Ambientais e Roberto Carbonera, da disciplina de Análise Técnica, Econômica e Ambiental, visitaram o Instituto Regional de Desenvolvimento Rural - IRDeR/UNIJUÍ. No local, além da produção agropecuária sustentável, são desenvolvidas aulas práticas dos cursos de Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade e da graduação em Medicina Veterinária e Agronomia, bem como o desenvolvimento de experimentos de pesquisa e ações de extensão.

Inicialmente, os alunos foram recepcionados por colaboradores do Instituto, ocasião na qual o gerente, César O. Sartori, fez uma breve apresentação do histórico e das atividades desenvolvidas no local. Durante a aula, foram discutidos conhecimentos relacionados com a produção sustentável desenvolvida no local, tendo como ênfase a sustentabilidade dos sistemas, tais como a produção de morangos orgânicos, produção de mudas florestais nativas, plantio misto de árvores nativas (SAF), horta com produção em bases agroecológicas e unidade de produção de leite e suínos, ressaltando a forma de produção, instalações e armazenamento dos dejetos e a relação com o ambiente.

Ainda na programação, foram visitadas as áreas de experimentação de aveia (a maior área experimental do Brasil), o laboratório de sucessão, áreas de mata nativa, reflorestamento (eucalipto) e áreas de proteção ambiental e recuperação ambiental. Todas essas atividades foram supervisionadas pelos docentes dos cursos, e tiveram a participação dos colaboradores do IRDeR, Jordana Schiavo e Cláudio Porazzi.

                


Inscrições abertas para o Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí

 

Estão abertas as inscrições para o Programa de Pós-Graduação Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí. O período para interessados realizarem a inscrição segue até o dia 24 de novembro. Neste processo seletivo são ofertadas 25 vagas.

As inscrições podem ser feitas pela página do Programa, no Portal da Unijuí. O processo seletivo envolverá três etapas: análise do curriculum vitae (peso 4,0), análise da intenção de pesquisa contemplando o de tema de interesse (peso 2,0) e entrevista (peso 4,0). Para obter aprovação a nota final do candidato deve ser igual ou superior a 6,0 (seis). O resultado será divulgado no dia 10 de dezembro.

A carga horária total do curso é de 510 horas, divididas em 34 créditos, com duração de 24 meses. O regime de funcionamento é semestral. As aulas e atividades de pesquisa e orientação são realizadas nas quintas e sextas-feiras à noite e no sábado pela manhã.

O edital com todas as informações do processo seletivo está disponível na página do Programa.

Sobre o curso

O programa de pós-graduação em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade é um curso de mestrado acadêmico recomendado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES na área de ciências ambientais. A abordagem interdisciplinar é intrínseca à área ciências ambientais, o que significa um método de construção do conhecimento que se sustenta na compreensão da complexidade ambiental e na resolução de suas problemáticas.

A área de concentração do curso é em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade e possui duas linhas de pesquisa: Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; e Qualidade Ambiental em Sistemas Produtivos.


Encontro debate possibilidades da Universidade contribuir com empresas da região

                   

A Unijuí é reconhecida por atender demandas de ensino, por meio de cursos de graduação e de pós-graduação, de acordo com as especificidades do mercado de trabalho, perpassando as áreas da pesquisa e da extensão, envolvendo a comunidade local e regional. O projeto "Encontro Universidade Empresa" tem como objetivo proporcionar também a interação entre a Unijuí e instituições públicas e privadas, visando o desenvolvimento de inovações. O evento que teve como temática “Ciência que gera Inovação: Economia, Sustentabilidade e Responsabilidade” ocorreu na manhã desta, quarta-feira, dia 28, no Espaço Coworking, do campus Santa Rosa. A atividade foi ministrada pelo professor José Antônio Gonzalez da Silva, pesquisador do Departamento de Estudos Agrários (DEAg) e coordenador do Programa de Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí.

O Encontro trouxe possibilidades envolvendo a pesquisa e a extensão, seja por meio de estágios curriculares, trabalhos de conclusão de curso, programas institucionais de bolsas de pesquisa para alunos de graduação e de pós-graduação, contribuírem para os desafios que as empresas enfrentam para o desenvolvimento de suas atividades produtivas. Durante a sua fala o professor mencionou pesquisas realizadas e que ressaltam as possibilidades de impulsionar o desenvolvimento regional. “Queremos trazer as empresas para dentro da Universidade, fechando parcerias. Beneficiando o desenvolvimento, a inovação tecnológica e a partir disso gerar ciência, conhecimento e inovação de uma forma prática e executável, se concretizando nas empresas, a partir do desenvolvimento de pesquisas nos programas de mestrado e doutorado da Unijuí”, destaca José Antônio.

As ações estão sendo promovidas pela Agência de Inovação e Tecnologia da Unijuí (Agit) e visam reforçar o compromisso da Universidade com a qualidade do ensino, da pesquisa e da extensão e fortalecer o relacionamento com a sociedade, dando respostas às transformações que impactam a área de ciência e tecnologia.


Goepolítica ambiental é tema de palestra promovida pelo Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade

Programa de Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí realizou, na noite desta quinta-feira, a palestra e o lançamento do livro “A Geopolítica Ambiental Global do Século 21: Os desafios para América Latina” com o Professor Fernando Estenssoro da Universidade de Santiago, Chile.

De acordo com o professor Fernando, em sua fala durante a palestra e no seu livro, o oposto a uma imagem ecoapocalíptica da crise ambiental é a perspectiva socioambiental do Sul em geral, e da América latina em particular.

O livro do professor Fernando Estenssoro é resultado de uma seleção de ideias desenvolvidas na academia e produções de artigos, debatendo os temas socioambientais latino-americanos. A preocupação e visão geopolíticas dos conflitos socioambientais trabalhados nesta obra constituem muito mais que recortes de pesquisa, pois traduzem as ideias políticas para uma sociedade mais justa, sustentável e de paz para a região.

“Diante do agravamento da crise ambiental do século 21, portanto, o Norte global (incluindo seus novos membros como a China e outros emergentes megapoderosos), em sua corrida e frenética competição por manter e aumentar suas cotas de poder, e também para garantir sua sobrevivência, precisa dos recursos naturais e dos ecossistemas latino-americanos, pois depende deles. A partir de então, somente com uma ação unitária da América Latina nossa região poderá enfrentar, da melhor maneira possível, a defesa de seus interesses, bem como, aumentar suas possibilidades de superação dos cenários geopolíticos ambientais ainda mais complexos que se aproximam", destacou. 

A atividade fez parte da disciplina de Análise Técnica, Econômica e Ambiental ministrada pelo professor Roberto Carbonera.


Ciência que gera Inovação será debate de encontro promovido pela AGIT

A missão da Unijuí vai além da sala de aula e de atividades de ensino. Abrange pesquisa científica, laboratórios, museu e serviços de extensão à comunidade. Professores com diferentes formações capacitam a Universidade a produzir ciência que se converte em influência e impacto no seu entorno.

É nesta perspectiva que a Agência de Inovação e Tecnologia da Unijuí (AGIT) vem desenvolvendo uma série de ações que visam reforçar o compromisso desta Universidade com a qualidade de ensino, da pesquisa e da extensão e fortalecer o relacionamento com a sociedade, dando respostas às transformações que impactam a área de Ciência e Tecnologia.

Uma das ações será o Encontro Universidade Empresa, que será realizado no Campus Santa Rosa, com a temática “Ciência que gera Inovação: Economia, Sustentabilidade e Responsabilidade”. A atividade será conduzida pelo Professor José Antônio Gonzalez da Silva, pesquisador do Departamento de Estudos Agrários (DEAg) e Coordenador do Programa de Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí, no dia 28 de agosto, no Espaço Coworking, do Campus Santa Rosa.  

De acordo com o professor José Antônio, a temática do encontro leva em consideração o fato de que as condições agroecológicas suportam importante parcela do setor agropecuário da região. Os sistemas produtivos de maior interface ambiental são os que envolvem a agricultura, pecuária e a indústria metalmecânica. Sobre a atividade agropecuária pesa negativamente sua grande interface com os sistemas naturais, solo, água, biodiversidade, que são profundamente alterados, implicando em amplo espectro de impactos negativos.

O pesquisador também ressalta que os desafios residem em traduzir prudência ecológica, justiça social e crescimento econômico nos sistemas produtivos. A implicação da temática ambiental, necessidade crescente da produção de alimentos e melhoria da qualidade de vida, devem estar cada vez mais sintonizadas com as três dimensões: sustentabilidade ambiental-social-econômica.          

“A região noroeste do Rio Grande do Sul agrega uma importante parcela da produção de alimentos do estado e do país, e enfrenta enormes desafios no uso e na apropriação de recursos naturais, na adoção de tecnologias não adequadas aos sistemas produtivos, que levam à contaminação da água, do solo, dos alimentos e do homem”, afirma Gonzalez.

A partir dessas considerações, o Encontro Universidade Empresa irá trazer as possibilidades de pesquisa e de extensão, seja por meio de estágios curriculares, trabalhos de conclusão de curso, programas institucionais de bolsas de pesquisa para alunos de graduação e de pós-graduação, visando dar respostas aos desafios que as empresas enfrentam para o desenvolvimento de suas atividades produtivas. Interessados em participar poderão confirmar presença pelo fone (55) 3511-5200 ou pelo e-mail criatecsr@unijui.edu.br

Confira a Programação do Encontro Universidade Empresa na Unijuí Campus Santa Rosa:

7h45 – Recepção com café da manhã

8h10 – Abertura:  Professor Dr. Osório Antônio Lucchese - Chefe do Departamento de Estudos Agrários (DEAg)

8h30 – Ciência que gera Inovação: Economia, Sustentabilidade e Responsabilidade - Professor Dr. José Antônio Gonzalez da Silva


Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade está com vagas abertas para estudantes eventuais

Até o dia 07 de agosto poderão ser feitas as inscrições para as vagas destinadas a estudantes eventuais no Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí. Para fazer a inscrição, os candidatos devem preencher e entregar o requerimento disponível no site do Mestrado, juntamente com a cópia do diploma e do histórico escolar da Graduação (autenticados); cópia do CPF; cópia da Carteira de Identidade, cópia da Certidão de Nascimento/Casamento; e uma (01) foto 3x4, recente.

Os documentos devem ser entregues na secretaria do Mestrado ou no Departamento de Estudos Agrários da Unijuí (DEAg), das 8h às 11h e das 13h30 às 17h, ou poderão ser enviados até dia 06 de agosto de 2019, por Sedex, para o seguinte endereço: Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ - Departamento de Estudos Agrários - Campus Ijuí - Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade. Rua do Comércio 3000, Bairro Universitário, Caixa Postal 560, 987000-000, Ijuí, RS, Brasil.

A divulgação dos candidatos selecionados será feita no dia 09 de agosto de 2019, no site www.unijui.edu.br/ppgsas, e na Secretaria do Mestrado. Já a matrícula dos alunos selecionados deverá ser feita entre os dias 12 e 13 de agosto na Secretaria Acadêmica da Universidade, nos turnos da manhã e da tarde.

Aproveitamento de Disciplinas

O limite máximo de créditos nos quais é permitida a matrícula como estudante eventual, em componentes isolados do Programa, é até seis (06) créditos. Os critérios de participação e avaliação do aproveitamento e apuração da assiduidade em componentes isolados, cumpridas na condição de estudante eventual, são os adotados para os alunos regulares do Programa. O estudante eventual que cumprir com aproveitamento e frequência, todos os requisitos e exigências do componente cursado, recebe declaração de aproveitamento de estudante eventual. Os componentes concluídos com êxito pelo estudante eventual poderão ser aproveitados no caso de ingresso regular no Programa de Pós-Graduação em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade, Nível Mestrado, conforme estabelecido pelo Colegiado de Coordenação do Programa. A participação como estudante eventual, não garante, em qualquer hipótese, vaga nos Cursos do Programa, no próximo processo de seleção, não desobriga o aluno de submeter-se ao processo de seleção, para ingresso. Caso o aluno participe e seja aprovado no Processo Seletivo poderá requerer aproveitamento dos créditos já cursados.


“Pós-Desenvolvimento, promovendo o bem viver” foi o tema da Aula Inaugural do Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade

                   

Com o objetivo de promover avanços científicos, fomentando pesquisas a partir de uma visão sistêmica e interdisciplinar, com forte ênfase na proteção ambiental, garantia da segurança alimentar e qualidade de vida das comunidades, a Unijuí possui o Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade, mais novo Programa de Pós-Graduação da Universidade. A noite desta quinta-feira, dia 4, foi especial para a primeira turma deste curso, quando foi realizada a Aula Inaugural.

O evento foi realizado no Centro de Eventos do Campus Ijuí e contou com uma palestra sobre “Pós-Desenvolvimento, promovendo o bem viver”, desenvolvida pelo professor Dr. Carlos Alberto Cioce Sampaio (UFPR e FURB/SC). Participaram do encontro estudantes, professores e profissionais das áreas de abrangência do Programa, que tem como coordenador o professor José Antônio Gonzales da Silva. Também esteve presente na oportunidade o Vice-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Fernando Jaime González.

Palestrante da noite, Sampaio é administrador, mestre e doutor nas temáticas de planejamento e gestão organizacional para o desenvolvimento sustentável e Pós-Doutor em Ecossocioeconomia, Cooperativismo Corporativo e Ciências Ambientais. É pesquisador de produtividade do CNPq, Coordenador da Área de Ciências Ambientais da CAPES. É professor dos Programas de Pós-Graduação (PPG) em Desenvolvimento Regional/Universidade Regional de Blumenau, Gestão Ambiental/Universidade Positivo e Meio Ambiente e Desenvolvimento/UFPR. Colabora nos PPG em Gestão Urbana/PUC-PR e Turismo/UFPR. É visitante do PPG em Desenvolvimento à Escala Humana e Ecologia Ecológica/UACh. É pioneiro em pesquisas teóricas e empíricas sobre o tema Ecossocioeconomia das Organizações, compreendendo Planejamento e Gestão Organizacional para o Desenvolvimento Territorial Sustentável, Arranjo Socioprodutivo e Político de Base Comunitária e Turismo Comunitário, Solidário e Sustentável na Europa e nas Américas. Tem interesse na problemática que relaciona Educação e Desenvolvimento e Tomada de Decisão e Desenvolvimento.

Mais sobre o Programa

O Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade tem como objetivos formar pesquisadores com visão sistêmica e multidisciplinar capazes de compreender as inter-relações entre o ambiente, a sociedade e a tecnologia; participar de forma crítica e reflexiva no desenvolvimento regional, considerando os princípios e valores da sustentabilidade, gerando tecnologias apropriadas aos sistemas produtivos locais; promover a produção de conhecimentos na área do meio ambiente em geral, bem como, no campo do diagnóstico e da solução de problemas de interesse socioambiental.

No curso o público-alvo são os profissionais graduados nas áreas de Ciências Ambientais, Agrárias, Biológicas, da Saúde, Sociais, Química, Engenharias/Tecnológicas Aplicadas e/ou áreas correlatas.

Confira mais na Página do Programa, clicando neste link.