Mestrado e Doutorado

Programa de Pós-graduação em Educação nas Ciências participa de Aula Inaugural na URI - Campus Frederico Westphalen

Na noite do dia 19 de agosto de 2019, o Programa de Pós-graduação em Educação nas Ciências marcou presença na Aula Inaugural do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – Campus de Frederico Westphalen. Estiveram presentes estudantes do mestrado, doutorado e pós-doutorado, acompanhados das professoras Dra. Eva Teresinha de Oliveira Boff e Dra. Maria Cristina Pansera de Araújo.

O evento realizado em parceria entre o PPGEC da Unijuí, PPGEDU da URI e PPGEdu da UPF teve como palestrante o Professor Dr. Ângelo Ricardo de Souza, professor do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Paraná e Coordenador Adjunto da Área de Educação na CAPES.

O Dr. Ângelo em sua fala intitulada “Pós-graduação em Educação no Brasil: cenários, desafios e perspectivas” trouxe um panorama sobre a pós-graduação no país, destacando sobre a importância de priorizar o ensino e aprendizagem. Nesse contexto, enumerou os desafios para os programas de pós-graduação, os quais são sintetizados em: qualidade, futuro, inovação, internacionalização e impactos acadêmicos e sociais.

Além disso, o professor discorreu sobre os novos critérios de avaliação dos PPGs pela CAPES e a distribuição de recursos no cenário atual. Por fim, considerou a importância da produção científica, a qual deve ser compreendida em termos qualitativos e não quantitativos, enfatizando a importância da articulação entre a temática pesquisada pelos docentes e as pesquisas científicas propostas pelos discentes. 


Reunião nacional da ANPED terá como conferencista o professor Boaventura de Sousa Santos

                  

O Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências da Unijuí Convida estudantes, professores, egressos e demais pesquisadores para a 39ª Reunião Nacional da ANPEd, que terá como tema: Educação Pública e Pesquisa: ataques, lutas e resistências. O evento acontecerá de 20 a 24 de outubro de 2019 na Universidade Federal Fluminense (UFF) – Campus Gragoatá, Niterói-RJ.

A abertura, no dia 20/10, às 18h, será com o conferencista, prof. Dr. Boaventura de Sousa Santos, da Universidade de Coimbra/Portugal.

Este tema inspirará uma reunião plural que marca o compromisso histórico da Associação com o direito à educação, à escola pública, à pesquisa crítica, rigorosa e comprometida com a justiça social e com a democracia. O tema provoca a análise crítica dos ataques que são de múltiplas dimensões, mas também inspira pensar que as lutas e as resistências são intensas e plurais.

São tempos desafiadores e a Reunião Nacional da ANPEd será espaço para renovar a capacidade de análise e dar visibilidade para a força e fecundidade da pesquisa educacional brasileira.

Demais informações, no site do evento: http://39.reuniao.anped.org.br/


Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências realiza palestras em eventos pelo Brasil

Neste primeiro semestre de 2019, a professora do Departamento de Humanidades e Educação da Unijuí (DHE) e do Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências(PPGEC), Helena Copetti Callai, participou de eventos em diferentes regiões do Brasil acerca do ensino de Geografia. Na Universidade Federal do Piauí (UFPI), localizada em Teresina, a professora abordou a temática “Ensino e pesquisa na formação de professores de Geografia”. Além disso, participou do trabalho de campo no Delta do Parnaíba e do Parque Nacional de 07 Cidades, do qual participaram também docentes pesquisadores de áreas como Antropologia, Arqueologia, História, Geologia, Geomorfologia e Geografia. O evento também contou com a participação de Sigfran da Silva Santana, orientando da professora Helena Callai, que cursa o mestrado no Minter/PPGEC/Unijuí-UniBalsas e trabalha como temática de sua dissertação “Google Earth como ferramenta didático pedagógica nas aulas de cartografia do ensino médio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão, campus São Raimundo Das Mangabeiras”, onde é professor.


Já em Campinas, São Paulo, participou do XIV ENPEG - Encontro Nacional de Práticas de Ensino em Geografia: políticas, linguagens e trajetórias do ensino de Geografia. O evento reuniu pesquisadores do ensino de Geografia de todos os estados brasileiros, com apresentação de mais de 700 trabalhos na área. A professora Helena participou da mesa de abertura denominada “Trajetórias do Ensino de Geografia no Brasil”. No evento, ao serem apresentadas as histórias das pesquisas e dos pesquisadores da área, foi referida a professora Carina Copatti, recém doutorada pelo Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências da Unijuí, como uma das mais jovens autoras de produções significativas e marcantes sobre a Geografia escolar brasileira. O destaque indicou três pesquisadores que em seus doutorados apresentaram produções marcantes para o ensino da Geografia, sendo um da USP (SP), outro da UFG (GO) e uma da Unijuí. Essa referência coloca a Unijuí no cenário de ponta da produção científica acerca da educação geográfica brasileira. Carina é atualmente professora da Educação Básica, atuando em escolas da zona rural e urbana em Charrua/RS. Sua tese abordou o tema “Pensamento Geográfico e Autonomia Docente na Relação com o Livro Didático: Percursos para a Educação Geográfica”,orientada pela professora Helena Copetti Callai, e defendida em abril de 2019.

 


Professor do PPGEC da Unijuí realiza conferência para alunos de EJA

Na noite de quinta-feira, 11 de julho, o professor do Programa de Pós-Graduação em Educação Nas Ciências da Unijuí (PPGEC), Walter Frantz, foi conferencista do IV Encontro Anual de Alunos e Professores do Centro de Educação de Jovens e de Adultos, de Itapiranga/SC (CEJA). O professor abordou o tema “A Ciência da Vida e a Ciência da Escola”.

O IV Encontro Anual de Alunos e Professores do Centro de Educação de Jovens e de Adultos, reuniu alunos dos municípios de Itapiranga, Santa Helena, Tunápolis, Iporá do Oeste e São João, da região oeste catarinense. O propósito principal do evento foi expor para a comunidade regional os conhecimentos que os alunos construíram por meio do seu percurso formativo fora da escola e a relação com os saberes escolares.  Esta modalidade de ensino é constituída por pessoas que, por razões diversas, “quebraram” e/ou tiveram quebrado seu percurso formativo, e retornam aos bancos escolares a fim de atenderem seus interesses de vida e do mundo do trabalho.

O projeto “A Ciência da Vida e a Ciência da Escola” teve início em fevereiro de 2019, quando os professores, que atuam no Centro de Educação de Jovens e de Adultos, no I semestre letivo de 2019, começaram a fazer um levantamento das múltiplas qualificações e conhecimentos que os alunos possuem a partir do seu percurso formativo fora do formato da escola. Após o diagnóstico, estas habilidades foram expostas aos colegas para, em seguida, serem aproveitadas nos componentes curriculares semestrais.

O cruzamento dos conhecimentos socialmente construídos realizou-se de forma interdisciplinar pelos professores. No IV Encontro Anual dos alunos do CEJA houve a exposição dos principais trabalhos em forma de documentário. Para o desfecho do projeto realizou-se a conferência, ministrada pelo professor Walter Frantz, que esteve ainda reunido com os professores Roque Strieder, da Unoesc, professora Anastácia Strieder e professor Paulino Eidt, diretor do CEJA, para um reencontro e diálogos sobre pesquisa na área do cooperativismo e da educação.

Encontros e reencontros acadêmicos – entre CEJA e PPGEC.

Na segunda-feira, dia 08 de julho, o professor doutor Paulino Eidt, Diretor do Centro de Educação de Jovens e de Adultos, de Itapiranga/SC, esteve no Pós-Graduação em Educação Nas Ciências da Unijuí (PPGEC) para palestrar e dialogar com o grupo de doutorandos da Unibalsas (Maranhã). O professor Paulino realizou seu Mestrado na Unijuí e defendeu sua Dissertação “Porto Novo: da Escola Paroquial ao Projeto de Nucleação – Uma Identidade em Crise”, em 1998, sob a orientação da Profª. Drª. Helena Copetti Callai. Em 2006 defendeu sua tese de doutorado, na PUC/SP, sob o título “Projeto Porto Novo: fé, altruísmo e contradições dos alemães do Oeste de Santa Catarina”, de cuja banca de defesa participou o Prof. Walter Frantz, do PPGEC. A partir da tese, posteriormente, publicou o livro “Os sinos se dobram por Alfredo”, pela ARGOS. Em sua palestra aos doutorandos da Unibalsas, falou de suas experiências de pesquisa e escrita, na condição de pós-graduando e de professor, tendo como foco, especialmente, o livro publicado.


Minter e Dinter: estudantes da Unibalsas realizam atividades em Santa Rosa e Ijuí

              

Estudantes do Mestrado e do Doutorado Interinstitucional em Educação nas Ciências, parceria entre a Unijuí e a Unibalsas, do Maranhão, estarão na Unijuí durante um mês, realizando diversas atividades dos cursos em Ijuí e Santa Rosa. As atividades que iniciaram em 24 de junho, no Campus Ijuí, contemplam, além do acolhimento e recepção dos doutorandos, orientações, grupos de estudos, vivências e também atividades culturais, para marcar a estadia dos estudantes do Maranhão na região Noroeste do Rio Grande do Sul. 

No dia 1º de julho participaram de uma aula da disciplina de Gestão dos Processos Educativos Escolares, ministrada pela Professora Hedi Maria Luft, no curso de Pedagogia, no campus Santa Rosa. Os estudantes Camila Sousa da Silva, Líbera Bazzan Pillatt, Diego Nestor Soardi Andrada e Jefferson Carvalho Barros estiveram acompanhados do professor Walter Frantz. Na oportunidade falaram sobre a cidade de Balsas/MA, a história da Unibalsas, suas metodologias de ensino e alguns projetos que são desenvolvidos pela Instituição. 

Durante o encontro, as estudantes de Pedagogia também compartilharam as suas experiências de estágios em entidades educativas na região. Para a professora Hedi essa atividade foi um momento histórico para o curso de Pedagogia. “Foi um privilégio poder realizar essa troca de experiências entre os estudantes da graduação e do programa de Pós-graduação. As estudantes do curso de Pedagogia tiveram uma oportunidade inédita de realizarem essa vivência com professores do Maranhão”, ressaltou.  

Na semana de 8 a 12 de julho, as atividades foram realizadas no Campus Ijuí: orientações, grupos de estudos, vivências e também atividades culturais marcaram a estadias dos estudantes do Maranhão na região Noroeste do Rio Grande do Sul. 

A doutoranda do programa, professora Camila Sousa da Silva, destaca a experiência vivenciada. “Viver esta experiência de intercâmbio acadêmico por meio desse Programa representa alargar as margens da minha existência. O que adquirimos aqui, em conhecimento, em cultura, em “tonalidade afetiva”, enriquece a nossa vida, a nossa trajetória acadêmica, profissional e pessoal. A forma como fomos recebidos e contemplados fez a gente se sentir em casa, mesmo a 3 mil km de distância de lá. Considero que por meio desse projeto (Minter/Dinter), a Unibalsas e a Unijuí estão efetivamente realizando a missão que cada uma tem definida, pois as interações, as pesquisas e estudos realizados pelos envolvidos não são apenas em perspectiva própria, mas alcançando o contexto local e regional em que estão inseridas”. 

Saiba mais sobre os cursos

O PPGEC iniciou as atividades do Minter e Dinter (mestrado e doutorado interinstitucional) em março de 2019, com um total de 30 estudantes. É a primeira oferta do Minter e Dinter pelo convênio firmado com a Unibalsas. As disciplinas são ministradas por professores da Unijuí/PPGEC na Unibalsas, desenvolvidas em períodos presenciais e a distância. Da mesma forma ocorrem as atividades de orientação. As atividades a distância serão realizadas por meio do ambiente virtual de aprendizagem (Conecta) e sessões de videoconferência. As bancas examinadoras dos mestrandos e doutorandos serão realizadas presencialmente, na Unijuí/PPGEC. 

A Unibalsas - Faculdade de Balsas - está situada em uma região de carência de professores com formação para atuar na educação superior, sendo que o PPGEC vem contribuído na formação dos seus docentes, já tendo titulado três mestres e um doutor.


Unijuí participa do XII ENPEC no Rio Grande do Norte

As professoras Eva Teresinha de Oliveira Boff e Maria Cristina Pansera de Araújo participaram com apresentações de trabalhos no XII ENPEC, que aconteceu de 25 a 28 de junho, em Natal/RN.

Os trabalhos apresentados no evento foram os seguintes:

Pesquisa como prática formativa, das autoras Eva Teresinha de Oliveira Boff, Claudia Luciani Klein e Maria Cristina Pansera de Araújo.

Compreensões contemporâneas sobre a constituição do conhecimento de professor nas Ciências da Natureza, das autoras Maria Cristina Pansera de Araújo, Raquel Weyh Dattein, Vidica Bianchi.

Educação em saúde mediada por filmes comerciais num processo formativo de professores, das autoras Eliane Gonçalves dos Santos e Maria Cristina Pansera de Araújo.

Concepções de ensino interdisciplinar em ciências e TIC na sala de aula, das autoras Neide Marlene Traesel, Fernando Jaime González, Maria Cristina Pansera de Araújo.

 

 


Pós-Graduação em Educação nas Ciências lança edital para estudantes eventuais

 

O Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências da Unijuí - Mestrado e Doutorado - está com inscrições abertas para ingresso de estudantes eventuais. O edital foi publicado nesta semana na página do Programa, no Portal da Unijuí.

Os interessados devem preencher a ficha de inscrição, disponível na Secretaria do Programa e no site da Unijuí. Esse documento deve ser entregue na Secretaria do Programa, no Prédio Alfa, no Campus Ijuí.

A divulgação dos resultados será feita no dia 31 de julho e as matrículas no dia 1º de agosto. As aulas iniciam no dia 05 de agosto. O edital completo com todas as informações está na página do Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências.


Unijuí promoveu Encontro sobre Trabalho, Educação e Currículo Integrado

               

O Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências – Mestrado e Doutorado – PPGEC-Unijui, e o Programa de Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica em Rede Nacional/IFFarroupilha - (PROFEPT) promoveram o II Encontro de Debates sobre Trabalho, Educação e Currículo Integrado – ENTECI, nos dias 21 e 22 de maio de 2019.

Na abertura do evento, na manhã de terça-feira, 21, o professor Dr. José Clóvis de Azevedo, do IPA, palestrou sobre Educação Integral: fundamentos e práticas. Durante a tarde, os 185 trabalhos inscritos em diversos eixos temáticos foram apresentados em 21 Rodas de Conversa, totalizando 220 participantes. Após as discussões, os componentes de cada eixo reuniram-se e fizeram uma síntese, que foi apresentada na manhã de quarta-feira, dia 22. Ao final, ocorreu uma sistematização, realizada pela Dra. Marilandi Maria Mascarello Vieira, do IFSUL-Sertão e da Dra. Rubia Emmel, do IFFar – Santa Rosa.

A programação também contou com um debate sobre a Base Nacional Curricular Comum, realizada na noite de terça-feira, dia 21, com a Dra. Marilandi Maria Mascarello Vieira e o Dr. Fernando González. Na tarde do dia 22 de maio, o II ENTECI foi encerrado com a palestra do professor Sidinei da Cruz Sobrinho, do IFSulriograndense – Passo Fundo.

O evento propiciou a interlocução entre estudantes do ensino médio integrado ao profissional; licenciandos e professores da Unijui; IFFar campi Alegrete, São Borja, São Vicente, Jaguari, Panambi, Santo Augusto, Santa Rosa, Santo Ângelo, Panambi, Frederico Westphalen; IFSul Sertão, Bento Gonçalves; IFSulriograndense Caxias do Sul, Passo Fundo; Universidade da Fronteira Sul – UFFS- Cerro Largo e Realeza; UFSM, URI-Santo Ângelo.


Abertura do II ENTECI discute educação integral, fundamentos e práticas

Teve início nesta terça-feira, 21, o II Encontro de Debates sobre Trabalho, Educação e Currículo  Integrado – ENTECI - promovido pela Unijuí por meio do Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências – Mestrado e Doutorado. O evento tem o objetivo de ampliar e aprofundar as discussões sobre os aspectos teóricos e práticos subjacentes à noção de currículo integrado.

Durante a abertura do evento, o professor Fernando Jaime González, Vice-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unijuí, descreveu o evento como um intercâmbio de pesquisa, que celebra a produção de conhecimento de qualidade. “Estudar os desafios dessa região se faz fundamental para produzir um desenvolvimento que se espalha de forma igualitária em todo o país”, frisou.

A programação teve início com a palestra do Dr. José Clóvis de Azevedo, que falou sobre ‘Educação Integral: fundamento e práticas’. “Educação integral não é sinônimo de tempo integral. É desejável que se tenha uma ampliação do tempo dos nossos alunos na escola, mas tempo integral pode ser feito com uma educação tradicional. Assim como tempo parcial pode ser feito com uma concepção de educação integral” afirmou o palestrante.

O evento contou com a apresentação musical do Grupo Novo Tom

O II ENTECI segue com atividades durante esta terça-feira, à tarde e à noite, e na quarta-feira, 22, manhã e tarde, com apresentações de trabalhos e com as conferências dos pesquisadores convidados. A programação completa está disponível na página do evento, no Portal da Unijuí.

O evento é uma promoção do Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências da Unijuí em parceria com o Programa de Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica em Rede Nacional/IFFarroupilha - (PROFEPT).


Na Alemanha: confira o relato de experiência de mestranda da Unijuí

                 
 

Luciana Aparecida Poloni Ozorio, orientanda da professora Hedi Maria Luft, no Mestrado em Educação nas Ciências da Unijuí realizou, em outubro de 2018, viagem para a Alemanha, na Osnabrük University, que possui parceria com a instituição.

“Posso relatar que este pequeno tempo em um país como a Alemanha, foi muito significante para minha pesquisa como mestranda, poder conhecer a universidade de Osnabrük, a forma com que está organizado a vida acadêmica e grupos e instalações, foi uma experiência ímpar.Neste tempo conheci outros estudantes brasileiros, ouvi suas experiencias e aprendi um pouco mais sobre a cultura Alemã”, relata.

A mestranda pode, ainda, realizar um pequeno estagio em uma Kindergarten “Jardim de Infância”, e conhecer duas escolas em cidades vizinhas. “Este tempo somou muito a minha pesquisa e me fez conhecer e refletir sobre os diferentes métodos utilizados na educação e a forma com que as crianças participam na escola e Kindergarten”, complementa.

Segundo a estudante, realizar um estágio em outro país, sempre traz muitas possibilidades, novas ideias e acrescenta muito nosso conhecimento sobre a pesquisa realizada, conduzindo para outras formas de pensar sobre o tema proposto.

“Para finalizar, fica o meu imenso agradecimento a minha orientadora que me incentivou a ter esse tempo como pesquisadora em outro pais, ao professor Walter Frantz que fez o contato com a universidade Alemã. Um fato muito importante foi que recebi a ajuda do doutorando Tércio que está fazendo estágio sanduíche na mesma Universidade. Ele me ajudou muito com o idioma e ainda me mostrou as igrejas, centros históricos e a um pouco da história da cidade Alemã.