Mestrado e Doutorado

Encontro debate possibilidades da Universidade contribuir com empresas da região

                   

A Unijuí é reconhecida por atender demandas de ensino, por meio de cursos de graduação e de pós-graduação, de acordo com as especificidades do mercado de trabalho, perpassando as áreas da pesquisa e da extensão, envolvendo a comunidade local e regional. O projeto "Encontro Universidade Empresa" tem como objetivo proporcionar também a interação entre a Unijuí e instituições públicas e privadas, visando o desenvolvimento de inovações. O evento que teve como temática “Ciência que gera Inovação: Economia, Sustentabilidade e Responsabilidade” ocorreu na manhã desta, quarta-feira, dia 28, no Espaço Coworking, do campus Santa Rosa. A atividade foi ministrada pelo professor José Antônio Gonzalez da Silva, pesquisador do Departamento de Estudos Agrários (DEAg) e coordenador do Programa de Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí.

O Encontro trouxe possibilidades envolvendo a pesquisa e a extensão, seja por meio de estágios curriculares, trabalhos de conclusão de curso, programas institucionais de bolsas de pesquisa para alunos de graduação e de pós-graduação, contribuírem para os desafios que as empresas enfrentam para o desenvolvimento de suas atividades produtivas. Durante a sua fala o professor mencionou pesquisas realizadas e que ressaltam as possibilidades de impulsionar o desenvolvimento regional. “Queremos trazer as empresas para dentro da Universidade, fechando parcerias. Beneficiando o desenvolvimento, a inovação tecnológica e a partir disso gerar ciência, conhecimento e inovação de uma forma prática e executável, se concretizando nas empresas, a partir do desenvolvimento de pesquisas nos programas de mestrado e doutorado da Unijuí”, destaca José Antônio.

As ações estão sendo promovidas pela Agência de Inovação e Tecnologia da Unijuí (Agit) e visam reforçar o compromisso da Universidade com a qualidade do ensino, da pesquisa e da extensão e fortalecer o relacionamento com a sociedade, dando respostas às transformações que impactam a área de ciência e tecnologia.


Goepolítica ambiental é tema de palestra promovida pelo Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade

Programa de Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí realizou, na noite desta quinta-feira, a palestra e o lançamento do livro “A Geopolítica Ambiental Global do Século 21: Os desafios para América Latina” com o Professor Fernando Estenssoro da Universidade de Santiago, Chile.

De acordo com o professor Fernando, em sua fala durante a palestra e no seu livro, o oposto a uma imagem ecoapocalíptica da crise ambiental é a perspectiva socioambiental do Sul em geral, e da América latina em particular.

O livro do professor Fernando Estenssoro é resultado de uma seleção de ideias desenvolvidas na academia e produções de artigos, debatendo os temas socioambientais latino-americanos. A preocupação e visão geopolíticas dos conflitos socioambientais trabalhados nesta obra constituem muito mais que recortes de pesquisa, pois traduzem as ideias políticas para uma sociedade mais justa, sustentável e de paz para a região.

“Diante do agravamento da crise ambiental do século 21, portanto, o Norte global (incluindo seus novos membros como a China e outros emergentes megapoderosos), em sua corrida e frenética competição por manter e aumentar suas cotas de poder, e também para garantir sua sobrevivência, precisa dos recursos naturais e dos ecossistemas latino-americanos, pois depende deles. A partir de então, somente com uma ação unitária da América Latina nossa região poderá enfrentar, da melhor maneira possível, a defesa de seus interesses, bem como, aumentar suas possibilidades de superação dos cenários geopolíticos ambientais ainda mais complexos que se aproximam", destacou. 

A atividade fez parte da disciplina de Análise Técnica, Econômica e Ambiental ministrada pelo professor Roberto Carbonera.


Ciência que gera Inovação será debate de encontro promovido pela AGIT

A missão da Unijuí vai além da sala de aula e de atividades de ensino. Abrange pesquisa científica, laboratórios, museu e serviços de extensão à comunidade. Professores com diferentes formações capacitam a Universidade a produzir ciência que se converte em influência e impacto no seu entorno.

É nesta perspectiva que a Agência de Inovação e Tecnologia da Unijuí (AGIT) vem desenvolvendo uma série de ações que visam reforçar o compromisso desta Universidade com a qualidade de ensino, da pesquisa e da extensão e fortalecer o relacionamento com a sociedade, dando respostas às transformações que impactam a área de Ciência e Tecnologia.

Uma das ações será o Encontro Universidade Empresa, que será realizado no Campus Santa Rosa, com a temática “Ciência que gera Inovação: Economia, Sustentabilidade e Responsabilidade”. A atividade será conduzida pelo Professor José Antônio Gonzalez da Silva, pesquisador do Departamento de Estudos Agrários (DEAg) e Coordenador do Programa de Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí, no dia 28 de agosto, no Espaço Coworking, do Campus Santa Rosa.  

De acordo com o professor José Antônio, a temática do encontro leva em consideração o fato de que as condições agroecológicas suportam importante parcela do setor agropecuário da região. Os sistemas produtivos de maior interface ambiental são os que envolvem a agricultura, pecuária e a indústria metalmecânica. Sobre a atividade agropecuária pesa negativamente sua grande interface com os sistemas naturais, solo, água, biodiversidade, que são profundamente alterados, implicando em amplo espectro de impactos negativos.

O pesquisador também ressalta que os desafios residem em traduzir prudência ecológica, justiça social e crescimento econômico nos sistemas produtivos. A implicação da temática ambiental, necessidade crescente da produção de alimentos e melhoria da qualidade de vida, devem estar cada vez mais sintonizadas com as três dimensões: sustentabilidade ambiental-social-econômica.          

“A região noroeste do Rio Grande do Sul agrega uma importante parcela da produção de alimentos do estado e do país, e enfrenta enormes desafios no uso e na apropriação de recursos naturais, na adoção de tecnologias não adequadas aos sistemas produtivos, que levam à contaminação da água, do solo, dos alimentos e do homem”, afirma Gonzalez.

A partir dessas considerações, o Encontro Universidade Empresa irá trazer as possibilidades de pesquisa e de extensão, seja por meio de estágios curriculares, trabalhos de conclusão de curso, programas institucionais de bolsas de pesquisa para alunos de graduação e de pós-graduação, visando dar respostas aos desafios que as empresas enfrentam para o desenvolvimento de suas atividades produtivas. Interessados em participar poderão confirmar presença pelo fone (55) 3511-5200 ou pelo e-mail criatecsr@unijui.edu.br

Confira a Programação do Encontro Universidade Empresa na Unijuí Campus Santa Rosa:

7h45 – Recepção com café da manhã

8h10 – Abertura:  Professor Dr. Osório Antônio Lucchese - Chefe do Departamento de Estudos Agrários (DEAg)

8h30 – Ciência que gera Inovação: Economia, Sustentabilidade e Responsabilidade - Professor Dr. José Antônio Gonzalez da Silva


Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade está com vagas abertas para estudantes eventuais

Até o dia 07 de agosto poderão ser feitas as inscrições para as vagas destinadas a estudantes eventuais no Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí. Para fazer a inscrição, os candidatos devem preencher e entregar o requerimento disponível no site do Mestrado, juntamente com a cópia do diploma e do histórico escolar da Graduação (autenticados); cópia do CPF; cópia da Carteira de Identidade, cópia da Certidão de Nascimento/Casamento; e uma (01) foto 3x4, recente.

Os documentos devem ser entregues na secretaria do Mestrado ou no Departamento de Estudos Agrários da Unijuí (DEAg), das 8h às 11h e das 13h30 às 17h, ou poderão ser enviados até dia 06 de agosto de 2019, por Sedex, para o seguinte endereço: Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ - Departamento de Estudos Agrários - Campus Ijuí - Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade. Rua do Comércio 3000, Bairro Universitário, Caixa Postal 560, 987000-000, Ijuí, RS, Brasil.

A divulgação dos candidatos selecionados será feita no dia 09 de agosto de 2019, no site www.unijui.edu.br/ppgsas, e na Secretaria do Mestrado. Já a matrícula dos alunos selecionados deverá ser feita entre os dias 12 e 13 de agosto na Secretaria Acadêmica da Universidade, nos turnos da manhã e da tarde.

Aproveitamento de Disciplinas

O limite máximo de créditos nos quais é permitida a matrícula como estudante eventual, em componentes isolados do Programa, é até seis (06) créditos. Os critérios de participação e avaliação do aproveitamento e apuração da assiduidade em componentes isolados, cumpridas na condição de estudante eventual, são os adotados para os alunos regulares do Programa. O estudante eventual que cumprir com aproveitamento e frequência, todos os requisitos e exigências do componente cursado, recebe declaração de aproveitamento de estudante eventual. Os componentes concluídos com êxito pelo estudante eventual poderão ser aproveitados no caso de ingresso regular no Programa de Pós-Graduação em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade, Nível Mestrado, conforme estabelecido pelo Colegiado de Coordenação do Programa. A participação como estudante eventual, não garante, em qualquer hipótese, vaga nos Cursos do Programa, no próximo processo de seleção, não desobriga o aluno de submeter-se ao processo de seleção, para ingresso. Caso o aluno participe e seja aprovado no Processo Seletivo poderá requerer aproveitamento dos créditos já cursados.


“Pós-Desenvolvimento, promovendo o bem viver” foi o tema da Aula Inaugural do Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade

                   

Com o objetivo de promover avanços científicos, fomentando pesquisas a partir de uma visão sistêmica e interdisciplinar, com forte ênfase na proteção ambiental, garantia da segurança alimentar e qualidade de vida das comunidades, a Unijuí possui o Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade, mais novo Programa de Pós-Graduação da Universidade. A noite desta quinta-feira, dia 4, foi especial para a primeira turma deste curso, quando foi realizada a Aula Inaugural.

O evento foi realizado no Centro de Eventos do Campus Ijuí e contou com uma palestra sobre “Pós-Desenvolvimento, promovendo o bem viver”, desenvolvida pelo professor Dr. Carlos Alberto Cioce Sampaio (UFPR e FURB/SC). Participaram do encontro estudantes, professores e profissionais das áreas de abrangência do Programa, que tem como coordenador o professor José Antônio Gonzales da Silva. Também esteve presente na oportunidade o Vice-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Fernando Jaime González.

Palestrante da noite, Sampaio é administrador, mestre e doutor nas temáticas de planejamento e gestão organizacional para o desenvolvimento sustentável e Pós-Doutor em Ecossocioeconomia, Cooperativismo Corporativo e Ciências Ambientais. É pesquisador de produtividade do CNPq, Coordenador da Área de Ciências Ambientais da CAPES. É professor dos Programas de Pós-Graduação (PPG) em Desenvolvimento Regional/Universidade Regional de Blumenau, Gestão Ambiental/Universidade Positivo e Meio Ambiente e Desenvolvimento/UFPR. Colabora nos PPG em Gestão Urbana/PUC-PR e Turismo/UFPR. É visitante do PPG em Desenvolvimento à Escala Humana e Ecologia Ecológica/UACh. É pioneiro em pesquisas teóricas e empíricas sobre o tema Ecossocioeconomia das Organizações, compreendendo Planejamento e Gestão Organizacional para o Desenvolvimento Territorial Sustentável, Arranjo Socioprodutivo e Político de Base Comunitária e Turismo Comunitário, Solidário e Sustentável na Europa e nas Américas. Tem interesse na problemática que relaciona Educação e Desenvolvimento e Tomada de Decisão e Desenvolvimento.

Mais sobre o Programa

O Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade tem como objetivos formar pesquisadores com visão sistêmica e multidisciplinar capazes de compreender as inter-relações entre o ambiente, a sociedade e a tecnologia; participar de forma crítica e reflexiva no desenvolvimento regional, considerando os princípios e valores da sustentabilidade, gerando tecnologias apropriadas aos sistemas produtivos locais; promover a produção de conhecimentos na área do meio ambiente em geral, bem como, no campo do diagnóstico e da solução de problemas de interesse socioambiental.

No curso o público-alvo são os profissionais graduados nas áreas de Ciências Ambientais, Agrárias, Biológicas, da Saúde, Sociais, Química, Engenharias/Tecnológicas Aplicadas e/ou áreas correlatas.

Confira mais na Página do Programa, clicando neste link.


Ciência que gera Inovação: Economia, Sustentabilidade e Responsabilidade em debate na Universidade

                

A Unijuí sediou nesta quarta-feira, 03 de julho, no Centro de Eventos do Campus Ijuí, um encontro com empresários que atuam nos sistemas produtivos da agricultura, pecuária e a indústria metal-mecânica da região noroeste do Rio Grande do Sul. 

O evento teve como tema “Ciência que gera Inovação: Economia, Sustentabilidade e Responsabilidade”, e foi conduzido pelo professor José Antônio Gonzalez da Silva, pesquisador do Departamento de Ciências Agrárias e coordenador do Programa de Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí. 

A apresentação teve como foco as ciências agrárias enquanto campo multidisciplinar de estudo, e as possibilidade de pesquisa e extensão com o setor produtivo. “A Unijuí está inserida no maior polo de produção de alimentos do Rio Grande do Sul. As condições agroecológicas, suportam importante parcela do setor agropecuário”, afirmou o professor José Antônio Gonzalez da Silva, ao sinalizar que a Universidade se empenha em dar respostas tecnocientíficas aos distintos interesses socioeconômicos, rurais e não rurais, e que possibilitam a transferência de tecnologia produzida na Universidade para empresas. 

Está em andamento na Unijuí a execução de uma série de projetos em parceria com instituições públicas e privadas, visando ao desenvolvimento de inovações. Os planos de trabalho envolvem pesquisadores da Universidade, professores e estudantes ligados à graduação e à pós-graduação, que desenvolvem pesquisas utilizando toda a infraestrutura da Universidade.

A empresa é um local onde ocorre o processo de inovação. Dessa forma, o Encontro Universidade Empresa visou estabelecer um relacionamento com o meio empresarial. A Agência de Inovação e Tecnologia (AGIT) da Unijuí é um espaço que busca fomentar essa interação, e é responsável por intermediar acordos de cooperação, pesquisas de interesse dos empresários e que podem ser concebidas e executadas na Universidade, utilizando toda a infraestrutura disponível. 

Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade

A proposta do programa foi embasada, numa longa e profícua discussão interdisciplinar realizada pelos seus docentes e pesquisadores, respaldada num considerável conjunto de estudos, pesquisas, experiências e produção científica com enfoque na sustentabilidade, oportunizando uma aprendizagem construída em vários campos do conhecimento na área socioambiental. Além de valorizar o caminho construído, deu-se um passo adiante, integrando o desafio do conhecimento multidisciplinar, atendendo aos pressupostos de maior sustentabilidade pelo conhecimento conjunto de diferentes áreas do saber. Neste cenário, a criação do programa de pós-graduação em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade representa a oportunidade de promover avanços científicos, fomentando pesquisas a partir de uma visão sistêmica e interdisciplinar, impulsionando a prospectar a formação de uma massa crítica para atuação convergente às necessidades dos novos cenários, com forte ênfase na proteção ambiental, garantia da segurança alimentar e qualidade de vida das comunidades.

Nesta quinta-feira, dia 04, o Programa vai realizar a Aula Inaugural do curso, com uma palestra sobre “Pós-Desenvolvimento, promovendo o bem viver”, que será desenvolvida pelo professor Dr. Carlos Alberto Cioce Sampaio (UFPR e FURB/SC). O evento será realizado a partir das 19h, no Centro de Eventos do Campus Ijuí.


Novo Programa de Mestrado da Unijuí recepcionou a primeira turma do curso

             
 

Na quinta-feira, 23 de maio, o Programa de Pós-Graduação em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade (PPGSAS) – da Unijuí recepcionou os vinte e quatro mestrandos que compõem a primeira turma de do curso de Mestrado. Participaram da atividade o Vice-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, professor Fernando González, o chefe do Departamento de Estudos Agrários, professor Osório Lucchese, o coordenador do Programa, professor Jose Antonio Gonzalez da Silva, além dos demais professores e equipe técnica e de apoio do PPGSAS. 

Após a fala e apresentação de estudantes e professores, na sequência das atividades, foi realizado um coquetel de confraternização. Logo após, os professores Daniel Cenci, Maria Margarete Brizolla e Sandra Fernandes iniciaram as aulas da disciplina Fundamentos de Ciências Ambientais.

O Programa, oferecido pelo Departamento de Estudos Agrários da Unijuí, foi aprovado pela CAPES no segundo semestre de 2018. O curso busca analisar e compreender as relações entre sistemas naturais e produtivos, abordando as dimensões ambientais, sociais, econômicas, culturais e produtivas, visando a geração de conhecimento para solucionar ou minimizar os impactos negativos gerados pelo desenvolvimento. A base de ação do Programa envolve duas grandes linhas de pesquisa: Meio Ambiente e desenvolvimento Sustentável; e Qualidade Ambiental em Sistemas Produtivos. O Programa permitirá desenvolver grandes pesquisas de interesse regional e nacional e irá promover a formação de um pesquisador diferenciado com visão sistêmica e multidisciplinar.       

O fazer em ciência e inovação inclui a interação de diversas áreas do conhecimento, com pesquisas e ações que envolvem: produção mais sustentável de alimentos, redução de poluição, qualidade dos produtos, segurança alimentar,  estudo e controle de zoonoses/saúde pública, saúde e bem-estar, valoração ambiental, biodiversidade/transformação/recuperação/bioindicadores, redução de agrotóxicos, legislação e adequação ambiental, lixo, saneamento rural/urbano/uso de resíduos sólidos, qualidade do ar, solo e água, planejamento/análise de praças e jardins/ambiente público/conforto ambiental, materiais sustentáveis/ergonomia/instalações, processos mais limpos e cidades sustentáveis, estudos voltados a educação ambiental, entre outras.


Mestrado: formação baseada nas ciências ambientais e na pesquisa

O Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí, que está com inscrições abertas até o dia 12 de maio, possui uma formação diferenciada baseada nas Ciências Ambientais e como vocação de pesquisa a interface entre os sistemas naturais, com os sistemas produtivos e a ampla visão de impactos socioambientais.

O Programa de Pós-Graduação oferecido pelo Departamento de Estudos Agrários da Unijuí foi aprovado pela CAPES no segundo semestre de 2018. O Curso busca analisar e compreender as relações entre sistemas naturais e produtivos, abordando as dimensões ambientais, sociais, econômicas, culturais e produtivas, visando a geração de conhecimento para solucionar ou minimizar os impactos negativos gerados pelo desenvolvimento.

A base de ação do Programa envolve duas grandes linhas de pesquisa: Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; e Qualidade Ambiental em Sistemas Produtivos. O Programa permitirá desenvolver grandes pesquisas de interesse regional e nacional e irá promover a formação de um pesquisador diferenciado com visão sistêmica e multidisciplinar.

O fazer em ciência e inovação inclui a interação das áreas e ações como, por exemplo, produção mais sustentável de alimentos, redução de poluição, qualidade dos produtos, segurança alimentar,  estudo e controle de zoonoses/saúde pública, saúde e bem-estar, valoração ambiental, biodiversidade/transformação/recuperação/bioindicadores, redução de agrotóxicos, legislação e adequação ambiental, lixo, saneamento rural/urbano/uso de resíduos sólidos, qualidade do ar, solo e água, planejamento/análise de praças e jardins/ambiente público/conforto ambiental, materiais sustentáveis/ergonomia/instalações, processos mais limpos e cidades sustentáveis, estudos voltados a educação ambiental, entre outras.

Segundo o coordenador do Programa, professor José Antonio Gonzáles, é fundamental repensarmos os novos rumos do amanhã, principalmente sobre os novos desafios que vem surgindo a partir da consciência dos problemas ambientais.

“São questões que fazem parte do contexto mundial e que no nosso ambiente, dentro da nossa realidade, exige o debate e a geração de conhecimento para atender esses desafios. E isso faz parte também do papel da Universidade em estar sempre atenta, olhando para o futuro, buscando o conhecimento, a formação qualificada e o desenvolvimento socioambiental de sua comunidade”, salienta José.

As inscrições para o Programa de Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade poderão ser feitas pelo Portal da Universidade, na página do Programa de Pós-Graduação.

O processo seletivo envolve três etapas: análise do curriculum vitae, análise da intenção de pesquisa contemplando o de tema de interesse e entrevista. O edital do processo seletivo está disponível na página do Programa.

Outras informações podem ser obtidas pelo Portal da Unijuí, pelo e-mail: ppgsas@unijui.edu.br, ou pelos telefones (55) 3332 04 20 e (55) 9 96179234


Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade seleciona turma

Seguem abertas as inscrições para o Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí. Até o dia 12 de maio os interessados deverão fazer a inscrição pelo Portal da Universidade, na página do Programa de Pós-Graduação.

O processo seletivo envolve três etapas. Análise do curriculum vitae, análise da intenção de pesquisa contemplando o de tema de interesse e entrevista. O edital do processo seletivo está disponível na página do Programa.

A entrega da documentação para homologação da inscrição deverá ser feita até o dia 12 de maio na Secretaria do Programa. São necessários os seguintes documentos:

  • Cópia autenticada do Diploma de graduação ou do comprovante de conclusão do curso, caso seja emitido pela UNIJUÍ, não é necessário autenticar;
  • Cópia autenticada do Histórico Escolar da graduação, caso seja emitido pela UNIJUÍ, não é necessário autenticar;
  • Cópia dos documentos: carteira de identidade, CPF, certidão de nascimento ou Casamento/Outro, 1 (uma) foto 3x4 recente;
  • Uma intenção de pesquisa (até 500 palavras) que contemple o tema de interesse;
  • Curriculum vitae devidamente documentado (anexar cópia dos comprovantes);
  • Uma carta de recomendação originais conforme modelo disponível no site. As mesmas também podem ser solicitadas na secretaria, através do e-mail ppgsas@unijui.edu.br.
  • Comprovante de pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 190,00 (centro e noventa reais), cujo boleto é gerado automaticamente no ato da inscrição.

 

Sobre o curso

O programa de pós-graduação em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade é um curso de mestrado acadêmico recomendado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES na área de Ciências Ambientais.

A abordagem interdisciplinar é intrínseca à Área de Ciências Ambientais, o que significa um método de construção do conhecimento que se sustenta na compreensão da complexidade ambiental e na resolução de suas problemáticas.

O programa dedica-se à pesquisa e a geração de conhecimento com visão sistêmica e multidisciplinar e busca analisar e compreender as relações entre sistemas naturais e produtivos, abordando as dimensões ambientais, sociais, econômicas, culturais e produtivas, visando a geração de conhecimento para solucionar ou minimizar os impactos negativos gerados pelo desenvolvimento.


Unijuí seleciona turma para o Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade

                      

O Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí está com inscrições abertas. Os candidatos podem participar da seleção efetivando a inscrição até o dia 13 de março, pela página do Programa.

O processo seletivo envolve quatro etapas: prova escrita (peso 3,0), análise do curriculum vitae (peso 3,0), análise do pré-projeto de pesquisa (peso 2,0), entrevista (peso 2,0). Para obter aprovação a nota final do candidato deve ser igual ou superior a 6,0 (seis). A Prova Escrita será realizada no dia 15 de março, das 8h30min às 11h30min, no Campus Ijuí. No mesmo dia, serão realizadas as entrevistas com a banca examinadora. O resultado final será divulgado no dia 18 de março.

Confira a documentação necessária e outros detalhes do Edital na página do Mestrado.

Sobre o Programa

A proposta do programa foi embasada, numa longa e profícua discussão interdisciplinar realizada pelos seus docentes e pesquisadores, respaldada num considerável conjunto de estudos, pesquisas, experiências e produção científica com enfoque na sustentabilidade, oportunizando uma aprendizagem construída em vários campos do conhecimento na área socioambiental. Além de valorizar o caminho construído, deu-se um passo adiante, integrando o desafio do conhecimento multidisciplinar, atendendo aos pressupostos de maior sustentabilidade pelo conhecimento conjunto de diferentes áreas do saber. Neste cenário, a criação do programa de pós-graduação em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade representa a oportunidade de promover avanços científicos, fomentando pesquisas a partir de uma visão sistêmica e interdisciplinar, impulsionando a prospectar a formação de uma massa crítica para atuação convergente às necessidades dos novos cenários, com forte ênfase na proteção ambiental, garantia da segurança alimentar e qualidade de vida das comunidades.

O Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade tem como objetivos formar pesquisadores com visão sistêmica e multidisciplinar capaz de compreender as inter-relações entre o ambiente, a sociedade e a tecnologia; participar de forma crítica e reflexiva no desenvolvimento regional, considerando os princípios e valores da sustentabilidade, gerando tecnologias apropriadas aos sistemas produtivos locais; promover a produção de conhecimentos na área do meio ambiente em geral, bem como, no campo do diagnóstico e da solução de problemas de interesse socioambiental.